Pesquisar este blog

Novidades!!!

sábado, 30 de novembro de 2013

Caridade

Antologia de São João Crisóstomo


Caridade



Se a simples circunstância de serem de uma mesma cidade é suficiente para que muitos se façam amigos, como não terá de ser o amor entre nós, que temos a mesma casa, a mesma mesa, o mesmo caminho, a mesma porta, idêntica vida, idêntica cabeça, o mesmo pastor e rei e mestre e juiz e criador e Pai? (Homilias sobre São Mateus, 32, 7)

Procuremos aquelas virtudes que, além de nos darem a salvação, aproveitam principalmente ao próximo. [...] Nas coisas terrenas, ninguém vive para si mesmo. O artesão, o soldado, o lavrador, o comerciante, todos sem exceção contribuem para o bem comum e para o proveito do próximo. Por maioria de razão nas coisas espirituais, porque isto, acima de tudo, é que é viver. Aquele que vive só para si, e despreza os outros, é um ser inútil, não é um homem, não pertence à nossa linhagem.

Também nós seremos chamados a prestar contas dos mandamentos que nos foram dados, e, por mais que façamos, não teremos com que pagar. Por isso Deus nos deu um caminho chão e fácil para pagar, um meio simples de saldar toda a nossa divida: não guardar nunca rancor ao nosso próximo. (Homilias sobre São Mateus, 61, 3)

Nada nos assemelha tanto a Deus como o estarmos sempre dispostos a perdoar. (Homilias sobre São Mateus, 19, 3)

Deus a ninguém aborrece e rejeita tanto como ao homem que se lembra da injúria, ao coração endurecido, ao ânimo que conserva o ressentimento. (Homilia sobre a traição de Judas, 2, 6)

Quem é humilde é útil a si e aos outros. (Homilias sobre os Atos dos Apóstolos, 6).

Fonte: http://www.ecclesia.com.br/biblioteca/pais_da_igreja/s_joao_crisostomo_vida_e_obra.html.

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

A máfia homossexual dentro da Igreja Católica

A máfia homossexual dentro da Igreja Católica 


clique para ler, mas leia com cuidado!
Não concordamos com tudo o que é dito.



+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

A Imaculada Conceição - devoções, documentos, dogma etc.

A Imaculada Conceição



NOVENA DA IMACULADA CONCEIÇÃO
COROADA DE DOZE ESTRELAS


de 29 de novembro a 7 de dezembro

clique aqui







NOVENA DA IMACULADA CONCEIÇÃO

de 29 de novembro a 7 de dezembro

clique aqui



TRÍDUO À IMACULADA CONCEIÇÃO

de 5 a 7 de dezembro

clique aqui e aqui






ATO DE CONSAGRAÇÃO À IMACULADA VIRGEM MARIA

clique aqui


Eventos do dia 8 de Dezembro







Fé e Oração

Antologia de São João Crisóstomo


Fé e Oração



Abrir os olhos é coisa de Deus, escutar atentamente é coisa nossa; a fé é simultaneamente obra divina e obra humana. (Homilias sobre os Atos dos Apóstolos, 35)

Deus chamou [os Magos] servindo-se daquilo que lhes era mais familiar e mostrou-lhes uma grande e maravilhosa estrela para que lhes chamasse a atenção pela sua própria grandeza e formosura [...]. Enquanto os Magos estavam na Pérsia, não viam senão uma estrela; mas, depois que deixaram a sua pátria, viram o próprio Sol da justiça. (Homilias sobre São Mateus, 6, 3-6)

Quando digo a alguém: "Roga a Deus, pede-lhe, suplica-lhe", responde-me: "Já pedi uma vez, duas, três, dez, vinte vezes, e nada recebi". Não cesses, irmão, enquanto não tiveres recebido; a petição termina quando se recebe o que se pediu. Cessa quando tiveres alcançado; melhor ainda, nem então cesses. Persevera ainda. Enquanto não receberes, pede para conseguir; e quando tiveres recebido, dá graças. (Homilia sobre a rejeição da cananéia, 10)

A necessidade obriga-nos a rogar por nós mesmos, e a caridade fraterna a pedir pelos outros; mas é mais aceitável a Deus a oração recomendada pela caridade do que aquela que é motivada pela necessidade. (em Catena aurea, vol. I, pág. 354) (Homilias sobre a primeira Epístola aos Coríntios, 5, 7-8)

Na verdade, entras no coro dos anjos, és companheiro dos arcanjos e cantas junto dos serafins [...]. Não fazes oração aos homens, mas a Deus. (Homilias sobre São Mateus, 19, 3).

Fonte: http://www.ecclesia.com.br/biblioteca/pais_da_igreja/s_joao_crisostomo_vida_e_obra.html.

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

BRASIL MARXISTA: Sexualização nas escolas

Ontem à noite, no programa Sexualização nas escolas, nossa entrevistada, a psicóloga e psicanalista Rejane Soares, relatou o episódio vivido por suas duas filhas em uma das mais renomadas escolas católicas de Belo Horizonte - MG. As meninas foram submetidas a uma aula de educação sexual perturbadora, para dizer o mínimo.


Quem não ouviu ao programa e quer entender melhor o que aconteceu, aqui está o link.

Abaixo, complementando a entrevista, publico algumas das fotos que Rejane mo enviou antes de gravarmos a entrevista, para que eu visse sobre o que ela se referia. ADVIRTO: AFASTEM AS CRIANÇAS DE PERTO DO COMPUTADOR. As imagens são "fofinhas" porque o estilo é infantil, mas o conteúdo não é.

Canto inferior esquerdo: os pais como tolos, assustados, inseguros. A professora na imagem principal como a pessoa certa para responder as questões e ensinar sobre sexo.
A identidade sexual como algo a ser construído. "Não é beeeem assim essa coisa de ser menino e ser menina."
Pais idiotas e indiferentes.
Subversão total da autoridade: os pais na cadeira dos réus, as crianças julgando e a professora dando a sentença.
Sério: quem, tendo vivido uma infância sem abusos e superexposições, é capaz de colocar-se tais questões aos 10 anos de idade?!
Sutil, não?
[censuramos mesmo pq não achamos necessário
escandalizar olhos que querem se manter castos]
Jogando querosene na imaginação das crianças.
Mais explícito que isso só num filme pornô.
[CENSURADO TAMBÉM].
 
Riscando o fósforo. Descrição detalhada.
Restam dúvidas sobre as intenções do governo com tais cartilhas?

Repito aqui o que disse no programa (e vou um pouco além): a exposição precoce das crianças a tais conteúdos nada mais é do que o outro lado da moeda que defende a descriminalização e legalização da pedofilia. Ou seja, pretende-se forçar um despertamento sexual cada vez mais cedo para que, quando a pauta pedófila prevalecer, as crianças já não tenham mais a menor chance de proteção e defesa: nem da lei, nem da cultura, nem dos pais, nem mesmo dos seus próprios sentimentos de estranhamento e rejeição, pois já terão sido expostas a um conteúdo com o qual não possuem condições psíquicas de lidar e diante do qual não conseguem resistir.

Meu recado aos pais que têm filhos na escola: fiquem de olho! E demonstrem aos professores e coordenação que estão de olho! Conversem com os outros pais, troquem informações, convivam, tomem iniciativas juntos. Peçam as listas de livros que serão adotados no ano seguinte, pesquisem antes, intervenham, façam outras propostas quando as que a escola oferecer não forem boas. Enfim, não deixem a coisa correr à revelia! Cheguem junto! E se a coisa piorar e não houver chance de mudança da situação, exijam que as crianças sejam dispensadas da aula. E se nada disso resolver, o homeschooling está aí para isso.

Fonte: http://encontrandoalegria.blogspot.com.br/2013/11/sexualizacao-nas-escolas.html

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

NEO-FSSPX & MASSONARIA

Graves acusações (com comprovações) acerca da infiltração maçônica na Neo-FSSPX vieram à luz na internet e no papel. Isso explicaria muita coisa. A prudência manda analisar as coisas com cuidados. Mas... se deve analisar! É uma questão de prudência, bom senso e auto-preservação. Não se tampa o sol com a peneira, não apenas porque se acaba fazendo papel de tolo (veja dom Fellay!), mas pelas graves consequências que disso resultam. A Maçonaria seria feita de gente ingênua e tola se, ao ver levantar-se o heroico Dom Lefebvre, não tivesse imediatamente pensado em fazer com a FSSPX o mesmo que fizera com a própria Igreja de Cristo: infiltrar para implodir!Ou alguém por acaso acha que a FSSPX está acima da Igreja? Ou... tomou o lugar dela? Leiamos, então, essas denúncias, pesemos os fatos, analisemos o que nos é posto diante, e guardemos no coração, como faz Maria Santíssima. Não temos todas as peças, mas para quem faz uso da razão, aos poucos podemos ter uma panorama da situação. E, não esqueçam, 2+ 2 continua igual a 4!!!


ACUSACIONES DEL DR. PHILIPPE PLONCARD D'ASSAC CONTRA LAS AUTORIDADES DE LA FSSPX.

El señor Philippe Ploncard d’Assac, hijo del gran autor de “La Iglesia Ocupada” Jacques Ploncard d’Assac y continuador de su obra, ha presentado su último libro “Tradición y Revolución”, el cual, según él mismo afirma, es una continuación del libro de su padre.
Como gran conocedor de la masonería y sus métodos de infiltración (es autor también del libro “La Masonería”), en este libro expone cómo la infiltración gnóstico masónica se ha llevado a cabo en el seno de la Tradición, comprendida la FSSPX.


En su libro, lanza las siguientes acusaciones en contra de los superiores de la FSSPX:

ACUSACIONES :

- “El Padre Célier, principal artífice del complot  gnóstico en el seno de la FSSPX, cuyos escritos son conocidos y puestos en conocimiento de sus autoridades, todavía está en su lugar!”
- «Las reacciones de odio contra nuestros análisis sobre las tesis gnósticas de los padres Célier y de Tanoüarn nos revelan la amplitud del mal en el seno de la FSSPX”.
- «Desde que comencé a analizar desde el primer número de mi revista La Politique en abril de 2001, las tesis gnósticas y cripto-masónicas de los padres de Tanoüarn y Célier, las puertas de la FSSPX se fueron cerrando progresivamente tanto para mí como para Étienne Couvert.
Acusa también a:
-Radio Courtoisie, conducida por el amigo del Padre Célier, Serge de Beketch, luego por Henry de Lesquen;
-Fideliter, dirigida por el Padre Célier; 
-las ventas de libros organizadas por la FSSPX en París” (1)
Los libros del Padre Grégoire Célier:
- Le dieu mortel, bajo el seudónimo de Paul Sernine, anagrama de Arsène Lupin, personaje del novelista Maurice Leblanc.
- La Paille et le Sycomore, publicado por el padre Guillaume de Tanoüarn,
- Benedicto XVI y los Tradicionalistas, publicado por el masón J-L Maxence.
Estos libros nos aclaran perfectamente las posiciones gnostico-masónicas y modernistas de este sacerdote supuestamente de la Tradición.
Respecto a Le dieu mortel, la Sel de la Terre, revista de los dominicos de Avrillé, reaccionó al libro gnóstico del padre Grégoire Célier, y le planteó la pregunta que está en el corazón de la herejía gnóstica:
« El hombre ¿puede pretender alcanzar la sabiduría divina, convertirse en dios, sin la gracia y sin la revelación”?
Sobre La Paille et le Sycomore, P.P. d’Assac advierte :
« Ya escandalizado por la negación de Sernine-Célier-Lupin de la herejía gnóstica y de la acción masónica, me escandalicé aún más al darme cuenta, como lo aseguró el Padre de Cacqueray, que su libro había sido publicado con “el imprimatur” de las autoridades!!!
La ausencia de reacción de las autoridades ante estas derivas y la correspondencia intercambiada por el señor Étienne Couvert con los responsables de la Fraternidad sobre la gnosis, roza la complicidad”. “La ignorancia sobre la gnosis por parte de Monseñor Fellay es patente en su respuesta, lo que es muy grave para el responsable de la FSSPX” Acerca de Benedicto XVI y los Tradicionalistas, nuevo hallazgo de P.P. d’Assac:
« El padre Grégoire Célier y su último libro Benedicto XVI y los Tradicionalistas, escrito en colaboración de Olivier Pichon y, recordémoslo, editado por el masón J-L Maxence.
Descubrimos estas curiosas afirmaciones :
p. 18 - « ¡No hagamos una fijación con la sotana, no vale la pena ! »
p. 70-71 –Hablando del Vaticano II : « Se trata de un concilio de la Iglesia católica, convocado regularmente y que, en sí, merece respeto y adhesión!
p. 88 - « Yo no siento una vocación de guardia de museo o de taxidermista… » !
p. 237 – «La retórica del complot universal y todopoderoso, que florece en los círculos cercanos de la FSSPX, participa de esta mentalidad que parece malsana…”!
 (1)  Si los libros de Philippe Ploncard d’Assac están prohibidos por el padre Toulza, al igual que  los prohibió el Padre Célier, encontramos ahora los de Bernard Antony, cuya “Historia de los Judíos desde Abraham hasta nuestros días” afirma que “el cristianismo es el judaísmo”, quitando todas las blasfemias contenidas en el Talmud hacia Cristo y el cristianismo.
Encontramos también las contra-verdades sobre la masonería, libros verdaderamente contrarios al de P.P. d’Assac, La Masonería, que denuncia sus orígenes hebreos y luciferinos.
Encontramos también las obras del masón homosexual Chayriques de Olmetta y los de Dominique Venner, cuyo sacrílego suicido ante el altar mayor de Notre Dame de París hizo escándalo.

Así que las ventas de libros organizadas por la FSSPX en París, como las de Renaissance Catholique le son prohibidas ahora. Sin olvidar el silencio de Présent o de Rivarol sobre sus comunicados, libros y análisis ya ignorándolos, ya censurados en parte.



Fonte: http://nonpossumus-vcr.blogspot.com.br/2013/11/acusaciones-del-dr-philippe-ploncard.html

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Da Alegria

Antologia de São João Crisóstomo


Alegria



Podeis acaso não estar em festa contínua durante os dias da vossa vida terrena? Longe de nós qualquer abatimento pela pobreza, doença ou perseguição que nos aflige. A vida presente é um tempo de festa. (Homilias sobre São Mateus, 19, 3)

Que pode perturbar o santo? A morte? Não, porque a deseja como prêmio. As injúrias? Não, porque Cristo ensinou a sofrê-las: Bem-aventurados sereis quando vos injuriarem e vos perseguirem (Mt 5, 11). A doença? Também não, porque a Escritura aconselha: Aceita tudo o que Deus te mandar, e permanece em paz na tua dor, e no tempo da humilhação tem paciência; porque o ouro e a prata se provam no fogo, e os homens amados de Deus, no cadinho da tribulação (Ecl 2, 5). Que resta então, que seja capaz de perturbar o santo? Nada. Na terra, até a alegria costuma acabar em tristeza; mas, para quem vive de acordo com Cristo, as próprias penas se transformam em alegria. (Homilias sobre as estátuas, 18).

Fonte: http://www.ecclesia.com.br/biblioteca/pais_da_igreja/s_joao_crisostomo_vida_e_obra.html.


Jesus, Alegria dos Homens - Bach

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Confiança em Deus

Antologia de São João Crisóstomo


Confiança em Deus



Não somos nós, mas a Providência divina que faz tudo, mesmo nas coisas que aparentemente somos nós que fazemos. (Homilias sobre São Mateus, 21, 4)

Não é possível falar de não receber em se tratando de Deus, porque, tanto quanto a bondade supera a maldade, assim o seu amor supera o de todos os pais. (Homilias sobre São Mateus, 23, 5)

Além do que já nos disse, o Senhor dá-nos ainda mais um motivo para que tenhamos confiança: Procurai antes de tudo o Reino de Deus e a sua justiça, e tudo o mais vos será dado por acréscimo (Mt 6, 33). Depois de ter livrado a alma de toda a inquietação, Cristo recorda-lhe o Céu. Com efeito, Ele veio destruir o que era antigo e chamar-nos a uma pátria melhor. Por isso não poupa esforços para nos livrar do cuidado do supérfluo e para nos desprender do desordenado amor à terra [...]. Não nascemos para comer, beber e vestir-nos luxuosamente, mas para agradar a Deus e alcançar os bens eternos. E já que essas coisas devem ser secundárias no nosso empenho, sê-lo-ão também na nossa oração. (Homilias sobre São Mateus, 22, 3)

Mesmo ofendido, Deus continua a ser nosso Pai; mesmo irritado, continua a amar-nos como a filhos. Só uma coisa procura: não ter de castigar-nos pelas nossas ofensas, ver que nos convertemos e lhe pedimos perdão. (Homilias sobre São Mateus, 22, 5).



.

Fonte: http://www.ecclesia.com.br/biblioteca/pais_da_igreja/s_joao_crisostomo_vida_e_obra.html.

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Seguimento de Cristo

Antologia de São João Crisóstomo


Seguimento de Cristo



1. Cristo deu-te o poder de ser como Ele segundo as tuas forças. Não te assustes ao ouvires isto. O que deve espantar-te é não seres como Ele. (Homilias sobre São Mateus, 78, 4)

2. Daniel era jovem; José, escravo; Áquila exercia uma profissão manual; a vendedora de púrpura encarregava-se de uma loja; outro era guarda de uma prisão; outro centurião, como Cornélio; outro estava doente, como Timóteo; outro era um escravo fugitivo, como Onésimo. E, no entanto, nada disso foi obstáculo para nenhum deles, e todos brilharam pela sua virtude: homens e mulheres, jovens e velhos, escravos e livres; soldados e civis. (Homilias sobre São Marcos, 43, 5)

3. Não é absurdo pores tanto cuidado nas coisas do corpo, a ponto de já desde muitos dias antes da festa preparares uma roupa belíssima, e te adornares e embelezares de todas as maneiras possíveis, e, no entanto, não tomares nenhum cuidado com a tua alma, abandonada, suja, esquálida, consumida de fome...? (Homilias sobre as estátuas, 6)

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

A CONDENAÇÃO DA IDEOLOGIA SIONISTA PELA IGREJA E MAXIMILIANO KRAH

Então, se não é de hoje que a Igreja condena o sionismo, eu pergunto a meus botões o que faz o líder da Neo-FSSPX de braços dados com um sionista de carteirinha? E, mais, por quê entregou o dinheiro da obra fundada por Mons. Lefebvre a esse tipo? E, ainda, por quê os padres e fiéis que seguem na Neo-FSSPX sequer se incomodam com isso? O que há com vocês, criaturas? 

Vamos ao texto.

"Os judeus não têm nenhum direito de soberania sobre a Terra Santa"
SS Bento XV.
O Estado Judeu da antiguidade, depois da destruição do Templo e a dispersão do povo pelo Império Romano, foi destruído por Deus como castigo dos pecados do povo hebreu. Por isso, para a Igreja, somente o Messias de Deus, durante sua segunda vinda, poderá restabelecer o reino de Israel e aos judeus em sua terra.
É assim que a Igreja rechaça, por razões teológicas, a ideia de um Estado Judeu, tal qual foi constituído segundo as modalidades de sua criação pelos sionistas, ou seja, pelos homens e não pela vontade divina. Isso explica porque São Pio X, em 1904, declarou firmemente a Theodor Herzl, fundador da ideologia sionista: “Nós não poderemos impedir aos judeus de irem a Jerusalém, porém jamais poderemos incentivá-los. O solo de Jerusalém não foi sempre sagrado, até ser santificado pela vida de Jesus. Os judeus não reconheceram a Nosso Senhor, e nós não poderemos reconhecer ao povo judeu. Non possumus” (São Pio X, 25 de janeiro de 1904, Cidade do Vaticano).

TRADIÇÃO RESISTENTE: Crônica de uma visita a Tucumán

Como todos sabem, o reverendo Padre Cardozo se encontra fora do Brasil, em um apostolado pela Argentina e Uruguai, onde também viceja a Resistência. Não são poucos os que perceberam a mudança – se não inversão – de rumo implementada por dom Fellay & cúmplices na FSSPX, procurando levar a nau toda para fora da Igreja Católica (de onde nunca saiu) para dentro da seita conciliar (onde nunca esteve)! E o número aumenta a cada dia. Muitos permanecem nos Priorados por conveniência ou medo, pois a esta altura não se há falar mais em ingenuidade ou boa-fé! Uns alegam placidamente que ficam por causa dos Sacramentos... Idiotas! Não sabem eles que a Fé é mais importante do que a Missa? Sabem, sim, porque o ouviram dos mesmos padres que o falaram para mim! E, ademais... não leram a Pascendi? Então, leiam! E aqui estou a falar apenas dos fiéis, porque, quando o assunto é “padres”, NADA justifica mais sua permanência nesse trem desgovernando, onde assistem calados a uma séries de coisas que estão longe de serem virtuosas: as perseguições a seus pares e aos fiéis; as idas e vindas no discurso de dom Fellay, suas justificativas pueris, quase simplórias, como se ele não fossem um Bispo de Romana Igreja, mas a “Poliana” de Eleanor H. Porter ou a “Alice” de Lewis Carroll! Haja paciência! Além do fato de dom Fellay, apesar de reconhecer publicamente que tudo o que Mons. Williamson denunciou era verdade, não ter ainda reparado essa injustiça tremenda! E, por último, e mais grave, por ainda não se ter posicionado publicamente em relação a tudo o que disse e fez Bergoglio desde que subiu ao Sólio. Sem esquecermos de que o primeiro líder tradicionalista que saiu a público para cumprimentar Bergoglio pela eleição foi... dom Fellay! Mas é justamente com isso que eles contam: esquecimento! Nada como um dia após o outro... O pior é que dom Fellay & trupe tratam a todos como... tolos, e os... tolos estão satisfeitos. Good for them!

Mas aqui temos uma crônica de uma visita que é mais um testemunho de que ainda há esperança de uma “possibilidade real”! Um fiel escreve a um amigo sobre a visita de Pe. Cardozo à cidade de Tucumán, na Argentina, há umas duas semanas atrás, relatando os problemas do grupo e principalmente as “necessidades”, entre as quais eles também enumeram os Sacramentos, mas sem perder de vista a Fé, a Fé integral, sem manchas, sem equívocos, sem mal-entendidos. Afinal, a alma humana tem um preço: o sangue de um Deus!!! Quem pode ser tão displicente de se arriscar a perdê-la? Quem sabe quando vai morrer para se dar ao luxo de pequenos deslizes (sic) em nome de algo maior? Desde quando os fins justificam os meios? Qual é o seu problema, criatura?

Bom, trata-se de uma carta-crônica honesta e bastante útil. Por ela, pode-se fazer uma reflexão sobre nossas próprias exigências e expectativas, nos tirando dessa cômoda e improducente (e porque não perigosa) posição de espectadores de nosso porvir. Ao invés de esperar por alguém que nos diga o que fazer: façamos!

Também há uma “dica” interessante para os dolorosos dias sem Missa. Mesmo que se transformem em anos ou décadas, ou uma vida inteira... O que fazer quando não temos a Missa? Como manter-se fiel? Como conservar a Fé? A resposta do Padre Cardozo é simples, e já a ouvimos de outros Padres:

domingo, 24 de novembro de 2013

Sobre a RCC - Protestantismo na Igreja Católica XII

A RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA

Pe. Scott Gardner, FSSPX*

Fruto do Concílio Vaticano II, Semente de Destruição.


Protestantismo.

Dado as origens ecumênicas e protestantes da RCC, não é de se admirar que o pensamento dos Carismáticos seja impregnado de concepções nitidamente protestantes. Uma das marcas registradas do Protestantismo é aquele princípio da sola scriptura, ou seja, apenas a Bíblia, ou melhor, apenas a interpretação pessoal das Escrituras baseada na “inspiração do Espírito Santo” é que tem valor. Devido a essa raiz tipicamente protestante, encontramos também entre os Carismáticos o menosprezo ou a rejeição da Tradição como fonte Divina da Revelação. Como bem demonstra o seguinte trecho, os carismáticos também compartilham dessa perigosa concepção:

“O fundamento da Renovação Carismática Católica é a Sagrada Escritura. Leituras de curtas passagens das Escrituras fazem parte da dinâmica dos grupos de oração... por minha própria experiência, essa sede pelas Sagradas Escrituras é uma das grandes bênçãos desses tempos... E mais, para mim é mais do que evidente de que aqueles que desejam ter um relacionamento pessoal com Deus deveriam pelo menos se familiarizarem mais com esse Livro... Que o Espírito Santo, inspirador das Escrituras, inspire-nos a termos amor por sua palavra. Que nos dirija naquelas passagens as quais são mais eficazes em nossas vidas e a um maior conhecimento do Pai e do Filho”. (Andy O’Neill — The Power of Charismatic Healing.)

“Através dos séculos os santos concordaram que relacionar-se com Deus mais intimamente em oração permite a Deus também relacionar-se conosco intimamente compartilhando de sua divina sabedoria conosco... Na medida em que nos comunicamos com Deus, Ele se comunica conosco. Mas o oposto também é verdade: se nós abrimos nossos corações para Sua Santa Palavra, uma extraordinária experiência de fé, esperança e amor jorrará em nossas almas... na medida em que alguém se torna cada vez mais ciente de que a ‘letra mata, mas o Espírito vivifica’ (II Cor. 3:6), eventualmente o Espírito o levará ao coração daquela passagem. Mesmo que ele não saiba a correta e exata interpretação da passagem, ele pode depender apenas do Espírito para adquirir tanto o significado como a sua correta aplicação... Talvez nosso maior problema resida no fato de que lemos muito a Palavra de Deus, mas a experimentamos muito pouco. Existe uma grande diferença entre memorizar passagens e pensar biblicamente com os ‘pensamentos de Deus’ (I Cor. 2,11). Existe uma grande diferença entre ter as Sagradas Escrituras alojadas como um livro empoeirado dentro de nossas cabeças e tê-las como uma fonte viva jorrando inspiração em nossos corações”. (Hampsch.)

Naturalmente que todo Católico sabe muito bem que a Interpretação das Sagradas Escrituras, como bem descreve a própria Escritura (II Pedro 1: 20), foi confiada exclusivamente à Igreja — a qual é verdadeiramente guiada pelo Espírito Santo — e não a cada indivíduo em particular. Aliás, o seguinte trecho extraído dos decretos do Concílio de Trento explica esse princípio claramente, bem como a punição prometida àqueles que compartilham dessa crença e prática herética:

Portanto, de modo a refrear pessoas espertas e imprudentes, o Sínodo decreta que ninguém que confia em seu próprio julgamento em matérias de fé ou moral, os quais são pertinentes à edificação da Doutrina Cristã, e que ninguém que distorce as Sagradas Escrituras de acordo com suas próprias opiniões, se atreva a interpretar as Sagradas Escrituras em sentido contrário àquele que já foi estabelecido pela Santa Madre Igreja, cujo dever é julgar tudo que se refere ao verdadeiro sentido e interpretação das Sagradas Escrituras, ou mesmo contrário ao unânime consenso dos Santos Padres, mesmo que tais interpretações nunca tenham sido feitas com a pretensão de serem divulgadas. Que aqueles que se ousem se opor a essa declaração sejam punidos com as penalidades prescritas pela lei. (Denziger, 786.)

Esse ensinamento foi reafirmado pela Profissão de Fé do Concílio de Trento e pela Constituição Dogmática do I Concílio Vaticano.



* Autor: Scott Gardner, do Seminário São Tomás de Aquino, Winona, Minnesota — EUA — Publicado pela THE ANGELUS PRESS — Março de 1998.

São José, patrono da Igreja
livrai-A da RCC!

+
Inscreva-se para receber as publicações do Pale Ideas: Delivered by FeedBurner.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

DOCUMENTÁRIO: Psiquiatria: Uma Indústria da Morte

psiquiatria industria da morte [DOCUMENTÁRIO] Psiquiatria: Uma Indústria da Morte
Através de imagens raras e entrevistas com mais de 160 médicos, advogados, educadores, sobreviventes e especialistas no setor de saúde mental e seus abusos históricos e contemporâneo, este fascinante documentário traz a luz da verdade sobre a brutal pseudociência e fraude multi-bilionária que é a psiquiatria.

Nós acreditamos que você tem o direito de conhecer os fatos frios e duros sobre a psiquiatria, seus profissionais e da ameaça que eles representam para os nossos filhos. Veja a verdade, assista a este filme.

Governos, companhias de seguros e indivíduos privados pagam bilhões de dólares a cada ano para os psiquiatras em busca de curas que os psiquiatras admitem não existem. “Terapias” da psiquiatria já causaram milhões de mortes.

Assista ao documentário abaixo, Psiquiatria: Uma Indústria da Morte:


Parte 1



Parte2



Parte 3



Parte 4



Parte 5




Parte 6



Parte 7
.

Parte 8


Parte 9


Parte 10


Parte 11



fonte: http://blog.antinovaordemmundial.com/2013/11/documentario-psiquiatria-uma-industria-da-morte/

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Sobre prudência e zelo

Ainda sobre o evento na Catedral de Buenos Aires, durante a comemoração da Noite dos Cristais Quebrados, um comentário que pode ajudar a refletir melhor antes de hosanar um zelo que parece santo! Além do que já dissemos antes, a respeito do assunto, colho a ocasião para lembrar que vivemos um momento singular, surreal, em que há duas Igrejas (a fonte costumava ser sensata)

Não se deve dar pérolas aos porcos... Penso que as pessoas ainda não entenderam que não são os homens - mesmo com suas orações - que irão salvar a Igreja de Deus. O erro desses jovens, na verdade, é reflexo do erro de seu(s) superior(es), que pretendiam se substituir à Providência e "salvar" a Igreja... de dentro. Ou seja, queriam entrar no chiqueiro para esterilizá-lo. E no lugar do dono dos porcos! Os jovens fizeram o mesmo: poderiam ter rezado do lado de fora, poderiam ter rezado em seus lares ou na capela deles. Teria sido mais prudente. Teria sido mais frutífero. 

Mas, convenhamos, a culpa nem é toda deles, dos jovens. Havia um pastor apascentando aquela grei. E esse pastor imprudente - ou estulto? - levou suas ovelhas bem no meio da alcateia. Até quando isso?

A única consequência boa que vejo nisso tudo é que, agora, o superior da Neo-FSSPX vai ter que escolher um lado: ou bem é amigo de Cristo, ou bem é amigo dos inimigos de Cristo. E, então, dom Fellay... os Judeus são mesmo nossos irmãos mais velhos? E por parte de quem se eles negam a Trindade que é nosso Pai e a Igreja que é nossa Mãe? Como é que fica isso? Vou sentar para aguardar uma atitude "positiva" do Rei de Menzingen. Sento para não me cansar... 

A intolerância dos tolerantes: de "vítimas" a carrascos.

As "tolerantes" vítimas do Nazismo, através do Congresso Judaico Europeu, pedem para vigiar e perseguir os cidadãos "intolerantes". Em particular, os argentinos que "atrapalharam" a cerimônia ecumênica dentro de uma igreja católica, pois se atreveram a rezar o rosário no mesmo horário, mera desculpa para lembrar aos católicos quem são os inimigos de Deus. Enquanto isso, Bergoglio confraterniza com os perseguidores dos católicos e se limita a "receitar" Misericordina. Para os Judeus também, Bergoglio?

Leiam: http://www.alertadigital.com/2013/11/16/el-congreso-judio-europeo-cje-pide-a-la-union-europea-que-vigile-y-persiga-a-los-ciudadanos-intolerantes/.


+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

De boas intenções...

Antes de nos ajoelharmos diante de Deus para pedirmos o que quer que seja, devemos primeiro fazer o que é certo, o que é nosso dever. 

Mesmo imbuídos das mais puras intenções, e até mesmo diante de escândalo tão grande e tão odioso, como a feira de Samarcanda que viraram os templos católicos em que se celebram todos os inimigos de Deus bem diante do Tabernáculo, mesmo assim, esse grupo bem intencionado antes deveria exigir de seu superior que seja o primeiro a dar o exemplo e a expulsar os pérfidos sionistas dos templos católicos. 

Para dom Fellay, os judeus que o grupo de sequazes dele denunciavam e queriam fora da igreja de Buenos Aires, são nossos "irmãos mais velhos"... ?!?!... 

Como compreender esses fatos à luz do que sabemos? O corpo condena o que a cabeça aplaude? Em que reino? 

Contudo, tal atitude não é de se estranhar vinda da Neo-FSSPX, basta ver os francês que se "insurgiram" contra o superior, fazendo-lhe inúmeras exigência só porque perseguiu ao padre Pinaud. Em que pese mereça esse padre todas as defesas imagináveis, há certamente outras exigências a se fazer ao superior, sem contudo conclamar uma revolução. 

Sobre a Expiação que todos devem ao Sagrado Coração de Jesus


Editado para anotar que o texto foi copiado de um blog que não teve muito cuidado com a tradução e, ao que parece, limitou-se a usar o tradutor online da Google. Em breve, se Deus permitir, iremos publicar o texto devidamente revisado. Agradecemos ao leitor que nos comunicou o erro através do comentário. Deus lhe pague! 


Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA