Pesquisar este blog

Novidades!!!

quarta-feira, 30 de março de 2016

A ESTOCADA FINAL DO APÓSTATA FELLAY, E SUA JURISDIÇÃO INFERNAL

Para reflexão.  

Uma observação necessária: friso mais uma vez que o Pale Ideas não é sedevacantista. Pelo menos, ainda não nos foi dado poder do Alto para declararmos vacante a Sé de Pedro. Que Francisco não é católico, é um fato. Mas se ele é ou não é Papa, Deus sabe! 

De qualquer forma, tendo em vista que a Igreja ainda não se manifestou oficialmente a respeito do "sedevacantismo" - portanto a causa não é "finita" - o tema está aberto à discussão e é licitamente opinável. Logo, quem é a favor do sedevacantismo não é herege. E, por outro lado, quem é contra não é, só por isso, um católico insuspeito. Devagar com o andor...  

E com o presente artigo, caros leitores, voltamos ao tema que seguíamos com interesse: a alegre Cruzada de Fellay, cantando o "Te Deum" (e absolvendo pelo período exclusivo de um ano, e com a autorização [?] de Francisco), rumo à plena comunhão com a Igreja do CVII. Traduzindo: a busca do SBQ ("Selinho Bergoglio de Qualidade")! E já se pode observar por aí, em sites de relacionamento pela web, que as coisas andam mudando por aqueles lados. Com acordo ou sem acordo, tem fellayetes assistindo à missa motu proprio. E à luz do dia... Logo estarão cantando Cumbayá com os RCCs. Sic

Por fim, é verdade que estávamos distraídos com a questão da falsa "Resistência" - falsa porque, se a Novus Ordo Missae é boa, se há milagres de Deus entre os hereges, se é lícito assistir à missa protestantizada do CVII (que tem todos os dias em qualquer igreja perto de sua casa)... afinal, eles resistem a que? -, mas isso, graças a Deus, é um assunto resolvido e encerrado. Podemos ter perdido alguns anéis, mas felizmente preservamos os dedos! Aleluia!  

Bom, durante esse tempo, andei acompanhando as coisas no alegre mundo de Fellay, ainda que não tenha publicado tudo a respeito. Só para recordar, leiam aqui. Depois disso, Dom Del Galarreta veio a público confirmar o que o Cardeal Pozzo havia dito (no link anterior), mas esclarecendo que haverá um "reconhecimento unilateral", que, traduzindo, significa que Francisco dá tudo e a Neofrat não dá nada. I see... Depois, Dom Tissier veio a público, com muita diplomacia, "condenar" Francisco, com palavras melífluas, como era de se esperar dele. Por fim, Dom Fellay veio a público desmentir Dom De Galarreta: não há reconhecimento unilateral, não há acordo, não há nada... Mas a Neofrat está no Jubileu bergogliano, cantando e absolvendo normalmente! E normalmente continua se encontrando com os "amigos romanos". Deve ser para falar do clima....  

E aqui estamos.  

Meu comentário sobre o texto abaixo. De fato, é um texto duro, mas quem pode apontar nele qualquer erro? Falta caridade? Pode ser. Mas quem disse que a Verdade deve estar sempre acompanhada da Caridade? Quando possível, sim, mas quando a OBSTINAÇÃO impera... é necessário, até por um imenso amor às almas, deixar as boas maneiras de lado para continuar dizendo a verdade, nua e crua, sem rodeios. O cristão é por essência um intolerante; e é bom e útil que assim seja, pois quando começa a tergiversar (Fellay: "95% bom, 5% discutível"; Williamson: "a missa nova é boa") sobre as coisas que importam, acabará logo se tornando um liberal. É o que ocorreu com todas as comunidades Ecclesia Dei. É o que ocorreu com a Neofrat. É o que ocorreu com a "Resistência" de Dom Williamson... 

O primeiro parágrafo é um comentário do Pacientes na Tribulação. O resto é do Roma Mariana. Vamos ao texto. Grifos meus.

Palavras duras? Podem até ser. Mas, principalmente, são verdadeiras. Quem não quiser perder a alma tem a grave obrigação de não apoiar os traidores que aceitam “jurisdição” oferecida pelo usurpador Bergoglio, herege público que trabalha com afinco para destruir o Catolicismo.


Giordano Bruno, herói da Maçonaria
.
D
esde a morte de Monsenhor Lefebvre que os novos dirigentes da Fraternidade QUE FOI DE SÃO PIO X, procederam a uma inversão radical de rumos, os quais passaram a consubstanciar o abandono do combate pela Fé Católica, em prol da plena e almejada integração da dita Fraternidade na apóstata seita conciliar.


Chegados à meia idade, incomodados com o desfavor social da sua condição, os novos dirigentes da Fraternidade resolveram MEDIR A FÉ CATÓLICA PELOS SEUS PRÓPRIOS INTERESSES HUMANOS E PESSOAIS; PELOS SEUS PENSAMENTOS HUMANOS; PROSTITUINDO-SE AO MUNDO E À SEITA CONCILIAR QUE DEVIAM COMBATER COM TODAS AS SUAS FORÇAS.

Porque a Fraternidade São Pio X, sobretudo após as Sagrações de 30 de Junho de 1988, foi constituída essencialmente como corpo de combate, teológico, filosófico, moral e social; cuja missão era não apenas manter viva a Doutrina Católica, o seu Magistério, o seu Santo Sacrifício da Missa, os seus Santos Sacramentos, mas concomitantemente DENUNCIAR VIRILMENTE, VIGOROSAMENTE, PERANTE O MUNDO, E COM TODOS OS MEIOS À SUA DISPOSIÇÃO, A FRAUDE MONSTRUOSA, O DEICÍDIO, EM QUE CONSISTIU A EDIFICAÇÃO DA CIDADE SEM DEUS, A PARTIR DAS ESTRUTURAS USURPADAS E DA NOMENCLATURA DA SANTA MADRE IGREJA. Esta fraude é  única na História Universal, e é constitutiva do início da idade pós-Cristã.

Os atuais chefes da dita Fraternidade, sobretudo o referido Fellay, procedem  à reencenação do truque maçônico gizado há perto de dois séculos, e que pretendia dissolver conteúdos salvaguardando aparências, ou seja: PROCLAMAR MATERIALMENTE O BEM, PARA MAIS EFICAZ E SUBLIMINALMENTE FAZER PASSAR, FORMALMENTE, O MAL. O resultado desta rendição incondicional é que a dita Fraternidade perdeu as vocações vindas do exterior, conservando somente àquelas que procedem das suas próprias escolas. E isto é só o começo, porque em breve – se é que o processo ainda não se iniciou – uma hemorragia semelhante à sofrida pela seita conciliar nos anos sessenta e setenta é inevitável: NINGUÉM SE CONVERTE PARA FICAR NA MESMA – OU PIOR!

Depois de afirmar que concorda com noventa e cinco por cento do concílio; depois de garantir dogmaticamente que a Igreja conciliar e seus falsos papas constituem a verdadeira Igreja e os verdadeiros sucessores de Pedro; depois de demonstrar uma supina estupidez, Teológica, Filosófica, Jurídica e Canônica, proferindo a asserção de que os fiéis deviam escolher no magistério conciliar só o que fosse ortodoxo, rejeitando tudo o mais; como se uma Função constituída por um Princípio Fundamental – neste caso a Fé Teologal Sobrenatural –  NÃO FOSSE NECESSARIAMENTE UNA E INDIVISÍVEL. Depois de expulsar sacerdotes fiéis à Fé Católica e a Monsenhor Lefebvre, tornando-os sacerdotes ” vagos”, isto é, sem vínculo canônico a uma autoridade episcopal, ou a um Superior maior de uma Ordem Religiosa isenta. Depois de todos os sorrisos e abraços aos falsos papas, mostrando claramente que Fellay é um maçom infiltrado na obra de Monsenhor Lefebvre; depois de tudo isso, eis que o dito Fellay nos vem dizer que RECEBEU DE BERGOGLIO JURISDIÇÃO CANÔNICA PARA OS PADRES DA FRATERNIDADE ADMINISTRAREM, VÁLIDA E LICITAMENTE, OS SACRAMENTOS DA PENITÊNCIA E DO MATRIMÔNIO, DURANTE O DITO JUBILEU DA MISERICÓRDIA; que na realidade é o jubileu dos cinquenta anos do deicídio da declaração da dita liberdade religiosa.

E nós que pensávamos que a Jurisdição da Fraternidade promanava do SUPRIMENTO DA IGREJA ETERNA. Suprimento que é garantido pela própria Constituição de Direito Divino Sobrenatural da Santa Madre Igreja?!?!

Que dizer que um homem, Bergoglio, que se assegura sacerdote, mas que AFIRMA NÃO PODER JULGAR SODOMITAS! Que esse mesmo homem, que o mundo julga ser papa, CONSOLIDOU JURIDICAMENTE O DENOMINADO “DIVÓRCIO CATÓLICO”, arremessando para a sentina dois mil anos de Doutrina Teológica, Moral e Canônica, profanando o conceito de declaração de nulidade – necessariamente de interesse Sobrenatural, Teológico e Objectivo – com a mentalidade divorcista de interesse puramente subjetivo e carnal. 

Que esse mesmo Bergoglio, justamente para o denominado “Jubileu da Misericórdia”, instituiu a “legitimação administrativa do aborto”, que elimina totalmente o conceito de ofensa a Deus Nosso Senhor, para considerar apenas, e na melhor das hipóteses, UM DANO ECOLÓGICO.

Para Bergoglio – SÓ O HOMEM EXISTE!

E eis que agora aparece o apóstata Fellay – traidor da Fé Católica e traidor da memória de Monsenhor Lefebvre –  CANALIZANDO A “JURISDIÇÃO” DE BERGOGLIO PARA OS PADRES DA FRATERNIDADE, QUE ASSIM FICAM MACULADOS, MESMO INVOLUNTARIAMENTE, COM A PEÇONHA DO ANTI-CRISTO.

Desde já vivamente aconselho todos aqueles fiéis QUE, COMO EU, embora contrariado, cumpriam o preceito dominical e socorriam-se dos Sacramentos em Capelas da Fraternidade – QUE DEIXEM DE O FAZER.

Que a Santa Missa é válida? Sem dúvida, mas até 1969, também a Missa, em princípio, era válida na Igreja conciliar, encontrando-se esta já irremediavelmente corrompida pela Maçonaria. Como dizia Monsenhor Lefebvre: SÃO OS SUPERIORES QUE FAZEM OS SÚDITOS, E NÃO O CONTRÁRIO.

Até a dita Fraternidade obter de Deus Nosso Senhor Superiores que invertam em cento e oitenta graus a política deicida e suicida de Fellay, não devemos frequentar as suas capelas, solicitando o Sacramento da Penitência só numa situação moral muito aflitiva ou em perigo de morte.

Que os sacerdotes bons e fiéis que existem na Fraternidade, e são muitos, graças a Deus, não se intimidem  com o cúmplice do anti-Cristo, que recebe Jurisdição, sim, mas diretamente do Inferno. 

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Lisboa, 29 de Março de 2916

Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral


Fonte: https://promariana.wordpress.com/2016/03/29/a-estocada-final-do-apostata-fellay-e-sua-jurisdicao-infernal.
Visto em: https://intribulationepatientes.wordpress.com/2016/03/29/a-estocada-final-do-apostata-fellay-e-sua-jurisdicao-infernal




* * *



  

COMENTARISTA, LEIA ANTES O 
LEIA ANTES DE COMENTAR
THANKS! 
  
* * *
 
http://edicoescristorei.blogspot.com.br

*
É possível que, ao enviar este post por e-mail, o botão de doação acima não funcione. Nesse caso, envie um e-mail para edicoes.cristo.rei@gmail.com, ou diretamente para o Rev. Pe. Cardozo: runaejcv@gmail.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA