Pesquisar este blog

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

São Rafael Arcanjo

24 de outubro

São Rafael, Arcanjo 



El arcángel San Rafael y Tobías,
óleo sobre tela, Martín de Vos, siglo XVI.
Catedral Metropolitana de México barroco

CLIQUE PARA VER MAIS IMAGENS
Padre Richa, jesuíta, em um livreto publicado em 1751, dizia que havia em Florença uma mosteiro de religiosas beneditinas muito devotas de São Rafael. O confessor do mosteiro, o carmelita Padre Alvizzo, também tinha muita confiança no Arcanjo. Essas boas religiosas tiveram que sofrer uma grande provação relativa nada menos do que a sua reputação. A questão chegou à Santa Sé, e as religiosas estavam amarguradas. Um dia, por volta da cinco da tarde, ouvir bater fortemente à porta do mosteiro. A irmã porteiro foi abrir e se deparou com um jovem peregrino que pedia a esmola, dizendo: “Vou a Roma e lá vos ajudarei, à minha volta vos trarei boas notícias. Rezai, enquanto isso, por nove dia os salmos “Os Céus narram a glória de Deus” (Salmo 129) e “De Profundis” (Salmo 130), acendendo nove velas de cera branca em honra aos nove coros angélicos.

O confessor havia sido consolado por uma visão de São Rafael, e todas as monjas obedeceram com solicitude. Um dia, depois de algum tempo, era um domingo 1º de outubro, por volta das seis da tarde, a abadessa se encontrava com algumas religiosas quando um jovem os alcançou rapidamente e lhe disse: boas notícias. E foi embora.


De fato, o problema havia sido resolvido, e as irmãs estavam livres de preocupações. Como prova de gratidão, a abadessa Margarida Macci fez representar em um quadro a São Rafael vestido como peregrino conforme lhes aparecera.

As religiosas estabeleceram de rezar todas as noites, após as completas, os salmos recomendados pelo Arcanjo. Além disso, por nove dias consecutivos antes da festa dos Santos Arcanjos, 29 de setembro, acendem nove velas de cera branca em honra dos nove coros de anjos.


Fonte: http://tradizionalistacattolico.blogspot.com.br/2013/10/san-raffaele-pellegrino.html.
Tradução: Giulia d’Amore.

* * *


São Rafael é um dos sete espíritos que estão sempre de pé na presença de Deus e que oferecem o incenso da adoração deles e a dos homens. Conhecemo-lo pelo livro de Tobias. "Quando oravas com lágrimas e sepultava os mortos eu apresentava ao Senhor as tuas orações". Como o anjo que vinha agitar as águas da piscina Probática, veio Rafael curar a cegueira de Tobias. O seu título de médico admirável e de companheiro de viagem do jovem Tobias deu-lhes jus a ser invocado pelos viajantes e nos perigos mais difíceis da vida. Louvamos, com sentimentos de veneração, todos os Príncipes da Corte Celeste, mas particularmente São Rafael, médico e companheiro fiel, que sujeitou o demônio a seu império.

Ó Cristo, rei de bondade, Vós que nos concedestes tão grande protetor, não deixeis que o inimigo nos faça mal. (Hino de Vésperas).

Bento XV estendeu a festa de São Rafael para toda a Igreja.

Lefebvre, Dom Gaspar. Missal Quotidiano e Vesperal. Bruges, Bélgica; Abadia de S. André, 1960.

Fonte: http://emdefesadasantafe.blogspot.com.br/2013/10/24-de-outubro-sao-rafael-arcanjo.html


   
Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA