Pesquisar este blog

Novidades!!!

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Formação Catequética - A Suma Teológica na forma de catecismo - PARTE I e ÍNDICE

+
Pax!

Caros leitores, 

Para maior glória de Deus e salvação das almas, estamos iniciando uma sequência de publicações catequéticas para a melhor formação das almas cristãs que estão em busca de aperfeiçoamento.

Serão publicações curtas e simples de catecismo básico.

Esperamos que Deus abençoe com bons frutos este trabalho.

Santíssima Virgem, Sede da Sabedoria, rogai por nós!

Nos Corações de Jesus e Maria Santíssima,

Carla 






"A Suma Teológica na forma de catecismo"

Por Pe Tomás Pègues OP (1942)





“Estamos convencidos de que, à medida que se propague e enraíze nas inteligências a doutrina do  Doutor  Angélico,  se  irá  convertendo,  quanto  o  permite  a  condição  humana,  em  consoladora realidade, o anelo manifestado pela Igreja, no hino dedicado a festejar a primeira manifestação da Sabedoria Eterna, apropriada na pessoa do Verbo Encarnado: "Então se desvanecerá o erro; então a mulher,  o  menino  e  o  humilde  escravo  seguirão  com  segurança  o  caminho  real;  repelirão  os embaixadores da sociedade dos crentes, e uma só doutrina, expressão da verdade única, alimentará todos os espíritos."  

Pe Tomás Pègues OP (1942 - "A Suma Teológica na forma de catecismo")





PRIMEIRA PARTE

DEUS

Criador e Soberano Senhor de todas as coisas


I
DA EXISTÊNCIA DE DEUS


Há Deus?
Sim, Senhor.

Por que o dizeis?
Porque, se não o houvesse, não poderia existir coisa alguma.

Como o demonstrais?
Mediante  o  seguinte  raciocínio:  O  que  necessariamente  há  de  receber  de  Deus  o  ser  não existiria,  se  Deus  não  existisse.  Assim  é  que  coisa  alguma  pode existir,  exceto  o  mesmo Deus, se não recebe Dele a existência. Logo, se não houvesse Deus, não poderia existir coisa alguma.

E como demonstrais que nenhuma coisa pode existir, exceto o mesmo Deus, se não recebe Dele a existência?
Desenvolvendo  o  mesmo  raciocínio:  O  que  existe  e  pode  não  existir,  depende,  em  última  análise, de alguma coisa que existe necessariamente, e a esta alguma coisa chamamos Deus.  Assim é que nada do que existe, exceto Deus,  existe por si mesmo, isto é,  em virtude de  forçosa  exigência  de  sua  natureza.  Logo,  há  de,  necessariamente,  receber  de  Deus  a  existência.

Por que dizeis que nada do que existe, exceto Deus, existe por si mesmo?
Porque nenhum ser que  necessita  de alguma coisa, existe em virtude de  exigências de sua natureza. Assim é que todos os seres, exceto Deus,  necessitam  de alguma coisa. Logo nenhum pode existir por si mesmo.

Por que os seres que necessitam de alguma coisa não podem existir por si mesmos?
Porque, o que existe por si mesmo, não depende, nem pode depender de coisa alguma, nem de pessoa alguma; e o que forçosamente necessita de alguma coisa ou pessoa, dessa coisa ou pessoa depende.

E por que o ser que existe por si mesmo não depende, nem pode depender de qualquer pessoa ou coisa?
Porque  no  fato  de  existir  per  se  já  vai  incluída  a  posse  atual  de  todas  as  perfeições,  por virtude  de  sua  natureza  e  com  absoluta  independência:  Não  pode,  portanto,  receber  coisa alguma de fora.

Portanto, a existência dos seres contingentes é prova evidente da existência de Deus?
Assim é.

Que fazem, por consequência, os que o negam?
Sustentam  a  verdade  da  seguinte  proposição:  O  ser  que  tudo  necessita,  de  nada  tem necessidade.

Isto, porém, é contraditório.
Evidentemente: Como é possível negar a existência de Deus sem se contradizer?

É, portanto, uma loucura negar a existência de Deus?
De verdadeira loucura se pode qualificar.





ÍNDICE


PRIMEIRA PARTE: DEUS - DA EXISTÊNCIA DE DEUS (ÍNDICE)
PRIMEIRA PARTE: DEUS - NATUREZA E ATRIBUTOS DE DEUS
PRIMEIRA PARTE: DEUS - OPERAÇÕES DIVINAS.
PRIMEIRA PARTE: DEUS - DAS PESSOAS DIVINAS.
PRIMEIRA PARTE: DEUS - DA CRIAÇÃO.
PRIMEIRA PARTE: DEUS - DO MUNDO.
PRIMEIRA PARTE: DEUS - DOS ANJOS; SUA NATUREZA.
PRIMEIRA PARTE: DEUS - DA VIDA ÍNTIMA DOS ANJOS.
PRIMEIRA PARTE: DEUS - DA CRIAÇÃO DOS ANJOS.
PRIMEIRA PARTE: DEUS - DA TENTAÇÃO DOS ANJOS.
PRIMEIRA PARTE: DEUS - DA QUEDA DOS ANJOS.
PRIMEIRA PARTE: DEUS - DO MUNDO CORPORAL; A CRIAÇÃO E A OBRA DOS SEIS DIAS.
CONTINUA...

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA