Pesquisar este blog

Novidades!!!

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Santo Honório (ou Honorato) de Amiens

16 de maio 

Santo Honório (ou Honorato) de Amiens


 

Os senhores sabem, caros leitores, qual é o ponto comum entre o Palácio do Eliseu (sede do governo da França) e a expressão popular "a cereja sobre o bolo"? O ponto comum é nada mais do que Santo Honório de Amiens (Saint Honoré o Honoratus), visto que o palácio presidencial francês se encontra, em Paris, na rua do Faubourg-Saint-Honoré, e que "a cereja sobre o bolo" faz referência ao toque final de cereja com o qual os confeiteiros enfeitam uma famosa guloseima à base de carolinas: o saint-honoré. É verdade que, desde tempos imemoráveis, os padeiros e confeiteiros têm caminhado juntos com Santo Honório de Amiens. 

Santo Honório nasceu no início do século VI, em Port-le-Grand (atual departamento de la Somme), na França, em uma família importante da região. Em sua juventude, ele se distingue por sua piedade, sendo instruído pelo bispo São Beato de Amiens.

Um dia, ele anunciou à sua ama de leite, que estava colocando pão para assar no forno da bela casa paterna, que ele desejava se tornar padre. Incrédula, a ama de leite lançou sua pá no chão: "E quando minha pá tiver folhas, tu serás bispo!". Imediatamente, para estupefação da brava mulher, o instrumento de cozinha criou raiz e se cobriu com folhas. É este milagre que determinou os padeiros a se colocarem sob a proteção de Santo Honório.

Honório tornou-se efetivamente o 7º Bispo da cidade de Amiens em 554. Ele chamou a atenção pela sábia administração de sua diocese, e por suas pregações nos campos vizinhos de Amiens, ainda impregnados pelo paganismo, onde ele obteve numerosas conversões.

Além do milagre da pá de padeiro, a tradição mantém, sobretudo, a lembrança de uma comunhão miraculosa recebida por Santo Honório das mãos do próprio Cristo, em um domingo de Páscoa.

Santo Honório morreu muito idoso, por volta do ano 600, durante uma visita episcopal em sua própria cidade natal, em Port-le-Grand. Ele foi enterrado na igreja do vilarejo, que em seguida recebeu seu nome. Quando das invasões normandas, suas relíquias foram transferidas para a igreja São Pedro e São Paulo de Amiens, depois, uma última vez, para a catedral de Amiens.

No início do século XIII, em Paris, um padeiro deu um terreno para a construção de uma igreja em honra de Santo Honório. É assim que o Bispo de Amiens deu seu nome à um dos bairros mais conhecidos da capital. Enfim, o 16 de maio, ainda festejado por numerosos padeiros, é, por excelência, propício à realização de numerosas "festas do pão" em toda a França. 





Torta Saint-Honoré
Camadas de carolinas (profiteróles) e creme.
Pode-se acrescentar também fios de caramelo.

  
Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA