Pesquisar este blog

sexta-feira, 21 de março de 2014

FABIO DE MELO: SACRILÉGIO EM UM FUNERAL

A viúva e a filha, enlutadas e desconsoladas
chegam para a "missa" e posam para as fotos
Editado para acrescentar que não foi a única missa, nem o único padre. No Rio de Janeiro, na Igreja Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, foi rezada pelo Padre Jorjão, que "falou sobre a dificuldade do homem em lidar com a morte, mas também da fé em uma nova vida. 'Essa família é uma referencia a todos: 60 anos de casados. Ele era família, trabalho e . A gente sofre com a perda de um ente querido, mas não como aqueles que não tem esperança e . saudade é uma maneira de descobrir o que a alegria não pode mostrar. Estamos aqui porque conhecíamos e amávamos Paulo, com quem pude passar cinquenta minutos. Ele me falou de vocês, da alegria do trabalho, de filosofia, religião. Foi alguém que brincou com a vida e não brigou com ela', disse deixando todos bastante emocionados" (fonte). A igreja do Rio se encheu, obviamente, por todas aquelas celebridades tidas e conhecidas por sua vida pecaminosa que não fazem questão de esconder, como a senhora que usa o nome artístico de Susana Vieira, a qual acaba de se separar de mais um homem com quem viveu publicamente sem estar casada diante de Deus. Além de um ou dois comunistas, vários abortistas, muitas feministas. Quantos realmente católicos? E quantos, depois da "missa" se converteram ao Catolicismo? 

O Pe. Jorjão deve ter uma noção errada do que seja fé, pois essa família, como dissemos abaixo, pode saber tudo de teatro, mas não sabe nada de FÉ. Esse é outro "padre dos famosos" e está acostumado a escandalizar os fiéis e a ridicularizar a Igreja com suas atitude. Ele, por exemplo, substituiu o Missal (na reportagem feita por um jornalista ignorante é chamado de "Bíblia") por tablets e smartphones. Segundo o mesmo jornalista, "simpático, o pároco mostra que seu celular tem apps de mensagens instantâneas, revistas de entretenimento, portais de notícia, além da Bíblia Sagrada online." E que o padre acredita que, nos dias de hoje, "Jesus Cristo seria fã da internet. 'Se Ele vivesse nos dias atuais, Ele utilizaria a internet, que é um excelente meio de comunicação para transmitir uma boa mensagem de fé. A internet alcança de maneira fácil as pessoas, é uma ferramenta impressionante. A Igreja caminha com a comunicação', filosofa o padre".  Entre os "casais" famosos que ele casou está o ator Marcello Serrado, que já estava em seu terceiro casamento. (Fonte). 

Pe. Jorjão é amigo e ex-companheiro num programa da Rádio Catedral do Pe. Zeca, aquele que criou o movimento "Deus é dez" e que agora, depois de pedir "afastamento" à Arquidiocese do Rio - (mal)comandada pelo Cardeal Tempesta -, vive na balada e depois de ser visto na companhia constante de algumas mulheres, "assume para os próximos o relacionamento com uma mulher recém-separada que estudou gastronomia em Londres". Sobre o padre baladeiro e namorador, Pe. Jorjão diz: "É um grande sacerdote (...). Converso muito com ele, nunca soube que queira se casar." Ou mente, ou o amigo com quem ele conversa muito mente para ele. (Fonte.)

Para completar o escândalo, o Pe. Jorjão deu a Comunhão à viúva, e aos demais pecadores públicos que se fizeram presentes:




São escândalos que não acabam mais. 

Editado em 03/04/2014


=============================

É com desgosto que voltamos a falar deste senhor que se ordenou padre, mas se dedica a destruir o Sacerdócio: Fabio de Melo se superou. Ontem, na  Igreja da Consolação, São Paulo, durante a missa em sufrágio da alma de Paulo Goulart, espírita por mais de 40 anos, falecido na última quinta-feira, dia 13, paramentado de PRETO, o Pe. Fábio de Melo deu a Hóstia Sagrada - Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo, um Sacramento - à viúva, a atriz Nicete Bruno, também espírita.




Qual o escândalo? Bom, os católicos fiéis à Tradição bimilenar da Igreja não precisam de maiores esclarecimentos, mas os demais, sim. O escândalo, ou melhor os escândalos aqui são vários: 

1. O "preto". É público e notório que o Pe. Fábio de Melo é um modernista e recusa todo "apego" à Tradição da Igreja, tanto é que não usa batina, pois prefere roupas mais joviais, embora caras e de marca. Mas é curioso que, justamente ontem, tenha resolvido usar um paramento sóbrio e apropriado para a ocasião, como fazem os que são "apegados" à Tradição. Contudo, por não estar afeito às tradições, talvez ele não soubesse que, apesar de ser uma missa em sufrágio de uma alma, ontem foi dia de São José, festa de PRIMEIRA CLASSE, na qual a cor a ser usada é obrigatoriamente o BRANCO. Talvez, tenha "optado" pelo preto por uma questão de respeitos humanos, uma falsa caridade para com a família enlutada. É escandaloso também por isso, porque os respeitos humanos são abomináveis, uma vez que a Missa é adoração a Deus, não exibição ao povo. O consolo à família adviria da esperança do Céu, o que a um espírita morto impenitente... é uma coisa certamente impossível. Nem mesmo se o padre preferir vestir o preto. Ou ainda que usasse o canônico branco. 


2. Vamos ao espiritismo do defunto. A lei da Igreja (vide Código Canônico) não permite Missas em sufrágio pelas almas de quem morreu não católico, e isso inclui os que apostataram em vida e não se emendaram na hora da morte. Quem é espírita, embora tenha sido batizado na Fé Católica e não perca a missa de domingo, se case na Igreja e lá batize todos os seus filhos, não pode ter funeral católico. É a lei. Como disse, a Missa é adoração a Deus, não é entretenimento para o povo. Isso, com todo respeito, a família de Paulo Goulart deveria buscar na "religião dela".

E é um escândalo porque leva os fiéis que presenciam tal missa a crer que, hoje, a Igreja faz funeral para todos, inclusive os que não são católicos. E, pior, faz crer que católico pode ser espírita. 
Abro um pequeno parêntese para falar dos suicidas. Embora a Igreja não permita uma Missa pública para os suicidas, é permitido funeral privado, porque sempre existe a possibilidade de que tenha se arrependido naquele breve instante antes de morrer. Claro, estamos falando de suicidas católicos (sic).

A religião de Paulo Goulart era pública e notória, tanto que ganhou destaque no verbete dele, em Wikipédia:
"Ambos professam seguir os ensinos do Espiritismo há décadas, juntamente com seus filhos". 
Como se sabe, Paulo participou de pelos menos dois filmes que enaltecem e divulgam o espiritismo: "Chico Xavier" (sobre o charlatão vidente) e "Nosso Lar", que vem a ser um verdadeiro "catecismo" sobre essa doutrina herética. Além disso, ele era ator da Rede Globo, um canal de TV que se especializou em demolir a família e os valores cristãos, apoiando a Agenda Gay e difundindo a anti-cultura de todas as formas - o que é a anti-cultura? É a deturpação da cultura, que só é tal se entendida sob as luzes do Cristianismo.

Paulo Goulart participou de várias telenovelas e peças teatrais que são imprópria para católicos, não apenas por alguma eventual vulgaridade - isso atrai público (sic) - mas por "desconstruir" os valores cristãos na sociedade. Ou seja, pelos padrões católicos, levava uma vida de público pecador, não por escândalos pessoais que tenha vivenciado, mas porque contribuiu, de livre e espontânea vontade, para a degradação da sociedade cristã.

3. Vamos ao espiritismo da família. A lei da Igreja (vide Código Canônico) permite a comunhão apenas àqueles que, já católicos pelo Batismo, tenham recebido o Sacramento da Primeira Comunhão e permaneçam fiéis à doutrina católica. Aqui, o assunto é o mesmo, pois é público e notório que a sra. Nicete Bruno é espírita e criou os três filhos na doutrina espírita, que é herética. 

No Wikipédia, no verbete sobre Nicete, diz:
"Junto com o marido, a atriz conheceu o kardecismo há mais de quatro décadas, em virtude da morte de um parente seu. A religião, que eles transmitiram aos três filhos, os ajudou a superar a perda".
Oras, no mínimo o Pe. Fabio perdeu seu tempo, visto que a "religião" deles, o espiritismo, os teria consolado. Contudo, não é isso que importa aqui, mas o fato de que o espiritismo deles é público e notório e um mau exemplo para os católicos que não conhecem a doutrina da Igreja como deveriam e podem passar a crer que ser espírita é permitido e lhe daria direito a um funeral católico. 

A sacrílega recepção da Comunhão pela sra. Nicete não se limita à questão de ser espírita, mas, sobretudo, ao fato de, como o marido, é uma atriz da Rede Globo. A sra. Nicete, como o marido, também participou de várias telenovelas e peças teatrais imprópria para católicos, contribundo de livre e espontânea vontade, para a degradação da sociedade cristã e, portanto, ela também vive uma vida de pública pecadora, o que lhe impede a recepção dos Sacramentos sem, antes, arrepender-se, emendar-se confessar-se e ser absolvida. Ou seja, ela deveria abandonar o espiritismo e parar de fazer peças e novelas anticristãs.

Em resumo, lamentamos a perda do marido e pai desta família, mas não se pode, por isso, permitir e aceitar que se façam sacrilégios em nome de respeitos humanos, apenas para consolá-los neste momento. Se eles optaram por seres espíritas, busquem na crença deles o consolo, não venham ofender Nosso Senhor dentro de Sua casa. Querem receber os Sacramentos? Façam como todos os católicos: se convertam. 

Esta falsa caridade que o Pe. Fábio de Melo lhes fez vai lhes custar o Céu, porque eles continuarão "achando" que é possível se salvar sem ser católico, que a Hóstia é um "direito humano" e não um dom Divino, que religião é uma questão de opinião, que "Deus é dez" e um mentiroso, porque a cada seita, a cada crença, a cada religião, Ele dá uma "verdade" diferente.

Vejamos, então: para os Católicos, Ele diz que a salvação se dá pela REDENÇÃO, e para os espíritas, que se dá pela REENCARNAÇÃO. Como é possível? Não pode haver duas Verdades contrapostas, das duas uma: Ou Deus mente ou... mentem sobre Deus ser o mesmo para todas as crenças! Uma vez que é impossível Deus SE enganar e NOS enganar, a verdade é que mentem sobre Deus, ou seja, não se trata do mesmo Deus, mas de um Deus verdadeiro e os deuses de todas as milhares de crenças que o mundo moderno produziu, inclusive o Espiritismo (filho do Protestantismo - falaremos disso em breve). 
Diga-se: segundo alguns espíritas, na verdade, Deus já teria morrido e quem "comanda" o Céu é uma "equipe" de espíritos evoluidíssimos. LOL.
Vemos, então, que um católico não só não deve, mas não pode ser espírita (e vice-versa) porque é contraditório. Além de ser blasfemo, porque, para os espíritas, Cristo não é Deus, mas um espírito evoluído do mesmo nível que Gandhi e Buda, por exemplo. O que pode haver de mais blasfemo do que retirar de Cristo a Divindade que Lhe é própria? 

E se Cristo não é Deus... porque os espíritas comungam? E por quê alguns deles - os umbandistas, por exemplo - roubam as Santas Hóstias para fazer macumba? Quanta contradição!

Seja como for, Pe. Fábio de Melo está cada vez mais protestante. Se Nicete e família, em uma aceitável ignorância, não sabem dessas coisas, ele, como padre, deveria saber!

O Pe. Antonio Maria entre o prefeito e os noivos
Mas o grande problema de Pe. Fábio é o superior dele, que não faz o que lhe cabe fazer. Diferentemente, por exemplo, do que houve com outro "famoso Padre dos famosos", o Pe. Antônio Maria, também "cantor", que, em 2010, por ter dado escândalo público e ridicularizado a Igreja por ter participado de um simulacro de casamento do prefeito do município de Capela, Manoel Messias Sukita (católico divorciado que se casou novamente no civil), teve que se retratar por ordem do Arcebispo Auxiliar de Aracaju, D. Henrique Soares da Costa. Pe. Antonio Maria foi punido e, por cinco anos, não poderá fazer shows em todo o território de jurisdição diocesana (são quatro Arquidioceses) de Sergipe, nem (o que é mais grave e importante) exercer lá o ministério sacerdotal, ou seja, não poderá rezar Missas e dar os Sacramentos.

No "casamento" de Ronaldo e Cicarelli - isto parece um casamento...
mas o Padre, à época, sabendo que era errado e tentando
esconder o mal feito, declarou a um jornal:
"Posso abençoar até um animal, um carro, uma fábrica e um campo
de futebol. Por que não poderia abençoar dois filhos de Deus?"
Não, padre, quando faz parecer que se trata de um casamento RELIGIOSO:
temos os noivos, o altar, o padre, o microfone...
E mesmo que não houvesse nada disso, porque abençoaria
um casal de pecadores PÚBLICOS?
 
Conforme lembra o Prefeito Sukita, o pe. Antonio Maria participou de outros casamentos civis de famosos, entre os quais incluiu o jogador Ronaldo. Mas neste caso, não foi uma mera participação, pois ele, como se vê na foto acima, ele teria celebrado um outro tipo de simulacro de casamento dando uma bênção ao casal, passando a impressão aos presentes de que se tratava de um casamento religioso.

A retratação de Pe. Antonio Maria pode ser vista aqui, seguida das explicações de Dom Henrique:




é uma pena que a retratação e a punição tenham se limitado a Sergipe, porque deveria se referir a todo o Brasil e ao mundo, porque o escândalo está à vista de todos. Mas, ainda assim, é prova de que os escândalos públicos são condenáveis, e não devemos nos escandalizar com as denúncias, mesmo em casos como o de ontem, que envolver o luto de uma família. Nenhuma família está acima de Deus, nem sentimento, nenhum direito, nenhuma opinião. 

O Pale Ideas se solidariza (no sentido melhor da palavra) com a perda e deseja vivamente que Paulo Goulart tenha se arrependido em seus últimos instantes de vida, para, pelo menos, alcançar o Purgatório, e que a família se converta à verdadeira Fé, a única que traz a verdadeira consolação: o Cristo. Só Ele é nossa consolação, porque Seu sacrifício é a maior prova de amor que um ser humano poderia receber.

No Horto das Oliveiras, Ele sabia exatamente de tudo que iria enfrentar nas próximas horas e, mais, de todos os pecados que o mundo ainda iria cometer - inclusive os meus - e, mesmo assim, aceitou beber do cálice até o fim.

Não há Paraíso, sem passar pela Cruz. Não há Paraíso, sem passar pelo Batismo. Não há Paraíso, sem a Igreja Católica. É Dogma de Fé, ou seja, é Verdade revelada por Deus.

Resta saber o que fará D. Carmo João Rhoden, o Bispo de Taubaté, a quem, segundo Wikipédia, o Pe. Fábio de Melo estaria subordinado.



clique nas imagens para ampliá-las

Para quem queira perguntar diretamente ao Bispo, clique aqui ou, se preferir falar com alguém de maior autoridade, manifeste-se aqui (copiados do FratresInUnum):

NUNCIATURA APOSTÓLICA – DOM LORENZO BALDISSERI
Av. das Nações, Quadra 801 Lt. 01/ CEP 70401-900 Brasília – DF
Cx. Postal 0153 Cep 70359-916 Brasília – DF
Fones: (61) 3223 – 0794 ou 3223-0916
Fax: (61) 3224 – 9365
E-mail: nunapost@solar.com.br

SECRETARIA DE ESTADO DA SANTA SÉ:
 Eminência Reverendíssima Dom Tarcisio Cardeal Bertone
Palazzo Apostolico Vaticano
00120 Città Del Vaticano – ROMA
Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088
1ª Seção Tel. 06.6988-3014
2ª Seção Tel. 06.6988-5364
e-mail: vati026@relstat-segstat.va; vati023@genaff-segstat.va ; vati032@relstat-segstat.va

CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ
 Eminência Reverendíssima Dom William J. Levada
Palazzo del Sant’Uffizio, 00120 Città del Vaticano
E-mail: cdf@cfaith.va – Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088

CONSELHO PONTIFÍCIO PARA OS LEIGOS
Eminência Reverendíssima Dom Stanislaw Rylko
Pontificio Consiglio per il Laici
Piazza San Calisto, 16
00153 Roma Itália
Tel. 00390669887322/7141/7396/7333
Fax 00390669887214
vati089@laity.va;youth@laity.va

CONGREGAÇÃO PARA O CLERO
 Eminência Reverendíssima Dom Mauro Cardeal Piacenza:
Piazza Pio XII, 3 00193 – Città del Vaticano – ROMA
Tel: (003906) 69884151, fax: (003906) 69884845
Email: clero@cclergy.va (Secretário)

SUPREMO TRIBUNAL DA ASSINATURA APOSTÓLICA
 Eminência Reverendíssima Dom Raymond Cardeal Leo Burke.
Piazza della Cancelleria, 1 – 00186 ROMA
Tel. 06.6988-7520 Fax: 06.6988-7553

CONGREGAZIONE PER IL CULTO DIVINO E LA DISCIPLINA DEI SACRAMENTI
 Eminência Reverendíssima Dom Antonio Cardeal Cañizares Llovera, Prefeito desta egrégia Congregação,
Palazzo delle Congregazioni
Piazza Pio XII, 10
00120 CITTÀ DEL VATICANO – Santa Sede – Tel. 06-6988-4316 Fax: 06-6969-3499
e-mail: cultidiv@ccdds.va; vpr-sacramenti@ccdds.va

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA