Pesquisar este blog

Novidades!!!

terça-feira, 31 de março de 2015

MENSAGEM DE SANTA PASCOA DAS MISSÕES DO BRASIL E ARGENTINA À RESISTÊNCIA CATÓLICA NO MUNDO

MENSAGEM DE SANTA PASCOA DAS MISSÕES DO BRASIL E ARGENTINA À RESISTÊNCIA CATÓLICA NO MUNDO

  
Las distintas misiones de Brasil y Argentina cumprimentando a la Resistencia Católica del resto del mundo por la Sta. Pascua


MENSAJE DE SANTA PASCUA DE LAS MISIÓNES DE BRASIL Y ARGENTINA A LA RESISTENCIA CATÓLICA EN EL MUNDO



As diversas missões no Brasil e Argentina cumprimentando à Resistência Católica de todo o mundo pela Sta. Páscoa 




DESDE ARGENTINA

Mision Mª Auxiliadora - Rio Grande - Tierra del Fuego
Missão Mª Auxiliadora - Rio Grande - Terra do Fogo

segunda-feira, 30 de março de 2015

ORDENAÇÃO SACERDOTAL: REV. PE. ANDRÉS ZELAYA OSB, 28/03/2015

ORDENAÇÃO SACERDOTAL DO REV. PE. ANDRÉS ZELAYA OSB

28/03/2015

FOTOGRAFIAS DA ORDENAÇÃO DO REV. PE. ANDRÉS ZELAYA OSB, POR SUA EXCELÊNCIA MONSENHOR JEAN-MICHEL FAURE.

MOSTEIRO BENEDITINO DA SANTA CRUZ, NOVA FRIBURGO, BRASIL




IMAGENS DA CERIMÔNIA




SAGRAÇÃO 2015: MAIS FOTOS!

Estas são fotos "oficiais", daquelas para por em uma bela moldura, ao lado da foto de Mons. Lefebvre e São Pio X!  


Traição de Fellay - o peixe morre pela boca!

Como sempre digo: o peixe morre pela boca... Assim, compartilhamos, no Pale Ideas, um vídeo, em duas partes, de uma entrevista de Fellay ao veículo de comunicação da Conferência Episcopal dos EUA, em 25 de Maio de 2012. Traduzido e legendado por Una Voce Brasil - www.unavocebrasil.org.  

É o próprio Fellay quem fala e se autodenuncia. Mas primeiro, queria perguntar a ele... do que ele ri tanto! No que interessa mesmo, vamos aos vídeos. Grifos e links nosso.  


Fellay: 95% do Concílio é aceitável, 5% é discutível


VIDEO I

1. Fsspx versus Roma:  para ele, não existe este confronto. E, em relação ao CVII, afirma que há uma "impressão de que há algo errado na Igreja", ou seja: é algo subjetivo. Afirma também que algumas pessoas têm uma "compreensão errada" do CVII, e que muitas coisas que dizem ter nascido do CVII não o foram, pois nasceram da compreensão "comum" que se tem dele; ou seja, o decaimento dos últimos 50 anos, os abusos litúrgicos, as heresias conciliares etc. não vieram do CVII, mas de uma errada compreensão ou interpretação dele. Será que ele quer dizer que Mons. Lefebvre se equivocou? Hummmm. I see.  
Foi mesmo ele quem disse, em entrevista, que 95% do CVII é aceitável e 5% discutível

SAGRAÇÃO EPISCOPAL 2015: ENTREVISTA COM MONS. WILLIAMSON (19 DE MARÇO)

À espera de uma melhor tradução, aqui vai a entrevista feita por Mons. Williamson, logo após a sagração de Dom Faure, então Padre Faure. Quem quiser colaborar com uma boa tradução, agradecemos. 

ENTREVISTA COM MONS. WILLIAMSON 

imediatamente após a cerimônia da sagração de Mons. FAURE  





O senhor recebeu o apoio dos sacerdotes nesta consagração?
Sim, houve um grupo de sacerdotes da América Latina e dos Estados Unidos e outros lugares. Há sacerdotes que compreendem, não são numerosos, mas têm valor, têm a Fé, e estão decididos a seguir adiante.

domingo, 29 de março de 2015

SAGRAÇÃO EPISCOPAL 2015: Uma confissão de Menzingen

Uma confissão de Menzingen


Dom Tomás de Aquino 
 
O comunicado de Menzingen, de 19 de março, ainda que breve, nos ensina um bom número de coisas. Entre outras, encontramos ali uma confissão: que Monsenhor Williamson foi expulso da Fraternidade São Pio X por causa de sua oposição à política acordista de Mons. Fellay.

Até o presente, Menzingen falava de desobediência: Monsenhor Williamson era um indisciplinado, um mau subordinado, que não obedece às ordens recebidas. Agora, Menzingen confessa a verdadeira razão: “as vivas críticas” de Mons. Williamson a respeito das relações de Menzingen com Roma. O mesmo vale para Mons. Faure. Eis aqui sua falha.

O affaire da carta dos três bispos a Mons. Fellay e a seus assistentes não foi digerido. Relações com Roma, Mons. Lefebvre bem que as teve, mas com a esperança de que Roma se recuperasse, que desse marcha a ré. De fato, Mons. Lefebvre era quem dirigia as negociações, e o fazia com uma certeza invencível, porque seu critério foi a Fé de sempre. Inclusive, ao fazê-lo, quase caiu na armadilha de Roma. “Fui demasiado longe”, disse.

Domingo de Ramos na Capela Cristo Rei - Ipatinga/MG - Rev. Padre Ernesto Cardozo

FOTOS: Domingo de Ramos - 29/03/2015 - Capela Cristo Rei - Ipatinga/MG - Rev. Padre Ernesto Cardozo 


"(...)e trouxeram a jumenta e o jumentinho, sôbre os quais puseram as suas capas, fazendo Jesus montar no jumentinho. E a multidão do povo estendia no caminho as suas vestes, e muitos cortavam ramos de árvores para forrar com êles a estrada. E as multidões que o precediam e as que lhe seguiam atrás, gritavam, dizendo: Hosana ao Filho de Davi! Bendito o que vem em nome do Senhor!"

clique na foto para ver o artigo e as demais fotos


DOMINGO DE RAMOS

Apresentamos, aqui, a liturgia do Domingo de Ramos, com alguns comentários tirados do Missal Quotidiano de Dom Beda e do Manual do Cristão de Goffiné. Façam bom proveito. Grifos nossos.    
  


DOMINGO DE RAMOS



É o Domingo que precede à Festa da Páscoa e dá início à Semana Santa. Domingo de Ramos, Páscoa florida, Domingo das Palmas, assim chamado porque, antes da Missa principal, se realiza a benção dos ramos com procissão.

Desta benção e desta procissão, já encontramos vestígios claros no século V.

Se deveras queremos compreender a liturgia deste Domingo, cumpre colocarmo-nos bem no meio do cenário onde se vai desenrolar o doloroso drama, e, para que possamos atingir esse objetivo, útil será recordarmos os acontecimentos dos últimos dias de vida do Divino Salvador aqui na Terra.

DOMINGO DE RAMOS 2015 NA MISSÃO CRISTO REI DE IPATINGA - MG

Fotos enviadas pelo Reverendo Padre Cardozo do Domingo de Ramos 2015 na Missão Cristo Rei de Ipatinga/MG. 



 
 

Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

sexta-feira, 27 de março de 2015

Novo curso de Carlos Nougué: A Existência de Deus e a Criação do Mundo – segundo Santo Tomás de Aquino

http://estudostomistas.blogspot.com.br/2015/03/novo-curso-de-carlos-nougue-existencia.html


1) A partir do dia 10 de abril de 2015, estarão abertas as inscrições para o curso on-line A Existência de Deus e a Criação do Mundo – segundo Santo Tomás de Aquino, de 16 horas.
2) As inscrições far-se-ão em nosso site (cursos.carlosnougue.com.br).

Observação. As inscrições permanecerão abertas após o início do curso.

Para saber mais, clique na imagem. 


  
Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

A Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo: ECCE HOMO

A Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Do Ecce Homo:

"Eis aqui o homem"


Por Sto. Afonso Maria de Ligório.


1. Pilatos, vendo o Redentor reduzido a um estado tão digno de toda a compaixão, pensou que a sua só vista comoveria os judeus e por isso, conduziu-o a uma varanda, levantou o farrapo de púrpura e, mostrando ao povo o corpo de Jesus coberto de chagas e dilacerado, disse-lhe: “Eis aqui o homem” (Jo 19,4).

NOSSA SENHORA DAS DORES

18 DE MARÇO 2016

NOSSA SENHORA DAS DORES 


clique para ver mais imagens


As Sete Dores de Nossa Senhora são lembradas em setembro, dia 15, mas hoje, antes da memória de o Homem das Dores, festa da Sexta-feira Santa, a Igreja também lembra este tema. Meditemos, então, o tema das dores de Nossa Santíssima Mãe, aproveitando que estamos na Quaresma.  

Abaixo algumas devoções e meditações. 

quarta-feira, 25 de março de 2015

ANUNCIAÇÃO DE NOSSA SENHORA E A ENCARNAÇÃO DO VERBO

FESTA DA ANUNCIAÇÃO A NOSSA SENHORA

  
clique para ver mais imagens


Também chamada Festa da Anunciação de Nosso Senhor, esta festa nos lembra que, este anúncio foi feito por boca do grande Arcanjo Gabriel (cuja festa foi no dia de ontem. Oração breve a São Gabriel), enviado por Deus à Santíssima Virgem Maria, e Ela concebeu do Espírito Santo. É um dia especialíssimo para rezar o Rosário completo, para quem já não o faz diariamente. É um dia de Festa na Igreja, em que se suspendem os jejuns e as penitencias, a menos que caia na Semana Santa. Este ano não caiu, portanto é dia de festa, sim. 

IN MEMORIAM: 24 anos sem Dom Lefebvre

Eternos devedores de S.E.R. Monsenhor Marcel Lefebvre, por ter combatido o bom combate em defesa da Fé e da Verdade. Somos filhos de Dom Lefebvre!  





Tourcoing, 29 de novembro de 1905 — Martigny, 25 de março de 1991
 

Veja também:



terça-feira, 24 de março de 2015

Sermão do Rev. Padre Ernesto – Segunda - Feira da Paixão

Sermão do Rev. Padre Ernesto Cardozo, 

em Missa do dia 23/03/2015, 
rezada na Capela Cristo Rei em Ipatinga/MG



Se não abrir em seu e-mail, clique aqui: https://youtu.be/VzmOuskEmSc.


A RESISTÊNCIA AVANÇA: NOVO BLOG!

Anunciamos o lançamento de um novo blog da Resistência. Mais um farol nessa tempestade em que vivemos, que seja frutuoso e que cumpra seu papel em defesa da Igreja e da Cristandade. Pego emprestada a citação de São Paulo que está na apresentação do autor, o sr. Thiago:
"Por isso, tomai das armas de Deus, para que, estando em todos os pontos preparados para o combate, possais RESISTIR no dia mau, e ficar firmes." São Paulo aos Efésios (6, 10-17)
 



domingo, 22 de março de 2015

MANDATUM APOSTOLICUM PARA A SAGRAÇÃO DE MONSENHOR FAURE

Pela secretaria da ISM | 20 de março de 2015.

Os que apoiam Sua Excelência o Bispo Williamson, seja como leitores dos Comentários Eleison, seja como contribuintes da Iniciativa São Marcel, ou de alguma outra forma, certamente já sabem da notícia sobre a ordenação, por Sua Excelência, do Bispo Jean-Michel Faure, que se deu no Mosteiro da Santa Cruz em Nova Friburgo – Brasil, na última quinta-feira, dia 19 de março, Festa de São José. A divulgação do acontecimento foi compreensivelmente retida até os últimos momentos que o antecederam, a fim de se evitar, na medida do humanamente possível, quaisquer interrupções na cerimônia, assim como quaisquer outros problemas que poderiam ter surgido conjuntamente.

No entanto, agora que a consagração aconteceu, somos capazes de fornecer aos fiéis e ao mundo em geral explicações sobre o assim chamado “Mandato de Emergência”, que foi lido durante a liturgia.

SAGRAÇÃO EPISCOPAL 2015: UMA NOTA DE GRATIDÃO A SUA EXCELÊNCIA MONSENHOR WILLIAMSON

UMA NOTA DE AGRADECIMENTO A SUA EXCELÊNCIA MONS. WILLIAMSON 


Em inglês 



A Note of Gratitude to His Excellency, Bishop Williamson

Mar 21, 2015
Excommunicated, again, they proclaim,
but their claim bares not shame.

EDITORIAL: A SAGRAÇÃO EPISCOPAL E ROMA APÓSTATA. E O QUE DIZEM OS "IRMÃOS"...

... e os sapos estão atentos!

Começo dizendo que não fui eu quem cunhou essa expressão "ROMA APÓSTATA", mas o Venerável Monsenhor Lefebvre, que também chamou aos seus interlocutores "romanos" de ANTICRISTOS. Lembrando que o principal interlocutor fora o Cardeal Joseph Ratzinger, futuro (e agora ex) Papa Bento XVI, que falava em nome do então Papa João Paulo II, cognominado agora de "o Grande". Também foi Mons. Lefebvre quem disse que guardássemos distância de Roma Apóstata até que ela se converta. Talvez parafraseando o Apóstolo, quando este disse que aos hereges não devemos dar nem bom dia, o Arcebispo mandou suspender qualquer contato com os "romanos", classificando-os de enganadores, pois o fizeram firmar um PROTOCOLO, do qual se arrependeu em tempo, mas que continua sendo usado até hoje contra ele. Resumo feito, vamos ao que interessa. 

De fato, Francisco ainda não se pronunciou, e é uma incógnita saber se irá fazê-lo ou se dar-se-á por satisfeito com a apressada (desinformada) manifestação pública do mais novo membro virtual da Ecclesia Dei, a neo-FSSPX de Fellay. Menzingen está se tornando parecida com Roma Apóstata na maneira de falar, de agir (nas trevas), de negociar e de enganar seus súditos! 

I DOMINGO DA PAIXÃO

Seguindo o CICLO DA PÁSCOA, hoje começa o TEMPO DA PAIXÃO, que vai até o Sábado Santo. A partir de hoje, a Igreja, em sinal de luto, encobre com um véu as estátuas e as imagens de Nosso Senhor e dos santos. Na sexta-feira dessa semana é a festa de Nossa Senhora das Dores. A liturgia foi tirada do Manual do Cristão de Goffiné, Sacristia do Colégio da Imaculada Conceição. Rio de Janeiro. 1944. pp. 424-428.   


DOMINGA DA PAIXÃO



 
Trata-se, nas quatro primeiras semanas da Quaresma, de mover o pecador à penitência dos seus pecados; empregam-se as duas últimas em honrar o mistério da Paixão do Senhor, partilhando de algum modo os seus sofrimentos. Na Igreja, tudo é pranto e luto público; suprime-se na Missa o canto Judica, como nas de Finados: não há mais Gloria Patri nos responsos, no invitatório do Ofício nem à Missa. Cobrem-se de roxo crepe a cruz, as imagens e quadros; os ministros do altar só usam ornamentos lúgubres.   

LITURGIA


sábado, 21 de março de 2015

SAGRAÇÃO EPISCOPAL 2015: O PRESENTE DE SAN JOSÉ

O PRESENTE DE SAN JOSÉ 



Sermão do Rev. Pe. Bruno OSB, superior do Distrito da França da USML (FSSPX) 


Nós jamais duvidamos da generosidade de nosso bom São José, mas, neste 19 de março de 2015, estamos particularmente satisfeitos: o presente de São José é... um Bispo! Em algumas horas, o Padre Jean-Michael Faure(1) terá se convertido em Monsenhor Faure, sagrado por Monsenhor Williamson. Esta Missa(2) é celebrada pela intenção do feliz eleito. A cerimônia de sagração começará às 09:00 horas do Brasil, que são as 13:00 de nosso horário. Eu deveria estar lá nesse momento, mas precisei renunciar a esta viagem. O Padre Emmanuel-Marie representa a comunidade dos Dominicanos, o Padre Pivert à União Sacerdotal Marcel Lefebvre.

Esta sagração estava prevista há muito tempo, mas permaneceu em segredo quase até o último momento, para evitar o desencadeamento dos meios de comunicação e de outros inimigos da Igreja e de Mons. Williamson, que poderiam ter tentado evitar esta cerimônia.

SAGRAÇÃO EPISCOPAL 2015: SERMÃO DE MONS. WILLIAMSON

Sermão do S.E.R. Dom Richard Williamson na Sagração Episcopal do Rev. Pe. Jean Michel Faure no Mosteiro da Santa Cruz, Nova Friburgo/RJ – Brasil, enviado pelo sr. Bruno Maria da Missão Cristo Rei de Ipatinga-MG. 




Repassando por e-mail, é possível que não abra o vídeo, então, clique aqui: https://youtu.be/8mxnmzaeP7E.

Vide índice relativo a Monsenhor Faure e à Sagração Episcopal 2015: http://farfalline.blogspot.com/2015/03/a-igreja-falara-os-sinos-dobram.html.

SAGRAÇÃO EPISCOPAL 2015: MAIS FOTOS

Complementando as fotos da 

Sagração de Monsenhor Jean-Michel Faure 


Uma breve explicação acerca da pronúncia do nome de Monsenhor Faure: pronuncia-se "fôr", pois "au", em francês se pronuncia "ô". E o "e" no final de uma palavra é mudo.



S. Bento, Abade Pai dos monges do Ocidente

21 de Março 

São Bento

Abade, Pai dos monges do Ocidente
Instituiu a Regra dos Beneditinos (O.S.B.)


Bento, Patriarca de inúmeros religiosos, nasceu na Úmbria, no ano de 480, aproximadamente. Junto com Santa Escolástica, era filho de pais ilustres que não pouparam sacrifícios para lhe dar esmerada educação. Contrário à inclinação natural da idade, desde menino São Bento mostrava aversão aos brinquedos infantis e amor declarado à oração.

Logo que o desenvolvimento espiritual do menino o permitiu, levaram-no os pais a Roma, com o fim de encetar estudos numa escola pública. O meio em que as circunstâncias o obrigaram a viver não lhe agradou e, receando o naufrágio de sua inocência, na companhia de tantos moços que levavam vida repreensibilíssima, resolveu cortar todas as relações com o mundo. Para pôr em seguro a salvação, abandonou Roma e retirou-se para um lugar ermo.

quinta-feira, 19 de março de 2015

SAGRAÇÃO EPISCOPAL 2015: COMUNICADO DA CASA GERAL DA NEO-FSSPX SOBRE A SAGRAÇÃO

O blog Syllabus publicou a versão em espanhol na íntegra e depois as elucidações necessárias porque é dever de justiça dizer a VERDADE. Como não quero perder meu tempo e o blog é meu, faço isso em um só post. 

Primeiro, esclareço, de minha própria boca, que não houve pressa alguma para a Sagração de Monsenhor Faure, como dizem as línguas mendazes de falsos católicos travestidos de tradicionalistas e "lefebvrianos"! Foi uma decisão bem ponderada e que só não foi tornada pública antes por óbvias razões que os adestradores de mentes da neo-FSSPX conhecem muito bem! Ou seja, a segurança pessoal de Monsenhor Williamson. Era necessário que ele chegasse em segurança no Brasil para que pudesse haver a Sagração, uma vez que ele continua sendo perseguido INJUSTAMENTE por causa de suas declarações acerca da questão do holocausto sionista na Segunda Grande Guerra. Assunto que os mesmos que defendiam com unhas e dentes quando aconteceu agora distorcem. Hipócritas! Sepulcros caiados! Raças de víboras! Línguas bifurcadas! Se o assunto vazasse antes de sua saída da Inglaterra, provavelmente ele nunca teria permissão para entrar no Brasil, seja por causa de algum grupinho de ativistas maçônicos de plantão, seja por uma denúncia anônima de alguma das cabeças de bagres do exército subserviente e obedientista dos que lambem as botas de Fellay: os sapos

Assim o sigilo houve, sim, mas por justa razão. A pressa não existiu: é mentira deslavada! O resto, comento abaixo. Em azul, porque ando com alergia ao vermelho, por causa da atual situação política brasileira. No final, acrescento (22/03/2015) uma resposta dada na web por um cristão a este comunicado. 

Nem vou me demorar em comentar acerca dos demais "comunicados" que pipocaram nos sites falso-tradicionalistas que já andam treinando como ser um "bom" modernista ao lançarem calúnias e ao falarem do que não sabem!!! Está nítido o veneno que escorre pelas teclas de seus computadores e que tais... Algumas pessoas me escreveram comentando a respeito, mas eu não vou comentar, nem apontar os links para não lhes dar mais ibope do que merecem, e principalmente porque realmente não tenho tempo para perder lendo o que escrevem. Que Deus tenha piedade de tão retorcidas almas!!!

Giulia d'Amore 


Uma breve explicação acerca da pronúncia do nome de Monsenhor Faure: pronuncia-se "fôr", pois "au", em francês se pronuncia "ô". E o "e" no final de uma palavra é mudo.



Comunicado da Casa Geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X sobre a sagração episcopal do Rev. Pe. Faure

(*) ainda bem que o chamam de Reverendo... Bom o chamam de MENTIROSO também, mas o que esperar de modernistas que "respeitam" à maneira dos modernistas! 




19-03-2015 

No dia 19 de março de 2015, Dom Richard Williamson realizou a sagração episcopal do Rev. Pe. Jean-Michel Faure no mosteiro beneditino da Santa Cruz (em Nova Friburgo, Brasil).
 

VERDADE! E graças a Deus!

SAGRAÇÃO EPISCOPAL 2015: DIA HISTÓRICO NA FSSPX/USML DE MONS. LEFEBVRE: A SAGRAÇÃO DO REV. PADRE FAURE

A cerimônia começou com toda normalidade (*). A primeiras fotos são dos primeiros cinco minutos da Sagração Episcopal do Rev. Padre JEAN-MICHEL FAURE. O novo 4º Bispo da FSSPX (**) jejeje.

Uma breve explicação acerca da pronúncia do nome de Monsenhor Faure: pronuncia-se "fôr", pois "au", em francês se pronuncia "ô". E o "e" no final de uma palavra é mudo.


¡¡¡DEO GRATIAS!!!



SAGRAÇÃO EPISCOPAL 2015: ENTREVISTA EXCLUSIVA COM O REV. PE. FAURE

Publicamos a entrevista concedida pelo Rev. Pe. Jean-Michel Faure ao Blog Non Possumus, às vésperas de sua Sagração Episcopal pelas mãos de S.E.R. Mons. Richard Williamson. Acaba por ser também uma breve biografia, que esperamos torná-la mais detalhada, inclusive para complementar o verbete da Wikipédia a seu respeito. Os dados entre [colchetes] e os eventuais grifos são nossos.  

Que São José, Pai putativo de Nosso Senhor Jesus Cristo, Esposo da Santíssima Virgem e Protetor da Igreja, rogue por nós e especialmente pelo Reverendo Padre Jean-Michel Faure que, a partir de hoje, será S.E.R. Monsenhor Faure e continuará o combate pela Fé e a Tradição Católica. 

Uma breve explicação acerca da pronúncia do nome de Monsenhor Faure: pronuncia-se "fôr", pois "au", em francês se pronuncia "ô". E o "e" no final de uma palavra é mudo.



ENTREVISTA EXCLUSIVA COM O REV. PE. FAURE





Um pouco de história para começar, Padre: como conheceu à Tradição e a Monsenhor Lefebvre?

Em 1968, estando na Argentina, visitei ao Arcebispo de Paraná, que me disse: “quer defender a Tradição? No Concílio, a defendi junto com um Bispo corajoso, meu amigo, Mons. Marcel Lefebvre”. Foi a primeira vez que ouvi falar de Mons. Lefebvre. Fui procurar Mons. Lefebvre na Suíça em 1972, por ocasião da Semana Santa, e então o conheci.

FESTA DE SÃO JOSÉ

http://sacragaleria.blogspot.com/2015/02/sao-jose.html
CLIQUE PARA VER MAIS IMAGENS

Então, estamos na Quaresma, e hoje não fazemos nem jejum nem abstinência porque festejamos o grande Patriarca São José!!! Uma festa de 1ª classe que, mesmo dentro da Quaresma, não admite penitências. 

Aproveitemos para ler a vida do pai putativo de Nosso Senhor Jesus Cristo. Um Justo que, em sua vida terrena, foi guardião de duas preciosas vidas: a de Jesus Menino e a de Maria, Sua Mãe.  


Leiam também sobre a Festa de São José Artesão

Devoções, vejam aqui


  
Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

quarta-feira, 18 de março de 2015

VIDA: São Cirilo de Jerusalém

18 de Março 

São Cirilo de Jerusalém

Bispo, Confessor e Doutor 

clique para mais imagens
Nascido em torno do ano 315, em Jerusalém ou perto dela, Cirilo recebeu uma ótima formação literária, que se converteu no fundamento de sua cultura eclesiástica, centrada no estudo da Bíblia. Foi ordenado presbítero pelo Bispo Máximo, e quando este morreu ou foi deposto, no ano 348, foi ordenado Bispo por Acácio, influente metropolitano de Cesaréia da Palestina, um filo-ariano, convencido de que era seu aliado. Por este motivo, deu-se a suspeita de que havia alcançado a nomeação episcopal após ter feito concessões ao Arianismo.

Na realidade, rapidamente, Cirilo enfrentou Acácio não só no campo doutrinal, mas também no da jurisdição, pois Cirilo reivindicava a autonomia de sua própria sede com relação à do metropolitano de Cesaréia.  


Em cerca de vinte anos, Cirilo experimentou três exílios: o primeiro, no ano 357, após ter sido deposto por um Sínodo de Jerusalém; no ano 360, um segundo exílio provocado por Acácio e, por último, um terceiro, mais longo - durou onze anos -, no ano 367, por iniciativa do imperador filo-ariano Valente. Só em 378, depois da morte do imperador, Cirilo pôde voltar a tomar definitivamente posse de sua sede, restabelecendo entre os fiéis a unidade e a paz. 


terça-feira, 17 de março de 2015

SAGRAÇÃO EPISCOPAL 2015: UM BISPO EM AÇÃO

Ontem tivemos a honra de anunciar essa boa notícia, mas aqui está um artigo escrito no Mosteiro beneditino de Nova Friburgo, o Mosteiro da Santa Cruz. 

Uma breve explicação acerca da pronúncia do nome de Monsenhor Faure: pronuncia-se "fôr", pois "au", em francês se pronuncia "ô". E o "e" no final de uma palavra é mudo.




Um bispo em ação

Um grande e aguardado acontecimento


Por um irmão da Santa Cruz



No mosteiro beneditino de Nova Friburgo, um acontecimento pode pegar muita gente de surpresa!

Tal acontecimento poderá abalar alguns, espantar a outros, surpreender a muitos, dar esperanças a outros, em especial, dar muitas esperanças para muitos fiéis da Tradição do Brasil e do mundo. Mas, afinal, qual acontecimento é este que pode causar tão grande impacto? Ele é importante, importantíssimo. Teremos uma sagração episcopal!

Sim, meus caros fiéis, parece que a Providência guiou-nos a isso. Parece que teremos a graça, a honra, o privilégio de realizar em nosso mosteiro uma sagração.

Esse dia, essa grande e belíssima cerimônia, ficará marcada para sempre na memória e na história de cada um de nós como marca indelével de fé e caridade.

Mas, muitos poderiam nos criticar, poderiam objetar dizendo: - Que escândalo, para que tudo isso? Qual a necessidade? Qual o motivo? “Que necessidades temos de mais testemunhas... Que vos parece?”

EDITORIAL: Homem velho, mundo velho, rebeldia velha...

clique para ver mais imagens
Estamos na Quaresma, mas no dia 19, já próximo, não é dia de jejum e/ou abstinência porque trata-se de uma festa de 1ª classe. Comemora a Igreja a Festa de São José. A primeira, porque a 1º de Maio, comemora-se São José Operário (ou Trabalhador, depende do País). 

Não é mera coincidência que o mundo comemore, no mesmo dia, o dia dos pais (no hemisfério norte) e no dia 1º de Maio, o dia do trabalhador. Inventam pretextos tolos, criam eventos históricos para justificar a escolha do dia. Mas a verdade é que o mundo quer descristianizar-se e à Humanidade. A rebelião a Deus precisa ser completa, e então é preciso atacar em todos os flancos e ocupar todos os espaços, na tentativa insana de apagar Deus da História da Humanidade. E não é à toa que o mundo quer se rebelar a Deus, visto que é influenciado por quem se rebelou primeiro: os demônios. Hoje assistimos a uma decadência moral que só pode encontrar similaridade histórica nas Escrituras, quando nos falam de Sodoma, Gomorra e mais cinco cidades, todas aniquiladas, tiradas literalmente do mapa por causa de seus pecados, sobretudo a sodomia. E o que vemos hoje se não o reinado da sodomia, em todas as suas formas? E junto com isso, todo tipo de perversão que se possa imaginar. Sobretudo contra as crianças e até contra a criação, não poupando nem mesmo os animais domésticos. O Homem quer para si todos os "direitos" que julga terem-lhe sido tolhidos por séculos. Em sua ignorância sobre História da Humanidade, não sabe que esse filme já vimos, e que o final não é nada feliz. E há de se perguntar: até quando, Senhor? O que será que Sodoma e as demais cidades fizeram de tão grave que a ira divina não pôde ser contida nem mesmo por Lot, um Justo? Acontece que costumamos fazer uma leitura linear, horizontal mesmo, das Escrituras, não nos atentando para detalhes como o tempo. Deus não destruiu as cidades perversas com todos os cidadãos dois minutos depois que começaram a pecar, e pecar publicamente!!! Isso deve ter levado um certo tempo. Assim, por mais que tenhamos pressa para que tudo isso acabe e que voltemos aos bons tempos em que os homens eram bons e a vida normal... o tempo de Deus caminha diferente do nosso. Ademais, quando foi que os homens foram totalmente bons e os tempos totalmente normais? Mesmo em tempos de uma maior religiosidade geral, de grandes santos e grandes feitos históricos por parte da Igreja, o mal sempre esteve entre nós, serpenteando pela sociedade, em busca de almas para se saciar. Os grandes santos os tivemos sobretudo nessas épocas escuras de nossa caminhada humana. Porque eram necessários para dar alento e inspirar aos que apenas com grandes dificuldades conseguem santificar-se nesse vale de lágrimas. E se os tempos hoje nos parecem mais turvos e mais graves do que em qualquer outra época, e se Deus "tarda" em agir para normalizar as coisas, nos corresponde apenas olhar para dentro de nós - sobretudo na Quaresma - para extirpar o homem velho que nos corrói e dar espaço para o homem novo que está à espera de nosso chamado. Sejamos santos nós, sejamos exemplo nós, sejamos católicos! Deus cuidará das coisas. 

São Patrício, Bispo e Confessor

17 de março 

São Patrício

Bispo e Confessor
+ Irlanda, 461 

CLIQUE PARA VER MAIS IMAGENS
Apóstolo da Irlanda, levou o Evangelho àquela Nação que ha­via retomado ao Paganismo. Con­verteu os chefes dos clãs, e, a par­tir deles, suas famílias. Fundou mosteiros, e de tal modo intensificou o espírito católico na Irlanda que esta foi chamada "Ilha dos Santos".  

Os dados sobre a origem de Patrício foram tirados do seu livro autobiográfico "Confessio" (vide abaixo). Nele, Patrício diz ter nascido em uma vila que pertencia a seu pai, situada na Inglaterra ou Escócia, no ano 377. Era filho de Calpurnius, e neto de um padre e, apesar de ter nascido Cristão, só na adolescência passou a se dedicar à Religião, e aos estudos.  

Aos dezesseis anos, foi raptado por piratas irlandeses e vendido como escravo. Levado para a Irlanda foi obrigado a executar duros trabalhos em meio a um povo rude e pagão. Por duas vezes, Patrício tentou a fuga, até que na terceira vez conseguiu se libertar. Embarcou para a Grã-Bretanha e depois para as Gálias (atual França), onde frequentou vários mosteiros e se habilitou para a vida monástica e missionária.  

A princípio, acompanhou São Germano, do Mosteiro de Auxerre, numa missão apostólica na Grã-Bretanha. Mas seu destino parecia mesmo ligado à Irlanda, até porque sua alma piedosa desejava evangelizar aquela Nação pagã, que o escravizara.  

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA