Pesquisar este blog

domingo, 9 de setembro de 2012

Ainda o comunicado do Pe Bouchacourt: Crônica de um gol contra

Ainda sobre o Comunicado de Pe. Bouchacourt (FSSPX), a palavra a Pe. Cardozo, em Vitória/ES, no dia da Natividade de Maria Santíssima – 08/09/2012

CRÔNICA DE UM GOL CONTRA

Prometi a mim mesmo não ter trato algum com os sequazes que detêm o poder na seita de Fellay, entre outras coisas por causa daquele "não há pior cego daquele que não quer ver"; a carta de Bouchacourt ao estimado Dom Tomas, Prior do Mosteiro da Santa Cruz, é um claro exemplo disso. Mais uma vez este curita¹, completamente cego, não procura tirar-se a viga do próprio olho e se põe a cavar no olho alheio. A tal carta mostra, no mínimo, o quanto este pobre homem vive em um mundo irreal, e que não leu a carta que seu "guru" escreveu aos três bispos no mês de maio passado, ou não a quer ler... Entre muitos outros exemplos de sua ignorância... culposa? Quiçá não queira inteirar-se dela, ou procure autoconvencer-se de que seu Superior Geral, ao assinar aquela missiva, nos confirma que apoia os princípios de um modernista, como o fato de minimizar os erros do CVII, o líder religioso da outrora FSSPX agora É um modernista, os acordos com a igreja conciliar são apenas uma questão de tempo agora.

Pura hipocrisia é, por outro lado, que este Padre se lembre das indicações dadas pelo Fundador para as questões práticas da Fraternidade, e não "aplique toda sua força" para pelo menos sugerir que sejam cumpridas as indicações vitais e que fazem a sobrevivência da congregação, como as dadas por Mons. Lefebvre, quando dizia, desde 1988 até a sua morte, que não se devia tratar com a Roma modernista; desarranjos estes que nos levaram ao atual estado de coisas, onde até mesmo um simples padre, para agradar a seu chefe, tem o atrevimento de corrigir um bispo ou de se imiscuir na vida de uma congregação independente. Ameaça romper os laços com os monges beneditinos do Brasil, quando já faz 20 anos que se gastam em criticar e a juntar-se aos ataques de um suposto monge² exclaustrado há 20 anos, vivendo por conta própria e em desobediência absoluta à regra beneditina e ao que ele mesmo diz ser seu superior! Historíolas que ele mesmo, como superior deste distrito, tratou de justificar e ocultar com mentiras, e que seus superiores aceitam e fomentam. 



Uma boa fiel do Brasil me pediu permissão para publicá-la [a carta do superior do distrito] em seu blog tradicionalista, não porque estivesse de acordo com o que consta nela, mas sim como um testemunho daquilo que em breve será um gol contra, remito-me a ela e a tantas outras que, até mesmo da Europa, têm refutado uma nova “sem razão” deste cego que não quer ver. Deus tenha misericórdia dele. 

P. Ernesto J.J. Cardozo


Grifos no original
Tradução: Giulia d'Amore di Ugento

¹ Deixei em espanhol, porque dá uma ideia melhor do que o rev. padre Cardozo quer dizer. Aos curiosos, em português seria: padreco. ² Refere-se a Dom Lourenço Fleichman.


O ORIGINAL EM ESPANHOL:


Vitoria- ES – Natividad de María Ssma  8-9-2012



CRONICA  DE  UN  AUTO-GOL

            Me prometí a mi mismo no tener ya trato con los secuaces que detenten poder en la secta de Fellay, entre otras cosas por aquello de “que no hay peor ciego que el que no quiere ver”, la carta de Bouchacourt al estimado Dom Tomas, Prior del Monasterio de la Sta. Cruz, es un claro ejemplo de esto. Una vez más este curita, amén de ciego, no procura tirarse  la viga  del propio y se pone a escarbar en el ojo ajeno. La tal carta muestra lo mínimo que este pobre hombre vive en un mundo irreal, que no ha leído la carta que su “gurú” escribe a los 3 obispos en el mes de mayo pasado, o no la quiere leer…entre otras tantas muestras de su ignorancia… ¿culposa? Quizá no quiera enterarse o procure auto convencerse que su Superior General, con la firma de tal misiva, nos confirma que sostiene los principios de un modernista, como el hecho de minimizar los errores del Vat. IIº,  el líder religioso de la otrora FSSPX ya ES modernista, los arreglos con la iglesia conciliar son sólo ya cuestión de tiempo.
            Hipocresía pura es por otra parte que este Padre se acuerde de las indicaciones dadas por el Fundador para las cuestiones prácticas de la Fraternidad, y no “aplique toda su fuerza” para al menos sugerir que se cumplan la indicaciones vitales y que hacen a la supervivencia de la congregación como las dadas por Mons. Lefebvre cuando decía desde 1988 hasta su muerte que no debía tratarse con la Roma modernista, desarreglos estos que nos llevaron al actual estado de cosas en donde hasta un simple curas, para agradar a su jefe, se toma atrevimientos de corregir a un obispo o de inmiscuirse en la vida de una congregación independiente. Amenaza con romper puentes con los monjes benedictinos de Brasil, ¡cuando hace ya 20  años que se gastan en criticar y sumarse a los ataques de un supuesto monje exclaustrado hace 20 años, viviendo a su aire, y en desobediencia absoluta a la regla benedictina y al que él mismo dice ser superior! Patrañas que él mismo, como superior de este distrito, nos trató de justificar y ocultar con mentiras, y que sus mandos aceptan y fomentan.
            Una buena fiel de Brasil me pidió permiso de publicarla en su block tradicionalista, no por que estuviese de acuerdo con lo expresado en ella, sino más bien, como testimonio de lo que en breve será un autogol, me remito a ella y a otras tantas que, hasta  de Europa, han refutado una nueva sin razón de este ciego que no quiere ver. Dios tenga misericordia de él.

                                   P. Ernesto J.J. Cardozo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA