Pesquisar este blog

Novidades!!!

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

RESISTÊNCIA: Esclarecimento do Pe. Méramo

Esclarecido... Para quem ainda tinha dúvidas se Pe. Méramo deixou Radiocristandad e os PP. Ceriani, Grosso e Turco para se juntar à Resistência, sob Dom Williamson, leiam (ou ouçam) o que ele mesmo declara.

EDITADO: Ok, depois de alguns emails, a dúvida persiste. Aqui a "tradução": Sim, o Pe. Meramo assinou aquela lista de padres resistentes, mas o fez porque entendeu que era apenas "estatística" e não uma lista de adesão à Resistência, sob Dom Williamson. O fato de ter aparecido na foto abaixo, segundo ele, não autoriza ninguém a concluir que ele tenha mudado de lado, pois, como ele mesmo afirma, a trajetória dele continua a mesma, as opiniões dele continuam as mesmas, e delas não vai se retratar.

Mais claro que isso... só desenhando!

G.

INTRODUÇÃO AO SERMÃO DO III DOMINGO DEPOIS DA EPIFANIA (26/01/14 ) 

P. Meramo

 

Estimados irmãos, em primeiro lugar, quero fazer um pequeno esclarecimento em relação à inclusão de meu nome em uma lista. O motivo foi porque me disseram que era uma atualização histórica e estatística dos padres que deixaram ou foram expulsos da Fraternidade, sem que por isso se pertença a nenhum grupo, nem a uma tomada de posição diferente da que sempre tive e terei.

Digo isto por que, se alguns puderam, por esse fato, pensar alguma outra coisa, seja qual for o motivo, fique claro que foi porque, em consideração ao que se tratava, a uma coisa estatística. Outra coisa é que, pelo contexto e o modo como se ponha, como se diga, como se marque, dá a impressão de que se tratara de outra coisa.

Dito isto, creio que ficou claro. E para mim, pessoalmente, sempre é a trajetória, que não se pode alterar com uma vírgula que pode mudar as coisas; digo isso porque é próprio do espírito moderno que uma foto, que uma palavra, quem uma lista, o que for, a nossas mentes modernas e não ancoradas na verdade, nos pode fazer mudar de golpe e porrete; e assim temos o que se tem, conscientizada à opinião pública que, com a foto de um presidente ou o que seja, derrubam ou enaltecem o que for, porque nosso espírito moderno não vê a trajetória das coisas, e como é manipulada por imagens, que mudam constantemente,  então, assim, acreditamos que as pessoas mudam; e certamente podem mudar, mas se eu vejo que um sacerdote depois de 20 anos ou mais nunca teve que retificar, em mais de 20 ou 30 escritos teológicos de alto calibre, como o Magistério, a infalibilidade, a crise atual, o apocalipse, não creio que isso reste como carta perdida.

Penso que, com este esclarecimento, qualquer dúvida se deve normalmente dissipar, se houver boa vontade. Se houver má vontade, contra isso nem Deus pode fazer nada. Por quê? Por que Deus respeita a liberdade, e, por isso, a triste história que livremente, se não nos salvamos com a ajuda e graça de Deus, nos condenamos por nossa própria liberdade, conscientemente.

Bem, dito isso, creio que deva ficar claro.

Se chegar a ter dúvidas, então, tentarei sempre de responder, mas creio que a melhor resposta é a integridade doutrinal que sempre se pode verificar entre o que eu disse há 20 anos e o que eu digo hoje. Coisa que, por sinal, e aqui volto a me alongar, eu não queria falar muito, mas é um defeito, de excesso, por vezes, querer esclarecer, e de pronto, e, ao invés de esclarecer, se acaba por enrolar-se mais.

Bem, de qualquer maneira, são muito poucos os que podem ter mantido uma direção sem ter que se retratar sobre coisas importantes, e sem que ninguém possa dizer “isso é teologicamente falso”; haverá erros menores, mas erros substanciais, teológicos, creio que não: e se houver, agradeceria se alguém me faça ver isso, porque errar é humano, perseverar no erro é diabólico, e, por isso, devemos humildemente também corrigir, ainda mais quando nos equivocamos, embora seja de boa fé. Em Nome do Pai....



TRANSCRIÇÃO EM ESPANHOL



INTRODUCCIÓN AL SERMÓN DE DOMINGO III  DESPUÉS DE EPIFANÍA     (26/1/14)  P. MÉRAMO

Estimados hermanos en primer lugar quiero hacer una pequeña aclaración con motivo de la inclusión de mi nombre en una lista. El motivo fue porque se me dijo que era una actualización histórica y estadística  de los sacerdotes que se habían salido o que habían sido echados de la Fraternidad, sin que por eso se pertenezca a ningún grupo ni a una toma de posición diferente a la que siempre he tenido y tendré.

Digo esto porque si algunos han podido, por ese hecho pensar alguna otra cosa, por el motivo que fuera, pues queda claro que fue porque en consideración a que se trataba a  una cosa estadística, otra cosa es que por el contexto y el modo cómo se ponga, cómo se diga, cómo se marque dé la impresión de que se tratara de otra cosa.

Dicho esto creo que queda claro.  Y para mí personalmente, siempre es la trayectoria, que no se puede cambiar con una coma, que puede cambiar las cosas; digo eso porque es muy del espíritu moderno que una foto, que una palabra, que una lista o lo que quieran a nuestras mentalidades modernas, y no ancladas en la verdad nos hacen cambiar de golpe y porrazo; y así tenemos cómo se tiene concientizada a la opinión publica que con la foto de un presidente o de lo que fuera, derrumban o ensalzan al que sea, porque nuestro espíritu moderno no ve la trayectoria de las cosas  y como está manipulada por o imágenes que cambian constantemente así entonces creemos que las personas cambian,   y es cierto que pueden cambiar, 

Pero si yo veo que un sacerdote después de 20 o más años no ha tenido nunca que rectificar en más de 20 ó 30 escritos teológicos de  alto calibre como el magisterio, la infalibilidad, la crisis actual,  el apocalipsis;

No creo que todo eso quede como letra perdida.

Creo que con esta aclaración, cualquier duda, se debe normalmente disipar si hay buena voluntad. Si hay mala voluntad contra eso ni Dios hace nada, ¿Por qué? Porque Dios respeta la libertad, y por eso la triste historia que libremente  si no nos salvamos con la ayuda y la gracia de Dios, nos condenamos por nuestra propia libertad, conscientemente.

Pues bien, dicho sea esto, creo que debe de quedar claro.

Si llega a haber dudas, pues, trataré siempre de responder pero creo que la mejor respuesta es la integridad doctrinal que siempre se puede verificar entre lo que he dicho hace 20 años y lo que digo hoy. Cosa que dicho sea de paso,  y aquí me vuelvo a alargar, y  no quería yo, hablar mucho,  pero es un defecto, de excesivo a veces,  querer aclarar y de pronto en vez de aclarar uno enreda más.

Pero bueno, de todos modos, son muy pocos los que pueden haber mantenido una dirección sin tener que retractarse sobre cosas importantes, y sin que nadie pueda decir eso teológicamente es falso, habrá errores menores, pero errores sustanciales, teológicos creo que no: y si los hubiera le agradecería a cualquiera que me lo hagan ver, porque errar es humano, perseverar en el error es diabólico  y por eso debemos con toda humildad, también corregir aún cuando nos hemos equivocado, aunque sea de buena fe. En el nombre del padre….


ÁUDIO: https://www.dropbox.com/s/550gtvlzuvpnaje/142-DOM.%20III%20POST%20EPIFANIA-2014.mp3.

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA