Pesquisar este blog

sábado, 9 de março de 2013

FELLAY E AS CARMELITAS DE SÃO JOSÉ

Editado às 22:52 para acrescentar um caridoso pedido de orações pelo Padre Zaby, feito por minha cara Rosa Ivonne, do México, à qual me uno em oração por este zeloso padre, para que tenha a mesma coragem de suas carmelitas.



E O BARCO CONTINUA FAZENDO ÁGUA.

ATÉ QUANDO, DOM FELLAY? 
SEJA SANTO, RENUNCIE!


Me preparava para publicar a notícia do CathInfo de que as irmãs do Carmelo de São José, na cidade de alemã de Brilon am Wald, iriam se desligar da Pseudo-FSSPX quando recebi outro e-mail informando que o THE RECUSANT já confirmava a saída dessas corajosas carmelitas. Certamente mais corajosas do que muitos padres que não honram as calças (como homens) e a batina (como Padres) que vestem!!!  

Mas vamos ao resumo das duas notíciaso.

Na primeira, se dizia que as irmãs queriam afastar-se da Neo-FSSPX por causa da triação dos superiores contra a Fé. Também se informava que, recentemente, dom de Galarreta quis visitar o Carmel - porque é ele quem está cuidando dos mosteiros filiados à FSSPX - mas as Carmelitas não permitiram, porque, como elas disseram, ele não é mais um amigo da Fé. Depois o Superior do Distrito alemão da FSSPX, Pe. Schmidberger, quis visitar o Carmelo também, mas também foi negado e pelo mesmo motivo. Aparentemente, elas só não havia dado o passo porque o superior do Distrito Alemão implorara que esperassem até a Páscoa. O Carmelo é composto de sei irmãs. Eram sete, mas uma - que é irmã de um padre não-acordista - já havia saído por causa de uma briga com o Schmidberger sobre os acordos com a Roma apóstata. Infelizmente, o Carmelo-mãe, em Quiévrain, na Belgica, segue leal a dom Fellay, e as irmãs ficaram isoladas. Quem zela pelas irmãs, ministrando os Sacramentos, fazendo retiros e rezando a Missa diária, há cerca de dois anos, é o pe. Pe. Zaby, que também é contra os acordos com a Neo-Roma, e desempenhou um importante papel no "despertamento" das Carmelitas. Segundo as informações do autor do texto, se as irmãs de fato romperem com Menzingen, o Pe. Zaby também vai deixar a FSSPX e se manter ao lado do Carmelo. 

Na segunda, se confirma que há tempo este Carmelo deixou claro ao Pe. Schmidberger sua completa oposição a qualquer acordo com a Roma modernista sem conversão e que o Carmelo agora se dissociou oficialmente do Distrito Alemão da FSSPX. Informa que as ações do Distrito Alemão não têm sido nem generosas nem caritativas [fato notório; muitos fieis e padres conhecem a generosidade e a caridade de dom Fellay e CIA.] e que já lhes tiraram a ajuda externa, o que pode lvera o Carmelo ao fechamento por sua precária situação. Além disso, o Distrito quer lhes tirar o capelão. 

* * *

O Carmelo tradicional de São José, em Brilon Wald, Alemanha, foi fundado há uns 30 anos como casa filha do Carmelo do Sagrado Coração em Quiévrain, Bélgica, o, qual fora fundado, por sua vez, pela irmã de Mons. Lefebvre, S. Marie Christiane, quando ele começou sua Sociedade

Alguém pensar que seis irmãs não sejam uma grande notícia, mas quem sabe da importância de um Carmelo dedicado contemplativa, vai perceber a verdadeira dimensão desta notícia, ou seja, que se espera que este Carmelo irá se juntar à Resistência.

Uma vez perguntaram a Mons. Lefebvre por que sua empresa espiritual foi tão bem sucedida, e ele respondeu que foi por causa de cinco Carmelitas rezando por ele constantemente. É por isso que os padres de língua alemã da resistência, dentro e fora do Neo-FSSPX, estão entusiasmados com esta notícia. Também Pe. Schmidberger sabe da importância que teria um tal Carmelo "próprio", e é por isso que ele está fervendo de raiva atualmente, com essa potencial divisão.

Ambos os sites fazem um apelo por orações e, agora, por ajuda, para as irmãs:

"Por favor, ajude-nos com orações para as Carmelitas de São José, a sua corajosa mãe Superior (ano 1958) e seu valente sacerdote, o Pe. Zaby. Vamos rezar o terço para estas Carmelitas, para que fiquem firmes em seu plano e que quebram oficialmente essa afiliação com a traidora Neo-FSSPX. Eles apenas fazem o que o Arcebispo Lefebvre sugeriu a vários mosteiros em situações semelhantes; leiam os comentários recentes de Dom Tomás de Aquino, no Brasil, por exemplo. São José, rogai por nós!"
 
E: "Por favor, inclua as irmãs em suas orações.

Para contactar as Carmelitas:

Karmel St. Josef
Korbacher Str. 89
59929 Brilon Wald
Germany
Tel. 0049 2961 - 6445"


Nota do blog:


Atualmente os Carmelos assistidos por padres da Neofrat de Fellay são os seguintes:

- Carmelo São José - Brillon Wald, Alemanha (menos um, faltam quatro)
- Carmelo do Sagrado Coração - Quiévrain - Bélgica
- Carmelo do Imaculado Coração de Maria - Eynesse - França
- Carmelo Maria Rainha dos Anjos - Chexbres - Suíça
- Carmelo Santíssima Trindade - Spokane - EUA

fonte: http://provsjose.zip.net/arch2009-01-16_2009-01-31.htm.


_

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA