Pesquisar este blog

Novidades!!!

sábado, 31 de maio de 2014

01 de junho - Santa Ângela de Merici


01 de Junho

Santa Ângela de Merici


Virgem e Fundadora das Ursulinas (1470-1540)




Tambem conhecida como Santa Angela de Bréscia. 

Angela de Merici nasceu em 21 março de 1470 em Disenzano, Lombardia, Itália. Ela ficou órfã com 10 anos. Ela e sua irmã  foram criadas pelo seu tio, com carinho e amor. 

Sua irmã morreu repentinamente, sem receber os últimos sacramentos e isto  deixou Angela muito chocada e triste. Ela se tornou um membro da Terceira Ordem das Franciscanas e orava com muita freqüência pela salvação da alma de sua irmã. 

Quando Angela estava com 20 anos, seu tio faleceu e ela teve que voltar para sua casa em Disenzano. 


Ali ela converteu sua casa em uma escola para ensinar catecismo as crianças e fundou uma congregação dedicada  a treinar jovens religiosas. Ela logo abriu uma segunda escola em Bréscia, Itália.  

Em 1524 Angela fez uma peregrinação a Terra Santa e quando estava na ilha de Creta ficou cega. Parou a sua peregrinação e voltou a Roma onde foi recebida pelo Papa Clemente VII (1523-1534). Ela estava decidida a retornar a Bréscia para continuar seu trabalho. No dia 25 de novembro de 1535 ela fundou a Ordem de Santa Úrsula, na época chamada de Companhia de Santa Úrsula. Elas viviam em uma pequena casa perto da Igreja de Santa Afra na Bréscia. Ela serviu com superiora por 5 anos, vindo a falecer em 27 de janeiro de 1540. Seu corpo  foi enterrado  na igreja de Santa Afra e ela é, as vezes, chamada de Santa Angela de Bréscia. A Ordem das Ursulinas  receberam aprovação papal em 1544 e Santa Angela é especialmente venerada em Bréscia e nas comunidades Ursulinas. Foi proclamada santa pelo papa Pio VII em 24 de maio de 1807. 

Ela é mostrada na arte litúrgica da Igreja  com o hábito ursulino. 



*  *  *



A fundação da Companhia de Santa Úrsula

 
Ângela viveu em uma época em que a educação era privilégio dos jovens do sexo masculino nas escolas monásticas. O papel das mulheres na sociedade era definido pelos pais, maridos ou prelados. Sua intuição foi dedicar-se à educação feminina, sobretudo das mais pobres de forma original para a época: reuniu um grupo de mulheres solteiras para ensinar as meninas em suas casas. De forma distinta da vida religiosa da época, estas mulheres viviam uma consagração a Deus fora dos conventos, sem votos formais ou hábito. Angela afirmava que formava com suas companheiras a “Companhia de Santa Úrsula”, não uma ordem religiosa. Este modelo antecipava o que hoje são os institutos seculares. 

Após sua morte, as Ursulinas irão se dividir: enquanto um grupo permanece conforme o espírito original – a Companhia de Santa Úrsula filhas de Santa Ângela de Mérici (hoje o Instituto Secular Filhas de Santa Ângela de Mérici), em 1566, um grupo em Milão, sob a influência de São Carlos Borromeu, forma a Congregação das Ursulinas revestidas de hábito, com vida comunitária em um convento, adequado às exigências do Concílio de Trento; um terceiro grupo, na França, forma uma ordem de monjas enclausuradas em 1612. A ordem religiosa propagou-se pelo Europa e pelo mundo. O pioneirismo da ordem consiste em ser a primeira associação religiosa dedicada à educação feminina com caráter missionário fora da Europa.

Com base em:
  1. http://www.cademeusanto.com.br/santa_angela_merici.htm
  2. http://pt.wikipedia.org/wiki/Angela_Merici
  3. http://www.ursulinas.org.br/pagina/santa-angela



+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA