Pesquisar este blog

Novidades!!!

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

O Sínodo da Destruição da Família - Capítulo I

Começam a aparecer mais e mais notícias sobre o "Sínodo da Destruição da Família" que começará nos primeiros dias de outubro.As notícias são na maioria preocupantes porque está claro que a intenção é aggiornare mais ainda a Igreja, como se não estivesse já bastante aggiornata. Outro dia, li que entre os convidados de Francisco para "contribuir" com o Sínodo estão alguns casais. Não especificaram que tipo: se legalmente casados, se adúlteros "juntados", se adúlteros divorciados e "re-casados"... Ou se haverá, entre eles, algum "casal" gay, para abrilhantar o evento e "contribuir" com seu exemplo. Ainda não especificaram de quem se trata. Hoje resolvi publicar esta notícia que é exemplificativa dos tempos que vivemos. 

Minha modesta opinião? Bom, é notório que o Cardeal Burke é um dos que mais fortemente defende a doutrina da Igreja sobre o Matrimônio e particularmente a não recepção da Comunhão pelos adúlteros. Assim, das duas uma: ou Francisco pretende afastá-lo do Sínodo por causa da influência que ele exerce sobre a maioria dos que estarão presentes, ou quis mandar um recado aos que pretendem manter as coisas como estão. E já estão ruins demais! Seja como for, foi um ato autoritário demais para quem quer aparentar uma magnanimidade de ópera bufa. Seja como for, cada dia fica mais claro que estamos de fato excomungado dessa igreja. Vamos à notícia.  

Fontes confirmam que Burke será removido. Mas ele vai participar do Sínodo?


Por John-Henry Westen (Tradução: Carlos Wolkartt – Renitencia.com)

18 de setembro de 2014 – Fontes em Roma confirmaram para o LifeSiteNews que o cardeal Raymond Burke, chefe da mais alta corte do Vaticano, conhecida como a Assinatura Apostólica, será removido de seu posto e receberá uma atribuição não-curial de patrono da Ordem de Malta.


O momento da mudança é fundamental, uma vez que o cardeal Burke está atualmente na lista dos integrantes do Sínodo extraordinário sobre a família em sua qualidade de chefe de um dos dicastérios da Cúria Romana, e por isso, se for removido antes de outubro, poderá não participar do Sínodo.

Burke foi um dos principais defensores, nos preparativos para o Sínodo, da prática tradicional da Igreja de retenção da comunhão aos católicos divorciados que voltaram a se casar civilmente.

Grande parte do mundo católico soube da chocante notícia por meio do jornalista Sandro Magister, cujo texto “Exílio em Malta para o Cardeal Burke” foi publicado ontem à noite.

Se a remoção de Burke da Assinatura for confirmada, disse Magister, o cardeal “não seria promovido – como fantasiaram alguns no mundo web – à difícil, porém prestigiosa sede de Chicago, mas degradado ao pomposo – porém eclesiasticamente modestíssimo – título de ‘cardeal-patrono’ da Soberana Ordem Militar de Malta, substituindo o atual titular Paolo Sardi, que há pouco completou 80 anos de idade”.

Aos 66 anos, o cardeal Burke ainda está no seu auge episcopal.

O proeminente blog católico tradicional Rorate Caeli vai ainda mais longe, a ponto de dizer que “seria a maior humilhação de um cardeal da Cúria em viva memória, verdadeiramente inédita nos tempos modernos: considerando a idade razoavelmente jovem do cardeal, tal mudança seria, no teor da Igreja moderna, nada menos do que uma completa degradação e uma clara punição”.

Na terça-feira, o padre americano tradicionalista John Zuhlsdorf deu a entender que também ficou sabendo que a mudança estava em andamento: “O otimista em mim acreditava que o anúncio oficial não seria feito antes do término do Sínodo dos Bispos, ou pelo menos não antes do seu início. Ou nunca”.

“Não é uma boa notícia”, acrescentou.

Magister e Zuhlsdorf previram que a medida polêmica desencadearia uma onda de euforia simultânea entre os católicos dissidentes e críticas por parte dos católicos fiéis. A decisão de remover o cardeal Burke de sua posição na Congregação para os Bispos em dezembro passado provocou uma torrente pública de preocupação e consternação entre católicos e líderes pró-vida em todo o globo.

Ambos, Magister e Zuhlsdorf, especularam as possíveis razões para a queda.

Magister destacou que Burke é o último de uma linha de prelados “ratzingerianos” a experimentar o machado.

“Em seus primeiros meses como bispo de Roma, o papa Bergoglio procedeu rapidamente para transferir a cargos de menor importância três destacadas personalidades curiais: o cardeal Mauro Piacenza, o arcebispo Guido Pozzo e o bispo Giuseppe Sciacca, categorizados por sua sensibilidade teológica e litúrgica entre os mais ‘ratzingerianos’ da cúria romana”, disse Magister.

“Também parece selada a sorte do arcebispo espanhol Celso Morga Iruzubieta, membro da Opus Dei e secretário da Congregação para o Clero”, acrescentou.

Padre Zuhlsdorf observa que o papa Francisco também pode estar condensando os escritórios da Cúria e reduzindo, assim, o número de cardeais necessários para preencher esses cargos. Ele acrescenta, no entanto, que “seria extremamente ingênuo pensar que não há perto dos cotovelos de Francisco aqueles que foram afiar suas facas contra Burke e contra qualquer outra pessoa estritamente associada ao Papa Bento XVI”.

“Isto é milenar, esporte clerical sangrento”.

Fonte: http://www.renitencia.com/2014/09/fontes-confirmam-que-burke-sera.html.

  
Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

5 comentários:

  1. Com todo respeito ao Santo Padre, o Papa Francisco, mas ele ficou louco! Em breve toda a humanidade poderá ser castigada por conta desse sínodo (e também por causa de outros pecados). Lembremos as Palavras de Nossa Senhora e Fátima: "Deus vai punir o mundo por seus crimes por meio da guerra, da fome e de perseguições a Santa Igreja e ao Santo Padre, o Papa".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro sr. José Antônio, o que dizer? Desde a eleição dele está claro o que ele pretende. Que Deus tenha misericórdia da alma dele e lhe dê a graça de abrir os olhos a tempo! A ele e a todos que o seguem por uma equivocada obediência cega. A única "obediência cega" devida é a DEUS.

      Excluir
  2. É um paradoxo, mas Francisco está defenestrando tudo o que havia de católico na conciliar. Está colocando os que crêem que a Igreja conciliar e a Igreja Católica são uma coisa só em maus lençois: ou os mesmos "abjuram" ao que ainda têm de católicos, ou serão subjugados. Percebam que Francisco só promove hereges. Os conservadores terão que decidir se abandonarão a Fé Católica de uma vez por todas, aceitando tudo isso e tornando-se hereges como os outros, ou se decidirão por deixar o concílio para trás e se tornarão plenamente católicos, repudiando os erros conciliares e todas as suas seduções, e lutando contra o modernismo sem descanso. É doloroso ver como atacam o que restou de católico na igreja conciliar, mas Bergoglio está fundando a anti-igreja a olhos vistos, só não enxerga quem se recusa a tal. Espero que o cardeal Burke um dia perceba que está entre liberais, e resista à igreja conciliar de forma ativa e poderosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há duas Igrejas, sim. E a anti-igreja "bergogliana" (como a estão chamando) foi fundada com o Vaticano II. Francisco "levará os louros" (sic) apenas está "adiantando o expediente", pq "eles" creem que os demais Papas pós-conciliares foram "empurrando com a barriga" as reformas desejadas.

      O Cardeal Burke e os outros (pelo menos) 4 cardeais que se opuseram ao "trator Kasper" - que aproveitará o Sínodo para permitir que todo tipo de adúltero possa Comungar o Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo - sempre souberam com quem estão lidando. Que Deus lhes dê a graça de abrir os olhos a tempo para a realidade!!! Até mesmo o liberal Card. Müller tem surpreendido ao defender a família cristã e a Sagrada Comunhão!!! Mas dar o passo necessário para abraçar a Verdade plenamente... nenhum deles ainda não fez.

      Ontem começou a ser veiculado o lançamento de um livro que provaria que a eleição de Francisco é nula de pleno direito, embora defenda que Bento XVI, por isso, ainda seria Papa. Contudo, Bento desceu da cruz...

      Os católicos devem parar de sonhar e fazer uso da razão. A Verdade... nos libertará!

      Obrigada pelos acréscimos ao artigo.

      Com Jesus e Maria Santíssimos!

      Excluir
    2. Aqui o artigo: Sai na Itália livro que demonstra a invalidez da eleição de Jorge Bergoglio: http://www.christeeleyson.com/2014/09/sera-lancado-na-italia-livro-que.html

      Excluir

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA

Pulseira Dez Mandamentos

Pulseira Dez Mandamentos
Para maiores informações clique na imagem. Para comprar, clique no botão abaixo

Compre a pulseira aqui

Comprar este produto

Rosário completo Nossa Senhora Aparecida

Rosário completo Nossa Senhora Aparecida
Para maiores informações clique na imagem. Para comprar, clique no botão abaixo

Compre o Rosário aqui

Comprar este produto

Terço São Bento de Lápis-lazúli

Terço São Bento de Lápis-lazúli
Para maiores informações clique na imagem. Para comprar, clique no botão abaixo

Compre o Terço aqui

Comprar este produto

CLIQUE NA IMAGEM E RESERVE O SEU

CLIQUE NA IMAGEM E RESERVE O SEU
Quem sabe fazemos uma promoção este ano também...