Pesquisar este blog

Novidades!!!

domingo, 13 de abril de 2014

Outro Domingo de Ramos...

Escrevi este texto em 2009. O que mudou, de lá para cá? Muita coisa, mas não para melhor. Quer dizer, em minha vida, sim porque (re)encontrei a Tradição da Igreja Católica e a paz no coração, depois de anos sofrendo na Igreja moderna, vendo Nosso Senhor ser vilipendiados por leigos e padres, deixando a Missa pela metade por não suportar tantas ofensas a meu amado Salvador! Acabaram os problemas e passei a viver o Paraíso na Terra? Não, mas certamente, agora, todos sofrimento faz mais sentido e tem um escopo definido e específico: o Céu. Se antes era algo instintivo, às escuras, tateando como um cego, agora sei para onde ir e o por quê. De certa forma, a cruz pesa menos assim.

Mas, no mundo fora de minha casa, as coisas só pioraram. Depois daqueles tristes fatos de 2009, os estupros em escolas públicas (e privadas, estes cobertos pelo manto do silêncio pago pelo dinheiro) se multiplicaram, assim como a violência entre alunos e entre alunos e professores. A última notícia que li, esta semana mesmo, foi de um menino de uns dez anos de idade que há dois anos vinha sendo abusado por colegas maiores, de uns 14 anos de idades, no banheiro da escola. Foi descoberto o crime em uma visita médica, porque o menino sofria em silêncio. O delegado, segundo o jornal, não deu crédito ao menino, mesmo com indícios de estupro, "porque somente este ano os maiores passaram a estudar no mesmo turno que o menor"... sic! Depois saiu o laudo oficial, confirmando a violência, com ferimentos antigos e recentes. 


Isso em meu Estado. Multipliquem isso pelo Brasil todo. Pelo mundo. Provavelmente, todos os dias uma criança é vítima de abuso sexual, seja por outros menores, seja por adultos; conhecidos ou desconhecidos; sobrevivendo ou morrendo. Muitas crianças são vítimas de uma violência gratuita, no sentido simples da palavra, ou seja, sem envolvimento de dinheiro. Outras muitas são vítimas de um comércio horrendo que sevicias e mata crianças pelo mundo todo, para atender os mais diversos propósitos, como o exigente mercado em crescimento que envolve filmes e prostituição, tudo recheado de sadismo: o mercado  da pedofilia. E quanto mais aumentam as ONGs que anunciam querer defender essas crianças (por uma módica contribuição de apadrinhamento) tanto mais aumentam os casos de abusos contra as crianças. Vez ou outra a polícia "fecha" uma rede e prende centenas de pessoas, com milhares de fotos e filmes de crianças violadas. Mas logo a "rede" se reconstitui e a coisa continua. Para esse "nicho" de negócios podem ser contabilizadas certamente as milhares de crianças que desaparecem no nada. Não se devem descartar muitos adultos desaparecidos misteriosamente, dos quais não se encontram nem mesmos os ossos, porque há um mercado de tortura e violência sexual com adultos também. Quem não conhece filmes como "O Albergue"? E, por fim, há o "mercado" do ocultismo, do satanismo, que consome milhares de vítimas de todas as idades, especialmente crianças.

De cinco anos para cá, quem vai dizer que as coisas não pioraram? Ah! Sim, os idiotas que repetem a frase preferida do governo marxista que sofremos: "não aumentaram os casos, mas as denúncias"!!! Bom, é verdade que hoje há muito mais denúncias do que ontem, mas não é porque as pessoas estão denunciando mais, se não porque há muito mais crimes a denunciar hoje! Quem, em sã consciência, pode dizer que há 20 ou 30 anos atrás as coisas eram exatamente iguais? Ou alguém alienado ou alguém corrompido!

Hoje é Domingo de Ramos, e este Senhor continua vindo nos anunciar um mundo novo, uma vida nova, um pedaço do Céu ainda aqui na Terra. Mas o homem prefere o Inferno. Não sei se é porque ser santo "dá trabalho" ou porque a alma está tão corrompida que já não se sente atraída pela luz, mas foge dela como o diabo da Cruz.

Fato é que a sociedade está caminhando para a aniquilação total da Moral e da dignidade humana. As pessoas se sensibilizam pelos animaizinhos que são cruelmente torturados, mas não se escandalizam com 700 jovens que marcam encontro pelo Facebook em uma praça pública de São Paulo para um "rolezinho de sexo e maconha". Claro que toda violência é abominável aos olhos de Deus, mesmo contra os animais, que Ele nos deu para nos alimentarmos, nos vestirmos e nos entretermos com sua companhia, mas não para tratá-los com crueldade e malícia! Mas a defesa da honra e da castidade, da pureza e da honestidade deveria contar com o mesmo ímpeto e empenho por parte da sociedade!

O mais escandaloso é que o "encontro" foi combinado pela Facebook, e a Polícia nada fez. Eu não sei quanto se consome de maconha toda vez que se fuma um cigarro, mas se contarmos 10gr por cabeça, temos 7kg de maconha. Isto é tráfico de drogas e apologia de fato criminoso. Além do mais, pelo Código Penal, fazer sexo em local público continua sendo crime: art. 233 (Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público). Se tiver algum menor envolvido, a coisa só piora.

O "rolezinho" é uma propaganda midiática da prática do "dogging", ou seja, de fazer sexo em lugares públicos, até com desconhecidos, especialmente por parte dos homossexuais. Em minha cidade, um dos "promoters" é um ex-seminarista que desistiu da vida religiosa por causa de uma noviça, que hoje é sócia dele nesse "empreendimento".

A omissão dos pais e das autoridades é escandalosa. Ele simplesmente permitem esse estado de coisa. A Mídia, então, tem um papel preponderante na corrupção da sociedade. Basta ver que o art. 234 (e seu parágrafo único) do CP preconiza que é crime "Fazer, importar, exportar, adquirir ou ter sob sua guarda, para fim de comércio, de distribuição ou de exposição pública, escrito, desenho, pintura, estampa ou qualquer objeto obsceno". E incorre na mesma pena quem: "I - vende, distribui ou expõe à venda ou ao público qualquer dos objetos referidos neste artigo; II - realiza, em lugar público ou acessível ao público, representação teatral, ou exibição cinematográfica de caráter obsceno, ou qualquer outro espetáculo, que tenha o mesmo caráter; III - realiza, em lugar público ou acessível ao público, ou pelo rádio, audição ou recitação de caráter obsceno"!

Ou seja, os novelistas, diretores e administradores de todas as Redes da Televisão brasileira deveriam estar atrás das grades, assim como os "cineastas" e toda a troupe deles! E quem "permite", ou seja as autoridades que autorizaram as concessões para operar na área das comunicações.

Eu perguntava a meus botões o que de tão grave havia acontecido em Sodoma e Gomorra para Deus destrui-las apesar de Lot, que era um justo.Ok, não havia os 10 justos que Deus exigira, mas não foi só isso. Não pode ter sido só isso. Algo de muito muito grave deve ter havido para Deus perder a paciência e aniquilar aquelas cidades ímpias! E eu perguntava a meus botões o que falta fazer o mundo ainda para que Deus se enfureça novamente e conserte as coisas do jeito dEle. 

Mas a pergunta estava errada. Percebi isso ao ler, um dia desses, uma frase em uma dessas vinhetas que vemos pela internet, com uma bela imagem e uma frase bonita, algo que dizia que Deus não destruía o mundo por causa da Santa Missa. Houve uma Promessa. É a Santa Missa diária que nos garante a paciência de Deus! Os dez justos foram substituídos por Um só: o Cristo. Enquanto tivermos o Justo entre nós, o mundo não perecerá. Enquanto tivermos a Santa Missa, teremos o Justo entre nós, a garantir a vida na Terra.

A Santa Missa Católica de sempre


Mas é preocupante vermos o avanço da corrupção dentro da Igreja de Francisco, com os sacrilégios e os abusos litúrgicos perpetrados sobre os altares de Deus. Depois do escandaloso batismo de Umma Azul (sim, esse é o nome de batismo da menina), a "filha" de duas lésbicas, na Argentina, tendo como "madrinha" uma não católica, a presidente marxista, e que culminou com um beijos devasso dentro do Templo do Senhor, veio à tona outro caso, protagonizado pelo Cardeal Bergoglio, mostrando que não é de hoje que esse senhor contribui para a destruição da Igreja.

Nesse surrealismo estonteante que vivemos atualmente, não devemos perder de vista que há duas Igrejas: a de Deus e a outra, a do mundo, que o mundo aplaude e ovaciona porque veio atender às necessidades do mundo, que quer ser livre para fazer o que mais lhe apetece, e libertado do suave jugo de Nosso Senhor. Essa é a Igreja que Bergoglio comanda. Essa a Igreja que Dom Fellay quer servir. E temos visto como isso tem afetado a nova congregação que ele realizou e que teima em chamar de "Fraternidade São Pio X", em escárnio à Obra e à memória do Venerável Monsenhor Lefebvre. 

A corrupção moral assola os ambientes "tradicionalistas" que continuam a apoiá-lo apesar de tudo, com escândalos notórios: grávidas solteiras, divorciados e adúlteros de todo tipo (namorados que coabitam ou fazem sexo eventual, esposas que traem o marido e vice-versa, um jovem que frequenta o Priorado de São Paulo e que engravidou sozinho duas moças diferentes etc.), homossexuais dos dois sexos, alcoólatras e degenerados de vários tipos, maridos que espancam as esposas, casos de simonia... Mas todos indo à missa como anjinhos celestiais

Mas é preciso reconhecer que isso tudo não é culpa exclusiva dos leigos, porque todos nós estamos sujeitos a pecar. É óbvio! O problema maior está na direção espiritual. Se os padres já não defendem nem seguem a Verdade, como podem corrigir os seus dirigidos? Se o pastor é amigo dos lobos, quem vai defender o rebanho?

Infelizmente, a coisa não para nos leigos. Os padres da Neo-FSSPX parecem maçãs em uma cesta. Alguns já perceberam o perigo e deixaram a cesta. Outros correm o risco de apodrecer por osmose. E nem me refiro aos vários escândalos já publicados aqui e que nem vou mencionar mais, nem à recente missa rezada em um antro da Maçonaria (Rotary Clube), mas a dois fatos mais graves: o de um padre francês que teria posto um anúncio em um conhecido site de "padres gays" da Europa, lamentando-se de que não era "compreendido" pelos fiéis e seus superiores e que buscava companhia masculina para se consolar. E o de outro padre francês preso há alguns dias sob a acusação de tortura e estupro de três professoras da escola católica elementar (ensino fundamental) para meninas que ele dirigia em 2010. Deste, sabíamos nome e sobrenome, assim como onde estava designado oficialmente até agora pela Neo-FSSPX, mas esperávamos uma confirmação oficial dos fatos, porque as calúnias não podem ser reparadas depois. Ontem chegou a confirmação, mas resolvemos encerrar o assunto, porque... já basta de escândalos!!!

Fica o registro apenas para nossa OPERAÇÃO MEMÓRIA, mas sobretudo como matéria de reflexão aos bons padres que continuam na Neo-FSSPX ou por um misterioso e sobrenatural desígnio da Providência ou por uma fraqueza humana de preferir a estabilidade do prato quente e da cama boa. Cuidado! A podridão passa de uma maçã para a outra. Quando der por sí, pode ser tarde demais. 

Sirva também para nossa reflexão particular, de nós leigos, que queremos nos santificar, apesar de nossa natureza humana adoecida pelo pecado original e pelas marcas deixadas na alma pelos inúmeros pecados mortais que cometemos em nossa vida passada ou, por desgraça, continuamos cometendo ainda hoje. Com o pecado não se negocia, não se tergiversa! Não se acalenta uma cobra no seio! CUIDADO! Não sejamos negligentes com a moral e os bons costumes! Não durmamos sobre nossos pecados, mas procuremos nos livrar deles o mais rápido possível. E não nos contentemos em repudiá-los e confessá-los! Combatamo-los com toda força e toda gana, sem piedade nem compaixão, fazendo violência à nossa vontade. Porque não sabemos se amanhã abriremos nossos olhos para um novo dia. Aliás, não sabemos sequer se daqui a um minutos estaremos ainda vivos. E, por caridade, não leiam isso interpretando alguma heresia jansenista ou algo assim. Foi Cristo quem disse:  "ergo vos perfecti sicut et Pater vester cælestis perfectus est", ou seja, "sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito" (Mateus 5,48). É Ele quem exige a perfeição, não eu, que nada sou e nada sei.

Com este post, encerro as publicações da Quaresma no Pale Idea. Durante a Semana Santa, programamos apenas a publicação de post no dia 16 de abril, sobre Santa Bernadete Soubirous. Voltamos dia 20, Domingo de Páscoa. A partir dai, voltaremos a tocar no assunto "Moral e Compartamento", antes que a nossa cesta de maçãs também pereça. A todos, um bom e santo Domingo de Ramos. 

Giulia d'Amore

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA