Pesquisar este blog

Novidades!!!

sábado, 30 de agosto de 2014

DIVULGAÇÃO: Livro O Derradeiro Combate do Demônio

Também nos unimos ao bom coro dos que divulgam este livro porque é sensato lê-lo e insensato ignorá-lo

O DERRADEIRO COMBATE DO DEMÔNIO


clique para saber mais


Aproveito para este fim da resenha feita pelo FratresInUnum, vista aqui:

“O Derradeiro Combate do Demônio“ é obra compilada e editada em 2003 pelo Padre Paul Kramer e a equipe de redação da “Missionary Association”, de Buffalo, Estados Unidos, consolidando aprofundados estudos sobre a Mensagem de Fátima e especialmente sobre o Terceiro Segredo. A mesma entidade, sob o nome de Associação Missionária, tem sede em Coimbra, Portugal, e é responsável pela tradução portuguesa.

A história de Fátima é sobejamente conhecida no Brasil, e praticamente não há católico que não tenha ouvido falar do chamado “Terceiro Segredo”. Todavia, para maior precisão, relembremo-nos de que em 13 de maio de 1917 Nossa Senhora apareceu no local chamado Cova da Iria, em Fátima, Portugal, a três pastorinhos – Lúcia dos Santos, Francisco e Jacinta Marto, crianças entre sete e dez anos de idade – pedindo-lhes que voltassem àquele local no mesmo dia dos meses subsequentes, e entrementes, rezassem o terço e fizessem penitência.


Nos meses seguintes, a Virgem Maria fez-lhes diversos pedidos, revelou-lhes acontecimentos futuros e confiou-lhes três segredos, a serem oportunamente divulgados. Finalmente, na última aparição, a 13 de outubro, diante de 70.000 pessoas, que a notícia das aparições atraíra de todo o país, a Mãe de Deus realizou um prodígio espetacular: o sol, durante vários minutos, pareceu girar no céu e descer à terra em zigue-zague, no que se tornou conhecido como “o Milagre do Sol”. Ficava assim patenteada a autenticidade das revelações e a seriedade dos pedidos feitos por Nossa Senhora ao gênero humano e à Igreja, por intermédio de três crianças inocentes e sinceras.

A Santíssima Virgem mostrou aos pequenos videntes um vislumbre do Inferno, aonde vão as almas dos pobres pecadores, por não terem quem reze e se sacrifique por elas;  revelou que as iniquidades humanas já enchiam todas as medidas, sendo iminente um castigo dos Céus; profetizou diversos flagelos, como a eclosão da Segunda Guerra Mundial e grandes males para a humanidade, dentre os quais guerras, perseguição à Igreja e mesmo a aniquilação de várias nações, por conta de erros que se propagariam a partir da Rússia, valendo lembrar que tais revelações ocorreram em plena Primeira Grande Guerra e meses antes da revolução bolchevique, com cuja eclosão nem Lenine sonhava àquela altura.

Para impedir tais males, Nossa Senhora pediu coisas bastante simples: a reza diária do terço, com uma nova oração pelas almas, a comunhão reparadora durante cinco primeiros sábados, e a consagração da Rússia ao Imaculado Coração de Maria, a ser oficiada pelo Papa em conjunto com todos os bispos do mundo. Isto feito, a Rússia converter-se-ia e o mundo teria paz.

Dos três pastorzinhos, os dois mais novos, Francisco e Jacinta, morreram durante a epidemia de gripe espanhola de 1918, conforme a promessa da Virgem, de que logo os levaria ao Céu. Lúcia sobreviveu-lhes por mais de 80 anos, tornando-se freira carmelita e permanecendo na terra durante todo o século vinte, como garante das revelações e guardiã do “Terceiro Segredo”, a mensagem pessoal de Nossa Senhora ao Papa reinante em 1960, a quem incumbiria a sua divulgação.

Os elementos basilares da Mensagem de Fátima são os seguintes:

Muitas almas vão para o Inferno por causa dos pecados que cometem.

Para salvá-las, Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao Imaculado Coração de Maria.

Para tanto deverá a Rússia ser consagrada ao Imaculado Coração de Maria, em cerimônia pública oficiada pelo Papa, em comunhão com todos os bispos do mundo. Isto feito salvar-se-ão muitas almas e haverá paz; caso contrário, a Rússia espalhará seus erros pelo mundo, haverá guerras, fomes, perseguições à Igreja e o martírio do bons, o Papa muito sofrerá, e várias nações serão aniquiladas.

Além disto, a devoção ao Imaculado Coração de Maria manifestar-se-á pela comunhão reparadora, mediante a qual Nossa Senhora promete assistência na hora da morte a todos aqueles que, com o fim de a desagravar, durante cinco primeiros sábados, confessarem, comungarem, recitarem o terço e lhe fizerem 15 minutos de companhia, meditando nos 15 mistérios do rosário.

Ademais, formulou a Senhora um pedido urgente, que na recitação do terço, ao final de cada dezena, inclua-se a oração: “Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do Inferno. Levai as almas todas para o Céu, principalmente as que mais precisarem”.

O milagre do Sol.A Igreja, com a cautela e o vagar de sempre, terminou por reconhecer a autenticidade das aparições e a validade das advertências e pedidos de Maria, tanto que autorizou a devoção da comunhão reparadora e a nova oração pelas almas, que passou a integrar a recitação do terço. Em Portugal e no Brasil no dia 13 de outubro, data do “Milagre do Sol”, festeja-se Nossa Senhora do Rosário de Fátima, e naquele país, já em 1931, o episcopado consagrou a nação portuguesa ao Imaculado Coração de Maria.

Com tantas mostras de reconhecimento oficial e oficioso, é de espantar que o mais fundamental pedido da Virgem Maria – a consagração da Rússia – condição “sine qua non” para poupar a humanidade e a Igreja de indizíveis flagelos, não tenha até hoje sido atendido, bem como tenha sido, ao que tudo indica, parcialmente escamoteado ao público o conteúdo do “Terceiro Segredo”, cuja divulgação a Senhora de Fátima autorizara a partir de 1960.

Esta é a temática do livro “O Derradeiro Combate do Demônio“, que com minuciosa cronologia e abundante documentação desvenda tudo quanto se fez e deixou de fazer a propósito da mensagem de Fátima. A obra é um candente libelo contra certos membros da alta hierarquia eclesiástica, responsabilizando-os pelos males que assolam a Igreja e o mundo, por conta do não atendimento do singelo desejo de Nossa Senhora.

Os autores analisam em especial a incompleta divulgação do “Terceiro Segredo”, que se pretendeu reduzir a uma simples aviso quanto ao atentado sofrido pelo Papa João Paulo II em 13 de maio de 1981, e a ausência da consagração da Rússia, demonstrando por que as “consagrações do mundo” feitas até o momento não preenchem as condições determinadas pela Santíssima Virgem, e assim não podem afastar as catastróficas consequências dessa inexplicável omissão.

Dentre tais consequências, as mais patentes são a descristianização do mundo ocidental, e a crise sem precedentes que atinge a Igreja Católica, causas primeiras de todos os males previstos por Maria, e que não poderiam deixar de constituir a parte não divulgada do “Terceiro Segredo”. O livro deixa entrever que este referir-se-ia a uma apostasia de parte do clero, a começar pelo cimo.

Todavia, esse quadro sombrio é amenizado pela esperança de que a mobilização dos fiéis católicos e sua estrita devoção ao Coração de Maria levem a alta hierarquia da Igreja a atender aos pedidos de Nossa Senhora de Fátima, cumprindo assim a Sua profecia, de que “por fim, o Meu Imaculado Coração triunfará”.

Em suma, trata-se de um livro denso e instigante, demasiado extenso e minucioso para caber numa simples resenha, e cuja leitura integral se recomenda, portanto,  a todos que se afligem com os padecimentos da Igreja de Cristo nestes tempos tenebrosos.


Para os leitores do Pale Ideas uma novidade: SORTEIO DE UM LIVRO. O sr. Rodrigo cedeu um exemplar para sorteio e vamos disponibilizá-lo aqui. Mas falarei nisso mais adiante. Fiquem atentos! Será amplamente divulgado. 



Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

13 comentários:

  1. Bom dia Pales Ideas. Aprendi com o Professor Orlando Fideli que Deus retira um bem absoluto de um mal relativo. Mas ainda não entendi porque Deus permitiu, depois das Aparições de Fátima, que aparecessem tantas outras aparições marianas ou cristológicas. Isso atrapalhou um pouco a questão da consagração da Russia e outras coisas relativas ao caso Fátima. Por exemplo: Uma freira de nome Maria Natália da Hungria disse que tinha recebido mensagens de Nosso Senhor e de Nossa Senhora sobre a devoção dos 9 1ºs sábados em que as pessoas que a fizessem iam receber muitas graças. Pergunta: E a devoção dos 5 1ºs sábados pedida por Nossa Senhora de Fátima como é que fica? Outro exemplo: A Beata Alexandrina Balasar relata que Nosso Senhor pediu a ela que comunicasse ao Santo Padre Pio XII (não tenho certeza se era esse papa ou outro) que consagrasse o mundo ao Imaculado Coração de Maria. Pergunta: E a consagração da Russia ao Imaculado Coração de Maria pedida por Nossa Senhora de Fátima como é que fica? Fora as Aparições de Jesus a Irmã Marta Chambon (devoção as Santas Chagas), a Irmã Consolata Betrone (devoção ao Ato de Amor), a Santa Faustina (devoção a Divina Misericórdia), a Irmã Gabriela Borgarino (devoção a jaculatória: Coração Divino de Jesus, providênciai...) e a Irmã Maria Pierina de Micheli (devoção a Sagrada Face). E tem também relatos de Aparições de Nossa Senhora em todos os cantos do mundo até no Brasil (eu descobri um dia desses que depois das Aparições de Fátima, Nossa Senhora tinha aparecido aqui a Irmã Amália Aguirre de Jesus Flagelado em Campinas. Ela tinha ensinado a freira sobre a devoção as lágrimas de Maria). Tantas aparições, tantas mensagens, tantas devoções a meu ver tornaram-se um mal relativo porque atrapalharam a execução do que Nossa Senhora tinha pedido em Fátima. Junte-se a isso a má vontade de muitos do gênero humano e do clero em obedecer a Santa Vontade de Deus e da Santíssima Virgem... Enfim, peço perdão a Deus Nosso Senhor se falei besteira e peço desculpas a vocês do Pales Ideas se me estendi muito. Que o Imaculado Coração de Maria abençoe a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro sr. José Antônio, Deus "permite" o mal por três motivos, se bem me lembro: para nos testar, para nos castigar, para nos santificar. Basicamente, todas os pontos que colocou se respondem por si sós: Se Nossa Senhora em Fátima aconselhara os 5 sábados, pq viria depois para "corrigir-se" dizendo que 9 sábados é melhor que 5? Se Ela pedira a consagração da Rússia ao Seu Imaculado Coração, pq viria depois pedir a consagração do mundo todo?... Acha mesmo que Nossa Senhora é uma pessoa confusa que precisa vir mais e mais vezes para "aperfeiçoar" o que disse antes? Não saberia Deus das nossas necessidades, de nossos pecados, até o último homem, até o último dia de nossa vida? Somente quem não conhece a Doutrina da Igreja pode crer nessas aparições fajutas e sem sentido.

      Se o senhor observar bem, nas Aparições RECONHECIDAS pela Igreja de sempre, Nª Senhora não se repetiu: em cada uma trouxe uma mensagem diferente, no essencial.

      Nessas "aparições" mais recentes, "ela" ou repete o que já disse ou diz coisas completamente opostas. Deus ama a ordem, a confusão é do demônio.

      É preciso ter CAUTELA com essas aparições e esses videntes todos que alegam falar com Deus, Nosso Senhor, o Espírito Santo, a Virgem, e todos os Santos... Tem aparições que até hoje recebem mensagens todos os dias... Sério mesmo que Deus, tendo instituído a Igreja como "porta-voz" dEle, precisa de um canal externo de comunicação com o mundo?

      Ainda que seja verdadeira, uma "aparição" passa por crivos de prudência. O mais importante de que eu tenho conhecimento é a "obediência".

      Medjugorje foi desmascarada sobretudo por causa disso. Certa vez, os videntes foram interpelados por um enviado do Vaticano sobre a conduta do frei que "cuidava" deles: É fato público, portanto posso falar aqui: ele engravidou uma freira e se juntou a ela, para depois abandoná-la. O enviado pediu que eles perguntassem a Nª Sª o que achava disso e da punição que o Papa havia dado ao frei. E eles, depois de "consultarem" a "aparição" lá mesmo, responderam que Nª Sª havia dito que era MENTIRA e o Papa estava ERRADO em puni-lo. Pronto! Era o que bastava para saber que não se tratava de Nª Sª , pq a autoridade foi dada à Igreja por N. Senhor em pessoa!

      Vivemos tempos de trevas, caro sr. José Antônio, onde predomina a DESOLAÇÃO, diferentemente dos primeiros tempos em que haviam milagres verdadeiros e necessários. Hoje, nos é exigido que creiamos independentemente de milagres, na mais profunda desolação da alma! Esses tempos de falsos profetas (e o que são esses "videntes"?) e de tantos prodígios de todos os tipos, por todos os lados, inclusive fora da Igreja... cada vez mais é preciso ser prudente. Cautela e sopa de galinha nunca fizeram mal a ninguém! Não devemos correr atrás de novidades, de milagres, de aparições.

      Devemos pedir perdão a Deus, sr. José Antônio qdo nos calamos nos momentos em que DEVEMOS defender a Igreja e a honra de Deus. Buscar honestamente a verdade não é pecado, nem falar besteiras enquanto se a busca. É uma boa maneira de encontrá-la, uma vez que pode aparece alguém para nos esclarecer. Não é?

      Por último, não deve se desculpar por ter-se estendido aqui!!! Além do mais, como poderia eu, 1/2 italiana (e portanto prolixa por natureza, utilizando todos os advérbios, adjetivos e apostos possíveis e imagináveis!!!), recriminar alguém por isso??? LOL. Seja sempre bem vindo!

      Excluir
    2. Obrigado pela resposta e pelas boas vindas. Só quero acrescentar que a maioria dessas aparições acontecem com freiras, mocinhas adolescentes ou crianças. Que doideira pensar que freiras e padres se prestem ao papel de mentir (no caso se forem falsas aparições). Percebi que quando é Nosso Senhor que aparece (ou não) sempre são freiras que relatam tal manifestação. Já Nossa Senhora aparece (ou não) pra mocinhas adolescentes ou crianças. Acho que fui ingênuo, porque abracei algumas devoções pensando que vindo de freiras não haveria de cair em erros. Mas tudo bem né? Sou pecador e falho como todo mundo. rsrsrs. Vou prestar atenção de agora em diante.

      Excluir
    3. Caro sr. José Antônio, o tempo para errar é este, enquanto estamos vivos. Mas, mais importante do que errar, é o ato de reconhecer e reparar (qto possível) o erro, arrepender-se e tomar a firme resolução de não errar mais. Vivendo, se aprende. É isso que distingue os sábios dos tolos, pq, ao que se saiba, ninguém já nasceu sábio.

      E sua sabedoria E HUMILDADE se mostram claras em sua resposta!

      1) nem freiras, nem mocinhas adolescentes ou crianças são infalíveis. E talvez é com isso que conta o demônio para dar uma "aparência crível" às falsas aparições. A inocência das meninas e das crianças e a inocência e autoridade das religiosas. Quem ousaria desconfiar?

      Mas a fé não é feita de aparências nem de emoções. Por isso, a Igreja sempre demora em reconhecer as aparições, pq é necessário ser prudente. Há muito em jogo!

      Imagine se a Igreja reconhecesse uma aparição apenas pelo aspecto exterior: Prodígios, grande números de peregrinos, mensagens "bonitinhas"? (Que temeridade!!!), e depois a Verdade aparecesse, se descobrisse a farsa... qtas almas não se perderiam???? E a credibilidade da Igreja iria junta para o mesmo ralo!

      2) Bem vindo ao clube, não é o único que foi enganado por religiosas e/ou mocinhas e crianças! A nossa "natural confiança" no que é visível dever ser acompanhada sempre de cautela. Sobretudo pelo bem de nossas almas, que custaram o Sangue de um Deus bom!

      Quem poderia esperar que uma religiosa minta ou engane? Quem duvidaria da pureza de uma criança? Mas nestes tempos de trevas, todo cuidado é pouco! Sobretudo em se falando de alma, eternidade, Paraíso, Inferno... Não nos dizem as Escrituras: maldito o homem que confia no homem? (jeremias 17,5)... Pois é!

      Um padre me disse certa vez para tomar cuidado com o excesso de devoções. Já temos um terço, que nos foi dado pela própria Nossa Senhora, perfeito ao ponto de precisar apenas de TRÊS mistérios (por isso "terço"), pq inventarmos novos terços? O mesmo vale para as demais devoções. Simples life, mesmo na Religião.

      Tb não é conveniente sobrecarregar-se de orações. Sobretudo os leigos, que devem cumprir seus deveres de estado. Uma Ave Maria bem rezada vale mais do que 15 rosários inteirinhos rezados sem devoção, apressadamente.

      Basta rezar ao acordar e antes de dormir. Durante o dia, o terço/rosário e o agradecimento à mesa.

      Se cumprirmos o mínimo, com zelo e piedade, já fizemos muito! :)

      Oremus pro invicem (rezemos uns pelos outros)

      Giulia

      Excluir
    4. Olá Giulia. Com licença para minha curiosidade. Quais foram "as religiosas, as mocinhas e as crianças" que lhe enganaram com falsas devoções? Pergunto isso porque já posso me precaver no futuro de ser enganado também e alertar outras pessoas...

      Excluir
    5. Caro sr. José Antônio, o Código Canônico até prevê a possibilidade de revelar pecados de uma pessoa pelo bem de outras, mas infelizmente, neste caso específico, não vou poder fazê-lo, pq recebi ordens superiores para tanto. Lamento.

      Excluir
    6. Eu te entendo Giulia. Bom como eu não recebi ordens superiores então vou te alertar sobre uma aparição que me enganou. São as aparições em Jacareí ao "vidente" Marcos Tadeu. Esse cara diz que vê praticamente todo o céu (Deus, Nossa Senhora e todos os santos conversam com ele ou pelo menos a maioria dos santos). O santuário que ele mandou construir para Nossa Senhora não é aprovado pela Igreja e o clero identificou erros e heresias nas revelações particulares dele. Isso ocorre aqui no Brasil na cidade de Jacareí do Estado de São Paulo. Fica o alerta!

      Excluir
    7. Grata pela compreensão, sr. José Antônio. Apenas um esclarecimento, para que algum leitor não pense que as "ordens superiores" que recebi foram em... visões e aparições... rsrsrs Eu tenho um diretor espiritual, um bom padre, que me ordenou não comentar mais sobre esse caso. Só isso. :D

      É muito bom que o senhor tenha esclarecido sobre Jacareí, pq muitos são os católicos de boa fé que caem nessas verdadeiras arapucas. Talvez eu venha até a fazer um post sobre o assunto. Eu já li na web sobre essas aparições e esse "vidente", mas nada muito profundo, pq de cara achei estranha essa "comunicação intensa". Se tem o Marcos Tadeu que fala diretamente com os Céus... para que Igreja, não é mesmo? Até por isso, não me interessei em pesquisar e desmistificar as "aparições" de Jacareí. Mas é um ótimo assunto a se abordar. Pelo que muito lhe agradeço!

      Oremus pro invicem

      Excluir
    8. Bom dia Pale Ideas, Resistência Católica e Caríssima Giulia. Voltando as aparições particulares, só gostaria de tirar uma dúvida. Além do Santo Terço de Nossa Senhora rezo também o Santo Terço das Santas Chagas ensinado por Nosso Senhor a Irmã Marta Chambon. A dúvida é: As visões dessa freira visitandina são verdadeiras ou falsas? Conheço várias histórias de aparições, mas abracei somente as de Fátima, de Lourdes, das Graças, do Carmo, da Salete, de Guadalupe, do Sagrado Coração de Jesus, da Divina Misericórdia (depois do que eu li aqui, estou com o pé atrás em relação a "Santa" Faustina), de Jacareí (a que me enganou) e das Santas Chagas. Agora fiquei na dúvida. E se as aparições de Jesus Chagado forem falsas? Grato pela atenção. Sinceramente, espero que esse site dure até o fim dos tempos. Vocês são muito bons em informar os católicos e o Pale Ideas é muito bacana. Parabéns.

      Excluir
    9. Caro sr. José Antonio, boa noite.

      Confesso que não sei muito sobre a Irmã Maria Marta Chambon, mas achei este link: http://eiaergoadvocatenostra.blogspot.com.br/2013/02/livro-sagradas-chagas-de-n.html, segundo o qual a Igreja, antes do CVII, reconhecia que não havia "nada nêle que não possa dizer-se em conformidade de fé e de costumes com a doutrina da nossa Mãe, a Santa Igreja".

      Aduz, ainda, que o próprio Papa fazia "votos para que as virtudes e a vida exemplar desta religiosa e fiel Serva de Deus sejam largamente difundidas e conhecidas, a fim de estimular as almas a caminharem pelas vias da perfeição. Regozija-se com o autor, enviando-lhe, assim como às suas irmãs, a Bênção Apostólica".

      Não sei se, posteriormente a isso, a Igreja tenha se manifestado contra.

      De fato, já publicamos no Pale Ideas essa devoção: http://farfalline.blogspot.com.br/2014/03/a-devocao-as-santas-chagas.html. Como também no blog de orações que é nosso afiliado: http://precantur.blogspot.com.br/2011/10/os-sete-pai-nossos.html.

      Sobre Sta Margarida Maria Alacoque (Sagrado Coração), tb não sei se há um pronunciamento oficial da Igreja, mas sei que não há nada contra. Tb já publicamos: http://precantur.blogspot.com.br/2014/06/ato-de-consagracao-ao-sagrado-coracao.html, http://precantur.blogspot.com.br/2013/05/a-novena-irresistivel-ao-sagrado.html e http://martyrologioromano.blogspot.com.br/2013/11/santa-margarida-maria-alacoque.html.

      Sobre "Santa" Faustina (Divina Misericórdia), em que pese a Igreja moderna tenha reconhecido alguma virtude heroica nela, a Igreja de sempre tinha fortes razões para desaconselhar a leitura de seus escritos e, portanto, seu culto. Aqui está uma útil leitura: http://farfalline.blogspot.com.br/2013/08/sobre-irma-faustina-e-devocao-divina.html.

      A de Jacareí... nem vamos perder mais tempo com isso, não é?

      Grata pelas palavras gentis que nos servem de consolação e de incentivo para fazermos sempre mais e melhor, conscientes que somos da responsabilidades que assumimos e que exigem de nós, cada dia mais, um firme compromisso com a Verdade.

      Reze por nós. Tenha um bom fim de semana!

      Excluir
    10. Obrigado pelas informações. Bom. Eu tenho o costume de substituir durante o meses de agosto, setembro e outubro o santo terço mariano pelo rosário das 7 alegrias marianas, rosário das 7 dores marianas e rosário mariano comum respectivamente. Sei que Nossa Senhora de Fátima pediu o terço comum todos os dias, mas como sou devoto de Nossa Senhora das Alegrias, das Dores e do Rosário faço essa substituição. Agora pergunto: o que vocês do Pale Ideas e da Resistência Católica, e principalmente você; Giulia; estão precisando? Quero rezar por vocês e pelas necessidades de vocês. Podem ficar a vontade para me mandar a lista que nesse mês vou colocar nas mãos de Nossa Senhora das Dores e no próximo vou colocar nas mãos de Nossa Senhora do Rosário... Deus os abençoe.

      Excluir
    11. Prezado sr. José Antonio, um bom padre me disse que não devemos substituir o Terço por outra devoção, seja ela qual for. Ainda mais em Outubro, que é o mês do Santo Rosário. A Nossa Senhora é uma só, mas "em Fátima" ela pediu a reza cotidiana do Terço. Como filhos obedientes, devemos fazer a vontade dEla.

      Se quiser adicionar outra devoção, pode, mas não é aconselhável sobrecarregar-se, sobretudo aos leigos que têm seus deveres de estado, os quais vêm em primeiro lugar.

      As minhas precisões são as comuns, caro sr. José Antônio: pelos sacerdotes, pela conversão e santificação das famílias, pela saúde dos que estão necessitados... Pelo blog e pela Resistência, é nos mantermos sempre fiéis a Cristo, à Verdade e à Igreja.

      Há um blog que reúne as orações que chegam até mim: http://pelos-caminhos-de-deus.blogspot.com.br/p/blog-page_28.html, é do sr. Nilson.

      Deus lhe pague por sua caridade!!! O senhor está, junto com sua mãe, em nossas orações.

      Giulia

      PS: Uma pergunta: qual a diferença entre o "santo terço mariano" e o "rosário mariano comum" que reza em outubro?

      Excluir
    12. Olá Giulia! Deus te abençoe. Não vejo nenhuma diferença. Apenas que o Rosário são 3 terços, ou seja, 2 terços a mais que nos outros meses. Sempre no mês de outubro (mês do Rosário) rezo o Rosário. Quando chega novembro volto a rezar somente 1 santo terço por dia.

      Excluir

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA