Pesquisar este blog

sexta-feira, 19 de junho de 2015

EDITORIAL: "NOSSA-SENHORA-DE-DOM-ODILO" CAIRÁ NO SAMBA!

"NOSSA-SENHORA-DE-DOM-ODILO" CAIRÁ NO SAMBA!  


Quando você pensa que já é um horror um cardeal não defender à altura a honra de Nosso Senhor Jesus Cristo, conspurcada na parada gay por uma criatura que sequer aceita ser quem nasceu para ser, você é surpreendida por uma notícia que parece "pegadinha", mas não é! 

Dom Odilo Cardeal Scherer, Arcebispo de São Paulo autorizou uma escola de samba a usar a imagem de Nossa Senhora nesse festival de obscenidades que já foi condenado por vários Santos da Igreja. Vejam a notícia, na Veja.online:
O tabu do uso de imagens de santos em escolas de samba vai cair no Anhembi, com a bênção do arcebispo de São Paulo, o cardeal dom Odilo Scherer. Recentemente, ele deu aval à Unidos de Vila Maria para homenagear Nossa Senhora Aparecida em 2017, quando se celebram 300 anos do surgimento da santa às margens do Rio Paraíba do Sul. “É sempre melindroso levar motivos religiosos ao Carnaval. Mas a devoção à padroeira está muito ligada à cultura popular”, diz dom Odilo. Ele recomendou que buscassem a consultoria de história do Santuário de Aparecida para o enredo e designou dois padres para acompanhar os trabalhos. “Faremos um negócio de respeito”, promete o presidente da escola Adilson de Souza, que vetará nudez e citações a religiões africanas no desfile.

Como se a imagem de Nossa Senhora lhe pertencesse! Como se se tratasse de um mero tabu! Como se o problema se resumisse à nudez "na" escola de samba, ou apenas durante seu desfile, ou a "citações" a crenças supersticiosas africanas! Como se no resto dos desfiles, antes e depois dessa escola, não houvesse desrespeito. Como se as arquibancadas também não estivessem repletas de pessoas praticamente nuas, sem falar nos indefectíveis gays! Como se não houvesse bebida, drogas, prostituição; um cenário dantesco e pútrido no meio do qual acham ser um "negócio de respeito" fazer desfilar a imagem de Nossa Senhora!!!  


Uma escola de samba que assume um compromisso desses, de guardar "respeito", ou é desonesta - pretendendo obter a autorização e fazer, depois, o que bem entende, porque dai, inês é morta, e o cardeal não vai mesmo poder fazer nada - ou... não!, não vejo uma segunda opção, uma vez que, se realmente tratarem o assunto com o respeito merecido, é óbvio que não vão ganhar. E por quê uma escola desfilaria se não fosse para ganhar? Que outro motivo teria? Posso estar enganada, mas a intenção aí é mesmo de deboche, zombaria e locupletamento.

Sim, porque, não é pelos belos olhos alemães do cardeal que a escola vai levar o tema para a avenida. É notório que o "homenageado" é quem banca as despesas, que costumam ser milionárias! E será que Francisco está a par disso, logo ele que transformou a igreja visível em uma ONG assistencialista em prol dos pobres e desvalidos!!! Será que ele aprovaria o "investimento" de tanto dinheiro em algo que não tem lucro algum que possa ser repassado para os menos favorecidos? Ou alguém acha que aquela gente seminua está seminua porque é pobre e não tem dinheiro para comprar roupas?     

Abaixo, na foto, a mesma escola, Unidos de Vila Maria, no Carnaval deste ano, com o enredo "Só os Diamantes são eternos na química divina"... Com uma senhora seminua a representar a escola na propaganda. Eu cobri a nudez dela porque não é relevante para a questão VER a nudez, mas apenas saber que ela existe. Quem tiver um espírito depravado, pode procurar a imagem na web, mas não é necessário nem virtuoso, pois lhes garanto que eu não alterei nada, nem fui eu que a fotografei quase nua. Ou, talvez, quase coberta, pois de pano tem pouco mesmo! O que importa: o tema, a imagem, os símbolos. Será que preciso mesmo explicar tudo? E será que essa mesma senhora é que representaria Maria, a única mulher nascida sem pecado original e, portanto, que nasceu santa, viveu santa e foi assunta ao céu santa?!?!?! Se não essa senhora, alguma colega dela? E como vestiriam Nossa Senhora? Como seriam as fantasias? Os adereços? Os carros? E a ala das baianas? É uma ala indispensável em uma escola de samba, porque senão perde pontos e... perde o Carnaval! Como é que não vai ter "citações a religiões africanas" se vai haver baianas, ou seja, dizendo em Português claro: satanistas da vertente do candomblé: religião africana?!?!?!... Dom Odilo está senil? Ou, como diria meu sobrinho, pensam que somos idiotas??



O pior é que mal foi anunciado esse despautério, já aparece outra notícia similar: Daqui a 233 dias, no Carnaval de 2016, a escola de Samba Paraíso de Tuiuti levará para a Sapucaí, no Rio de Janeiro, o enredo: "A Farra do Boi"
"A Farra do Boi" vai contar a história do Brasil pitoresco, uma passagem da história no interior do Ceará, conhecida por poucos, onde o Padre Cícero ganha de presente um boi zebu, que foi batizado pelo nome de mansinho e ficou conhecido por ser um boi milagreiro. Através de seu mugido forte, ele trouxe a chuva ao sertão. Posteriormente, foi sacrificado em praça pública por conta da inveja de autoridades locais.
Como se vê do enredo, o boi não tem nada a ver com Nossa Senhora, a qual sequer é mencionada na história, mas vejam qual é a imagem que estampa a propaganda da escola:   




Certamente, os "sambistas" dirão que não houve intenção de ofender a fé dos cristãos, porque se trata de alguma metáfora, ou alguma denúncia social, que não é Nossa Senhora com cara de boi, mas um boi milagreiro que vestiram assim por mera representação... e coisas desse tipo. Mas, aqui, a imagem fala realmente mais do que mil palavras. E palavras MENTIROSAS! OFENSIVAS! INJURIOSAS!!!

Eu não sei se, como os proverbiais ovo e galinha, quem nasceu antes foi a ideia de Odilo ou dessa outra escola (autorizada por quem? Dom Oriani?), mas parece orquestrado, porque... vá ser coincidência assim lá longe! Lá na casa do capeta, pai desses degenerados todos!  
 
E o que diz a Igreja, por seus Santos, sobre o Carnaval? Vejamos: 

Dos divertimentos do Carnaval


Aqui falamos dos espetáculos profanos, bailes de máscaras, danças e orgias que se multiplicam nas vésperas da Quaresma, mormente nos três dias antes da Quarta-feira de Cinzas. Perder tempo, exagerar as despesas, fazer da barriga seu deus, encher-se a alma com imagens e pensamentos indecentes, avivar o fogo das paixões, atirar-se de caso pensado aos maiores perigos, não será isso diretamente oposto ao Cristianismo, que prescreve o bom uso do tempo, prudente economia, a temperança, a vigilância dos sentidos, a mortificação das paixões, a fuga dos perigos? Deixam após si esses dias nefastos tantas vítimas da impureza, da embriaguez, tanta famílias na vergonha, na miséria! Quisera a Igreja preparar seus filhos à penitência, e por isso lembrar-lhes, hoje, os sofrimentos de Jesus: não negará esta boa Mãe quem passa estes dias na dissipação? Com que cara podem, cristãos assim, dizer-se discípulos de Cristo, filhos da Igreja, que sempre proscreveu tais desordens? Não digam que não fazem mal. Será pouco mal esbanjar tempo e dinheiro, estragar a saúde, expor a honra, a inocência, a perigos onde tantas vezes naufragam? Não se desculpem com a necessidade do descanso; estarão por ventura bem descansados no dia seguinte? Serão descanso divertimentos que arruínam a saúde do corpo e da alma?

Fugi, cristãos, de tão perigosos passatempos. Seja vosso gosto trabalhar, combater, sofrer com Jesus Cristo neste mundo, para com ele gozar eternamente no Céu.

Vinde, pois, adorar Jesus no Sacramento de Seu amor. Convida-vos a Igreja a tomardes parte na devoção das “Quarenta Horas”. Como Verônica, vamos enxugar o rosto de Jesus e consolar Seu coração magoado por tantos pecados!

“Irmãos queridos – dizia o Card. Lambertini – o mundo vos convida às suas diversões, às suas festas. Deus, por Sua parte, vos chama a Seus templos; breve vermos quem vos merece a preferência, qual é o estandarte e qual o partido por vós escolhido”.

Extraído do Manual do Cristão, de Goffiné, in Dominga da Quinquagésima. Sacristia da Imaculada Conceição,15ª edição, 225º milheiro, RJ, 1944, pp. 339-340. (Cf. aqui).

Um Cardeal que reprova e um cardeal que aprova. Ouçamos, então, alguém que foi agraciada pela visita de Nosso Senhor Jesus Cristo, conforme reconheceu a própria Igreja: 
 O Carnaval

"Numa outra vez, no tempo de carnaval, apresentou-Se-me, após a santa comunhão, sob a forma de Ecce Homo, carregando a cruz, todo coberto de chagas e ferimentos. O Sangue adorável corria de toda parte, dizendo com voz dolorosamente triste: Não haverá ninguém que tenha piedade de mim e queira compadecer-se e tomar parte na minha dor no lastimoso estado em que me põem os pecadores, sobretudo agora?"

"Eis aqui o coração que tanto amou os homens, até se esgotar e consumir para testemunhar-lhe seu amor e, em troca, não recebe da maior parte senão ingratidões, friezas e desprezos"!

(Santa Margarida Maria Alacoque) (Cf. aqui). 

Também o Santo Cura d'Ars, São João Maria Vianney falou a respeito do tema
Não há um só mandamento da Lei de Deus que o baile não transgrida. [...] Meu Deus, poderão ter olhos tão cegos a ponto de crerem que não há mal na dança, quando ela é a corda com que o demônio arrasta mais almas para o inferno? O demônio rodeia um baile como um muro cerca um jardim. As pessoas que entram num salão de baile deixam na porta o seu Anjo da Guarda, e o demônio o substitui, de sorte que há tantos demônios quantos são os que dançam".

O Santo era inexorável não só com quem dançasse, mas também com os que fossem somente “assistir” ao baile, pois a sensualidade também entra pelos olhos. Negava-lhes também a absolvição, a menos que prometessem nunca mais fazê-lo. Ao reformar a igreja, erigiu um altar em honra de São João Batista, e em seu arco mandou esculpir a frase: Sua cabeça foi o preço de uma dança!... É de ressaltar-se que os bailes da época, em comparação com os de hoje, sobretudo do pula-pula frenético e imoral do carnaval e as novas danças modernas, eram como que inocentes. Mas era o começo que desfechou nos bailes atuais. (Vide mais.)

Já o cardeal Odilo entende que ser trata de "cultura popular"... 

E há mais vozes da Igreja, da verdadeira Igreja, que se oporiam, certamente, a esse descalabro, a essa indignidade, a esse opróbrio!! A lista é longa, vejam algumas vozes abaixo!

Ainda sobre o Carnaval


Tomara que seja senilidade, a de Dom Odilo, porque eu não desejaria estar em seus panos no dia em que ele estiver diante de Deus. Além de não ter protestado energicamente contra as blasfêmias cometidas na parada gay (porque foram várias; a mais grave, sem dúvida, a da falsa crucificação de um perturbado mental; mais grave porque também mais pública), e nem tentado impedir, uma vez que foi anunciado antes, ou procurado processar, desde outras edições, os organizadores e os patrocinadores por uso indevido de símbolos religiosos e por vilipêndio da fé cristã - deixando esse ato heroico nas mãos dos protestantes, alguns dos quais, famosos ou anônimos, ajuizaram ações contra esses facínoras - vem, agora, ofender, ele mesmo, em primeira pessoa, nossa doce Mãe Santíssima e Puríssima. Como pode algum cristão opor-se ao escárnio, se um cardeal de "romana igreja", mais liberal e "aberto ao mundo", não só permite como entende lícito o uso, como uma expressão da "cultura popular"?!?!?! Qual é o juiz que vai dar ganho de causa aos cristãos nessas ações agora? Foi um golpe de mestre de Satanás muito oportuno, porque esse anúncio poderia ter esperado chegar-se mais próximo de 2017... Oportuno e mau! 

Por fim, uma consideração sobre o ano de 2017. Caro leitor, devemos viver como peregrinos nesta terra, com calçados nos pés e cajado na mão, prontos para partir, porque não sabemos quando iremos estar diante de Deus. Mas, se tivermos a desdita de chegar vivos a 2017, não tenho certeza se veremos, todos nós, o fim deste ano fatídico. Será o centenário da Aparição de Nossa Senhora em Fátima, um aniversário bem mais importante para a Fé Católica do que o aniversário do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, a que será "homenageada" por esses ímpios! Também será o quinquagenário da Reforma Protestante, do herético Lutero, que será comemorada por Roma apóstata, como amplamente divulgado por ela mesma. Recorrem também os 300 anos da criação da Maçonaria (24/06/1717 - cf. aqui. Cuidado site maçom!), na forma como ela é hoje. É um ano que promete! 

E a cada dia que passa, aumentam as blasfêmias, os agravos, as heresias. Já comungam informalmente muitos "recasados" ou "amancebados" (estes podem casar, mas não querem!!!), muitos homossexuais impenitentes (os que voluntariamente não querem guardar a castidade a que todos somos chamados, cada um em seu estado). Alguns por conta própria, esquivando-se dos confessionários, e bem sabendo que não podem fazê-lo; outros, encorajados por padres e bispos perversos, que mentem dizendo-lhes que a Eucaristia é um direito de todos, inclusive de quem nem católico é!!! Já se fazem casamentos informais, em ambientes privados ou, até mesmo em igrejas; neste caso, chamam apenas de "benção nupcial". As Hóstias são distribuídas como bolachas, sem respeito algum, por leigos, sobretudo mulheres, de pé, na mão, quase que jogadas, a quem quer que seja, porque "quem somos para julgar"? Porque a Hóstia, segundo eles, feito um patuá mágico, "tem o condão de perdoar os pecados mortais", dispensando a passagem pelos confessionários, que não passam de sala de bate-papos ou desabafo... E assim por diante!   

Sem falar nas últimas de Francisco, que nunca faltam, e são sempre mais assombrosas! Recebe visitas indevidas e beija pés indevidos e indevidamente, humilhando a Igreja de forma nada virtuosa - pois não é uma humilhação que A santifica, mas que simplesmente A degrada e ridiculariza. Refiro-me especificamente ao movimento gay, que ele enaltece, estimula, anima e "normaliza" com sua falsa caridade, tão falsa como sua pobreza estudada e midiática. E o que não é midiático em Francisco, que recebe gays no Vaticano, lhes beija os pés, diz publicamente que não pode julgá-los? E que agora vai receber em visita no Paraguay, em julho, o líder do movimento gay, justamente quando o País está sendo compelido a discutir publicamente os "direitos gays", contra a vontade da maioria do povo paraguaio que é religioso, ainda que modernista, e conservador. O que significa essa visita ao Paraguay? Único País na América Latina cujo presidente não é membro do FORO DE SÃO PAULO! E logo penso a todas as visitas de comunistas que recebeu no Vaticano no último ano, toda a série de ditadores comunistas, abortistas, assassinos e corruptos que recebeu alegremente no sagrado solo que viu tantos mártires da Fé Cristã!!! O que significa isso??? E a "ultiminha"? A tão aguardada encíclica vegana de Francisco, Louvado sejas, escrita com a colaboração de protestantes e até mesmo um muçulmano (link com a opinião do mentecapto herético Boff informando a respeito, e com elogios rasgados e regados a clorofila, chamando de católico a outros hereges como ele!), a qual foi assinada no dia 25 de maio, e que foi lida publicamente, hoje, 18/06/2015, por um cismático ortodoxo. Mas falaremos disso em outro editorial.  

Em suma, a big picture é feia! E retrata um futuro sombrio. 2017 promete... Já nem sei se uma consagração, agora, teria algum efeito, pois, modestamente, acho que somente sacos e cinzas "globais" parariam a mão de Deus. 

Giulia 



Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

3 comentários:

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA