Pesquisar este blog

Novidades!!!

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Uma nova patologia: ser religioso católico para destruir a Igreja

Primeiro a notícia, depois o comentário: 

ESTÃO ACHANDO QUE TER HEREGES É UM “LUXO” SÓ DE BRASILEIROS?


Para quem acha que ter hereges é um luxo só dos brasileiros, entre os quais muitos são adeptos de um catolicismo tupiniquim que passa a quilômetros de distância do verdadeiro catolicismo, confiram as duas declarações que seguem abaixo.

A primeira declaração foi feita por uma tal de Sor Lucía Caram. Recentemente ela deu uma entrevista à revista La Opinión, e dentre os temas abordados, a religiosa falou sobre a polêmica causada por um cardeal espanhol que afirmou categoricamente que a “homossexualidade” é um desvio gravíssimo que pode ser tratado:

La Opinión – El nuevo cardenal español, Fernando Sebastián, que reside en Málaga, ha creado una gran polémica tras comparar la homosexualidad con una deficiencia tratable. ¿Qué opina?

Sor Lucía Caram - No lo comparto. Yo creo que el Papa ha sido clarísimo y está siendo clarísimo con todas sus actitudes. Afirma que no es nadie para juzgar y si no es nadie para juzgar, no puede considerarse una enfermedad. Todos tenemos errores, pero la orientación sexual no es un pecado ni una desorientación de la naturaleza. Tenemos que acoger. Me sorprenden las palabras de Sebastián. Dentro de la Conferencia Episcopal abrió camino en un momento muy complicado y tuvo un papel determinante. Su labor fue muy buena. Eso no quiere decir que esté de acuerdo al cien por cien con todo lo que diga. Creo que la emoción por el nombramiento le ha podido hacer abrir demasiado la boca. Es una persona mayor, que recibirá el capelo en reconociendo a su trayectoria, pero que no tendrá una voz decisiva en la Iglesia. Seguramente no habrá recibido apoyos de la oficialidad de la Iglesia.

- ¿Qué opina entonces del matrimonio entre dos personas del mismo sexo?

Yo siempre me pregunto qué haría Jesús, y Él siempre bendecía. Nunca maldecía. El matrimonio y el amor siempre es bendecido. Que institucionalmente se nieguen a elevarlo a la categoría de sacramento es otra cosa. Pasarán muchos años para eso. Yo no me siento capaz para condenar a nadie. Estamos llamados a bendecir cualquier tipo de amor. El que no bendice, maldice. Y eso es pecado.

Abade Josep María Soler
A segunda declaração foi feita pelo abade de Montserrat:
«A veces, sin embargo, las convicciones de los cristianos pueden entrar en contradicción con las leyes de Estado; leyes que, en democracia, algunas veces sólo pueden establecer el mal menor. Evidentemente, en estos casos, los cristianos no podemos pretender imponer nuestra visión antropológica; en una sociedad plural, no podemos pretender que la moral cristiana se convierta en ley de Estado».

Para ambos, os cristãos devem se silenciar sobre temas polêmicos, temas que se chocam com o “politicamente correto” vigente, em nome da diversidade, da sociedade plural, visto que ninguém tem “moral” para “impor” algo como lei ou para condenar alguém pelo exercício de sua livre vontade, de sua “liberdade”. Para a freira, dizer que a “homossexualidade” é desvio moral gravíssimo é falar demais, abrir demais a boca, visto que o importante é o amor, a acolhida, tudo sob os auspícios do papa Francisco, que não seria ninguém para julgar – já sabemos, alguns dirão que as palavras dele foram “manipuladas” -, salvo se ele não fosse o sucessor de São Pedro, aquele que recebeu as chaves para ligar e desligar o que quer que fosse sobre a terra e o céus.

Quanto ao segundo, o abade parece ignorar que os cristãos, ainda que sob ameaça da morte, não podem aceitar ou se submeter a nenhuma lei que seja contrária aos mandamentos de Deus. É óbvio que devemos obedecer toda lei justa, ainda que baseada apenas na lei natural – que não está em contradição com a lei divina -, agora, pretender que não devemos “impor” nossa visão sobre a sociedade soa como uma tolice, visto que é natural que uma sociedade católica, de ampla maioria católica, adote o Evangelho como seu guia legislativo. E até onde sabemos, a Espanha, pelo menos nominalmente, é de maioria católica. E ainda que não fosse, devemos lutar para que o Evangelho purifique, nutra, inspira todos os organismos da terra, todas as instituições sociais.

Assim, o que sobressai de tudo isso é o seguinte: esses indivíduos, para agradarem grupos organizados que lutam para instaurar leis iníquas e comportamentos contrários à doutrina e à moral católicas, estão adotando um discurso meloso, modernista, em uma palavra, herege, dentro de sociedades de tradição cristã, contribuindo assim para o desmantelamento da fé, a confusão dos fiéis e a propagação do erro, agindo, em suma, como os maiores inimigos daquela cuja defesa deveria ser sua maior preocupação, e arrastando para o abismo, por seus desvarios modernistas, centenas de milhares de almas. Afinal, para essa gente, é mais fácil e cômodo vomitar sua verborreia do que pregar a verdade e lutar pela salvação dos povos!

E assim o será até que a hierarquia extirpe esses ramos podres da árvore, pois, ao serem pegos com as calças nas mãos, eles sempre se safarão, como um Fábio de Melo da vida ou seu par espanhol, o vigário geral de Mallorca, com uma notinha de repúdio ao “erro” e sua total ligação à ortodoxia da Igreja.

Novamente, dizemos: a safra de hereges desse ano será boa, e não só no Brasil!

fonte: http://catolicosribeiraopreto.wordpress.com/2014/01/23/estao-achando-que-ter-hereges-e-um-luxo-so-de-brasileiros.

Primeiro as "damas". Meu professor de faculdade, já falecido, des. Vasconcelos, dizia que as mulheres só podem escrever livros de receitas ou de indexação, tipo catálogos dos livros de uma biblioteca, para os quais teria grande vocação, mas jamais livros "sérios", como livros de direito, no caso específico a que ele se referia. Bom, nem lembro a quem se referisse, em particular, mas deveria ser uma das grandes "luminares" do Direito brasileiro da época... Enfim, de alguma forma, dava aval ao que dizia São Paulo, sobre o papel da mulher na sociedade e na Igreja. O que deve fazer pirar boa partes das religiosas de hoje!!! Quando leio esse tipo de notícias, sou obrigada a concordar com ele e devemos convir que algumas mulheres fariam melhor mesmo se ficassem com a boca fechada e se dedicassem ao que lhe é peculiar mesmo. E não o digo apenas por causa das sandices, blasfêmias e heresias que essa Sor Lucia Caram vomita, mas porque violentam a lógica e a razão. Confesso que não tenho muita caridade e paciência com gente idiota, que constrói frases sem lógica alguma, do tipo "pipoca não tem antena"!!!


Em primeiro lugar, essa senhora que mereceria uma chicotada como fez Cristo com os vendilhões do Templo, não fala somente dos gays, ou melhor, em defesa dos gays! Não! Ela é a favor do aborto, dizendo que Deus nos fez livres para decidirmos e que a Igreja não deve se meter nesses assuntos. Fala de outros assunto também, e a entrevista completa está aqui, mas eu não li toda. Não tive estomago. É muita asneira e blasfêmia juntas. O pior é que ela é usuária do Twitter, onde tem milhares de "seguidores" que dizem amém a tudo o que ela escreve de dentro do claustro. Essa senhora claramente não compreende o que é um claustro, que vai muito mais além de um espaço físico... 

Começo a crer que "fazer questão de ser religioso católico" é uma nova patologia. Vamos lá! 

1) "si no es nadie para juzgar, no puede considerarse una enfermedad" - Vamos primeiro traduzir: "se não é ninguém para julgar, não pode se considerar uma enfermidade"!!! Contenhamos o riso caros leitores e tenhamos caridade diante de uma besta quadrada desse quilate!!! Que late... Bom, pela lógica dessa senhora, não temos doenças no mundo! E viva!!! Já que uma doença para existir precisa poder ser julgada... estamos livres de todas as doenças!!! Sim, porque se eu não posso julgar um homossexual, é justo que eu também não deva julgar um diabético ou um alérgico ou alguém com câncer!!! Deeeeeeeeer! Dá zero para ela, 'fessor!!! 

2) "la orientación sexual no es un pecado ni una desorientación de la naturaleza". Traduzindo, para quem ainda não compreendeu: "a orientação sexual não é um pecado, nem uma desorientação da natureza". Ok, então a Bíblia mente, e mente mais Deus que nos a deu!!! E mente a Igreja, através da qual essa senhora fez voto de obediência (entre outros que hoje em dia pouco importam). Onde ela aprendeu Catecismo, no colo de Carl Marx? 

3)  "recibirá el capelo en reconociendo a su trayectoria, pero que no tendrá una voz decisiva en la Iglesia". Tradução: "receberá o barrete em reconhecimento de sua trajetória, mas não terá uma voz ativa na Igreja". Well, agora a senhora em questão sabe o por que da eleição a Cardeal e, também, seu papel na Igreja! E isso porque se atreveu a dizer a verdade? Mas como fica a questão de que não devemos julgar os outros? Voltarei ao tema. 

4) "Él siempre bendecía". "Ele sempre abençoava". Oras, os modernistas foram além dos protestantes, que arrancaram da Bíblia os livros que não lhes interessava! Os modernistas apagaram das Escrituras tudo o que em Cristo escandalizaria hoje, como, por exemplo, o episódio - e não parábola - dos vendilhões do Templo. Eu li que alguns deles dizem que isso foi em sentido figurado... porque Jesus jamais seria tão mau!!! A impressão que os modernistas passam do "cristo" deles é de que é um hippie bobo-alegre. Bem diferente do Cristo real, que falava sim, sim, não, não, chicoteava quem ofendia a Seu Pai e não tinha pelos na língua ao chamar os fariseus de "raça de víboras"!!! 

5) "Que institucionalmente se nieguen a elevarlo a la categoría de sacramento es otra cosa. Pasarán muchos años para eso". "Que institucionalmente (porque a Igreja é uma mera instituição, como outra qualquer) se neguem (há um acento de recriminação aqui!) a elevá-lo a categoria de sacramento é outra coisa. Passarão muitos anos para isso". Ou seja, essa senhora espera e deseja e, por que não, prevê que a união gay será institucionalizada como sacramento. 

6)  "Estamos llamados a bendecir cualquier tipo de amor. El que no bendice, maldice. Y eso es pecado". "Somos chamados a abençoar qualquer tipo de amor. Quem não abençoa, amaldiçoa. E isso é pecado". O que dizer aqui? Por onde começar?

6.1 Esta senhora já leu a Bíblia? Vamos por apenas alguns exemplos: 
  • Que os povos te sirvam e as nações se prostrem diante de ti. Sê o senhor dos teus irmãos, e os filhos de tua mãe prostrem-se diante de ti. Maldito seja quem te amaldiçoar, e bendito seja quem te abençoar». (Gênesis 27, 29)
  • Deita-se, descansa como um leão, como uma leoa: quem o despertará? Bendito seja quem te abençoar, maldito, quem te amaldiçoar!” (Números 24,9)
  • Contudo, maldito seja o ídolo feito por mãos humanas e aquele que o fabricou. Este, por tê-lo feito, e o ídolo, porque, sendo corruptível, foi considerado deus. (Sabedoria 14, 8)
  • Assim diz Javé: Maldito o homem que confia no homem e que busca apoio na carne, e cujo coração se afasta de Javé. (Jeremias 17, 5)
  • Maldito o fraudulento que, tendo no seu rebanho um animal macho, Me oferece em sacrifício um animal defeituoso. Pois Eu sou o grande rei - diz Javé dos exércitos - e o meu Nome é respeitado entre as nações. (Malaquias 1, 14)
  • Maldito aquele que vos anunciar um evangelho diferente daquele que vos anunciamos, ainda que sejamos nós mesmos ou algum anjo do céu. (Gálatas 1, 8)


Por não falar em Deuteronômio 27,15-26, que é uma metralhadora de maldições:
15. "Maldito seja quem faz um ídolo esculpido ou derretido, abominação para Javé, obra de artesão, e o guarda em lugar escondido". E todo o povo responderá: "Ámen".
16. "Maldito seja quem despreza o seu pai e a sua mãe". E todo o povo responderá: "Ámen".
17. "Maldito seja quem desloca a cerca do seu vizinho". E todo o povo responderá: "Ámen".
18. "Maldito seja quem extravia um cego no caminho". E todo o povo responderá: "Ámen".
19. "Maldito seja quem distorce o direito do imigrante, do órfão e da viúva". E todo o povo responderá: "Ámen".
20. "Maldito seja quem se deita com a mulher de seu pai, pois retira dela o pano do manto de seu pai". E todo o povo responderá: "Ámen".
21. "Maldito seja quem se deita com um animal". E todo o povo responderá: "Ámen".
22. "Maldito seja quem se deita com a sua irmã, filha de seu pai ou filha de sua mãe". E todo o povo responderá: "Ámen".
23. "Maldito seja quem se deita com a sua sogra". E todo o povo responderá: "Ámen".
24. "Maldito seja quem mata o seu próximo às escondidas". E todo o povo responderá: "Ámen".
25. "Maldito seja quem se deixa subornar para matar um inocente". E todo o povo responderá: "Ámen".
26. "Maldito seja quem não mantém as ordens desta Lei, não as pondo em prática". E todo o povo responderá: "Ámen".
Se quem amaldiçoa, peca... Então, quem escreveu esses livros - por inspiração Divina - pecou! Inclusive quem os inspirou... Não é insano? 

6.2 Se somos "chamados" a abençoar qualquer tipo de amor, e levando em conta que essa senhora considera que a homossexualidade seja algo perfeitamente normal, devemos concluir, então, que somos "chamados a abençoar" os pedófilos, os zoófilos e todo tipo de bizarrice e perversão sexual que os faz crer que seja "amor" o que é uma verdadeira patologia, quando não uma possessão demoníaca! 

Quem ainda não leu as notícias que nos chegam do "primeiro mundo", onde há países como a Holanda, que já contam com um partido pedófilo? Ou da decisão da justiça italiana que, em grau de recurso, absolveu um pervertido de 60 anos da acusação de pedofilia contra uma moça de 14 anos, por reconhecer que havia entre eles uma "relação amorosa"? Ou das declarações das associações norte-americanas pró-pedofilia que afirmam claramente que em breve o mundo vai reconhecer o "amor" entre um adulto e uma criança, seja de que idade for? Ou que entre os direitos universalmente reconhecidos às crianças, pela ONU, consta o direito ao sexo a partir dos 8 anos de idade? Ou a pressão em vários países para que a respectiva legislação reconheça a pedofilia como uma "orientação sexual" normal? Ou que a Globo vai acirrar sua campanha imoral de destruição da família e da sociedade, incrementando o número de personagens gays nas novelas, como na próxima que terá uma dupla (NÃO UM CASAL) de lésbicas, que foram escolhidas a dedo entre as atrizes mais simpáticas à população? E na novela que ainda está no ar, quem não percebeu que o casal que interpreta um advogado e uma moça autista, na verdade, querem representar um pedófilo e uma criança? Basta prestar atenção ao texto! E nem vou adentrar o vasto e nojento campo das demais perversões que, em tempos sãos, habitavam os manicômios - que, por coincidência (será?), deixaram de existir sob alegação de violação de direitos humanos... - e hoje são assunto de vários programas da TV a cabo. 

Quem quer apostar comigo que essa senhora em breve será... ordenada padre? Ainda bem que não aposto por nada, pois facilmente ganharia esta. Essa senhora, dando essa entrevista, quis se por em evidência, quis ser notada por alguém. Veremos. 

E, para encerrar, voltando ao tema "julgar", duas colocações: 

1) Fundar suas argumentações (sic) no que diz Francisco I, o Bergoglio entre uma presepada e uma sacada de marketing não é grande coisa. Outro dia, eu li que um padre amigo dele afirmou que falou com ele sobre essas coisas que ele anda dizendo por aí com tom de dogma e que depois a turma do deixa disso tem que sair atrás consertando, e explicou que primeiro Bergoglio disse que não sabia que causava essas confusões, e depois, diante da insistência daquele em tomar cuidado com o que diz, Bergoglio respondeu um tanto irritado que não se importava e que a Congregação pela Doutrina da Fé está ai para isso... Ops! Primeiro, é chocante um Papa responder assim, dando de ombro à possibilidade de confundir quem ele deveria confirmar na Fé; depois, convenhamos... Müeller corrigir doutrinariamente alguém? E o Papa????? Deve ser piada! 

2) Julgar. Esse tema é interessante!!! É  interessante que essa gente para a qual me falta um adjetivo mais "inclusivo" do que realmente é, essa gente é toda caridade e acolhida com tudo o que há de mais sórdido no mundo, seja moralmente quanto doutrinariamente; todo tipo de "sensibilidade religiosa" é acolhida de portas abertas na Igreja de Francisco. Todo, menos a única que é verdadeiramente católica: a Tradição bimilenar da Igreja. Para Ela, não se economizam as críticas, a calúnias, os impropérios. E se fecham as portas, deixando bem claro ao povo - que não estuda a doutrina - que quem defende a Tradição é anacrônico, leproso, gente de quem se deve tomar distância, arruaceiro, desobediente, perigoso... 

Oras, mas para nos "abençoar" com tantos epítetos nada caridosos não precisariam emitir um juízo a nosso respeito? E isso não é julgar? 

Ah! Tá! Então, para os modernistas a coisa funciona assim: quem ofende Deus, quem desobedece a Deus, quem inverte as regras morais que Deus instituiu, fazendo suas próprias regras, criando seu próprio deus... esses não podem ser julgados e devem ser abençoados porque a isso que fomos chamados por Deus. De outro lado, quem defende a Verdade, quem defende a Tradição que por mais de 2000 anos têm sido junto com o Magistério e as Escrituras o firme apoio da Igreja, quem defende a honra de Deus... esses podem ser julgados e condenados, esses são dignos de recriminação e expulsão! Ok, então! Estamos entendidos. 

Essa senhora que se faz passar por freira é uma estelionatária espiritual e intelectual. Que se emende antes de morrer, porque o que ganhará será o Inferno, que, apesar do que eles dizem, existe e é eterno. 

Por fim, de vera, é interessante notar que esses cafajestes fazem questão de usar o hábito nessas ocasiões. 


Sobre o cavalheiro que se faz passar por abade, disse o suficiente o blog Dominus Est, com quem compartilho a "simpatia" pelo Fabio de Melo que nos chama de idiotas porque nossa Fé soube dar a Jesus apenas uma Igreja (que, caso ele não tenha percebido, o ordenou padre), quando Ele queria o Reino de Deus...

Tenham todos um excelente fim de semana, na esperança de que Francisco/Bergoglio se converta à Fé Católica. Ou, para os mais sensíveis ao tema, que gritam "sedevacantista" ao mínimo espirro, que ele pare de dizer heresias e blasfêmias. 

Giulia d'Amore





+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA