Pesquisar este blog

Novidades!!!

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

06 de agosto: São Xisto II, Papa e Mártir

06 de agosto 

São Xisto II, Papa 

(Pontificado:  257 a 258) 


São Xisto (ou Sisto) II era de origem grega - nascido em Atenas - e foi ordenado bispo de Roma no ano 257. Foi sucessor de Santo Estevão no Primado Papal. Este, por sua vez, foi sucessor de São Lúcio. Ambos foram martirizados pela intensa perseguição feita pelo imperador Valeriano. Foi homem de grande cultura e sabedoria. Procurou reconciliar as relações com a Igreja de Cartago.

Ao assumir o trono pontifício, São Xisto sabia que as coisas não iriam ser diferentes, como de fato não o foram. A perseguição implacável de Valeriano já veio no ano seguinte à posse de São Xisto. Celebrava a sagrada liturgia na catacumba de Calisto quando foi preso pelos soldados, por ordem do imperador. Nesta ocasião, também seis dos sete diáconos que o acompanhavam foram levados, sendo todos executados imediatamente, na sede episcopal, por decapitação. Entre os prisioneiros estavam Santo Felicíssimo e Santo Agapito, diáconos de Papa São Xisto, e foram presos juntamente com este e com os subdiáconos Januário, Magno, Vicente, Estevão.  

Recebeu sepultura no mesmo cemitério da Via Ápia onde se deu sua última celebração. Só pouparam algum tempo o diácono São Lourenço, seu tesoureiro, a quem deixaram quatro dias para entregar os bens da Igreja. Assim se procedia desde que o imperador Valeriano (+260) estabelecera a pena de morte “sem julgamento, só com verificação de identidade”, contra os Bispos, padres e diáconos da religião cristã.  

Desta forma, São Xisto II e seus companheiros mártires entregaram suas vidas em sinal de fidelidade a Cristo e foram recompensados com o tesouro da eternidade no Céu. 

São Dâmaso compôs-lhe esta elegia: 
"Vede, este túmulo conserva os membros celestes dos santos que arrebatou num instante a corte do céu. Os companheiros da sua (de Sisto II) cruz invencível, ao mesmo tempo que os seus diáconos, partilhando o mérito e a fé de que tinham por chefe, entraram nas moradas do Alto e no reino dos eleitos. O povo de Roma sente-se feliz e orgulhoso de que eles tenham merecido triunfar com Cristo sob o comando de Sisto. A Felicíssimo e Agapito, aos santos mártires, Dâmaso, bispo". (Apud José Leite, S.J., op. cit., Vol. II, p. 435.)



Referência bibliográfica: Na luz Perpétua, 5ª. ed., Pe. João Batista Lehmann, Editora Lar Católico - Juiz de Fora - Minas Gerais, 1959.  


Fontes: 

http://www.paginaoriente.com/santos/xistoii0708papa.htm.
http://www.theosnet.com.br/utilidades/papas/visualizar/?id=24
http://santo.cancaonova.com/santo/sao-sisto-ii-e-companheiros-martires/
http://milesecclesiae.blogspot.com.br/2008/08/so-sisto-ii-e-companheiros-mrtires.html
http://www.paulinas.org.br/diafeliz/?system=santo&id=673
  
 +
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA