Pesquisar este blog

Novidades!!!

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

O logo do Jubileu Bergogliano da falsa misericórdia

Outro dia, mencionamos o monstruoso logo do Jubileu da (pseudo)Misericórdia quisto por Francisco e que se abre hoje, justamente na Festa da Imaculada Conceição de Maria. Dia em que também deverá ser tornado pública, segundo o site Cathinfo.org, a derrocada completa da Neofrat de Bernard Fellay.  Bom, isso é outro assunto, e teremos que esperar pelo decorrer do dia para ver se é ou não verdade. O que para nós, da Resistência não muda absolutamente nada, tendo em vista que não tencionamos trair a Fé Católica e preferimos nos manter isolados dessa Igreja visível apóstata e herética, nascida do cisma do CVII, incapaz de milagres e de graças divinas. Mudaria, certamente, para alguns sacerdotes e fiéis que ainda seguem Fellay porque não tem certeza da traição ou sei lá por que outra desculpa que possam dar, pois precisam de uma assinatura em um papel como prova da traição, não bastando o que testemunham diariamente nos priorados, distritos, seminários, nos meandros de Menzingen... a mudança nos sermões, no tom, nos temas das conferências... os livros modernistas que servem de material de estudo nos seminários... os conchavos secretos com os "amigos romanos". Não, há almas fracas e que esqueceram o Catecismo que precisam do recibo de venda assinado por Fellay. Espero que acordem a tempo, porque trair a Fé Católica é pecado grave.

Vamos ao logo medonho! 



O logotipo e o lema colocados juntos oferecem uma feliz síntese do Ano jubilar. O lema Misericordiosos como o Pai (retirado do Evangelho de Lucas, 6,36) propõe viver a misericórdia no exemplo do Pai que pede para não julgar e não condenar, mas perdoar e dar amor e perdão sem medida (cfr. Lc 6,37-38) [evidentemente, os modernistas fazem questão de retirar das Escrituras o que não lhes interessa, como fazem os protestantes, mas abaixo, depois desse miserável texto, falaremos da IRA DIVINA]. O logotipo – obra do Padre jesuíta [sempre esses jesuítas comunistas!!!] Marko I. Rupnik – apresenta-se como uma pequena suma teológica do tema da misericórdia. Mostra, na verdade, o Filho que carrega aos seus ombros o homem perdido, recuperando uma imagem muito querida da Igreja primitiva [arqueologismo típico dos modernistas], porque indica o amor de Cristo que realiza o mistério da sua encarnação com a redenção. O desenho é feito de tal forma que realça o Bom Pastor que toca profundamente a carne do homem, e o faz com tal amor capaz de lhe mudar a vida. Além disso, um detalhe não é esquecido: o Bom Pastor com extrema misericórdia carrega sobre si a humanidade, mas os seus olhos confundem-se com os do homem [para quem ainda não tivesse percebido esta imagem monstruosa e BLASFEMA tem três olhos]. Cristo vê com os olhos de Adão e este com os olhos de Cristo. Cada homem descobre assim em Cristo, novo Adão, a própria humanidade e o futuro que o espera, contemplando no Seu olhar o amor do Pai.

A cena é colocada dentro da amêndoa, também esta figura cara da iconografia antiga e medieval que recorda a presença das duas naturezas, divina e humana, em Cristo. As três ovais concêntricas, de cor progressivamente mais clara para o exterior, sugerem o movimento de Cristo que conduz o homem para fora da noite do pecado e da morte. Por outro lado, a profundidade da cor mais escura também sugere o mistério do amor do Pai que tudo perdoa.

*  *  *

A IRA DIVINA - DEUS NÃO É "BONZINHO". É MISERICÓRDIA E JUSTIÇA. UMA É COMPANHEIRA INSEPARÁVEL DA OUTRA.


Além de suas referências no Antigo Testamento, - onde é usada por Deus, não só para castigar os ímpios, mas também para julgar o justo, como em Jó 14:13 - a ira de Deus é mencionada em pelo menos vinte versículos do Novo Testamento. Entre estas, estão:

    João 3:36 - "O que crê no Filho, tem a vida eterna; o que, porém, desobedece ao Filho, não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus."
    Romanos 1:18 - "A ira de Deus é revelada do céu contra toda a impiedade e injustiça daqueles que retêm a verdade em injustiça;"
    Romanos 5:9 - "Ora muito mais, sendo agora justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira."
    Romanos 12:19 - "Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira de Deus; porque está escrito: Minha é a vingança, eu retribuirei, diz o Senhor."
    Efésios 5:6 - "Ninguém vos engane com palavras vãs; pois por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência."
    Apocalipse 6:17 - "Porque é chegado o grande dia da ira deles, e quem pode subsistir?"
    Apocalipse 14:9 - "O anjo meteu a sua foice à terra e vindimou a videira da terra e lançou a vindima no grande lagar da ira de Deus."
    Apocalipse 15:1 - "Vi no céu outro sinal, grande e maravilhoso, sete anjos com as sete últimas pragas, pois nelas é consumada a ira de Deus."
    Apocalipse 19:15 - "Da sua boca saía uma espada afiada para com ela ferir as nações; ele as regerá com uma vara de ferro, e ele é o que pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-poderoso."

O Novo Testamento associa a ira de Deus especialmente com imagens do Último Dia, descritas em Romanos 2:5 como o "dia da ira" e o Livro do Apocalipse (Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Castigo_divino).


Fonte: http://www.iubilaeummisericordiae.va/content/gdm/pt/giubileo/logo.html. 

  

*
É possível que, ao enviar este post por e-mail, o botão de doação acima não funcione. Nesse caso, envie um e-mail para edicoes.cristo.rei@gmail.com, ou diretamente para o Rev. Pe. Cardozo: runaejcv@gmail.com.

Para assinar o PALE IDEAS, informe abaixo o seu e-mail e clique em Assine. Em breve receberá um email de confirmação. Basta clicar no link e... pronto!   Informe seu e-mail: . Delivered by FeedBurner  . Assim, não perderá nenhuma das postagens do Pale Ideas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA