Pesquisar este blog

domingo, 14 de junho de 2015

EDITORIAL: BISPO QUE EXCOMUNGA CATÓLICOS PROMOVE ENCONTROS DE ADÚLTEROS!

CASA DE ENCONTROS PARA ADÚLTEROS 


Dom Marco Aurélio Gubiotti e o encontro promovido em Ipatinga nos dias 23 e 24 de maio


O bispo da Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano, Dom Marco Aurélio Gubiotti continua aprontando das suas. Depois de perseguir e excomungar escandalosamente os católicos de Ipatinga que continuam fiéis à Tradição Bimilenar da Igreja Católica, escandalosamente "acolhe" os adúlteros em "nova união". Antigamente, eram chamados de "em segunda união", mas uns e outros gostaram tanto do casa/descasa que já não se pode mais restringir o número de adultérios, pois é preciso acompanhar os tempos e ser inclusivos! SIC!  



Pois é, o impoluto Dom Gubiotti incentiva ou permite que os casais de adúlteros que romperam os votos matrimoniais feitos no altar, diante de Deus, se "encontrem" para discutir... o que mesmo? O que um Bispo ou um padre pediria a um pecador se não que ele se arrependa de seus pecados e se emende e repare o mal que fez? Só que tem um problema, ou vários, pois os divórcios são tantos e tantos entre os católicos, abandonados ao léu nos últimos quarenta anos, que alguns já se encontram em novas relações, com filhos e netos... como se pode restaurar as famílias? Como se pode pedir a dona Maria que deixou o seu José e se juntou com o seu João e com ele teve filhos para que deixe seu João e volte com seu José que também já refez sua vida com dona Rosinha e com ela teve filhos e netos?  

Símbolo dos Encontros dos Casais em nova união
da Pastoral da Família da CNBB
que pode ser visto no convite de Ipatinga
E diante dessa situação de fato, provocada pela Igreja visível, anestesiada pela primavera conciliar, querem, agora, obrigar Deus a mudar de ideia e a permitir que tenham acesso à Sagrada Comunhão os adúlteros. E de vários gêneros, não apenas os recasados (em nova união), mas também os solteiros que coabitam ou amasiados ou amancebados; enfim, aqueles que, podendo, não quiseram se casar e, pondendo-se-lhe facilitar o casamento, ainda não o querem, mas querem comungar

Para quando o Encontro das Uniões Gays?  

Justiça seja feita, a diocese de Dom Gubiotti não é a primeira nem será a última a promover a imoralidade pública!!! Contudo, esse paladino da modernidade se, de um lado, incentiva o abuso litúrgico, a sem-vergonhice e a destruição das famílias e da religiosidade, por outro lado persegue os católicos que querem permanecer fiéis à Doutrina da Igreja.   

O pior é que é sabido que esses falsos bispos, verdadeiros lobos, e seus falsos padres já estão ministrando a Santa Eucaristia a esse malta de almas que vive no lamaçal do adultério e do homossexualismo. É sabido que se fazem casamentos "privados" e se dão "bençãos" públicas a casais que não podem se casar na Igreja Católica. Um fato que passou despercebido por muitos, por causa do viés político, foi o suposto casamento de um casal de médicos em São Paulo, do qual participaram Lula e Dilma, os quais foram "ovacionados" com um sonoro panelaço. Um detalhe em uma revista de entretenimento me chamou a atenção: o suposto casamento foi uma "benção" dada por um padre supostamente católico, em uma igreja supostamente católica, porque o noivo já fora casado. A revista não disse se ela era solteira ou não, mas disse en passant que ele já fora casado e que o casal recebia a benção do padre fulano de tal. A igreja em questão fica sob a jurisdição do arcebispo Dom Odilo Cardeal Sherer, o mesmo que cuspiu um pronunciamento exíguo contra a blasfêmia perpetrada pelo Movimento Gay, durante a 19º (DÉCIMA NONA!!!!) Parada Gay em São Paulo.  
By the way, alguém notou que, no breve comentário que fez, o Cardeal não falou uma vez sequer no Santíssimo Nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, principal ofendido no fato (e não a "sensibilidade religiosa" a que ele se reportou!!!)? Deve ser porque a língua queimaria... 

Por fim, eu fico, aqui, imaginando, com meus botões católicos, o que será que se discute nesses encontros de adúlteros? Bom, seja o que for, o nome não poderia ser mais apropriado, uma vez que, tendo em vista que visa reunir casais de adúlteros, só poderia ser em uma casa de encontros
 
Giulia d'Amore  



OUTRO CASO:

Clique para ler o artigo (de 2010) que imputa a Deus
o crime de unir dois adúlteros.

A audácia dos ímpios não tem limites!

E menciona a Exortação Apostólica Familiaris Consortio,
do pseudo-beato João Paulo II, que diz:

“Juntamente com o Sínodo, exorto vivamente os pastores e
a inteira comunidade dos fiéis a ajudar os divorciados,
procurando, com seriedade solicita, que eles não se
considerem separados da Igreja
, podendo, e melhor, devendo,
enquanto batizados, participar da sua vida. Sejam exortados
a ouvir a Palavra de Deus, a frequentar o Sacrifício da Missa,
a perseverar na oração, a incrementar as obras de caridade
e as iniciativas da comunidade em favor da justiça, educar
os filhos na fé cristã, a cultivar o espírito e as obras
de penitência para assim implorarem, dia a dia, a graça
de Deus
. Reze por eles a Igreja, encoraje-os, mostre-se
mãe misericordiosa e sustente-os na fé e na esperança”. 
   
Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

2 comentários:

  1. Infelizmente, estamos em uma época em que nossos pastores estão mais para agradar o mundo do que a Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda veremos coisas piores... Basta ver o que Dom Odilo anda fazendo e dizendo e permitindo...

      Excluir

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA