Pesquisar este blog

Novidades!!!

quinta-feira, 3 de março de 2016

MISSÃO SÃO JOSÉ DE POUSO ALEGRE: CARTA DE APOIO AO PADRE ERNESTO CARDOZO

Na sequência do convite feito pela Missão Sagrada Família de Betim (MG), outra Missão manifesta publicamente seu apoio ao reverendo Pe. Cardozo.



CARTA ABERTA DE APOIO AO REV. PE. ERNESTO CARDOZO




“É melhor uma grei sem pastor do que ter um lobo por pastor”. Santo Inácio de Loyola [1] 



A Missão São José de Pouso Alegre/MG-Brasil, declara apoio aberto, geral e irrestrito ao Padre Ernesto Javier Cardozo, no que concerne à sua posição na condenação formal do Concílio Vaticano II e nas suas declarações a respeito da inexistência de Milagres fora da Igreja e todo o tema que circunda esta polêmica.
Aderimos ao apostolado do Padre Ernesto Javier Cardozo, entanto e enquanto o mesmo siga a ensinar (como vem fazendo) a Doutrina Católica em consonância com todo o Verdadeiro Magistério Eclesial, a saber, pré-conciliar, sem sofismas, sem ambiguidades e sem heterodoxia.
Rechaçamos quaisquer formas de ataque pessoal à pessoa do padre e dos seus colaboradores, como tem sido feito, tendo em vista que a polêmica é Doutrinal e não pessoal. Aos detratores do padre, “pedimos” [2] refutações concretas, sem ambiguidades e sofismas, ao invés de ataques pessoais, o que empobrece a discussão.
A respeito da Sagração Episcopal a ser realizada em Nova Friburgo/RJ, sendo o candidato ao episcopado Dom Tomás de Aquino, osb, não compartilhamos deste ato até que todos os envolvidos nesta polêmica desfaçam o imbróglio criado por eles mesmos.
Somos filhos espirituais de Dom Castro Mayer e Dom Marcel Lefebvre e, por isso, não aceitamos sermos confundidos com todos os que pensam que “a Igreja conciliar e neomodernista não é portanto nem uma Igreja substancialmente diferente da Igreja Católica nem absolutamente idêntica; ela tem misteriosamente algo de um e de outra: é um corpo estranho que ocupa a Igreja Católica. É preciso distingui-las sem separá-las.” [3]
Dom Castro Mayer, com sabedoria e viva inteligência, diferente dos que acreditam que a igreja neo-modernista e a Igreja Católica encontram-se intimamente unidas a ponto de “distingui-las sem separá-las”, diz que “uma igreja engajada irreversivelmente nesse ecume­nismo pós-conciliar não é a Igreja de Cristo, Igreja Católica Apostólica Romana. Os fiéis não podem seguir seu ensinamento. Os católicos para conservarem fiéis aos ensina­mentos de Nosso Senhor Jesus Cristo, devem estar alertas e vigilantes para não se deixarem levar por essa falsa igreja.” [4]
Com isso, sem mais, deixamos clara a nossa posição e a nossa adesão ao Apostolado do Padre Ernesto Cardozo, rogando a Deus que lhe dê muita saúde e vida longa, porque, como mesmo disse Dom Richard Williamson: “o caos ficará ainda pior...”
Destarte, conclamamos a todas as Missões que apóiem o Padre Ernesto Cardozo, sua posição e seu Apostolado a fazer cartas abertas demonstrando a sua fiel adesão.
Pouso Alegre/MG-Brasil, 03 de março de 2.016.



**************
Notas:
[1] Santo Inácio de Loyola a São Pedro Canísio, 13 de agosto de 1554 citado em VIGIL, José Maria. Vivendo o Concílio. Trad. J. Alves. São Paulo: Paulinas, 1987, pág. 203.
[2] Coloca-se aspas na palavra “pedimos” porque não é um pedido em si, senão, uma lembrança de que estamos tratando de questões doutrinais e não de questões pessoais.
[3] Revista “Le Sel de la terra” dos dominicanos de Avrillé, edição de inverno de 2015, podendo, o artigo, ser lido em português, aqui.


[4] Texto: “A Igreja do Vaticano II não pode ser a Igreja Católica”, podendo ser lido aqui. Os grifos não contém nos originais.



Fonte: http://missaosaojosepa.blogspot.com.br/2016/03/carta-aberta-de-apoio-ao-revpeernesto.html.
_

2 comentários:

  1. Adelante soldados de Cristo! Viva Cristo Rey! Saludos desde México!

    ResponderExcluir
  2. Gracias, cristero! Adelante, que los perros están aullindo!!!

    ResponderExcluir

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA