Convite

 
Feminismo: o maior inimigo da mulher
Grupo do Facebook • 157 membros
Participar do grupo
Grupo criado com o propósito de desmascarar o feminismo.
 

Pesquisar este blog

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Ainda sobre o Novo Testamento vendido pela Livraria Ecclesiæ


Ainda sobre o Novo Testamento vendido pela Editora Ecclesiæ 


Bom, hoje, 4 de novembro de 2019, um comprador recebeu o Novo Testamento vendido pela Livraria Ecclesiæ, e vejam, caros leitores, duas coisas curiosas: 

1. O comprador diz que comprou uma reedição do  Novo Testamento com a "respeitada tradução do Padre Matos Soares"... Ou seja, o cliente ACREDITA, piamente, que comprou uma reedição do Novo Testamento do Padre Matos Soares, e isso não é verdade, como explicado aqui. O anúncio, portanto, fere o Código do Consumidor, porque realmente leva o comprador a crer, como afirmei ontem, que está adquirindo uma lebre, mas, de fato, está comprando um gato. 

2. O cliente, encantado, diz que, "carinhosamente", foi presenteado com um livro. Não conheço o livro, nem o autor, não sei o preço, mas tem um preço. Tudo tem um preço. Não existe almoço grátis. Alguém está pagando a conta. E a pergunta se repete: quem pagou por isso? E por que razão? O que há por trás de tanto carinho?... Até onde sei, a Livraria não é um apostolado...  

3. Há mais uma curiosidade que não está na foto, e é o fato de o anúncio do Novo Testamento ter sido deletado do perfil do Instagram. Hoje, no horário que eu acessei, não estava lá. Como comentei, havia, ontem, comentários de pessoas perplexas e em dúvida sobre os termos do anúncio. Eu mesma comentei lá esclarecendo aos seguidores da Livraria. E hoje... deletaram. Mais uma pergunta, então: por que o anúncio foi deletado? Bom, espero que tenha sido para reformulá-lo e publicar um anúncio veraz, que não confunda o comprador e não use a imagem respeitada do Padre Matos Soares para vender gato por lebre. 

4. E uma última curiosidade. O preço do NT já subiu. Era R$34,90, foi vendido por R$19,90, e hoje já está em R$28,27. Não sei se todos os compradores receberão um outro livro de presente; por uma questão de justiça e equidade, sim.  

Olho vivo, caros leitores! Em tempos dúbios que vivemos, todo cuidado com a alma é pouco. 

sábado, 2 de novembro de 2019

Sobre o Novo Testamento supostamente do Padre Matos Soares vendido pela Livraria Ecclesiæ

 

Sobre o Novo Testamento supostamente do Padre Matos Soares vendido pela Livraria Ecclesiæ



De Giulia d’Amore 


Não se trata da tradução do Padre Matos Soares, digo de cara.  

O Padre Matos Soares traduziu a Bíblia Sagrada da versão dita Vulgata[1], e a enriqueceu com notas explicativas. A versão dele possui o imprimatur da Igreja Católica, e, diferentemente, por exemplo, da tradução do Padre Figueiredo, nunca foi objeto de críticas ou censuras, e os protestantes passam longe dela, pela graça de Deus. Isto é relevante! 

O que muitos talvez não saibam é que, em 1907, o Papa São Pio X veio a solicitar estudos, confiando “aos padres beneditinos o encargo de fazer investigações e estudos preparatórios para a edição da versão da Sagrada Escritura comumente chamada Vulgata”.  

Mas, o que muito talvez também não saibam é que, em 1943, o Papa Pio XII determinou que, a partir de então, as traduções para o vernáculo de cada País fossem feitas dos originais, e não mais da Vulgata. Evidentemente, o trabalho de tradução anterior parou, em obediência ao Papa Pio XII

Mais uma coisa que muitos talvez não saibam é que, em 29 de novembro de 1975, dez dias antes da conclusão do Concílio Vaticano II, Paulo VI instituiu a “Comissão Pontifícia para a Neovulgata”, para que se fizesse uma nova edição latina da Bíblia, surgindo, em 1975, a Nova Vulgata[2], que foi promulgada, em 25 de abril de 1979, por João Paulo II, e já nasceu envenenada pelas heresias conciliares. 



QUE BÍBLIA A LIVRARIA ECCLESIÆ VENDE? 



No e-mail recebido da Livraria Ecclesiæ está escrito (vide abaixo) que o Novo Testamento é “baseado no texto da tradução do Pe. Matos Soares”. E é VERDADE, porque, de fato, não se trata da tradução do Padre Matos Soares, apenas usam o nome como um chamariz. Alguém poderia dizer que estão vendendo gato por lebre... 





No site da Livraria, por outro lado, está dito claramente, e com todas as letras, que se trata da Nova Vulgata. E, mais uma vez, usam a Matos Soares como chamariz, sabendo que, para os verdadeiros tradicionalistas, é a última Bíblia católica confiável. Vejamos: 

A Editora Ecclesiæ oferece ao público brasileiro uma reedição do Novo Testamento, com tradução da Vulgata Latina e notas do Padre Manoel de Matos Soares — publicada pela primeira vez em 1933 em Portugal, e em 1943 no Brasil, e que tornou-se” (sic!) “rapidamente uma das versões mais populares. Foi feita uma REVISÃO TÉCNICA que CORRIGIU a tradução em POUCOS DETALHES conforme a NOVA VULGATA, segundo manda a Sé de Roma...”. (Página salva em PDF e printada - vide abaixo - para comprovação do que afirmo). 





Na verdade, a Livraria Ecclesiæ faz uso de um artifício que utiliza a verdade de forma torta. Por um lado, faz crer que o livro se trata do Novo Testamento do Padre Matos Soares, e, por outro, diz a verdade quando menciona a Nova Vulgata e as “pequenas” correções (“pequenos detalhes”) feitas na tradução da Vulgata e nas notas do Padre Matos Soares. Compreendem o artifício? 

A prova disso eu tirei lendo comentários (convido-os a fazer o mesmo) no perfil da Livraria nas mídias sociais, em que uma pessoa, desconfiada pelo uso de certos termos, questionava se era mesmo a versão do Padre Matos Soares e o que significava aquele “baseado”. Mas a Livraria, astutamente, não respondeu diretamente à pergunta; ao invés disso, levou a conversa para outro lado, repetindo um script padrão; em outras palavras, “brizolou” (o comunista Brizola usava muito este artifício). Outra pessoa questionou, por sua vez, os tais “pequenos detalhes”: do que se tratavam e até onde iam; e, da mesma forma, a Livraria “brizolou”. Bom, ainda que desconfiadas, se as pessoas não tiverem conhecimento histórico acerca das coisas, ficarão à mercê da palavra (e isso vale também para a Bíblia Figueiredo) de quem quer vender um peixe estragado como fresco e salutar. Por isso, por uma questão de justiça e caridade, me senti na obrigação de trazer esses conhecimentos históricos e os convido a pesquisar por si próprios também. 

Mas, o que esperar de uma Livraria que tem no catálogo o Novo Testamento supostamente do Padre Matos Soares e, logo abaixo, um livro supostamente de Francisco (aqui o "supostamente" é porque eu tenho certas dúvidas a respeito da verdadeira autoria das obras "dele"...). O que parece pe que o que interessa a eles não é oferecer livros católicos de sã doutrina. Ou me equivoco? 






CONCLUSÃO


Levando-se em conta que:

I – a Nova Vulgata se trata de um documento pós-conciliar, recebendo, obviamente, a influência das heresias do Concílio Vaticano II, e por isso não é confiável;

II – a última versão CONFIÁVEL para a língua portuguesa – porque livre de críticas e censuras e porque a Igreja não avalizou nenhuma Bíblia traduzida após a Vulgata – é a tradução do Padre Matos Soares

Podemos serenamente concluir que, por uma questão prudencial, pois não podemos expor nossa alma a riscos, a Bíblia Matos Soares é a única que podemos usar com segurança e confiança.  



ESCLARECIMENTOS NECESSÁRIOS  


1. Àquelas almas pequenas e miseráveis que possam MALDOSAMENTE arguir que tenho interesse em desqualificar toda e qualquer edição do Novo Testamento que venha a ser feita, responderei o que já respondi no Facebook, a quem me dizia que "outras GRANDES EDITORAS estavam editando o Novo Testamento do Padre Matos Soares": que boa notícia! Até porque, como sabem e está dito no site, a Editora Missões Cristo Rei não visa lucro, não vive disso, pois toda a arrecadação e reinvestida para publicar mais e mais livros católicos de sã doutrina.  

E, de fato, espero e rezo para que mais editoras publiquem, e a preços acessíveis, o Novo Testamento, e até mesmo a Bíblia Sagrada completa do Padre Matos Soares, CONFORME ELE EDITOU, sem "pequenas correções" ou aggiornamenti de qualquer espécie. Será um grande bem para as almas, um grande serviço prestado à Cristandade. Mas não me venham com contrafações e embrolhos, seus carrapatentos espirituais, que os denunciarei todos!!! 

2. E, por falar em "preço acessível", PRECISO fazer uma colocação: o preço da Livraria Ecclesiae para um livro com 691 páginas e capa de missal... é uma afronta à inteligência alheia. Quase não paga a capa!!! E foi esse "detalhe" que me chamou a atenção (e ligou o alarme) quando soube do lançamento, e acabou por arrefecer o meu primeiro entusiasmo diante da notícia tão alvissareira. É impossível não ficar no prejuízo vendendo um livro DESTES por um preço tal.   
De dizer que o livro da Editora Missões Cristo Rei tem um preço justo, conseguido graças à colaboração de benfeitores solícitos e generosos que nos permitiram alcançar, dentro de um valor realista, de mercado, para uma obra desse tipo e com essa configuração, um preço justo.  

E as perguntas que surgem, então, são óbvias: quem bancou isso? Quem vai arcar com o prejuízo? Por que vender tão barato? E por que usar o Padre Matos Soares. A última pergunta é quase retórica de tão óbvia a resposta: quem, entre os católicos fiéis à Tradição bimilenar da Igreja e à Missa de São Pio V, compraria um Novo Testamento com base na Nova Vulgata? Aliás, de frisar que TODAS as Bíblias, de TODAS as marcas que se encontram em lojas supostamente católica são traduções da Nova Vulgata. NENHUMA, a não ser a da Editora Missões Cristo Rei, é tradução do Padre Matos Soares. Nenhuma! Em sendo assim, essa edição atribuída ao Padre Matos Soares seria mais uma na multidão das prateleiras se anunciada tal qual ela é: a tradução da Nova Vulgata de Paulo VI/João Paulo II. Precisavam de um diferencial, uma isca. Espero que ninguém a morda sem pesquisar antes. Como sempre digo: não sejam reféns das informações alheias! Vão à fonte. Pesquisem. Questionem. Afinal, nossa alma custou o Sangue de um Deus bom, não devemos expô-la a perigos. Sobretudo por pretexto de economia.  



Editado em 05/11/2019 para indicar novo post a respeito. Leia aqui




*   *   *

sexta-feira, 1 de novembro de 2019

Agenda de Missas de Novembro


Agenda de Missas de Novembro 

Rev. Padre Ernesto Cardozo



1 a 3/11 – Argentina

04/11 – Contagem/MG – 20h 
05/11 – Contagem/MG – 20h 
06/11 – Congonhas/MG – 19:30
07/11 – a determinar
08/11 – Ipatinga – 20h
09/11 – Ipatinga – 20h 
10/11 – Ipatinga 10:30 - Domingo
10/11 – Contagem – 20h – Domingo 
11/11 – Contagem – 20h 
12/11 – Pouso Alegre – 19:30
13/11 – Cachoeira Paulista – 19:30 
14/11 – Cachoeira Paulista – 19:30 
15/11 – Muzambinho – 19:30 
16/11 – Poço de Caldas – 11h 
16/11 – Pouso Alegre – 19:30
17/11 – Pouso Alegre – 11h – Domingo 
17/11 – Contagem – 20h – Domingo 
18/11 – Contagem – 20h 
19/11 – Contagem – 11h 

De 20/11 a 20/12 – México





domingo, 27 de outubro de 2019

CONSAGRAÇÃO DO GÊNERO HUMANO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

Clique para ver mais imagens

CONSAGRAÇÃO DO GÊNERO HUMANO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS 


Para a Festa de Cristo Rei, ou a qualquer tempo  



Dulcíssimo Jesus, Redentor do Gênero Humano, lançai sobre nós, que humildemente estamos prostrados diante do Vosso altar, os Vossos olhares. Nós somos e queremos ser vossos; e, a fim de podermos viver mais intimamente unidos a Vós, cada um de nós se consagra espontaneamente, neste dia, ao Vosso Sacratíssimo Coração. 

Muitos nunca Vos conheceram; muitos, desprezaram vossos Mandamentos, Vos renegaram. Benigníssimo Jesus, tende piedade de uns e de outros, e trazei-os todos ao vosso Sagrado Coração. 

Senhor, sede o Rei não somente dos fiéis que nunca de Vós se afastaram, mas também dos filhos pródigos que Vos abandonaram; fazei que tornem o quanto antes à Casa Paterna, para que não pereçam de miséria e de fome.

Sede o Rei dos que vivem iludidos no erro, os separados de Vós pela discórdia; trazei-os ao Porto da Verdade e à unidade da Fé, a fim de que, em breve, haja um só rebanho e um só Pastor. 

Sede o Rei de todos aqueles que estão sepultados nas trevas da idolatria e do islamismo, e não recuseis conduzi-los, todos, à luz e ao Reino de Deus. 

Volvei, enfim, um olhar de misericórdia aos filhos do que foi outrora vosso povo escolhido; desça também sobre eles, num batismo de redenção e de vida, aquele Sangue que um dia sobre si invocaram. 

Senhor, conservai incólume a vossa Igreja, e dai-lhe uma liberdade segura e sem peias; concedei ordem e paz a todos os povos; fazei que, d’um polo a outro do mundo, ressoe uma só voz: 

Louvado seja o Coração divino, que nos trouxe a salvação! A Ele, honra e glória por todos os séculos dos séculos. Assim seja


(Concede-se 5 anos; plenária, no fim do mês. Ao fiel que, na solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo (último domingo do mês de outubro), recitar publicamente o presente ato de consagração do Gênero Humano ao mesmo Jesus Cristo Rei (Dulcíssimo Jesus, Redentor), concede-se 7 anos, e plenária a quem tiver confessado e comungado.)



Do Devocionário da Apostolado da Oração das Missões Cristo Rei
      

Subscrive here! Siga este blog, receba as novidades por e-mail!

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

Se vc é das Missões Cristo Rei, cadastre-se aqui

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA