Pesquisar este blog

Novidades!!!

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Mais um mártir religioso do furor islâmico. Até quando?

 

Damasco - Segunda-feria, dia 8 de abril, em Homs, cidade mártir, na zona ocupada pelos muçulmanos e assediada pelo exército sírio que tenta libertá-la, foi assassinado o sacerdote jesuíta Frans Van der Lugt, 75 anos, dos quais 50 passados na Síria.

Um comunicado da Cúria provincial jesuíta dá notícia de que o sacerdote “foi sequestrado por islâmicos armados que o espancaram e depois o justiçaram com dois tiros na cabeça, diante da residência dos jesuítas em Homs, a qual se tornara um refúgio para tantos cristãos perseguidos e que perderam tudo e não tinham sequer como se alimentar.

A última denúncia do sacerdote informava que de todos os cristãos residentes em Homs antes da ocupação - por volta de 60.000 - haviam ficado 66. Uma limpeza étnica. Pe. Van del Lugt não quis deixar Homs. Era o último cristão que sobrara na cidade.

Os motivos da emboscada são claros, os ocupantes muçulmanos não toleram a presença dos "infiéis".

Fazem isso, os teus irmãos, Francesco!!! E hoje ainda lamentou pela morte do irmão. Como ousa? Acende uma vela ao Senhor e outra ao demônio. Em Lampeduza só faltou ajoelhar e beijar os pés dos muçulmanos, e hoje pranteou o mártir. O que isso mudará, Francesco? Vai, agora, combater os inimigos de Deus que matam teus irmãos?

De muitas coisas, há de prestar contas um dia. Muito sangue. 




Um cristão martirizado em Síria. A turba islâmica fotografa
Que Deus acolha no Céu tantos mártires da Fé


Notícia: http://voxnews.info/2014/04/07/siria-prete-massacrato-da-islamici-e-giustiziato-era-lultimo-cristiano-rimasto-ad-homs/
Tradução: Giulia d’Amore

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA