Pesquisar este blog

Novidades!!!

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Missas de Setembro/Outubro 2015


http://farfalline.blogspot.com.br/p/missas-no-brasil.html


  Para ver os locais de Missas no Brasil
clique aqui.

*
*
*

O que diz Medjugorje? A sua mensagem prova que esta é também uma falsa aparição

Insistimos no assunto porque se faz necessário. As pessoas se encantam com os prodígios e as belas palavras melosas e pacifistas, como se Nossa Senhora fosse uma "hippie paz & amor". Não estudam a doutrina e seguem falsos profetas, personificados por videntes que brotam como ervas daninhas. Até mesmo a Igreja visível já condenou essa falsa aparição, e qual é a resposta desses "fiéis"? Preferem ir para o Inferno com essa "aparição". E irão. 
  
 
* * * 

O que diz Medjugorje? A sua mensagem prova que esta é também uma falsa aparição


por Ir. Miguel Dimond e Ir. Pedro Dimond 

Abaixo apresentamos apenas 3 (provavelmente existem uma infinidade delas) mensagens que supostamente viriam da Santíssima Virgem Maria, passadas aos videntes “Carismáticos” de Medjugorje.

Vamos às frases e, abaixo, uma conclusão precisa sobre este caso:


São Jerônimo

30 de setembro 

São Jerônimo




São Jerônimo, célebre na Igreja pela virtude, pelo  rigor e ciência,  nasceu no ano de 331,  em Stridônio, perto de Aquileja e recebeu uma sólida educação, segundo os princípios da Religião de Cristo. O pai Eusébio era rico e piedoso.

Jerônimo desde pequeno revelou um talento privilegiado e muita propensão para a vida ascética. Moço ainda, foi para Roma, com intuito de continuar os estudos e rápidos progressos fez, sob a direção do mestre Donato, que era pagão.

Costumava visitar todos os Domingos os túmulos dos Santos Mártires.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

29 de setembro: SÃO MIGUEL ARCANJO

29 de setembro

SÃO MIGUEL ARCANJO


Clique para ver mais imagens


São Miguel, o Arcanjo de Deus na batalha contra Lúcifer e os anjos rebeldes (Apoc 12,7-8), é o primeiro Anjo honrado pelos fiéis, honrado como "o príncipe da milícia celeste". A São Miguel atribuem-se três funções:

1. a de guiar e conduzir as almas ao céu, depois de tê-las pesado na balança da justiça divina;
2. de defender a Igreja e o povo cristão;
3. de presidir no céu o culto de adoração à SSma. Trindade e oferecer a Deus as orações dos Santos e dos fiéis.


Leia mais sobre São Miguel Arcanjo aqui: http://farfalline.blogspot.com/2012/09/sao-miguel-arcanjo.html (artigos, orações e imagens).  


*

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

São Venceslau, duque e mártir

28 de Setembro

São Venceslau da Boêmia

Duque e Mártir  



O bondoso monarca da Boêmia,Vratislau, antes de morrer, deixou, como herdeiro do trono, seu filho Venceslau, nascido no ano 907, na atual República Checa. Com isso, despertou em sua mulher, Draomira, a ira e a vingança, pois era ela própria que desejava assumir o governo do país. Se não fosse possível, pretendia entregá-lo a seu outro filho, Boleslau, que tinha herdado o caráter e a falta de escrúpulos da mãe, enquanto Venceslau fora criado pela avó, Ludmila, que lhe ensinou os princípios de bondade cristã. Por isso, não passava por sua cabeça uma oposição fatal dentro do próprio lar. Assim, acabou assassinado pelo irmão, de acordo com um plano diabólico da malvada rainha.

Mas antes que isso acontecesse, a mãe tomou à força o poder e começou uma grande e desumana perseguição aos cristãos. Assim, por sua maldade e impopularidade junto ao povo, foi deposta pelos representantes das províncias, que fizeram prevalecer a vontade do rei Vratislau, elevando ao trono seu filho Venceslau. Imediatamente, seguindo o conselho da avó, Venceslau levou de volta ao reino o cristianismo. Quando soube disso, Draomira ficou tão transtornada que contratou alguns assassinos para dar fim à vida da velha e bondosa senhora, que morreu enquanto rezava, estrangulada com o próprio véu.

domingo, 27 de setembro de 2015

São Cosme e Damião

27 de setembro 

São Cosme e Damião 

Mártires


Eles tornaram-se famosos por uma cirurgia milagrosa
na qual eles transplantaram a perna de um etíope (negro)
no corpo de um homem branco. O milagre geralmente é
celebrado na arte católica descrevendo o ato dos santos gêmeos
Cosme e Damião eram irmãos gêmeos e cristãos. Mas nasceram na Arábia e viveram na Ásia Menor, Oriente. Desde muito jovens, ambos manifestaram um enorme talento para a medicina. Estudaram e diplomaram-se na Síria, exercendo a profissão de médico com muita competência e dignidade. Inspirados pelo Espírito Santo, usavam a Fé aliada aos conhecimentos científicos. Com isso, seus tratamentos e curas a doentes, muitas vezes à beira da morte, eram vistos como verdadeiros milagres.

Deixavam pasmos os mais céticos dos pagãos, pois não cobravam absolutamente nada por isso. A riqueza que mais os atraía era fazer de sua arte médica também o seu apostolado para a conversão dos pagãos, o que, a cada dia, conseguiam mais e mais.

Isso despertou a ira do imperador Diocleciano, implacável perseguidor do povo cristão. Na Ásia Menor, o governador deu ordens imediatas para que os dois médicos cristãos fossem presos, acusados de feitiçaria e de usarem meios diabólicos em suas curas.

sábado, 26 de setembro de 2015

A SUPRESSÃO DO LATIM NA MISSA

Um escrito de Dom Guéranger explicando os motivos que levaram os inimigos da Igreja a planejarem a supressão do latim na Missa, favorecendo o vernáculo, e as razões que fazem a Missa em latim ser o que há de mais sublime e fecundo para a Fé e para as almas. 






"Tendo, a reforma litúrgica, como um de seus principais fins a abolição dos atos e fórmulas místicas, segue-se necessariamente que seus autores devam reivindicar o uso da língua vulgar no serviço divino. Por isso, este é um dos pontos mais importantes aos olhos dos sectários. O culto não é algo secreto, dizem; é preciso que o povo entenda o que canta. O ódio à língua latina é inato no coração de todos os inimigos de Roma. Nela, eles veem o elo entre os católicos de todo o Universo, o arsenal da ortodoxia contra todas as sutilezas do espírito das seitas, a arma mais poderosa do Papado. O espírito da revolta que os leva a confiar a oração universal ao idioma de cada povo, de cada província, de cada século já deu seus frutos, e os reformados [os protestantes] estão diariamente a perceber que os povos católicos, não obstante suas orações latinas, têm mais gosto e cumprem com mais zelo os deveres do culto que os povos protestantes. A cada hora do dia, o serviço divino tem lugar nas igrejas católicas; o fiel que aí participa deixa sua língua mãe na porta; com exceção das horas de pregação, ele só ouve os misteriosos acentos [do latim], que até cessam de ressoar no momento mais solene, no Cânon da Missa; e, contudo, este mistério o encanta de tal forma que não inveja a sorte do protestante, embora o ouvido deste último nunca escute um som sem perceber seu significado. Enquanto o templo reformado reúne, com grande dificuldade, uma vez por semana, os cristãos puristas, a Igreja Papista vê incessantemente os seus numerosos altares cercados pelos seus filhos religiosos. Cada dia, eles deixam seus trabalhos para ouvir as palavras misteriosas que devem ser de Deus, pois elas alimentam a Fé e aliviam as dores. Admitamos: é um golpe de mestre do protestantismo o ter declarado guerra à língua sagrada; se conseguir êxito em a destruir, seu triunfo já estará bem avançado. Entregue aos gostos profanos, como uma virgem desonrada, a Liturgia, a partir deste momento, perdeu seu caráter sagrado, e o povo logo achará que não vale a pena deixar os trabalhos ou os prazeres para ir até aí e ouvir alguém falar como qualquer um fala na praça pública."

Dom Prosper Guéranger.
In ''Institutions Liturgiques''. 


*

São Cipriano e Santa Justina Virgem, Mártires

26 de setembro 

São Cipriano e Santa Justina, Virgem

Mártires



São Cipriano¹, cognominado o feiticeiro, natural de Antioquia, na Fenícia, foi pelos pais introduzido em todos os segredos da superstição, astrologia e feitiçaria. Para ampliar os conhecimentos na arte mágica, fez grandes viagens e visitou os centros principais do mundo, como Atenas, Menfis, Argos e a Índia. Mestre em todas as artes diabólicas da feitiçaria, entregou-se a uma vida desbravada. Para a religião cristã, havia só insultos; crianças inocentes eram as suas vítimas prediletas; tendo-as enforcado, oferecia o sangue das mesmas como holocausto ao demônio, e nas entranhas ainda palpitantes procurava conhecer os segredos do futuro. Perseguição atroz fazia às donzelas, aproveitando-se de enredos diabólicos para demovê-las do caminho da virtude. Malogravam, porém, estes artifícios diante das jovens cristãs.

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

O OCULTISMO SIMBÓLICO DO FILME “METRÓPOLIS”

O OCULTISMO SIMBÓLICO DO FILME “METRÓPOLIS”


O filme “Metropolis” (1927), de Fritz Lang é um dos clássicos atemporais que resistem à prova do tempo. Ao invés de restar esquecido e obsoleto, “Metropolis” é cada vez mais relevante visto que muitas de suas previsões se estão convertendo em realidade. Vamos ver a mensagem oculta subjacente do filme e o uso de suas imagens pelos astros do pop, como Lady Gaga, Madonna, Beyonce, Kylie Minogue e outros.   





Metrópolis [assista ao filme no final do texto] é um filme mudo de ficção científica (fantaciência) lançado em 1927 por Fritz Lang [o judeu Friedrich Anton Christian Lang], um mestre do expressionismo alemão. Situado em uma distopia futurista dividida em duas classes [sempre a luta entre classes, entre a "cabeça" e as "mãos"! Marx deixou sua assinatura neste filme também. Aliás, Marx também era judeu] - os pensadores e os trabalhadores - Metrópolis descreve as lutas entre as duas entidades opostas. Sabendo que foi produzida em 1927, ver este filme hoje é toda uma experiência, visto que muitos aspectos da "ficção científica" da trama são inquietantemente próximos à [nossa] realidade. Metrópolis descreve uma sociedade em que a "Nova Ordem Mundial" tomou o poder e selecionou uma elite vivendo no luxo enquanto as massas trabalhadores são desumanizadas e vivem em um inferno altamente supervisionado.

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Nossa Senhora das Mercês

24 de setembro

Nossa Senhora das Mercês 

 O "Resgate" dos cristãos das mãos dos muçulmanos



Nossa Senhora das Mercês é um dos títulos da Virgem Maria.

A devoção originou-se na Espanha, daí também ser conhecida por Nossa Senhora das Mercedes. A Virgem é a protetora dos cristãos cativos dos mouros (muçulmanos) na África, principalmente os marinheiros e mercadores subjugados no Mar Mediterrâneo.  


A Ordem Real e Militar de Nossa Senhora das Mercês da Redenção dos Cativos, ou simplesmente Ordem de Nossa Senhora das Mercês foi fundada por São Pedro Nolasco e São Raimundo de Pennafort, em 1223, por ocasião da libertação dos escravos cristãos, tendo generalizado-se  sua festa na Igreja em 1696.

Foi no dia primeiro de agosto de 1223 que São Pedro Nolasco foi agraciado com uma Aparição de Nossa Senhora, a qual lhe indicou os meios para libertar os cristãos das mãos dos mouros. A França, na época, era palco de graves desordens devido aos abusos dos albigenses, que infestavam todo o sul do país. Achava-se Pedro associado ao conde Simão de Monfort, comandante do exército católico e com ele lhe chegou à Espanha, onde lhe foi confiada a educação do príncipe Jaime de Aragão. Investiu toda a sua fortuna e arrecadou somas avultadas com pessoas caridosas , a fim de resgatar cristãos escravos que tiveram a infelicidade de cair em poder dos muçulmanos.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Santa Tecla, Virgem e Mártir

23 de setembro

Santa Tecla de Icônio

Virgem e Mártir
 (1º. Século)

 

Patronato: Cidade de Osimo. Doentes de câncer nos ossos.
Etimologia: Tecla (talvez) glória a Deus; ou, luzente (do grego)

Emblema: Palma 

Venerada em Seleucia (a moderna Selefkie na Ásia Menor) é, entre muitas que tem este nome, a que tem os documentos mais antigos e cujo culto teve uma difusão extraordinária, tanto no Oriente como no Ocidente. Mesmo assim um destino de obscuridade histórica cobre sua personalidade; a culpa seria do presbítero da àsia Menor que, segundo Tertuliano, havia composto, por afeto a São Paulo, um romance fantasioso sobre suas viagens e sobre a conversão da virgem Tecla em Icônio (Anatólia, Turquia). Esses "Acta Pauli et Theclae" dos últimos trinta anos do século II, mesmo reconhecidos falsos pelo próprio autor (que, por isso, foi deposto do ofício) e rejeitados pelo Decreto Gelasianum, alimentaram todas as sucessivas publicações sobre a vida de Tecla que chegaram até nós. O excessivo lendarismo da narração de sua vida contrasta com a citação de sua existência fora de qualquer dúvida expressa pelos antigos martirológios e pelos monumentos existentes em todas as épocas. 

São Lino, Papa e Mártir

23 de setembro

São Lino

Papa e Mártir
 Pontificado 67 a 79  d.C.

 
São Lino foi o segundo Papa da Igreja Católica, portanto o primeiro sucessor de São Pedro na Sé apostólica, de quem pessoalmente recebeu o poder das Chaves para guiar o rebanho de Cristo. Nasceu na localidade de Volterra, na Toscana, Itália.

Considerando suas grandes virtudes como defensor da fé nos trabalhos apostólicos, seu zelo ardentíssimo desenvolvia claramente a causa da Santa Igreja, principalmente no tempo que mais furiosa andava a perseguição. Além disto, enfrentou a feitiçaria e as primeiras chamas de heresia, que já tentavam se infiltrar no seio da Igreja para adulterar os preceitos da Religião de Cristo. Sagrou sacerdotes em duas ordenações e nomeou os primeiros quinze bispos, transmitindo a eles, com sua autoridade divina, os poderes apostólicos do clero católico nascente. Além de prescrever diversas outras normas fundamentais, estabeleceu, mediante decreto, que as mulheres, para entrarem na igreja, deveriam cobrir a cabeça com véu.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

São Tomas Vilanova

22 de setembro 

São Tomas Vilanova

A esmola não é apenas dar, senão tirar a necessidade de que se padece e livrar dela quando for possível.

Frei Tomás García Martinez, mais conhecido como São Tomás de Villanueva, nasceu em Fuentellana, Castilha, Espanha  em 1488 filho de Aloazo Tomas Garcia, um moleiro, e Lúcia Martinez. Cresceu em Villanova e estudou na Universidade de Alcalá e recebeu uma licenciatura em teologia  e começou  como professor com a idade de 26 anos. Ele não aceitou a cátedra  de filosofia  na Universidade de Salamanca e em vez disto entrou para a ordem dos Augustinianos em Salamanca em 1516.Ordenado em 1520 ele serviu como prior em varias casas em Salamanca, Burgos e Valadolid e depois como superior provincial em Andaluzia e Castilha e então foi nomeado capelão da corte imperial do Imperador Carlos V ( 1519-1556) .Durante o seu tempo como provincial de Castilha ele despachou os primeiros agostinianos missionários para o Novo Mundo. Eles subsequentemente ajudaram a evangelizar áreas do México. A ele foi oferecido a Sé de Granada que não aceitou, mas aceitou ser arcebispo de Valência em 1544 visto que a diocese de  Valência tinha ficado vaga por quase um século. Tomas devotou muito esforço para restaurar a vida espiritual da diocese. Ele também se dedicou de maneira especial aos pobre, e fundou colégios e hospitais para pobres e organizou serviços  de padres para servirem juntos aos Mouros e ficou renomado pela sua santidade pessoal e austeridade. Vários milagres são creditados a sua intercessão. Enquanto ele atendia o Concílio de Trento, ele era um ardente promotor das reformas  aprovadas no Concílio para a toda  a Espanha. 


Faleceu no dia 8 de setembro de 1555 em Valencai Espanha, de "Angina Pectoris". Beatificado em 7 de outubro de 1618 pelo Papa Paulo V. Canonizado em 1º de novembro de 1658 pelo Papa Alexandre VII.


*

São Maurício, Exupério, Cândido, Vitório e Companheiros da Legião Tebana, Mártires

22 de setembro 

São Maurício, Exupério, Cândido, Vitório e Companheiros da Legião Tebana

Mártires

Martirológio Romano: Em Saint-Maurice-en-Valais (Suiça), memória dos Santos Mártires Maurício, Exupério, Cândido, soldados que, como narra S.  Euquério (Bispo) de Lião, com seus companheiros da Legião Tebana e o veterano Vitório, enobreceram a História da Igreja com sua gloriosa paixão, sendo mortos por Cristos sob o imperador Maximiano.  


São Maurício foi um dos capitães da Legião Tebana (também conhecida como os Mártires de Agauno), uma unidade do exército romano com "seis mil, seiscentos e sessenta e seis homens" que fora recrutada no Alto Egito, na cidade de Tebas, e que se convertera em massa ao Cristianismo e foi martirizada em 286 d.C. Foram os primeiros santos Legionários do Cristianismo.

Durante a insurreição da Gália, principalmente contra os Bagaudes, por volta do ano 286, era Imperador de Roma Maximiano, que marchou para lá, com a Legião Tebana, comandada por Maurício, Cândido e Exupério, sendo uma parte do seu exército. Depois de suprimida a revolta, e no seu retorno para Agauno (agora Saint-Maurice-en-Valais) na Suíça, Maximiano deu ordem para que todo exército fizesse sacrifícios aos deuses romanos em agradecimento ao sucesso da campanha. Como parte da celebração, o imperador também ordenou a execução de vários prisioneiros cristãos. A Legião Tebana recusou-se a obedecer à ordem e se retirou dos ritos, deixando o acampamento e se distanciando bem longe do resto do exército para não ser impelida a ver o martírio dos demais cristãos. Maximiano repetidamente ordenou que a Legião Tebana obedecesse às suas ordens, e quando eles continuaram recusando, ele ordenou a decimatio (dizimação), ou seja a morte de um em cada dez soldadosA Legião, contudo, não se abalou, apesar das ameaças de uma segunda dizimação, que foi executada. O imperador disse aos remanescentes que seriam todos mortos, mas seu capitão, Maurício, inspirou neles o exemplo dos soldados já martirizados, e lhes falou que a todos eles estava assegurado um lugar no Céu. Todos foram decapitados por outros soldados, sem resistência. Maximiano chegou a ponto de levar as execuções até mesmo contra os membros da Legião Tebana estacionada em outro lugar no Império da Gália, incluindo a própria Roma. Os corpos identificados como os mártires de Agauno foram descobertos e identificados por Teodoro, bispo de Octuduro, em 350. A basílica que ele construiu em homenagem aos Mártires atraía muitos peregrinos; seus restos ainda podem ser visitados hoje. Euquério esteve pessoalmente em Agauno. A existência da "Legio I Maximiana", também conhecida como "Maximiana Thebaeorum" foi relatada no "Notitia Dignitatum".

Sagrados Corações

http://farfalline.blogspot.com/p/resistencia-no-brasil-locais-de-missa.html

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Campanha: Projeto A MATERNIDADE DIVINA

Esta campanha foi interrompida. Quem contribuiu, entre em contato com o www.kickante.com.br.

Por dever de consciência, e em respeito aos revs. Padres Jahir e Joaquim, publico os esclarecimentos dos organizadores da campanha: http://porquecreio.blogspot.com.br/2015/10/alguns-esclarecimentos.html.

São Matheus, Apóstolo e Evangelista

21 de setembro 

São Matheus

Apóstolo e Evangelista


Banhada pelas águas do lago Genezaré, cortada pelas principais estradas do país, sede das casas comerciais as mais importantes, era Cafarnaum,  uma das cidades mais florescentes da Palestina. No tempo de Jesus Cristo a Palestina era província romana, e onerosos eram os impostos e direitos aduaneiros que pesavam sobre os judeus.  A cobrança destas contribuições obrigatórias, era feita geralmente por rendeiros públicos, homens conhecidamente especuladores, verdadeiros esfoladores e sanguessugas do povo, e por isto todos mal vistos e odiados. Já o apelido de Publicano, isto é, pecador público, excomungado, que se lhes dava, não deixava dúvida sobre a má fama de que tais homens gozavam.

Rendeiro de Cafarnaum era Levi, filho de Alfeu, que mais tarde mudou o nome em Mateus, dom de Deus. Cafarnaum era a cidade pela qual Jesus Cristo mostrava grande simpatia, tanto que os santos Evangelhos a chamam sua cidade. Na sinagoga ou na praia do lago, doutrinou freqüentemente e curou muitos doentes.

domingo, 20 de setembro de 2015

DE UM TIRANO PARA OUTRO

O Papa é um monarca, representante de Deu na Terra, é o Doce Cristo na Terra. Mas não é um tirano. Não deve ser. A Igreja Católica está longe de ser uma democracia -  pois não há democracia na Religião - mas também não é uma tirania! Tirânicas são as falsas religiões inventadas pelos homens à imagem e semelhança de cada patético fundador. E mais, na Igreja, o poder não emana do povo, nem em seu nome é exercido. O poder na Igreja é de Deus. O Papa detém o poder justamente por representar a Deus. E, por isso mesmo, não pode - no sentido de que não é possível que assim seja, independente da vontade dele - usar o poder para transgredir, modificar ou "reinterpretar" a Lei divina a seu bel prazer. Sobretudo CONTRA o que Deus estabeleceu. E dai que quando se vê um Papa tratando respeitosamente um TIRANO, ASSASSINO, ABORTISTA, IMORAL, ATEU é de se questionar o que está acontecendo.   

Antes que se comece com a entoada de minha falta de caridade, de meu "discurso de ódio", de registrar que aqui não se trata de amor e ódio, Fidel não é o "homem (que) descia de Jerusalém a Jericó, e caiu nas mãos de salteadores que, depois de o despirem e espancarem, se retiraram, deixando-o meio morto" (S. Lucas 10,30-37) para que Francisco banque com ele o bom samaritano. O discurso do "dar a outra face" (que não tem a ver com caridade, mas com justiça) é uma OBRIGAÇÃO que temos diante das ofensas PESSOAIS. Aqui não se trata de opção, o cristão DEVE perdoar. Sete vezes sete. Mas quando se ofende a Deus... que outra face podemos dar se a face estapeada não é a nossa? Para as ofensa a Deus... a espada! Sete vezes sete. Dai que neste ponto me lembram que, na hora da morte, do alto da Cruz, Cristo "implorou" a Deus perdão para aqueles que o matavam, porque "não sabiam o que estavam fazendo" (S. Lucas 23,34). Verdade! Mas aqui eu tenho três questões a propor: 

1. A quem se referia Cristo? Aos judeus ou aos soldados romanos?  

2. Eles não sabiam o que estavam fazendo. E Francisco... também não sabe? E Fidel? E o Lula e a Dilma? Somente Deus conhece o coração humano, mas seria mesmo juízo temerário tirar uma conclusão com base no que dizem e fazem as pessoas? 

3. Cristo pediu. Mas qual foi a resposta de Deus? No meu modestíssimo, humilíssimo e ignaríssimo parecer, a resposta de Deus está em S. Matheus 27,51: "E eis que o véu do templo se rasgou em duas partes de alto a baixo".  

Assim, é de se refletir a respeito da diferença que há entre ofender ao próximo (criatura) e ofender a Deus (Criador), levando em consideração que neste último caso foi preciso Jesus Cristo nascer, padecer e morrer - e de que morte! - para reparar esta ofensa que foi e é infinita. Colocar Criador e criatura no mesmo patamar... não é sensato nem prudente. 

Portanto, com a licença (ou não) dos pacifistas de plantão, que apelam para a caridade para justificar mais esse ato não católico de Francisco, lembremo-nos de que o erro não tem direitos. Se Fidel tivesse se arrependido contritamente, se convertido e reparado o mal que fez, eu seria a primeira a acolhê-lo fraternalmente. Mas sabemos bem que nada mudou. NADA MUDOU. A não ser para pior. Porque o mal saiu de Cuba e se alastrou pelo Continente todo. Até nos EUA, que tem um presidente que deixa claro o que pensa. Em sendo assim, nada tendo mudado, não tendo Fidel se convertido, por que motivo Francisco o trata com tanta reverência? A pergunta parece meramente retórica, visto que sabemos que Francisco não é católico, mas há que se ver a big picture. Francisco não dá ponto sem nó

Por fim, eu e toda a Cristandade gostaríamos que Francisco se empenhasse assim em prol dos cristãos que continuam a morrer - e de que morte! - aos milhares, nas mãos dos muçulmanos. Ou em prol do matrimônio cristão e das família cristã, da moralidade cristã, das escolas cristãs. Coisas afeitas justamente a um Papa. E que deixasse o meio ambiente para os que praticam jardinagem.

Giulia d'Amore

* * *
 

DE UM TIRANO PARA OUTRO




“Agradeço a todos os que se esmeraram para preparar esta visita pastoral. E gostaria de pedir-lhe, Senhor Presidente, que transmita meus SENTIMENTOS DE ESPECIAL CONSIDERAÇÃO E RESPEITO a seu irmão Fidel”.

(Francisco ao dirigir-se, neste sábado, 19 de setembro, dia de Nossa Senhora de La Salette, ao tirano Raúl Castro, dirigiu estas palavras de tamanha consideração e respeito para com um dos maiores criminais e tiranos que o Comunismo teve, intrinsecamente perverso e anticristão. http://www.news.va/es/news/el-mundo-necesita-reconciliacion-en-esta-atmosfera.) 




clique na imagem para reler:
FRANCISCO, A CRUZ BLASFEMA, A IGREJA, O CICLONE

Fonte: http://syllabus-errorum.blogspot.com.br/2015/09/de-un-tirano-otro.html.  

*

MONS. FELLAY: PAGANDO O PREÇO PELA "ESTAMPILLA"

Acerca da interessante figura do Pe. Petrucci (de que se fala no final), ele é o cão pequeno que é mandado latir para que o público interno continue acreditando que nada mudou. Confira: http://www.renitencia.com/2014/05/a-revolucao-do-papa-francisco.html. Mas mudou, pois mudou a linguagem e mudou o que se diz. Já não se critica mais "o Papa", que é tratado como um semideus, ao qual devotam uma SACRÍLEGA obediência absoluta. A Francisco e a Fellay, frise-se! Já se encontram pretextos para ver com bons olhos as "gentilezas" que Francisco faz. Já se inventam razões para QUERER se integrar à igreja conciliar, reconhecendo FORMALMENTE nela a Igreja de Cristo. Já apostataram e ainda não se deram conta.

Giulia d'Amore 



MONS. FELLAY: PAGANDO O PREÇO PELA "ESTAMPILLA"

 

PORQUE MONS. FELLAY NÃO CRITICA OS MUITÍSSIMOS E GRAVÍSSIMOS ESCÂNDALOS DO PAPA FRANCISCO?









SIMPLES: PORQUE SE FALAR CLARO, SE CUMPRIR COM ESSE SEU SAGRADO DEVER, SE DISSER O QUE DEVE DIZER...



  NÃO HAVERÁ "ESTAMPILLA"










DISSE O P. PETRUCCI: "É importante que há um reconhecimento jurídico por parte do Papa sem que nos tenha solicitado uma contraprestação". TEM CERTEZA DE QUE NÃO HÁ CONTRAPRESTAÇÃO? E O QUE É O SILÊNCIO CÚMPLICE E TRAIDOR DE MONS. FELLAY DIANTE DE FRANCISCO, O DEMOLIDOR, SENÃO O PREÇO QUE SE PAGA PELA "ESTAMPILLA"?     

Seus vigias são cegos, ninguém sabe nada; todos são cães mudos, incapazes de ladrar (Isaías 56, 10).

Notícias da Resistência: Missa Tridentina em Sanford - Florida (USA)

Notícias da Resistência: Missa Tridentina em Sanford - Florida (USA)


A viagem do Rev. Pe. Ernesto Cardozo pela América continua, com uma parada em Sanford, na Flórida (USA). Aqui, algumas fotos de mais uma Missão Resistente!

(clique nas imagens para ampliar)


Santo Eustáquio e seus Companheiros, Mártires

20 de setembro 

Santo Eustáquio e seus Companheiros

Mártires

Etimologia: vem de "
Eystachios" (grego) = que produz muitas boas espigas, cheio de espigas.


Emblema: Palma

Martirologio Romano: Em Roma, comemoração de Santo Esutáquio Mártir, cujo nome é venerado em uma antiga diaconia da Urbe. 



O rico e vitorioso general Plácido, ainda que pagão, era uma pessoa muito lecada a fazer grandes beneficências, como o centurião Cornélio. A tradição dá conta de que um dia (100-1001 d.C.) estava caçando e perseguia um cervo de rara beleza e tamanho, quando este parou sobre uma rocha e, virando-se para o caçador, tinha, entre os chifres, uma cruz luminosa e por cima a figura de Cristo que lhe disse: "Plácido, porque me persegues? Eu sou Jesus, que tu honras sem o saber". 

Recuperado do susto, o general de Trajano decidiu ser batizado tomando o nome de Eustáquio ou Eustázio, e com ela também a esposa e os dois filhos com os nomes de Teopista, Teopisto e Agapio. 

Voltando ao monte, ouviu novamente a voz misteriosa que lhe prenunciava que viria a dar prova de sua paciência. E aqui começam os problemas, a peste mata os servos e depois os cavalos e o gado; os ladrões roubam-lhe tudo. 

Decide migrar para o Egito, durante a viagem, não podendo pagar pelo frete, vê o capitão lhe tirar a esposa pela qual se enamorara. Desembarcando, prossegue a viagem a pé, com os filhos, que lhe são tirados, um por um leão e o outro por um lobo, mas, salvos por habitantes do local, os dois rapazes crescem no mesmo vilarejo sem saber um do outro.  

sábado, 19 de setembro de 2015

Do modo de ajudar na Missa

Do modo de ajudar na Missa



A. – Para um só ajudante

I.  Observações gerais. – O ajudante deve assistir com toda a decência e compostura ao santo sacrifício da Missa, e todos os seus movimentos hão de ser como tal ato pede e como convém a um cristão piedoso.

  • Deve ter ordinariamente os olhos baixos, se não quiser ir acompanhando as cerimônias do Sacerdote: e em todo o caso há de atender de quando em quando, para o Sacerdote, para as velas, para o altar, etc., e ver se alguma coisa é necessária. Para traz ou para os lados nunca deve olhar.
  • Tenha as mãos postas, quando não as tiver ocupadas. Se com a direita estiver fazendo alguma coisa, a esquerda encoste-a decentemente ao peito.
  • Responda com voz clara e distinta, nem muito devagar nem muito depressa, e não comece a responder, enquanto o Sacerdote não acabar.
  • No altar, ou esteja o SS. Sacramento ou não, há de fazer genuflexão quando passar pelo meio.
  • Cuide em fazer a genuflexão com reverência e não precipitadamente, nem batendo de pancada com o joelho no chão, nem dobrando o corpo demasiadamente, nem voltado para o lado, mas direito e de frente para a cruz do altar, e sempre com o joelho direito.
  • Quando vem do altar para baixo, nunca se há de voltar de maneira que dê as costas à cruz. Assim, quando estiver do lado da Epistola, voltar-se-á pela esquerda, e do lado do Evangelho, pela direita.
  • Só virá ao meio do altar, quando tiver de passar para o outro lado, se não ajudar com outro.
  • A genuflexão nunca se faz no supedâneo ou no último degrau, senão sempre no plano.

São Januário, Mártir

19 de setembro

São Januário (Gennaro)

Mártir 


Na Catedral de Nápoles é celebrada hoje a grande festa com oitava, a que vem assistir milhares de fiéis não só da cidade como da circunvizinhança e de toda a Itália. A solenidade é viva expressão da veneração e gratidão ao grande Padroeiro São Januário, cujas preciosas relíquias se acham expostas em duas capelas da mesma Catedral. Em uma destas capelas é conservado o corpo do Santo,  quando a outra é repositório de sua cabeça e de duas ampolas de vidro com sangue do mártir, recolhido por uma piedosa mulher logo depois da decapitação deste. Todos os anos, no dia de hoje, é observado o milagre de São Januário, que consiste na liquefação do sangue contido nas ampolas, no momento em que estas são aproximadas da cabeça ou de qualquer  uma das relíquias do Santo. Sobre o fato não pode haver a mínima dúvida, pois tem sido presenciado por milhares de pessoas, e cientistas de diversos  credos  têm se ocupado deste fenômeno sem que dele tivessem achado uma explicação natural. Com sua proteção cresceu sempre o fervor da fé, e anualmente a procissão que os napolitanos lhe fazem adquirem novo esplendor.  


EDITADO em 20/09/2015: Este ano - 2015 - o milagre da liquefação do sangue do santo se repetiu. Sinal de bom auspício. Embora, em março, tenha acontecido o mesmo, nas mãos de Francisco. Segundo a crença, quando não se liquefaz, ou se liquefaz fora das datas, não é um bom sinal. Confira a notícia: http://www.abruzzo24ore.tv/news/Si-Rinnova-il-Miracolo-di-San-Gennaro-Anno-di-Buoni-Auspici/163330.htm. 

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Mobilização católica contra o ABORTO! Atentos CATÓLICOS!

Mobilização católica contra o ABORTO! Atentos CATÓLICOS!


Contatem os deputados da CCJ para pressioná-los a votar SIM ao projeto criminalização do anúncio de métodos abortivos e da prestação de auxílio ao aborto, principalmente por parte de profissionais de saúde, prevista no Projeto de Lei 5069/13
que está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados; A nossa ação é importantíssima para a defesa da Vida!

No link abaixo estão os telefones e emails de contato.

Deus vos abençoe!

http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/SAUDE/496321-DEPUTADOS-DIVERGEM-NA-CCJ-SOBRE-PROJETO-QUE-CRIMINALIZA-AUXILIO-AO-ABORTO.html.

Contate os deputados: http://www2.camara.leg.br/participe/fale-conosco/fale-com-o-deputado



Leia mais sobre o aborto: http://farfalline.blogspot.com.br/p/aborto.html


*

FESTA DE NOSSA SENHORA DA DEFESA

18 de setembro

Festa de Nossa Senhora da Defesa 




Nossa Senhora começou a ser venerada com esse título primeiramente na Catedral de Ozieri, que fica em Sassari, na Itália. Depois a devoção se espalhou pelo mundo.

O título Nossa Senhora da Defesa nasceu a partir de um episódio histórico, ocorrido na época das imigrações. Durante um rigoroso inverno, um exército dos Godos, vindos do Norte, instalou-se ameaçadoramente na Bacia de Ampezzano, na Itália. Os habitantes da região logo começaram a se reunir para organizar uma defesa. Acontece que eram pobres, não tinham armas nem um exército treinado capaz de vencer inimigo tão poderoso. Por isso, começaram a se reunir para rezar, pedindo ajuda a Nossa Senhora. O povo permaneceu unido, em oração, pedindo e esperando auxílio do céu.

São José de Copertino, Confessor

18 de setembro 

São José de Copertino

Confessor 


No dia 17 de junho de 1603, nasceu, no reino de Nápoles, na aldeia de Copertino, um menino de nome José. Era o filho mais novo da família Desa, cujo pai, um pobre carpinteiro, mal conseguia sustentar a família. Ele veio ao mundo num pequeno estábulo, onde permaneceu nos primeiros meses de vida, porque o pai, endividado, teve de vender o pouco que possuíam.

Apesar de pobre e iletrado, o menino foi criado no rigor dos ensinamentos de Cristo, pois sua família era muito religiosa. Assim foi a infância de José. Os únicos talentos por ele manifestados foram de ordem espiritual: o da oração e o da caridade para com os mais necessitados, que sofriam as agruras da miséria, como ele.

Quando completou dezessete anos, estava determinado a tornar-se frade. Mas até os capuchinhos que o haviam aceitado como irmão leigo fizeram-no devolver o hábito, por causa da sua grande confusão mental. Isso causou a José um sofrimento muito grande. Mas não desistiu. Finalmente, foi aceito no Convento de Grotella, pelos Frades Menores, que o acolheram e lhe deram uma tarefa simples: cuidar de uma mula.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

17 de setembro: Festa da impressão das chagas de São Francisco de Assis

17 de setembro 

Festa da impressão das chagas de São Francisco de Assis


E como continuasse neste propósito, um anjo
lhe apareceu em grande glória, trazendo
um cálice na mão esquerda e uma flecha
na mão direita. Enquanto Francisco se admirava
com esta visão, o anjo atravessou o cálice
uma vez com sua flecha, e imediatamente Francisco
ouviu uma melodia tão doce que sua alma se encheu

de encantamento – o que fez que ele ficasse
insensível a toda sensação do corpo. Como
posteriormente contou a seus companheiros,
caso o anjo passasse novamente a flecha pelo cálice, tinha dúvidas
se a sua alma não teria deixado seu corpo por causa da doçura intolerável

(Segunda Consideração dos Sagrados Estigmas).


Os estigmas que Francisco recebeu em 1224, no Monte Alverne, após uma visão do Cristo crucificado em forma de Serafim alado, são sinais visíveis de sua semelhança à humanidade de Cristo, nos seus três modos: na vida, na paixão e na ressurreição.

Francisco encontrou-se pela primeira vez com o Crucificado na pequena Igreja de São Damião. Num certo dia, conduzido pelo Espírito, entrou nessa Igreja e prostrou-se diante da imagem do Cristo crucificado que, movendo de forma inaudita os seus lábios, disse: “Francisco, vai e restaura minha casa que, como vês, está toda destruída” (2Cel 10,5). E, conta-nos Celano, que Francisco sentiu desde então uma inefável mudança em si mesmo, pois são impressos mais profundamente no seu coração, embora ainda não na carne, os estigmas da venerável paixão.

No entanto, foi ao ouvir o Evangelho acerca da missão dos apóstolos (Mt 10, 7-13), que Francisco compreendeu o real significado da voz do Crucificado, e imediatamente exclamou: “É isto que eu quero, é isto que eu procuro, é isto que eu desejo fazer do íntimo do coração” (1Cel 8,22). Assim, sob o toque ou o apelo de uma afeição, começou devotadamente a colocar em prática o que ouvira, isto é, distribuiu aos pobres todos os seus bens materiais, bem como renegou-se a si mesmo para que, exterior e interiormente livre, pudesse ir pelo mundo e anunciar aos homens a paz, a penitência e, enfim, o amor não amado de Deus.


ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA