Convite

 
Feminismo: o maior inimigo da mulher
Grupo do Facebook • 157 membros
Participar do grupo
Grupo criado com o propósito de desmascarar o feminismo.
 

Pesquisar este blog

quinta-feira, 5 de junho de 2014

05 de junho: São Bonifácio, Bispo e Mártir

05 de Junho

São Bonifácio, Bispo e Mártir.


(+ Frísia, 754)





São Bonifácio pertencia a uma rica família de nobres ingleses e, ao nascer, em 672 ou 673, em Devonshire, recebeu o nome de Winfrid. Como era o costume da época, foi entregue ao mosteiro dos beneditinos ainda na infância para receber boa educação e formação religiosa.

Logo, Winfrid percebeu que sua vocação era a de seguir a Cristo. Aos dezenove anos, professou as regras na Abadia de Exeter, iniciando o apostolado como professor de regras monásticas, primeiro nesta mesma abadia, depois na de Nurslig.

Em seguida, decidiu iniciar seu trabalho missionário para a evangelização dos povos germânicos do além-Reno, mas por questões políticas entre o duque Radbod, um pagão, e o rei cristão Carlos Martel, os resultados foram frustrantes.


Em 718, fez, então, uma peregrinação a Roma, onde, em audiência com o Papa Gregório II, conseguiu seu apoio para reiniciar sua missão na Alemanha, nesta ocasião, o Pontífice o orientou a assumir, como missionário, o nome de Bonifácio (Bonifacium - aquele que faz o bem), célebre mártir romano.

Bonifácio parou primeiro na Turíngia, depois dirigiu-se à Frísia, realizando as primeiras conversões nessas regiões. Durante três anos percorreu quase toda a Alemanha, e, numa segunda viagem a Roma, o Papa, agora já outro, entusiasmado com seu trabalho, nomeou-o Bispo de Mainz.  


Esse contato constante com os Pontífices foi importante, pois a Igreja na Alemanha foi implantada em plena consonância com a orientação central da Santa Sé.

Bonifácio fundou o Mosteiro de Fulda, centro propulsor da cultura religiosa alemã, só comparável ao mosteiro italiano de Montecassino. Ele fundou  muitos outros mosteiros masculinos e femininos, erigiu igrejas e catedrais, de norte a sul do país, recrutando os beneditinos da Inglaterra. Acabou estendendo sua missão até a França.

Incansável, com sua sede episcopal fixada em Mainz, atuou em vários concílios e promulgou várias leis. Em 754, foi para o norte da Europa, região onde atualmente se encontra a Holanda.

No dia 5 de junho do mesmo ano, um dia de Pentecostes, foi ao encontro de um grande grupo de catecúmenos de Dokkun, os quais receberiam o crisma. Mal iniciou a Santa Missa, o local foi invadido por um bando de pagãos frísios. Os cristãos foram todos trucidados, e Bonifácio teve a cabeça partida ao meio por um golpe de espada.

Mesmo que São Bonifácio não tenha evangelizado por completo a Alemanha, ao menos se pode afirmar que foi graças a ele que isso aconteceu, nos tempos seguintes, como herança de seu trabalho. Por causa disso, São Bonifácio é venerado como o "Apóstolo da Alemanha".

Seu corpo foi sepultado na igreja do Mosteiro de Fulda, que ainda hoje o conserva, pois em vida havia expressado essa vontade.  


Ele é citado pela tradição como o inventor da árvore de Natal. Leia aqui.  


*  *  *


MARTIROLOGIO ROMANO. Na Frísia[1], São Bonifácio, Bispo de Magónza[2] e Mártir. Este, da Inglaterra ido a Roma, pelo Papa Beato Gregório II foi enviado à Alemanha para pregar a Fé de Cristo àquelas gentes, e, tendo lá submetido à religião Cristã uma grandíssima multidão, especialmente dos Frisões[3], mereceu ser chamado o “Apóstolo dos Germanos”; ao fim, na Frísia, pelos pagãos enfurecidos golpeado com a espada, cumpriu o martírio junto com Eobano[4] Corepíscopo[5], e alguns outros servos de Deus[6].

PRÁTICA. Apartemos o coração das honras, bens e prazeres da terra e preparemo-nos um tesouro no Céu, humilhando-nos e mortificando-nos. 

PRECE. Deus, que, pelo zelo do Beato Bonifácio, Vosso Bispo e Mártir, Vos dignastes chamar ao conhecimento de Vosso Nome uma multidão de povos, concedei, propício, que, enquanto celebramos sua solenidade, experimentemos também o seu patrocínio.  (Vide a Ladainha de São Bonifácio)


NOTAS:
A Frísia se estende do nordeste dos Países Baixos pelo norte da Alemanha até o sudoeste da Dinamarca. 
Hodierna Mains, Alemanha.
Ou Frísios. Tratava-se, ao que tudo indica, de um povo de marinheiros - o mar do Norte, da Bretanha até o leste da Dinamarca, chamava-se, à época, "mar Frísio" (em latim, “mare frisia”). Pequenos grupos de frísios povoaram as terras ao redor do mar e traços da colonização frísia são encontrados na Inglaterra, na Escócia, na Dinamarca, na Alemanha, na Bélgica, na França, Itália(Frison) na região de Vêneto, Vicenza, (Asiago, Enego) e nos Países Baixos.
4  Eobano de Utrecht foi um sacerdote inglês que seguiu São Bonifácio até a Germânia. Tornou-se bispo (753) de Utrecht e morreu mártir com Bonifácio aos 5 de junho de 754, à beira do Rio Boorne, próximo a Dokkum (Países Baixos). Era o dia em que ele ministraria a Crisma a alguns frisões previamente batizados. Depois de 756, os restos morais dos Bispos Adelário e Eobano foram trasladados para Fulda e inumados junto com os de São Bonifácio. Antes de 1100, foram novamente trasladados, agora para Erfurt. O sarcófago-relicário dos Santos Adelário e Eobano, na Catedral de Erfurt, são datados de 1350.
Do latim “coepiscŏpus”, bispo contemporâneo de outros na mesma província eclesiástica. 

Além de Eobano, também sofreram o martírio naquele dia: Vintrungo, Valtero e Adalaro (Adalan ou Adelário), Sacerdotes; Amundo, Scirbaldo e Bosa, Diáconos; Vaccaro, Gundecaro, Elluro e Atevulfo, Monges. Os que permaneceram anônimos seriam outros quarenta e um, ou quarenta e quatro, segundo os diversos martirologios.



+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

Subscrive here! Siga este blog, receba as novidades por e-mail!

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

Se vc é das Missões Cristo Rei, cadastre-se aqui

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA