Pesquisar este blog

Novidades!!!

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Fundos Cordaid-Planned Parenthood e o ABORTO

Publico para que os católicos tomem conhecimento acerca desses organismos pseudo-católicos que vicejam na igreja pós-conciliar e que fazem numerosas vítimas, entre os já nascidos e muito mais entre os que nunca puderam nascer! E o assunto surge por causa das denúncias da sra. Luana Ruiz e Silva, em vista das invasões que se multiplicam em meu Estado, o Mato Grosso do Sul, por parte de índios instigados e patrocinados pelos salesianos do CIMI (Conselho Indigenista Missionário) com a comunista CNBB, que, como é sabido, ajudou o PT a implementar seu projeto de poder, orquestrado pelo Foro de São Paulo, fundado pelos cubanos irmãos Castro e Luis Inácio Lula da Silva, para transformar a América Latina na URSAL, a União das Repúblicas Socialistas da América Latina [leia CNBB + OAB em favor da URSAL]. O que está acontecendo por aqui é que o CIMI estaria trazendo índios do Paraguay para invadir e tomar as fazendas, sob o pretexto de serem antigas aldeias indígenas. Dai que temos dois problemas: um, que é mentira, pois essas terras em particular eram da irmã de Solano Lopes, e pertenciam ao Paraguai. As tomamos na guerra que foi travada entre Brasil e Paraguai. Foram legitimamente vendidas a BRASILEIROS, que as trabalharam e hoje são fortemente produtivas. Só para registro, estão, agora, em plena fase de colheita! Segundo, que, em sendo os invasores estrangeiros, o fato de serem índios é irrelevante, pois a lei brasileira PROTEGE APENAS OS ÍNDIOS BRASILEIROS, uma vez que, por ser uma lei brasileira, não pode se aplicar a estrangeiros. Destarte, por se tratar de estrangeiros, já não se trata de meros crimes de invasão, esbulho, dano, lesões corporais, homicídio (foram vários) pelos quais parece que os índios brasileiros são isentos de pena, mas trata-se de CRIME DE LESA PÁTRIA POR ATAQUE À SOBERANIA BRASILEIRA! É invasão de contingente inimigo!!! E o fato de exigirem terras que já foram paraguaias deixa claro que se trata de um ato de guerra!!! Já não diz respeito à FUNAI, mas às FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS. Esse clima de terror, de guerra, de guerrilha que se vive no Brasil, em vários campos, é fomentado pela esquerda, que abriga os movimentos que mais causam desordem no País: Sem-terra, Sem-teto, Índios ativistas, Black-bloc, grevistas etc. Voltarei ao tema em outro post. 

Apaguei o pedido no final - e deixei apenas como informativo - porque é uma ação inócua em vários sentidos. Principalmente, porque não se trata da Igreja Católica, sobre a qual nenhum dos mencionados tem qualquer autoridade. 




* * *
FONTE


ATENÇÃO!

A ONG ABORTISTA CORDAID, PARCEIRA DA SANGUINÁRIA PLANNED PARENTHOOD (aqui, aqui), DEPOSITA RECURSOS PARA A CIMMI/CNBB, POR MEIO DE CONTA NO BANCO ITAÚ, CONFORME DENUNCIA REALIZADA POR LUANA RUIZ E SILVA.

-----------------------------------------------------------------------------------
Fundos Cordaid-Planned Parenthood e o ABORTO

(Tradução Google [mantivemos o texto, corrigindo apenas para melhor compreensão do texto])

Cordaid é uma agência de desenvolvimento e de ajuda que se diz Católica, mas na realidade não só abandonou sua identidade católica, como trabalha diretamente contra a Fé.


Fundo

Chamando-se "uma das maiores organizações de ajuda ao desenvolvimento na Holanda", Cordaid é uma co-fundadora da Caritas Internationalis. Executada pelo Vaticano, Caritas Internationalis é uma confederação de 165 entidades católicas para o desenvolvimento e apoio a organizações de serviço social que operam em mais de 200 países e territórios em todo o mundo. Seu atual presidente é o cardeal Luis Tagle [aquele que em 19/01/2015 ensinou a Francisco a fazer o sinal satânico que em Libras, o idioma utilizado por cegos, significaria "te amo"; é presidente da Caritas desde 14/05/2015... o sinal lhe rendeu dividendos...]

De acordo com a Caritas Internationalis, Cordaid é a filial Caritas local para a Holanda, e o nome Cordaid significa "Organização Católica para o Alívio e Ajuda ao Desenvolvimento".

Os leitores devem se lembrar aqui que, em 2014, Caritas Internationalis foi descoberto estar no corpo diretivo de uma organização internacional marxista conhecido como o Fórum Social Mundial [ou Forum de Davos]. A conexão da Caritas Internationalis em breve se tornará clara.

O problema com a Cordaid

Cordaid afirma ser uma organização católica, e é uma afiliada da Caritas Internationalis Vaticano prazo. Com a informação que se segue, fica claro que Cordaid não tem lugar entre os membros da Caritas Internationalis, e não devem ser autorizados a chamar-se "católico".

As informações a seguir tudo vem diretamente da própria Cordaid.

Em novembro de 2012, Cordaid lançou um novo programa chamado "Tornar o trabalho dos serviços de saúde sexual e reprodutiva para a próxima geração." Cordaid disse: "O seu objetivo é o de proporcionar um futuro melhor para as gerações jovens, reduzir a mortalidade no parto entre as mulheres por meio mais eficaz planejamento familiar e reduzir a pobreza entre as famílias". De acordo com um porta-voz da Cordaid, "Há uma clara necessidade de educação sexual e contracepção na região Africano dos Grandes Lagos". Cordaid afirma ter lançado o programa porque, "a disponibilidade de mais contraceptivos pode reduzir a quantidade de gestações indesejadas nos países em desenvolvimento em até 71 por cento". Além de proporcionar o acesso à contracepção, Cordaid identifica sua parte no programa da seguinte forma:

"Cordaid irá certificar-se que a educação sexual seja disponibilizada em larga escala para meninas e meninos, através de escolas e organizações de juventude. Finalmente, Cordaid irá expor e combater os mitos e superstições locais relativas a contracepção".

Cordaid 4In 2013, Cordaid começou um projeto para fazer contracepção disponíveis para jovens em Burundi, Congo e Ruanda. O resumo do projeto deixa claro a suposta "necessidade" de contracepção: 

"A evidência mostra que o acesso a uma melhor saúde sexual e reprodutiva (SRH) cuidado e planejamento familiar pode fornecer enormes ganhos em saúde. Quando todas as mulheres que querem evitar a gravidez indesejada fosse usar contraceptivos modernos, o número de gravidezes não desejadas nos países em desenvolvimento diminuiria em 71%, de 75 a 22 milhões por ano".

Fundada em metas, Cordaid afirma expressamente:

"Nosso objetivo é melhorar a saúde sexual e reprodutiva para mulheres e jovens no Burundi, Ruanda e República Democrática do Congo (Kivu do Sul). O programa irá contribuir diretamente para três dos quatro resultados da Ministério dos Negócios Estrangeiros a saber:
- Um número crescente de pessoas têm acesso a contraceptivos e outros artigos necessários para uma boa saúde sexual e reprodutiva".

Na seção Plano de Projeto na descrição de Cordaid deste programa, novamente afirma a sua intenção de fornecer acesso à contracepção:

"O programa vai garantir que SRH e planejamento familiar serão integrados em outros serviços de saúde, através de prêmios no sistema de financiamento Baseada em Desempenho e formação de todos os intervenientes, e que os produtos anticoncepcionais irá tornar-se mais acessível, através de um sistema de vales dirigida a grupos vulneráveis".

Cordaid 5In 2012, Cordaid deixou claro que distribuiu preservativos no Congo. Sob a parte do Plano do Projeto desta página em seu site, Cordaid disse:

"CORDAID irá realizar serviços de prevenção e cuidados em 110 zonas de saúde, incluindo:
Distribuição - Condom .

Em 2013, Cordaid indicou que o seu projeto em Malawi incluído trabalhar para garantir que "o hospital distrital e depósitos médicos centrais garantir a oferta constante de suprimentos preservativos e outros métodos de planejamento familiar."

Em Serra Leoa, em 2012, Cordaid maior acesso a preservativos e corajosamente proclamou que seu projeto de 2011, "incluída a defesa pela rede e as partes interessadas para melhorar o atendimento e saúde reprodutiva, mas também colocou ênfase no acesso aos serviços de saúde e contraceptivos que fornecem para adolescentes com pouca ou sem custo."

Há muitos outros projetos realizados pela Cordaid em que facilmente e prontamente admitiu a sua própria distribuição ou fornecimento de preservativos e anticoncepcionais abortivos (tais como contraceptivos hormonais), mas esta breve amostragem é suficiente para fazer o ponto. No entanto, talvez mais preocupante do que a sua própria distribuição de contracepção é o fato de que Cordaid tem parceria com várias filiais de inimigo público número um da Igreja Católica, Planned Parenthood.
Cordaid 6 Minando a autoridade dos bispos das Filipinas (incluindo o cardeal Tagle, que vem das Filipinas), Cordaid fez parceria com a Organização de Planejamento Familiar das Filipinas em 2013, que é uma filial da International Planned Parenthood Federation (IPPF).

De acordo com a página do projeto da Cordaid sobre educação sexual nas Filipinas, Cordaid deu €220.491 para um afiliado Planned Parenthood para implementar programas de educação sexual para adolescentes. A captura de tela abaixo mostra o orçamento para o "parceiro de implementação", que foi Organização de Planejamento Familiar das Filipinas. E, para o registro, este link para o site do FPOP mostra que é na verdade uma afiliada da IPPF.cordaid 7.

Em Serra Leoa, em 2011, Cordaid estabeleceu um relacionamento com Planned Parenthood de Serra Leoa (PPA-SL), e em 2012 uma parceria com a PPA-SL em um projeto de redução de teen-gravidez [gravidez de adolescentes].

Cordaid 8

No âmbito do Plano de Projetos na página web da Cordaid, é claramente afirmado que Cordaid, na verdade, financiada Planned Parenthood:

"Em 2011, Cordaid financiou a organização da Associação de Planejamento Familiar da Serra Leoa (PPA-SL) em um pequeno programa concebido para resolver os problemas em torno de gravidez na adolescência em seis comunidades na zona oeste de Serra Leoa (Goderich, Lumley, Juba, Grafton , Hastings e Rokel). O projeto atual foi concebido para utilizar as lições aprendidas e para expandir a iniciativa".

Esta parceria não foi um incidente isolado. Cordaid novamente financiado PPA-SL em 2014.

Planned Parenthood não é a única instituição que presta-aborto sendo financiado pela Cordaid, tampouco. Em 2013, Cordaid financiado uma afiliada da Marie Stopes International chamado Banja la Mtsogolo com mais de meio milhão de euros. De acordo com o Plano de Projeto, Cordaid financiou esta afiliada da Marie Stopes International para o fornecimento completo de todas as formas de controle de natalidade, incluindo a esterilização. Em parte, o Plano de Projeto diz:

"As principais atividades são:
Atividade 1. Fornecer Planejamento Familiar (PF) e outros serviços de saúde sexual e reprodutiva (SRH) através de programa de divulgação da BLM.
- Uma gama completa de serviços de PF são fornecidas, com ênfase em onde os métodos de curto prazo já estão disponíveis. Estes incluem: LAPM (Long Acting e Métodos Permanentes)".

O resto do plano do projeto é tão moralmente repreensível.

Conclusão

O co-fundador da Caritas Internationalis chamado Cordaid está muito claramente se rebelando [será?] contra a Igreja [Conciliar Pseudo] Católica. Caritas Internationalis, claramente, tem suas próprias questões, considerando a sua presença no órgão dirigente de um pró-aborto, pró-homossexualismo, pró-comunista entidade chamada do Fórum Social Mundial, de modo que este parece ser par para o curso. Entremos em contato com o cardeal Tagle e respeitosamente peçamos para ele expulsar Cordaid, de entre as fileiras da Caritas Internationalis e também para desfiliação completamente Caritas Internationalis do Fórum Social Mundial.

[continue a ler neste link

http://www.lepantoinstitute.org/cordaid-funds-planned-parenthood-and-dispenses-contraception/

Fonte: Aliança da Santa Cruz - Facebook: https://www.facebook.com/aliancadasantacruz/photos/a.685519204858885.1073741828.685502661527206/868527409891396/?type=1.   


Leia mais sobre o aborto: http://farfalline.blogspot.com.br/p/aborto.html


*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA