Pesquisar este blog

Novidades!!!

sábado, 20 de dezembro de 2014

Sábado das Têmporas do Advento

SÁBADO DAS TÊMPORAS DO ADVENTO


Féria de 2ª Classe – Paramentos Roxos

1ª Leitura: Livro de Isaías 19, 20-22.Naqueles dias: Clamarão ao Senhor perante o [Egito] que os oprime, e Ele lhes enviará um Salvador, e um Chefe que os livre. O Senhor far-se-á conhecer pelo Egito, e os Egípcios conhecerão o Senhor naquele dia, e honrá-Lo-ão com sacrifícios e ofertas; farão votos ao Senhor, e cumpri-los-ão. O Senhor ferirá O Egito com uma chaga, mas sará-la-á: voltar-se-ão para o Senhor, que se lhes mostrará aplacado, e sará-los-á, Ele, o Senhor nosso Deus.

(Caso o padre celebrante opte por abreviar a Missa, pode pular as demais Leituras, indo diretamente à Epístola logo abaixo delas.)


2ª Leitura: Livro de Isaías 35, 1-7.É isto o que diz o Senhor: A terra deserta e sem caminhos alegrar-se-á, e a solidão exultará e florescerá como um lírio; cobrir-se-á de verdura, e exultará de júbilo, entre louvores; ser-lhe-á dada a glória do Líbano, e a formosura do Carmelo e de Saron; os seus habitantes verão a glória do Senhor, e a magnificência do nosso Deus. Fortificai as mãos frouxas, e robustecei os joelhos débeis. Dizei aos pusilânimes: Tomai ânimo, e não temais; eis que o vosso Deus trará a vingança e as represálias. Virá o próprio Deus em pessoa, e salvar-vos-á. Abrir-se-ão, então, os olhos dos cegos e os ouvidos dos surdos; o coxo saltará como um veado, e desatar-se-á a língua dos mudos: porque no deserto rebentarão mananciais de água, e torrentes pelas estepes; o solo calcinado converter-se-á num lago, e a terra sequiosa desentranhar-se-á em fontes, diz o Senhor, todo-poderoso.

3ª Leitura: Livro de Isaías 40, 9-11.É isto O que diz o Senhor: Sobe a um alto monte, tu que anuncias a boa nova a Sião; levanta com força a tua voz, tu, que anuncias a boa nova a Jerusalém; levanta-a, não temas. Dize às cidades de Judá: Eis ai o vosso Deus; eis que o Senhor Deus vem poderoso em fortaleza, e o seu braço dominará; a sua recompensa está com Ele, e o seu salário está diante d’Ele. Ele apascentará como um pastor o seu rebanho; recolherá nos seus braços os cordeiros, e tomá-los-á ao seu colo, Ele, o Senhor nosso Deus.

4ª Leitura: Livro de Isaías 45, 1-8.É isto o que diz o Senhor a Ciro, meu ungido, a quem eu tomei pela mão, para lhe sujeitar, ante a sua face, as nações, e fazer fugir os reis, e abrir diante dele as portas, sem que nenhuma lhe seja fechada. Eu irei diante de ti, e humilharei os grandes da Terra; despedaçarei as portas de bronze, e quebrarei as trancas de ferro. Dar-te-ei os tesouros ocultos e as riquezas aferro1hadas, a fim de que saibas que Eu sou o Senhor, o Deus de Israel, que te chamo pelo teu nome. Por causa do meu servo Jacó, e de Israel meu escolhido, chamei-te pelo teu nome: fiz-te grande, e tu não Me conheceste. Eu sou o Senhor, e não há outro: fora de Mim, não há Deus. Eu cingi-te a espada, sem que tu Me conhecesses, para que saibam todos, desde o Oriente ao Poente, que não há Deus fora de Mim. Eu sou o Senhor, e não há outro. Eu formo a luz, e crio as trevas; faço a paz, e mando o castigo. Eu sou o Senhor, que faço todas estas coisas. Derramai, ó Céus, lá das alturas, o vosso orvalho, e que as nuvens façam chover a justiça; abra-se a Terra, e brote a salvação, e que ela, ao mesmo tempo, faça germinar a justiça: Eu sou o Senhor, que criei tudo isto.

5ª Leitura: Livro de Daniel 3, 47-51.Naqueles dias: o Anjo do Senhor desceu, com Azarias e seus companheiros, à fornalha, e desviou da fornalha a chama do fogo, fazendo que soprasse, no meio da fornalha, uma viração fresca como orvalho. Ora a chama, que se elevava quarenta e nove côvados acima da fornalha, irrompeu, e queimou os servos do rei, que deparou junto da fornalha, entre os Caldeus, e que a atiçavam; aos [três] jovens, porém, não lhes tocou; não os incomodou nada, nem lhes fez mal algum. Então, todos três se puseram, a uma só voz, a louvar a Deus, a glorificá-Lo e a bendizê-Lo no meio da fornalha, dizendo:

Hino dos Três Jovens na Fornalha: Livro de Daniel 3, 52-56. (latim/português)
Benedíctus es, Dómine Deus patrum nostrórum. Et laudábílis, et gloriósus in sæcula.
Et benedíctum nomen glóriæ tuæ, quod est sanctum. Et laudábile, et gloriósum in sæcula.
Benedíctus es in templo sancto glóriæ tuæ. Et laudábílis, et gloriósus in sæcula.
Benedíctus es super thronum sanctum regni tui. Et laudábílis, et gloriósus in sæcula.
Benedíctus es super sceptrum divinitátis tuæ. Et laudábilis, et gloriósus in sæcula.
Benedíctus es, qui sedes super Chérubim, íntuens abýssos. Et laudábilis, et gloriósus in sæcula.
Benedictus es, qui ambulas super pennas ventórurn, et super undas maris. Et laudábilis, et gloriósus in sæcula.
Benedícant te omnes Angeli, et Sancti tui. Et laudent te, et gloríficent in sæcula.
Benedicant te cæli, terra, mare, et ómnia quæ in eis sunt. Et laudent te, et gloríficent in sæcula.
Glória Patri, et Fílio, et Spirítui Sancto. Et laudábili, et glorióso in sæcula.
Sicut erat in princípio, et nunc, et semper: et in sæcula sæculórum.Amen. Et laudábili, et glorióso in sæcula.

Benedíctus es, Dómine Deus patrum nostrórum. Et laudábílis, et gloriósus in saecula.
   
Bendito sois, Senhor, Deus dos nossos pais: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
E bendito o santo nome da vossa glória: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendito sois no Templo santo da vossa glória: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendito sois pelo santo Trono do vosso Reino: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendito sois pelo Cetro da vossa Divindade: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendito sois Vós, que estais sentado sobre os Querubins, perscrutando os abismos: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendito sois Vós, que andais sobre as asas dos ventos, e sobre as ondas do mar: E digno de louvor e glória por todos os séculos.
Bendigam-Vos todos os Anjos e Santos: E que Vos louvem e glorifiquem por todos os séculos.
Bendigam-Vos os Céus, a Terra, o Mar e tudo o que neles existe: E que Vos louvem e glorifiquem por todos os séculos.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo: E ao que é digno de louvor e glória por todos os séculos.
Assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém: E ao que é digno de louvor e glória por todos os séculos.

Bendito sois, Senhor, Deus dos nossos pais: E digno de louvor e glória por todos os séculos.

Epístola: 2ª de São Paulo Apóstolo aos Tessalonicenses 2, 1-8.Irmãos: Nós vos rogamos que, quanto à última vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo, e quanto à nossa reunião com Ele, que não vos perturbeis facilmente nos vossos sentimentos, nem vos alarmeis : nem por qualquer revelação profética, nem com certos discursos, nem com qualquer carta apresentada como nossa, como se o dia do Senhor estivesse iminente. Ninguém vos engane, seja de que modo for: porque isto não sucederá sem que antes venha a apostasia, e sem que tenha aparecido o homem do pecado, o filho da perdição, que se oporá a Deus e se exaltará acima de tudo o que se chama Deus, ou que é adorado, a tal ponto que se sentará no templo de Deus, apresentando-se como se fosse Deus. Não vos lembrais de que eu vos dizia estas coisas, quando ainda estava convosco? E agora bem sabeis o que é que o segura, de modo a só se manifestar a seu tempo. Porque o mistério da iniquidade já se realiza; somente que aquele que agora o segura, assim o tenha até que o faça desaparecer. Então se manifestará esse ímpio, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro da sua boca, e destruirá com o esplendor da sua vinda.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 3, 1-6.No ano décimo quinto do reinado do imperador Tibério, sendo Pôncio Pilatos governador da Judéia, Herodes tetrarca da Galiléia, seu irmão Felipe tetrarca da Ituréia e da província de Traconites, e Lisânias tetrarca da Abilina, sendo sumos sacerdotes Anás e Caifás, veio a palavra do Senhor no deserto a João, filho de Zacarias. Ele percorria toda a região do Jordão, pregando o batismo de arrependimento para remissão dos pecados, como está escrito no livro das palavras do profeta Isaias: Uma voz clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas. Todo vale será aterrado, e todo monte e outeiro serão arrasados; o que tiver torto, será endireitado, e os caminhos escabrosos serão aplanados. Todo homem verá a salvação de Deus.

Traduções das leituras extraídas do Missal Quotidiano por Pe. Gaspar Lefebvre OSB,  Abadia de Santo André– Bruges, Bélgica: Biblica, 1963.

  
Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA