Pesquisar este blog

sábado, 31 de dezembro de 2016

31 DE DEZEMBRO: SÃO SILVESTRE

31 DE DEZEMBRO  

SÃO SILVESTRE I 

PAPA E CONFESSOR

 A Igreja reproduz na Liturgia todas as fases da existência do seu divino Fundador. Apenas nascido, o Menino Deus, é perseguido por Herodes; ainda no berço, a Igreja envia para o Céu o primeiro mártir, na pessoa do diácono Estevão, e os primeiros 25 papas que foram todos martirizados. Tendo voltado do Egito, Jesus cresce em idade e sabedoria vivendo em Nazaré, onde passa os anos sossegados; sob o pontificado de São Silvestre I (314 -335), a Igreja, depois de três séculos de perseguição, vê-se na posse de seu maior bem, a liberdade. Estende-se pelo Império Romano; o Concílio de Nicéia, presidido pelos legados de Silvestre I (325),  estabelece contra Ário a doutrina da divindade do Salvador. "O primeiro Concílio de Nicéia, diz o breviário, a santa fé católica, acerca da divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo foi explicada por 318 Bispos. Ario e seus sequazes foram condenados. A pedido dos padres, Silvestre confirmou ainda este Concílio em um Sínodo havido em Roma, onde Ario foi de novo condenado. 

Silvestre foi sepultado no Cemitério de Priscila, na via Salária, numa basílica que ele próprio mandara construir.  


Epístola

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

O assunto é... Nossa Senhora de Fátima


Estou fazendo alguns posts com um índice de tema comum, para facilitar a leitura e/ou pesquisa de algum leitor. E minha também. LOL. O de hoje é sobre a FESTA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA, visto que já temos, aqui, vários posts a respeito.  


Clique para ver mais imagens





terça-feira, 27 de dezembro de 2016

27 de dezembro: São João Evangelista



27 de Dezembro 

São João Evangelista


Leia a vida de São João.  

Na Solidão, Encontrarás o Senhor

1. Naquele tempo, disse Jesus a Pedro: “Segue-me” (Jo 21,19). Neste passo do Evangelho, podem-se observar duas coisas: a imitação de Cristo e seu amor para com seu fiel discípulo.

I - A Imitação de Cristo. 


2. A imitação de Cristo está expressa nas palavras: “Segue-me”. Sim, isso Ele o diz a Pedro, mas também a todo cristão: “segue-me, tu também, nu como nu o sou, livre de todo apego como livre o sou”. Por isso é que Jeremias afirma: “Chamar-me-ás de Pai e não te cansarás de andar atrás de mim” (3,19). Segue-me, portanto, e joga fora o peso que levas, pois, carregado como estás, não podes andar atrás de mim que corro. “Corri”, diz o salmista, “tendo sede” (Sal 61,5); por “sede”, entende-se, de salvar a Humanidade. E para onde Ele corre? Na direção da Cruz. Por isso, corre também tu atrás de Cristo, para que, assim como Ele tomou sua Cruz por ti, tu também tomes a tua cruz por ti. Lê-se no Evangelho de Lucas: “Se alguém quer vir após mim, renegue a si mesmo” (9,23), quer dizer, sacrifique a própria vontade, tome sua cruz mortificando a carne, todos os dias, isto é, continuamente, e assim me siga. Portanto: segue-me! Ou, então, se quiseres vir a mim e me encontrar, segue-me, isto é, procura-me à parte. Ele diz aos discípulos: “Vinde à parte, a um lugar deserto, e descansai um pouco. Com efeito, tão grande era a multidão que ia e vinha que Ele não tinha nem mesmo o tempo para comer” (Mc 6,31). Que coisa! Quantas paixões da carne, que multidão de pensamentos vão e vêm pelo nosso coração! E, assim, não temos nem o tempo de nos alimentar com o alimento da eterna doçura, nem de sentir o sabor da contemplação interior. Eis porque o bondoso Mestre diz ainda: “Vinde à parte, para longe da multidão; vinde a um lugar apartado, isto é, à solidão interior, da mente e do corpo, e descansai um pouco
. Sim, “um pouco”, porque como diz o Apocalipse: “Fez-se silêncio no céu por mais ou menos uma meia hora” (8,1); e o Salmo 54,7: “Quem me dará asas de pomba para voar e encontrar repouso?”. E o profeta Oséias também diz: “Eis que eu a amamentarei e conduzi-la-ei ao deserto e lhe falarei ao coração” (2,16). Nestas três expressões (amamentarei/conduzirei/falarei ao coração) se podem notar também três situações: aquela de quem está no começo, aquela de quem está progredindo e aquela de quem já está na perfeição. É a graça que amamenta quem está no começo e o ilumina para que cresça e progrida de virtude em virtude; e, por isso, o conduz do barulho dos vícios, do tumulto dos pensamentos à solidão, isto é, à quietude interior da mente. Aí, então, torna-o perfeito, fala-lhe ao coração e ele sente a doçura da inspiração divina e pode elevar-se de corpo e alma à alegria do espírito. E, então, como é grande em seu coração a devoção! E como são grandes também a contemplação e o êxtase! Através da grandeza da devoção, a pessoa eleva-se acima de si mesma. Através da sublime contemplação, ela se sente como que transportada ainda acima de si mesma; e, através do êxtase, ela é levada como para fora de si mesma. Por isso: “segue-me”. O Senhor fala como uma mãe carinhosa que, quando está ensinando seu nenê a caminhar, mostra-lhe o pão ou uma maçã e lhe diz: “Vem, vem, eu vou te dar!”. E quando a criança está pertinho, pronta para pegar, a mãe, devagarinho, vai se afastando e lhe dizendo, mostrando o pão e a maçã: “Vem, vem, pega!”. Existem também pássaros que tiram do ninho seus filhotes e, voando, os ensina a voar e segui-los. Assim faz Cristo: Ele mesmo se coloca como exemplo para que o sigamos, e promete o prêmio no Reino dos Céus. 



segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Quando a mentira é propagada como verdade: Galileu e Santo Agostinho.

Achei este artigo por acaso e me interessei, porque somos bombardeados com informações “verdadeiras” por todos os lados e nem sempre podemos rastrear a fonte e acabamos por absorvendo essas “verdades”. Aqui, temos dois bons exemplos de frases famosas atribuídas a personagens famosos. Só que não. Isto mesmo, não é verdade! A primeira teria sido dita por Galileu, muito utilizado pelos progressistas para caluniar a Igreja. A segunda teria sido de Santo Agostinho. Contudo, quando são citadas nunca se informa a fonte dessas frases, onde e quando teriam sido ditas por eles. Bom, podemos ver a seguir o porquê. 

A expressão atribuída a Santo Agostinho interessa particularmente porque a vemos sempre na boca (ou teclado) dos arrogantes, os que não gostam de ser “fraternalmente corrigidos” – sobretudo se o interlocutor adota o estilo “sim sim, não não” – e lançam mão dessa expressão “mimizenta” pois... “palavras ferem” (não lhe parece familiar?).  

Meu lema preferido a respeito é: “verdade com caridade, quando possível; senão, apenas e sempre a verdade”. Isto, sim, tem “cara” de católico. 

Essa expressão atribuída a Santo Agostinho, de forte cheiro luterano, é recheada de respeitos humanos. E decididamente não tem a “cara” do Santo de Hipona, que, com certeza, não era “mimizento”. Bom, vindo dos luteranos, o que esperar?... 

Traduzi o texto e mantive só as partes que nos interessam. Quem quiser ler o texto integral (retirei apenas o segundo parágrafo da parte sobre Santo Agostinho), clique no link no fim da página. Acrescentei notas para que o leitor saiba de quem se fala. 




NEM “EPPUR SI MUOVE” É DE GALILEU; NEM “IN DUBIIS LIBERTAS”, DE SANTO AGOSTINHO! 





Mais um mito, desta vez duplo, duas falsas atribuições cheias de segundas intenções.


NEM “EPPUR SI MUOVE” É DE GALILEU...

Ainda pulula na mídia e em autores “progressistas” pouco ilustrados, mas abundantes, a lenda de que Galileu foi condenado à fogueira por sustentar a teoria heliocêntrica(1). A Igreja havia cerceado o progresso da Ciência. Esse assunto merece ser tratado com mais profundidade em outra ocasião. 

Arrancadas da imaginação as chamas da fogueira, o cárcere – onde ele nunca esteve – e as supostas torturas no cavalete(2), ainda permanece enraizada, como uma ato final de rebeldia, o “eppur si muove” – “contudo, se move”, referindo-se à Terra – que supostamente Galileu teria pronunciado imediatamente após sua retratação. 

Missões Cristo Rei: Retiro e Natal 2016

Duas fotos que resumem o Retiro pregado pelo Rev. Pe. Cardozo em Santa Luzia e o Natal em Ipatinga. 

Clique para saber mais e ver mais fotos! 


Sermão do Rev. Padre Cardozo na Missa de Natal


Logo, colocarei a transcrição!


Mais fotos: 





    

domingo, 25 de dezembro de 2016

Contos de Natal: O espinho e o Menino Jesus: uma piedosa lenda de Natal

O espinho e o Menino Jesus: uma piedosa lenda de Natal




Clique para ver mais imagens
Uma piedosa lenda de Natal conta que o Menino Jesus, sentado num troneto, brincou tecendo uma coroa de espinhos. E um espinho machucou seu dedo indicador da mão direita. Nesse momento, com ciência profética, Ele previu os sofrimentos que haveria de aceitar para redimir o Gênero Humano

Em sua doçura de criança e na candura de sua inocência infinita, Ele pressentiu as dores lancinantes de sua Paixão e Morte na Cruz. Contemplou também a glória de sua Ressurreição. Anteviu a Redenção da Humanidade, o triunfo universal da Igreja e da Cristandade.

Na iconografia tradicional, o Menino Jesus do Espinho aparece sentado numa poltrona com braços de madeira, estofada em veludo vermelho, meditando sobre os futuros tormentos da Paixão. 

Numa outra tela do célebre pintor espanhol Francisco de Zurbarán (1598-1664), o Menino Deus contempla o dedo sangrando. O rosto mais sereno parece velado pelo presságio do sofrimento vindouro trazido pela ferida. 

Proclamas Matrimoniais: Vinicius e Maria Carolina

clique para ver as fotos do Matrimônio

 


clique para ver as fotos do Matrimônio




   

sábado, 24 de dezembro de 2016

Feliz Natal! Feliz 2017!

clique para aumentar

Aproveitamos o ensejo para comunicar que estaremos de recesso até o dia 3 de Janeiro. Até lá, como sempre fazemos, serão publicados posts programados, ou "ao vivo", caso seja necessário. 

Pale Ideas

 


       Faça uma doação para o apostolado 
do Rev. Pe. Ernesto J. Cardozo
Clique abaixo.


O assunto é... o Natal de Nosso Senhor

Estou fazendo alguns posts com um índice de tema comum, para facilitar a leitura e/ou pesquisa de algum leitor. E minha também. LOL. O de hoje é sobre a FESTA DO NATAL DE NOSSO SENHOR, visto que é comemorada hoje, pela Igreja, e já temos, aqui, vários posts a respeito.    




 CLIQUE PARA VER MAIS IMAGENS PIEDOSAS

  1. Adeste Fideles - http://precantur.blogspot.com/2011/12/adeste-fideles.html.  
  2. Adeste Fideles (hino e história) - http://farfalline.blogspot.com/2011/12/feliz-natal.html.   
  3. Adeste Fideles (a tradução) - http://farfalline.blogspot.com/2015/12/adeste-fideles-traducao.html
  4. Alma Redemptoris Mater: http://farfalline.blogspot.com.br/2012/12/alma-redemptoris-mater.html
  5. Arte: A Natividade na Arte da Ilustração de Ruth Sanderson: http://farfalline.blogspot.com.br/2012/12/a-natividade-na-arte-da-ilustracao-de.html
  6. Breve História do Presépio - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/breve-historia-do-presepio.html
  7. (O) Ciclo do Natal - http://farfalline.blogspot.com/2011/11/liturgia-ciclo-do-natal.html.   
  8. Como preparar-se para o Natal? - http://farfalline.blogspot.com/2013/12/como-preparar-se-para-o-natal.html
  9. (Um) Conto de Natal - A saudade dos presépios cheios de unção católica - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/um-conto-de-natal_21.html.  
  10. (Um) Conto de Natal - Milagre de Natal na Hungria - http://farfalline.blogspot.com/2016/12/milagre-de-natal-na-hungria.html
  11. (Um) Conto de Natal - O Menino Jesus e o espinho - http://farfalline.blogspot.com/2016/12/contos-de-natal-o-espinho-e-o-menino.html
  12. (Um) Conto de Natal - O Natal de Duc - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/vigilia-de-natal.html
  13. (Um) Conto de Natal - O que falavam a mula e o boi há dois mil anos - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/conto-de-natal-burro-e-boi.html
  14. (Um) Conto de Natal - Onde você apoia seu coração? - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/um-conto-de-natal16.html
  15. (Um) Conto de Natal - “Sou eu, Jesus... Venho te visitar” - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/um-conto-de-natal.html.  
  16. (Um) Conto de Natal - Uma alma aflita - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/um-conto-de-natal_22.html
  17. Curiosidades Natalinas - http://farfalline.blogspot.com/2011/12/curiosidade-natalinas.html
  18. Desejos de Natal (poema) - http://farfalline.blogspot.com/2013/12/desejos-de-natal.html
  19. “(Os) 12 dias de Natal”: canção e Catecismo secreto dos católicos perseguidos pelos anglicanos - http://farfalline.blogspot.com/2015/12/os-12-dias-de-natal-cancao-e-catecismo.html ou http://precantur.blogspot.com/2013/12/os-12-dias-de-natal-cancao-e-catecismo.html
  20. Hino de Natal - http://farfalline.blogspot.com/2011/12/hino-de-natal.html
  21. Leitura para o Natal - http://farfalline.blogspot.com/2011/12/leituras-para-o-natal.html
  22. Liturgia: Anúncio do Nascimento  de Nosso Senhor Jesus Cristo - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/natal-anuncio-do-nascimento-de-nosso.html
  23. Liturgia: Vigília de Natal  - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/vigilia-de-natal.html.  
  24. Missa de Natal é de preceito. Como santificar o dia se não temos a Santa Missa? - http://farfalline.blogspot.com/2015/12/missa-de-natal-e-de-preceito-santificacao.html
  25. Natal (poema) - http://farfalline.blogspot.com/2011/12/feliz-santo-natal.html.  
  26. Natal (poema) - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/feliz-natal.html
  27. (O) Nascimento de Jesus: http://farfalline.blogspot.com/2016/12/meditacoes-para-o-natal.html.   
  28. Piedade e leituras no Tempo do Advento - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/piedade-e-leituras-no-tempo-do-advento.html
  29. Quando montar e desmontar a Árvore de Natal e o Presépio? - http://farfalline.blogspot.com/2012/11/quando-montar-arvore-de-natal-e-o.html.  
  30. Recomendações para o Advento - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/recomendacoes-para-o-advento.html.  
  31. Sermão: O Advento de Nosso Senhor (São Bernardo de Claraval): E Ele vem... - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/e-ele-vem.html
  32. Sermão de Natal de São Beda, o Venerável - http://farfalline.blogspot.com/2014/12/sermao-de-natal-de-sao-beda-o-veneravel.html
  33. Sermão de Natal pregado por São João de Ávila, no dia de Santo Estevão (26 de dezembro) - Por que choras, Menino bom? - http://farfalline.blogspot.com/2013/12/natal-um-menino-chora-na-manjedoura.html.  
  34. (A) última polêmica vaticana: Não há boi nem burro! - http://farfalline.blogspot.com/2012/11/deixe-o-boi-e-o-burro-em-paz-sua.html
  35. (A) última polêmica vaticana II: O Profeta Isaías, São Justino, o boi e o jumento - http://farfalline.blogspot.com/2012/12/o-profeta-isaias-sao-justino-o-boi-e-o.html
  36. (A) última polêmica vaticana III: Conto de Natal - Um Conto de Natal - O que falavam a mula e o boi há dois mil anos.  

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Um Conto de Natal - Milagre de Natal na Hungria

O maravilhoso milagre que vamos narrar ocorreu por ocasião do Natal de 1956, na Hungria então subjugada pela Rússia comunista.  

O prodígio, inteiramente verídico e largamente conhecido, chegou ao Ocidente através do relato do Pe. Norberto, que exercia o sacerdócio numa paróquia de Budapeste, antes de escapar para o Ocidente, fugindo da perseguição que os marxistas moviam aos católicos em seu país. 

Na escola dessa paróquia, ensinava a professora Gertrudes, atéia militante. Todas as suas lições giravam em torno da impiedade e da negação de Deus. Tudo lhe servia para denegrir e ridicularizar a Igreja Católica. O seu programa de ensino era simples: arrancar a Fé da alma das crianças e formar legiões de pequeninos "sem Deus". 

Suas alunas, mesmo intimidadas, não se deixavam convencer com as troças da mestra. Coisa curiosa: Gertrudes parecia adivinhar quais as que comungavam — eram estas as mais perseguidas.

Um dia, uma menina de dez anos, chamada Ângela, procurou o Pe. Norberto e pediu-lhe licença para comungar diariamente. Muito inteligente, muito bem dotada, era a melhor aluna da classe e da escola. O sacerdote mostrou os riscos a que se expunha, mas ela insistiu: "Senhor padre, a mestra não conseguirá apanhar-me em falta, asseguro-lhe, e trabalharei melhor. Não me recuse o que lhe peço. Nos dias em que comungo sinto-me mais forte. O senhor padre disse-me que devo dar bons exemplos. Para dar esses exemplos, preciso sentir-me forte." O padre acedeu.

Desde esse dia, Ângela viveu um verdadeiro inferno. Apesar de saber sempre as lições, a mestra implicava continuamente com ela. A criança resistia, mas ficava nitidamente abatida. A partir de novembro, as aulas passaram a ser autênticos duelos entre a professora e a pequena discípula.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Meditações para o Natal.

DO NASCIMENTO DE JESUS. 



clique para ver mais imagens piedosas

O nascimento de Jesus Cristo foi motivo de alegria para todo o mundo. Ele era o Redentor esperado há tantos anos e o objeto de tantos suspiros que foi chamado o "Desejado das nações" e o "Desejo das colinas eternas". Eis que veio; nasceu numa pequena gruta. Imaginemos que o Anjo nos anuncia hoje esse grande motivo de júbilo que anunciou aos pastores de Belém: Eis que vos anuncio uma grande alegria que será partilhada por todo o povo, pois nasceu-vos hoje o Salvador. Que festa num reino por ocasião do nascimento do primeiro filho do rei! Devemos, porém regozijar-nos ainda mais vendo nascer o Filho de Deus, que, premido pelas entranhas de Sua misericórdia, do céu veio nos visitar. Estávamos perdidos, e eis que Ele veio ao mundo para nos salvar. Eis o Pastor que veio salvar suas ovelhas da morte, dando Sua vida por seu amor. Eu Sou o bom Pastor, diz Ele, o bom Pastor dá sua vida por suas ovelhas. Eis o Cordeiro de Deus que veio imolar-Se para nos obter a graça divina, e para ser o nosso libertador, a nossa vida, a nossa luz, e até nosso alimento no Santíssimo Sacramento

domingo, 18 de dezembro de 2016

LITANIAS LAURETANAS ou LADAINHA DE NOSSA SENHORA

clique para ampliar a imagem

Com o termo “litanias lauretanas” (também ditas litanias da Beata Virgem Maria) se indicam as súplicas que se recitam ao final do Rosário ou Terço. O adjetivo “lauretanas” não indica o local de origem, mas o lugar que as tornou célebres: a Santa Casa de Loreto, onde se cantavam desde a primeira metade do século XVI. As litanias da Virgem são mais antigas; foi a fama do santuário que as difundiu na Igreja Católica latina. Hoje, são uma das orações mais populares à Mãe de Jesus


HISTÓRIA

A mais antiga fórmula conhecida das litanias à Virgem é datada do século XII, e se compõe de 73 invocações. Contém elogios como “flos virginitatis” (“flor de virgindade”), “forma sanctitatis” (“modelo de santidade”), “hymnus cælorum” (“hino dos céus”), “luctus infernorum” (“luto do inferno”), além das invocações que conhecemos. [1]

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

DIRECTIVAS DEL GRAN MAESTRO DE LA MASONERÍA A LOS OBISPOS CATÓLICOS MASONES

Directivas del Gran Maestro de la masonería a los Obispos masones: puestas en práctica desde 1962 (aggiornamento del Vaticano II), reelaboradas en 1993 como proyecto progresivo para la fase final. Todos los masones infiltrados en la Iglesia católica deben acogerlas y realizarlas. (Estas directivas han sido publicadas en el libro de Don Luis Villa: “la Masonería y la Iglesia Católica”. Editorial Civiltá, 2008, pp.16-24).





1- Destronad definitivamente cada imagen de la Iglesia, comenzando por la de San Miguel Arcángel, Patrón de la Iglesia Católica, afirmando que distraen de la adoración de Cristo.
2 - Suprimid los ejercicios penitenciales de Cuaresma, como la abstinencia de carne de los viernes, así como la práctica del ayuno. Impedid los actos de mortificación, que deben ser reemplazados por actos de alegría, de felicidad y de “amor al prójimo”. Decid que los méritos de Cristo son suficientes haciendo que los esfuerzos humanos sean peligrosos, pues pueden interpretarse como falta de fe en Dios. Predicad que debemos tomar en serio la preocupación por nuestra salud estimulando el consumo de carne, especialmente la de cerdo.
3 - Encargad a los pastores protestantes reexaminar la Misa y de desconsagrarla. Sembrad dudas sobre la Presencia Real en la Eucaristía y confirmad con mayor cercanía a las tesis protestantes, que sólo se trata de pan y vino bendecidos, y en cuanto tales, debe entenderse como puro símbolo. Diseminad las más implacables dudas de protestantes liberales progresistas en los seminarios y en las escuelas. Fomentad el ecumenismo como camino hacia la amistad. Acusad de desobediencia a aquellos que continúen creyendo, tradicionalmente, en la Presencia Real.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

DIRETIVAS DA MAÇONARIA AOS BISPOS CATÓLICOS MAÇONS PARA DEMOLIR A IGREJA E A FÉ CATÓLICA

Pe. Luigi Villa
Um padre francês que abjurou sua pertença à Maçonaria, tornou público este plano maçônico que ele seguia quando fazia parte da seita. Como recebemos o documento, assim o publicamos, pedindo aos nossos leitores de oferecer, sobre esse ponto, uma contribuição de discernimento e de posterior documentação.(*) 

Diretivas do Grão Mestre da Maçonaria aos Bispos maçons: efetivadas desde 1962 ("aggiornamento" do Vaticano II), reelaboradas em 1993 como plano progressivo para o estágio final. Todos os maçons infiltrados na Igreja católica devem adotá-las e realizá-las.

1-) Removei definitivamente todas as imagens das igrejas, começando pela de São Miguel Arcanjo, patrono da Igreja Católica, afirmando que elas distraem da adoração a Cristo.

2-) Suprimi todos os exercícios de penitência da Quaresma, como a abstinência de carne nas sextas-feiras e também os jejuns. Impedi todo e qualquer ato de mortificação. Em seu lugar devem ser estimulados os atos de alegria, de felicidade e de "amor ao próximo". Dizei que Cristo já mereceu tudo por nós, e que por isso qualquer esforço humano é desnecessário e pode mesmo parecer uma falta de confiança em Deus. Dizei a todos que devem levar a sério a preocupação com a sua própria saúde. Estimulai o consumo de carne, especialmente suína.

3-) Encarregai os pastores protestantes de reexaminar a missa católica e de a dessacralizar. Semeai a dúvida sobre a Presença Real na Eucaristia, e insisti, à maneira da tese protestante, que se trata somente de pão e de vinho benzidos e enquanto tal deve ser entendida como mero simbolismo. Espalhai os mais obstinados dentre os protestantes liberais progressistas nos seminários e escolas católicas. Promovei o ecumenismo como caminho para a união entre católicos e evangélicos. Acusai de desobediência a todos os que continuam a crer, tradicionalmente, na Presença Real.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

O assunto é... Nossa Senhora de Guadalupe

Estou fazendo alguns posts com um índice de tema comum, para facilitar a leitura e/ou pesquisa de algum leitor. E minha também. LOL. O de hoje é sobre a FESTA DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE, visto que é comemorada hoje, pela Igreja, e já temos, aqui, vários posts a respeito. 


clique para ver mais belas imagens



  1. Cinco Orações a Nossa Senhora de Guadalupe: http://precantur.blogspot.com.br/2015/12/n-s-de-guadalupe-de-miguel-cabrera.html
  2. Devoções a Nossa Senhora de Guadalupe - http://farfalline.blogspot.com.br/2015/12/devocoes-nossa-senhora-de-guadalupe.html 
  3. Festa de Nossa Senhora de Guadalupe - http://farfalline.blogspot.com.br/2012/12/festa-de-nossa-senhora-de-guadalupe.html
  4. Liturgia para a Festa de Nossa Senhora de Guadalupe - http://farfalline.blogspot.com/2016/12/festa-da-beata-virgem-de-guadalupe.html
  5. Nossa Senhora de Guadalupe, Imperatriz das Américas - http://farfalline.blogspot.com.br/2014/12/nossa-senhora-da-guadalupe.html
  6. Nossa Senhora de Guadalupe em imagens - http://sacragaleria.blogspot.com.br/2014/11/nossa-senhora-de-guadalupe.html
  7. Novena a Nossa Senhora de Guadalupe - http://precantur.blogspot.com.br/2014/12/novena-guadalupana.html
  8. Novena Breve a Nossa Senhora de Guadalupe - http://precantur.blogspot.com.br/2013/12/novena-breve-guadalupana.html (em português, espanhol e inglês); 
  9. Oração a Nossa Senhora de Guadalupe - http://farfalline.blogspot.com.br/2014/12/oracao-nossa-senhora-de-guadalupe.html
  10. Oración por la inocencia de los niños - http://precantur.blogspot.com.br/2016/12/oracion-por-la-inocencia-de-los-ninos.html
  11. Prece dos combatentes cristeros em Jalisco - http://precantur.blogspot.com.br/2013/02/prece-dos-combatentes-cristeros-em.html
  12. Uma Ave Maria com a Virgem de Guadalupe - http://precantur.blogspot.com.br/2014/06/uma-ave-maria-com-virgem-de-guadalupe.html

  
Se você deseja fazer um estandarte em homenagem a Nossa Senhora de Guadalupe, visite o site da Editora Missões Cristo Rei


Festa da Beata Virgem de Guadalupe, Imperatriz das Américas

IN FESTO BEATÆ MARIÆ VIRGINIS DE GUADALUPE


III classis

INTROITUS


Clique para ver mais imagens
Sedulius.- Salve, sancta Parens, eníxa puérpera Regem: qui coelum terrámque regit in saecula sæculórum. ~~ Ps 44:2.- Eructávit cor meum verbum bonum: dico ego ópera mea Regi. ~~ Glória Patri, et Fílio, et Spirítui Sancto. Sicut erat in princípio, et nunc, et semper, et in saecula saeculórum. Amen ~~ Salve, sancta Parens, eníxa puérpera Regem: qui coelum terrámque regit in saecula sæculórum.


Gloria. 

ORATIO

Orémus.

Deus, qui sub beatissimae Virginis Mariae singulari patrocinio constitutos perpetuis beneficiis nos cumulari voluisti: praesta supplicibus tuis; ut, cuius hodie commemoratione laetamur in terris, eius conspectu perfruamur in caelis. Per Dominum nostrum Iesum Christum, Filium tuum: qui tecum vivit et regnat in unitate Spiritus Sancti Deus, per omnia saecula saeculorum. Amen.

Orémus.

Pro feria
Aurem tuam, quaesumus, Dómine, précibus nostris accómmoda: et mentis nostræ ténebras, grátia tuæ visitatiónis illústra: Qui vivis et regnas cum Deo Patre, in unitate Spiritus Sancti, Deus, per omnia saecula saeculorum. Amen.

domingo, 11 de dezembro de 2016

Milagre durante a proclamação do Dogma da Imaculada Conceição de Maria

Nota histórica: Na oitava da Festa da Imaculada, queremos lembrar o fato prodigioso ocorrido no dia 8 de dezembro de 1854, durante a proclamação do Dogma da Imaculada.  

O dia estava coberto, e não havia sol: Papa Pio IX estava ao ponto de pronunciar a fórmula solene quando um único raio de sol, rompendo as nuvens, lhe iluminou a face de uma forma tão clara, distinta e precisa, que os presentes restaram fortemente impressionados, muitos choravam.  

O fato foi reproduzido no célebre afresco de Francesco Podesti, pintor pontifício, pintando na Sala dell'Immacolata no Vaticano, com o tema da proclamação do Dogma, o qual não tem nada a dever aos afrescos de Rafael Sanzio

clique para ampliar


sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Homeschooling & Vida Saudável

As famílias deveriam “fazer a escola em casa, se possível, e voltar para o campo, que é saudável, aproxima de Deus, equilibra temperamentos, e nos encoraja a trabalhar”

Sermão que Monsenhor Marcel Lefebvre pregou por ocasião de seu jubileu sacerdotal, na Festa de São Pio X de 1979, em Paris (cf. "Biografia", T. de Mallerais, p. 513). 



  

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA