Pesquisar este blog

quinta-feira, 9 de junho de 2016

O que posso fazer se sei de alguém que quer abortar?



Se você conhece alguma gestante que está pensando em abortar, saiba que essa pessoa está passando por um momento difícil e certamente desconhece as consequências e riscos que um aborto traz. Como você pode ajudar essa mulher a rejeitar o aborto e escolher a vida para ela e o bebê? Comece com amor, aceitação e apoio emocional. 


Aproximação e Acolhida

É de suma importância que você tenha coragem e entre em cena. Abordar essa mulher pode ser mais fácil ou difícil, conforme o grau de intimidade que existe entre vocês; em qualquer caso, mostre compaixão. Ela precisa ver que você está genuinamente preocupado e se importa com ela, do contrário ela não vai confiar e não vai se deixar ajudar. 

Tenha em mente que nenhum de nós está aqui para julgar, mas para amar (Mat 9, 12-13). Acolha essa mulher, seja qual for a história que ela tiver para contar. Só com amor e mansidão você vai conseguir chegar ao coração dela. 

Se de algum modo ela lhe falou sobre isso anteriormente é um sinal claro que ela confia em você. Pode agir sem medo!



Ouvir

Se uma mulher pensa em aborto é porque ela está angustiada e não sabe como superar os problemas que a atormentam. Acolha essa mulher; se ela sentir amor e carinho, ela vai se abrir com você. 

Procure saber como ela está, e para isso é preciso ouvi-la. Ela precisa desabafar, colocar para fora o que está acontecendo; e você, para poder ajudar, precisa ouvir as razões que levam essa mulher a pensar num aborto. 

Deixe ela esvaziar tudo o que a está agonizando: as preocupações, as tristezas, o fardo que ela carrega…. deixe ela te contar o que está acontecendo e o porquê ela quer abortar. Quais são as razões que a levam querer abortar? Por que ela pensa que o aborto vai solucionar os problemas? 

Tente se colocar no lugar dela e entender o que ela está passando. Pense na última vez que você esteve numa situação em que algo devastou a sua vida e te machucou. Não importa o quanto você tentasse, sozinho você não conseguia pensar direito em como sair do problema. O mesmo passa com ela agora. Muito provavelmente ela está passando por uma miríade de emoções: medo, raiva, decepção, ansiedade, baixa autoestima, confusão. Essas emoções impedem que ela pense com clareza. É aí que você entra. 


Apoio Emocional

O suporte afetivo é o fator mais importante de toda interação entre vocês! Ela precisa saber que não está sozinha, por isso diga que ela pode contar com você e que existem muitas outras pessoas que se preocupam com ela e com o bebê e que estão dispostas a ajudar. 

Lembre que ela é forte e que tudo vai ficar bem!  Que ter um bebê não é o fim do mundo, pelo contrário, é uma notícia a ser celebrada! Que ela é uma vencedora e que vai conseguir superar as dificuldades, e que você vai ajudá-la a dar a volta por cima! Diga que as tribulações passam, as crises se superam… mas o aborto marca a vida de uma mulher para sempre; que esse filho que ela espera já existe e é único, que não vem para fazer mal à ela mas vem para um bem maior!

Segure as mãos dela, dê um abraço, parabenize-a pela vida do bebê! Não importa em que situação esse filho foi gerado [importa sim, mas não é a hora, neste momento, de falar disso. Com o tempo, pode-se tocar nos aspectos morais e religiosos desta situação], é nossa obrigação dar as boas-vindas à essa vida e ajudar essa mãe em todo o necessário. 

Nesse momento, uma amizade verdadeira faz toda a diferença. Seja essa amiga que anima, consola, faz companhia e ajuda a ir pelo bom caminho. 


A Verdade Sobre o Aborto 

Muito diferente da propaganda difundida pelo movimento abortista, o aborto implica em uma série de riscos para a saúde física da mulher e tem também graves consequências psicológicas.¹˒² Por isso, depois de ouvir o desabafo e mostrar que você está do lado dela, conte a verdade sobre o aborto.

Como essas informações não são transmitidas na mídia, é muito provável que ela nunca tenha ouvido como é o procedimento cirúrgico, os riscos para a saúde física dela, as consequências psicológicas e emocionais, a síndrome pós-aborto, o sofrimento do feto durante o aborto e qual é o estágio de desenvolvimento deste bebê que ela pensa em matar.


Como é Feito um Aborto 

A experiência do aborto é uma experiência traumática em si. Os métodos de abortamento são cruéis não só com o bebê mas também com a mãe. O aborto pode ser cirúrgico (com dilatação artificial da vagina para inserir instrumentos pontiagudos para perfurar, succionar e cortar o bebê no útero para matá-lo) ou químico (feito pelo uso de drogas. Entretanto, o uso dessas drogas não afeta somente o organismo do bebê para matá-lo, mas afeta também a mãe: por isso os vômitos, febre, alteração da pressão sanguínea, hemorragia, cãibra, tontura, desmaio, etc…).³


Ajuda Prática  

Em amor, é preciso que você exponha a verdade sobre o aborto para que ela saiba que isso é uma péssima escolha – não apenas contra o próprio bebê mas contra ela mesma. Entretanto, essa mulher precisa de ajuda, por isso apresente à ela alternativas reais. Ajude ela a encontrar os meios para acabar com o problema que enfrenta (e não com o bebê) e assegure que você está do lado dela no que for preciso. 

Ela pode estar precisando de ajuda médica, jurídica, material, psicológica… De imediato, você pode não saber onde encontrar esses serviços, mas se prontifique a procurar e entrar em contato com ela em breve

Antes de se despedir, reforce a mensagem de que ela não está sozinha e assegure o seu apoio. Dê um abraço, diga que você sabe que ela está com medo, que você entende o que ela está passando e que você a vai ajudar a passar por tudo isso e de cabeça erguida! Se você e ela acreditam em Deus, faça uma oração antes de ir. 


Pró-Vida  

Se você está lendo este texto é provável que você já se deparou com algum caso como esse. O movimento pró-vida existe especialmente para atender gestantes que se encontram nessa situação. Por isso, entre em contato conosco da Casa Pró-Vida Mãe Imaculada (contato@casaprovidami.com.br, 41-3156-0003). Nós estamos aqui para ajudar a salvar essas vidas

Tathiane Locatelli
Núcleo de Comunicação da Casa Mãe Imaculada


Notas:
¹ Aborto Não
² Efeitos do Aborto na Mãe
³ Métodos de abortamento (vídeo). 

Fonte: http://casaprovidami.com.br/o-que-posso-fazer-se-sei-de-alguem-que-quer-abortar/
  


Leia mais sobre o aborto: http://farfalline.blogspot.com.br/p/aborto.html

 

* * *
 
http://edicoescristorei.blogspot.com.br

*
É possível que, ao enviar este post por e-mail, o botão de doação acima não funcione. Nesse caso, envie um e-mail para edicoes.cristo.rei@gmail.com, ou diretamente para o Rev. Pe. Cardozo: runaejcv@gmail.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA