Pesquisar este blog

domingo, 18 de dezembro de 2016

LITANIAS LAURETANAS ou LADAINHA DE NOSSA SENHORA

clique para ampliar a imagem

Com o termo “litanias lauretanas” (também ditas litanias da Beata Virgem Maria) se indicam as súplicas que se recitam ao final do Rosário ou Terço. O adjetivo “lauretanas” não indica o local de origem, mas o lugar que as tornou célebres: a Santa Casa de Loreto, onde se cantavam desde a primeira metade do século XVI. As litanias da Virgem são mais antigas; foi a fama do santuário que as difundiu na Igreja Católica latina. Hoje, são uma das orações mais populares à Mãe de Jesus


HISTÓRIA

A mais antiga fórmula conhecida das litanias à Virgem é datada do século XII, e se compõe de 73 invocações. Contém elogios como “flos virginitatis” (“flor de virgindade”), “forma sanctitatis” (“modelo de santidade”), “hymnus cælorum” (“hino dos céus”), “luctus infernorum” (“luto do inferno”), além das invocações que conhecemos. [1]


A partir da metade do século XVI, se tornam conhecidas as litanias cantadas no Santuário da Santa Casa de Loreto. Foram acrescentadas à recitação do Rosário pelo Papa Pio V, depois da vitória da Santa Liga em Lepanto

Somente os papas têm o poder de introduzir novas invocações: [2]

O próprio Papa Pio V foi o primeiro a introduzir uma invocação: “auxilium christianorum” (“auxílio dos cristãos”), após a vitória de Lepanto

Em 1587, Papa Sisto V aprovou outras 43 invocações, com um decreto pontifício.

Em 1768, Papa Clemente XIII inseriu “mater immaculata” (“Mãe imaculada”), a pedido do rei da Espanha, Carlos III

Em 1854, com a proclamação do Dogma da Imaculada Conceição, Papa Pio IX tornou obrigatória a definição: “regina sine labe originali concepta” (“Rainha sem pecado concebida”). 

O Papa Leão XIII, em 1883, acrescentou “regina sacratissimi Rosarii” (“Rainha do Sacratíssimo Rosário”), que aconselhou para o mês de outubro. De fato, é durante este mês que a Igreja Católica festeja o Santíssimo Rosário de Nossa Senhora, cuja memória cai no dia 7 de outubro, aniversário da histórica batalha de Lepanto

Em 1903, o próprio Papa Leão XIII introduziu também “mater boni consilii” (“Mãe do bom conselho”), como homenagem ao Santuário de Genazzano, sua cidade natal. 

Regina pacis” (“Rainha da Paz”) foi acrescentada pelo Papa Bento XV, durante a primeira guerra mundial. 

Regina in cælum assumpta” (“Rainha Assunta ao Céu”), foi acrescentada por Papa Pio XII, em 1950 (Proclamação do Dogma da Assunção). 


ACRÉSCIMOS PÓS CONCÍLIO VATICANO II: 
- “Mater Ecclesiae” (“Mãe da Igreja”), foi adicionada por Paolo VI, em 1965, na conclusão do Concílio Vaticano II. 
Mater misericordiae” (“Mãe da misericórdia”) foi adicionada por João Paulo II (pela sua fixação pela herética Faustina?). 
Regina familiæ(e nisso se nota a decadência do latim na Cúria, porque o conceito de “rainha da família”, entendida a família como Instituição, ou seja, “rainha de todas as famílias”, em latim se escreve no plural: “regina familiarum”, enquanto que “regina familiae” significa “rainha de uma determinada família”) foi introduzida também por João Paulo II, em 1995. 


LITANIAS LAURETANAS (EM PORTUGUÊS) 

As Litanias Lauretanas representam uma singular “oratio fidelium” (“oração dos fiéis”), invocação com coros alternados, um solista e a assembleia, que canta a ação de Deus em Maria e na Igreja. A Beata Virgem Maria é invocada com os títulos que se originam seja de fórmulas devocionais, seja de figuras bíblicas tradicionalmente associadas a Ela. As litanias têm, por definição, uma natureza repetitiva, e, em tais preces, as fórmulas “Rogai por nós” e “Tende piedade de nós” são repetidas frequentemente (assim como a fórmula “Kyrie eleison” – “Senhor, piedade” – dirigida a Cristo no início das litanias). “Mater”, “Virgo”, “Vas” e “Regina” são títulos honoríficos evidenciados por quem os recita. A oração se conclui com um tripleto similar ao Agnus Dei, seguido por uma oração. 


INÍCIO: SÚPLICAS A CRISTO 

V. Senhor, tende piedade de nós.
R. Senhor, tende piedade de nós.
V. Jesus Cristo, tende piedade de nós.
R. Jesus Cristo, tende piedade de nós.
V. Senhor, tende piedade de nós.
R. Senhor, tende piedade de nós.
V. Jesus Cristo, ouvi-nos.
R. Jesus Cristo, ouvi-nos.
V. Jesus Cristo, atendei-nos.
R. Jesus Cristo, atendei-nos.


INVOCAÇÕES À SANTÍSSIMA TRINDADE  

V. Pai Celeste que sois Deus, 
R. Tende piedades de nós. 
V. Filho Redentor do mundo que sois Deus,
R. Tende piedades de nós. 
V. Espírito Santo que sois Deus,
R. Tende piedades de nós. 
V. Santíssima Trindade que sois um só Deus,
R. Tende piedades de nós.


Estas invocações foram ab-rogadas pelos modernistas (cf. C.E.I., Rito per l’incoronazione dell’immagine della beata Virgem Maria, 15.08.1982; C.E.I., Benedizionale, 02.07.1992). 



LITANIAS À VIRGEM 

Louvamos, rogamos e cantamos a Maria; invocamos, suplicamos, pedimos o Seu Amor.

V. Santa Maria,
R. Rogai por nós. 
V. Santa Mãe de Deus,
R. Rogai por nós. 
V. Santa Virgem das virgens,
R. Rogai por nós. 
V. Mãe de Jesus Cristo,
R. Rogai por nós. 
V. Mãe da divina graça,
R. Rogai por nós. 
V. Mãe puríssima,
R. Rogai por nós. 
V. Mãe castíssima,
R. Rogai por nós. 
V. Mãe Imaculada,
R. Rogai por nós. 
V. Mãe intemerata
R. Rogai por nós. 
V. Mãe amável,
R. Rogai por nós. 
V. Mãe admirável,
R. Rogai por nós. 
V. Mãe do Bom Conselho,
R. Rogai por nós. 
V. Mãe do Criador,
R. Rogai por nós. 
V. Mãe do Salvador,
R. Rogai por nós. 
V. Virgem prudentíssima,
R. Rogai por nós. 
V. Virgem venerável,
R. Rogai por nós. 
V. Virgem louvável,
R. Rogai por nós. 
V. Virgem poderosa,
R. Rogai por nós. 
V. Virgem clemente,
R. Rogai por nós. 
V. Virgem fiel,
R. Rogai por nós. 
V. Espelho de justiça,
R. Rogai por nós. 
V. Sede de sabedoria,
R. Rogai por nós. 
V. Causa da nossa alegria,
R. Rogai por nós. 
V. Vaso espiritual,
R. Rogai por nós. 
V. Vaso digno de honra,
R. Rogai por nós. 
V. Vaso insigne de devoção,
R. Rogai por nós. 
V. Rosa mística,
R. Rogai por nós. 
V. Torre de David,
R. Rogai por nós. 
V. Torre de marfim,
R. Rogai por nós. 
V. Casa de ouro, 
R. Rogai por nós. 
V. Arca da aliança,
R. Rogai por nós. 
V. Porta do Céu,
R. Rogai por nós. 
V. Estrela da manhã,
R. Rogai por nós. 
V. Saúde dos enfermos,
R. Rogai por nós. 
V. Refúgio dos pecadores,
R. Rogai por nós. 
V. Consoladora dos aflitos,
R. Rogai por nós. 
V. Auxílio dos cristãos,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha dos Anjos,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha dos Patriarcas,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha dos Profetas,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha dos Apóstolos,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha dos Mártires,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha dos Confessores,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha das Virgens,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha de todos os santos,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha concebida sem pecado original,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha Assunta ao Céu,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha do Sacratíssimo Rosário,
R. Rogai por nós. 
V. Rainha da Paz,
R. Rogai por nós.


AGNUS DEI 

V. Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo,
R. Perdoai-nos, Senhor!
V. Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo,
R. Ouvi-nos, Senhor!
V. Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo,
R. Tende piedade de nós!


PRECE DE CONCLUSÃO 

V. Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


OREMOS 

Senhor Deus, nós Vos suplicamos que concedais a Vossos servos lograr perpétua saúde de alma e corpo; e que pela gloriosa intercessão da Bem-Aventurada Sempre Virgem Maria sejamos livres da presente tristeza e gozemos da eterna alegria. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

Amém



LITANIAE LAVRETANAE BEATAE MARIAE VIRGINIS (em latim)

Kyrie, eleison.
Christe, eleison.
Kyrie, eleison.
Christe, audi nos.
Christe, exaudi nos.

Pater de coelis, Deus, miserere nobis.
Filii, Redemptor Mundi, Deus, miserere nobis.
Spiritus Sancte, Deus, miserere nobis.
Sancta Trinitas, unus Deus, miserere nobis.

Sancta Maria, ora pro nobis.
Sancta Dei Genitrix, ora pro nobis.
Sancta Virgo virginum, ora pro nobis.
Mater Christi, ora pro nobis.
Mater Divinae Gratiae, ora pro nobis.
Mater purissima, ora pro nobis.
Mater castissima, ora pro nobis.
Mater inviolata, ora pro nobis.
Mater intemerata, ora pro nobis.
Mater inmaculata, ora pro nobis.
Mater amabilis, ora pro nobis.
Mater admirabilis, ora pro nobis.
Mater boni consilii, ora pro nobis.
Mater Creatoris, ora pro nobis.
Mater Salvatoris, ora pro nobis.
Virgo prudentissima, ora pro nobis.
Virgo veneranda, ora pro nobis.
Virgo predicanda, ora pro nobis.
Virgo potens, ora pro nobis.
Virgo clemens, ora pro nobis.
Virgo fidelis, ora pro nobis.
Speculum Iustitiae, ora pro nobis.
Sedes sapientae, ora pro nobis.
Causae nostrae letitiae, ora pro nobis.
Vas spirituale, ora pro nobis.
Vas honorabile, ora pro nobis.
Vas insigne devotionis, ora pro nobis.
Rosa Mystica, ora pro nobis.
Turris davidica, ora pro nobis..
Turris eburnea, ora pro nobis.
Domus aurea, ora pro nobis.
Foederis arca, ora pro nobis.
Ianua Coeli, ora pro nobis.
Stella matutina, ora pro nobis.
Salus infirmorum, ora pro nobis.
Refugium peccatorum, ora pro nobis.
Consolatrix afflictorum, ora pro nobis.
Auxilium christianorum, ora pro nobis.
Regina Angelorum, ora pro nobis.
Regina Patriarcharum, ora pro nobis.
Regina Profetarum, ora pro nobis.
Regina Apostolorum, ora pro nobis.
Regina Martyrum, ora pro nobis.
Regina Confessorum, ora pro nobis.
Regina Virginum, ora pro nobis.
Regina sanctorum omnium, ora pro nobis.
Regina sine labe originale concepta, ora pro nobis.
Regina in coelum assumpta, ora pro nobis.
Regina Sacratissimi Rosarii, ora pro nobis.
Regina pacis, ora pro nobis.

Agnus Dei, qui tollis peccata mundi, parce nobis, Domine.
Agnus Dei qui tollis peccata mundi, exaudi nos, Domine.
Agnus Dei, qui tollis peccata mundi, miserere nobis.

Ant. Sub tuum praesidium configimus, Sancta Dei Genetrix: nostras deprecationes ne despicias in necesitatibus, sed a periculis cunctis liber nos semper, Virgo gloriosa et benedicta.

Per annum:

V. Ora pro nobis, Sancta Dei Genitrix.
R. Ut digni efficiamur promissionibus Christi.

Oremus. Concede nos famulos tuos, quaesumus, Domine Deus, perpetua mentis et corporis sanitate gaudere: et gloriosa beatae Mariae semper Virginis intercessione, a praesenti liberari tristitia, et aeterna perfrui laetitia. Per Christum Dominum nostrum. R. Amen.


Tempore Adventus:
V. Angelus Domini nuntiavit Mariae,R. Et concepit de Spiritu Sancto.
Oremus. Deus, qui de beatae Mariae Virginis utero Verbum tuum, Angelo nuntiante, carnem suscipere voluisti: praesta supplicibus tuis; ut, qui vere eam Genitricem Dei credimus, eius apud te intercessionibus adiuvemur. Per Christum Dominum nostrum. R. Amen. 
Tempore Nativitatis:
V. Post partum, Virgo, inviolata permansisti,R. Dei Genetrix, intercede pro nobis.
Oremus. Deus, qui salutis aeternae, beatae Mariae virginitate fecunda, humano generi praemia praestitisti: tribue, quaesumus; ut ipsam pro nobis intercedere sentiamus, per quam meruimus Filius tuum auctorem vitae suscipere. Qui tecum vivit et regnat in saecula saeculorum. R. Amen. 
Tempore Paschali:
V. Gaude et laetare, Virgo Maria, alleluia.R. Quia surrexit Dominus vere, alleluia.
Oremus. Deus, qui per resurrectionem Filii tui, Domini nostri Iesu Christi, mundum laetificare dignatus es: praesta, quaesumus: ut, per eius Genitricem Virginem Mariam, perpetuae capiamus gaudia vitae. Per eundem Christum Dominum nostrum. R. Amen.



OUTRAS LITANIAS À VIRGEM

As Litanias Lauretanas não são as únicas litanias à Virgem: há também as litanias dos Dominicanos, que apresentam um caráter menos popular e mais douto. Também há as Litanias a Nossa Senhora de Lourdes


OUTRAS LITANIAS QUE SE ENCONTRAM NOS LIVROS LITÚRGICOS SÃO:

As Litanias dos Santos (link externo - Latim/Inglês). 
As Litanias ao Santíssimo Nome de Jesus
As Litanias ao Sagrado Coração de Jesus (aqui Saudações ao Santíssimo Coração de Jesus). 
As Litanias ao Preciosíssimo Sangue de Jesus
As Litanias a São José
As Litanias do Santíssimo Sacramento

Outras litanias


ARTE & MÚSICA 

As Litanias Lauretanas foram magistralmente representadas no século XVIII pelos incisores alemães Klauber, que realizaram 51 tábuas [baixe o PDF com imagens das litanias: clique aqui; ou aqui], cada uma das quais faz referência a uma invocação mariana. Raríssimo é encontrar a série íntegra, pois as preciosas tábuas geralmente são desmembradas e vendidas separadamente por meros fins de lucro, uma vez que são procuradas não pelo tema mas pela qualidade incisória e inventiva.  

Em 1771, Wolfgang Amadeus Mozart musicou as “Litaniae de Beata Maria Virgine Lauretanae”: 



Se não abrir o vídeo, clique aqui: https://youtu.be/OGBg9AsMy7M


NOTAS 
1. Movimento Domenicano del Rosario, “Litanie della Madonna, la storia”, em “Il nuovo Diario-Messaggero”, 12 outubro.
2. “Litanie della Madonna”, obra citada. 

BIBLIOGRAFIA 
“Litanias Lauretanas”, de G. Basadonna e G. Santarelli, Libreria Editrice Vaticana, Roma, 1997 (Guida storica e commento teologico alle Litanias Lauretanas). 

Fonte: https://it.wikipedia.org/wiki/Litanie_lauretane. Não há em português. Quem quiser copiar a tradução e postar na Wikipédia, esteja à vontade. Não tenho tempo para isso. 
Tradução & Compilação: Giulia d’Amore.    

   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA