Pesquisar este blog

Novidades!!!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

EDITORIAL: a verdade por trás do cartoon.

Pretendia escrever esse mini-editorial apenas para comentar que, ontem, passando por uma televisão ligada no Fantástico, da Rede Globo, vi que tratavam do incidente parisiense e não pude deixar de notar, atrás do apresentador, um telão com várias imagens, e a que mais se destacava era uma charge de Deus Pai na qual nem me detive, pois tinha outras coisas mais importantes para fazer, e, afastando-me, me perguntei qual o motivo disso, uma vez que não foram os cristãos que vingaram a honra de Deus, mas os islâmicos. Porém, a resposta veio a galope, pois é óbvia demais: MEDO, PAURA, PÂNICO!!! E eles são bestas de estampar na tela da televisão uma charge ofensiva aos Islã? Precisariam ser Homens, para isso. Enfim, ao que parece a pauta do programa foi essencialmente essa, o que foi bom para eles que andam perdendo audiência ultimamente, que mantém uma grade televisiva insossa, da qual não arredam nem um centímetro, mais por decisão interna do que dos patrocinadores, na tarefa que lhes foi determinada de destruir a sociedade, a começar pela família, através de novelas pornográficas e imorais de todas as formas; de telejornais que imbecilizam as pessoas; do apoio claro irrestrito a tudo o que é condenável, ética e moralmente falando!

Pretendia, também, reforçar que, fora da Europa, morre muito mais gente e de forma muito mais chocante do que aconteceu com esse 12 franceses - una nem tanto franceses assim, porque li em algum lugar que alguns deles seriam de origem árabe... E queria repisar esse tema porque me parece estranho isso, ainda que estejamos falando de franceses... povo tão esnobe que é proibido falar inglês por lá, mesmo para atender os turistas! São tão ufanistas no idioma, mas não no paladar, pois, ao que parece, já se renderam aos encantos da cozinha marroquina, principalmente, mas árabe em geral, ou seja: islâmica, pois religião e culinária por aquelas bandas andam de mão dadas também! E o que o torna mais estranho é o fato que se esforçam para barrar todo tipo de comida europeia que possa destronar os produtos que fazem a França famosa, como aquelas a base de seus vinhos e queijos!!! 

Voltando ao tema, e a meus estranhamentos acerca dessa atitude pouco humanitária de dar tanta importância à morte de 12 pessoa - mas... de 4 em particular, porque os outros nem sequer se sabe direito quem são! - e quase nenhuma à morte de centena de milhares de pessoas, a cada ano, pelo mundo afora, inclusive europeus que são degolados ao vivo e a cores, diante de seus olhos!... Dai que hoje, lendo um blog de humor resistente, me deparei com uma informação e fui checar a fonte. As fontes, na verdade, são blogs pró-Maçonaria que exprimem suas dores e condolências pela morte de dois "irmãos maçons" e conclamando os demais irmãos e irmãs a ir à rua para se manifestarem. Dois coelhos com uma cajadada só! Explico.

Primeiro coelho: essas mortes são "importantes" porque dois dos mortos importantes são eram MAÇONS. Duas fontes: aqui e aqui.

Segundo coelho: eu me perguntava se a quantidade de gente que saiu à rua fosse necessariamente de franceses "normais", mas creio sinceramente que, com certeza, muito poucos franceses "normais" saíram à rua. A grande maioria era composta de esquerdistas de todos os naipes, maçons e judeus.  

Como sei que eram judeus? Simples... porque também foi noticiado que o Presidente da França esteve na Grande Sinagoga parisiense, junto com Benjamin Netanyahu, Primeiro Ministro de Israel, o qual também teria participado da manifestação que contou com a presença de "meia centena" de líderes mundiais, inclusive o Brasil, representado (a contragosto da senhora Presidente) por um diplomata brasileiro, o qual, segundo noticiam, teve que "insistir" para que a Presidente escrevesse uma nota de repúdio ao atentado. Não que os petistas não sejam cumpanheiros dos socialistas mortos, mas acontece que, agora, o Brasil tem "laços de amizade e de comércio" com os principais Países islâmicos. Dai que o MEDO se faz mais forte! Contudo, não sei ao certo se Netanyahu esteve na manifestação porque também foi noticiado que o Presidente francês lhe havia pedido que não fosse para evitar polarizar o evento transformando-o em uma eterna Faixa de Gaza... Seja como for, fato é que socialistas, maçons e judeus se juntaram para mandar um recado a alguém. 

Outro fato interessante a notar é a presteza e a rapidez com quem "meia centena" de líderes mundiais se movimentaram e alteraram a sua agenda para comparecer ao "evento"... Não deixa de ser intrigante! Quando o dono manda, o cachorro deita. 

Por fim, só faltaram os gays, para fechar a "quadra". 

E o Francisco? Já disse algo? Ah! Sim, parece que disse, ainda que tenha sido "parcimonioso" e diplomático: compadeceu-se dos dois lados e distribuiu lenhadas veladas nos mesmo. Analisem por si sós:
O papa Francisco disse hoje que o atentado contra a revista francesa Charlie Hebdo foi um acto de “crueldade humana” e pediu orações pelas vítimas. [compadece-se pelas vítimas e critica os agressores]

“O atentado de ontem (quarta-feira) em Paris faz-nos pensar na grande crueldade humana. No terrorismo, nos actos isolados e no (terrorismo) de Estado”, disse Francisco. [lenhada nos islâmicos, mas sobrou também para os governantes... A que título? Sei lá, ele costuma jogar frases ao léu, meio sem sentido. Mas tenham certeza que têm sentido sim!]

“O homem é capaz de tanta crueldade”, referiu o papa, na tradicional missa da manhã no Vaticano, antes de pedir uma oração pelas vítimas do ataque contra a revista francesa. [oh! pobres vítimas...]

O papa Francisco pediu também para os católicos rezarem “pelos cruéis, para que o Senhor lhes mude o seu coração”. [oh! coitadinhos dos agressores... eles também precisam de amor!]

Francisco expressou na quarta-feira uma “firme condenação pelo horrível atentado que semeou morte” juntando-se à consternação da sociedade francesa. [lenhadas de novo aos islâmicos]

Através de um comunicado, o porta-voz do Vaticano, Frederico Lombardi, informava que o papa rezava “pelo sofrimento dos feridos” e pelas famílias dos 12 mortos
[oh! pobres vítimas...]

O papa Francisco manifestou-se também contra a “difusão do ódio e a qualquer forma de violência física e moral” que possam destruir a vida, violar a dignidade, atingindo radicalmente a convivência pacífica entre as pessoas e os povos. [aqui, começou com uns e acabou nos outros: "difusão do ódio": vai tanto aos islâmicos quanto aos cartunistas que foram mexer com eles. "Violência moral": para mim, se refere mais aos cartunistas. "Destruir vidas": tanto os islâmicos como os cartunistas. "Violar a dignidade": idem. "atingindo radicalmente a convivência pacífica entre as pessoas e os povos": idem. Porque quando um não quer, dois não brigam].

Segundo o gabinete de imprensa do Vaticano, o papa endereçou os pêsames às famílias das vítimas do atentado unindo-se “à dor e à tristeza de todos os franceses”. [oh! pobres vítimas...] Fonte.

Bom, em Francisco nunca veremos veemência, a não ser que se trate de gays ou que tais.  

Além das Conferências espanhola e italiana, como vimos ontem, mais católicos se manifestaram a favor dos "cartunistas". A revista jesuíta Etudes publicou "algumas caricaturas da Charlie Hebdo que se relacionam com o catolicismo. É um sinal de força ser capaz de rir de algumas características das instituições a que pertencemos. O humor na fé é um bom antídoto para o fanatismo". Bom, o que esperar dos jesuítas? Fonte.

Contudo, não estiveram sós na covardia, O Jewpop, um site cultural judeu muito popular, publicou uma das mais famosas charges da Charlie Hebdo, de 1978, que zombaria "do Holocausto e dos judeus", pois "mostra Hitler saltitante com a legenda "Hitler supermaneiro" e um balão em que o alemão diz: 'Olá, judeus! E aí?'...". Fonte.

Covardes, sim, porque, para solidarizar-se com os maçons, e manter a pele, ao invés de publicar charges contra o Islã, como fez um jornal Alemão que foi devidamente [do ponto de vista islâmico] incendiado pelas vítimas dos chargistas, aqueles optaram por zombar da Fé Católica (os jesuítas) e do que lhe é mais caro (os judeus). Será que Francisco se referia a eles quando falou da crueldade humana? Calharia! 

Concluo com os links de onde tirei todas essas informações, por uma questão de justiça:
  1.  http://masoneriamixta.es/je-suis-charlie/#.VLQ4hXu9F58
  2. http://memoriamasonica.blogspot.mx/2015/01/comunicado-del-gran-oriente-de-francia.html 
  3. http://www.valoresreligiosos.com.ar/Noticias/hollande-visita-la-gran-sinagoga-de-paris-2686 
  4. http://castigatridendomoreselrustico.blogspot.com.br/2015/01/je-suis-charlie-operacion-de-bandera.html 
  5. http://www.ionline.pt/artigos/mundo/charlie-hebdo-papa-francisco-condenou-acto-crueldade-humana 
  6. http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/01/revista-catolica-e-site-judeu-publicam-charges-da-charlie-hebdo.html 
  7. http://oglobo.globo.com/mundo/jornal-alemao-que-republicou-charges-do-charlie-hebdo-incendiado-15021942 
E em Roma se prefere o tango a prantear os mártires do Islã ou a tratar com a devida firmeza os "cartunistas" ou "humoristas" que debocham da Fé Católica, porque, diferentemente do que pensam os jesuítas, fazer isso não é "um sinal de força ser capaz de rir de algumas características das instituições a que pertencemos, e nem o humor na fé é um bom antídoto para o fanatismo". Na verdade, caros senhores que se fantasiam de jesuítas, debochar da Fé Católica é o caminho certo para o Inferno eterno. 

Quanto ao antídoto... bem vimos, claramente, o mundo todo, no que resultou debochar da fé dos muçulmanos. Eram quantos? Meia dúzia? Acho que menos. E olha a lambança que fizeram! Na Nigéria, o Boko Haram, outro braço do Califado, usou uma menina e duas mulheres, em dois dias diferentes, como "homem-bomba". A menina tinha 10 anos (e me pergunto se não eram cristãs...), as mulheres: 15 e 20 anos. Quantas meninas e mulheres os islâmicos têm à disposição na França? Na Europa toda? Fontes: aqui e aqui.

E as consequência desse atentado e da manifestação que lhe seguiu as veremos em breve, uma vez que os islâmicos fora da Europa, em seus Países, têm ainda muito mais cristãos a martirizar por causa do que a Europa chancelou com essa manifestação pró-jornaleco. Em terreiro dos outros, ninguém canta de galo. E a França, bem se vê, já está mais perto de se transformar, junto com a Inglaterra, no mais novo terreiro do Islã. 

Virgem de Lepanto... socorrei-nos!!!

Giulia d'Amore 

 
Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

4 comentários:

  1. Olá Giulia. Aqui em Fortaleza aconteceu algo idêntico ao que aconteceu na mídia nacional. Ao meio dia e meia passa um jornal local chamado "Da Hora". Um dos apresentadores (são dois apresentadores) mostrou a dita charge e o outro apresentador pediu que não mostrasse (embora não foi obedecido pelo colega da bancada). Era notório o medo desse homem. Como você disse, chutam o cachorro morto ( A Santa Igreja Católica), mas a religião muçulmana é muito bem tratada. O "Santo Padre" (podemos depo-lo?) do lado dos que humilharam Nosso Senhor com desenhos idiotas... Bem que desconfiava que tinha dedo da maçonaria no meio... Sinceramente, parabéns a Nosso Senhor pela sua infinita paciência, porque só sendo paciência para não ter dado um fim neste mundo a muito tempo. É muito pecado e sujeira! E esse povo nem se confessa... Não tenho estômago para isso... Deus e Nossa Senhora te abençoe Giulia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há várias vertentes de pensamento sobre a "deposição" de um Papa. Eu tenho lá minha opinião a respeito. Mas há santos que dizem que temos o Papa que exatamente merecemos... De qualquer forma, Francisco está lá, se não pela vontade, pelo menos com a permissão de Deus, que sabe das coisas mais do que nós. Mas que Ele tem uma super paciência... é de se admitir. Nesses momentos, eu penso em Sodoma e Gomorra e mais cinco cidades destruídas por Deus por causa de seus pecados. E me pergunto o que será que fizeram para Deus destrui-las, pois o que testemunhamos hoje parece-nos ser já grave demais. Contudo, temos que ver que na Bíblia não diz por qto tempo Deus suportou os insultos humanos... podem ter sido dias, meses, anos ou décadas, ou mais. Não devemos ser imediatistas, até pq nenhum de nós pode compreender de que é capaz o poder de Deus para desejá-lo já. É mais sensato continuar rezando, se esforçar para ser perfeito como perfeito é o Nosso Pai que está no Céu e deixar a administração das coisas de Deus para... Deus. Mais uma vez: Ele sabe das coisas mais do que nós! ;)

      Excluir

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA