Pesquisar este blog

Novidades!!!

sábado, 17 de janeiro de 2015

EDITORIAL: Paris não é Baga. Ainda.

CADÊ O "JE SUIS BAGA", MUNDO? 


Ai das mulheres que, naqueles dias, estiverem grávidas ou amamentando, pois haverá grande angústia na Terra e grande ira contra o povo. Cairão ao fio de espada e serão levados cativos para todas as nações, e Jerusalém será pisada pelos pagãos, até se completarem os tempos das nações pagãs. Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na Terra, a aflição e a angústia apoderar-se-ão das nações pelo bramido do mar e das ondas. Os homens definharão de medo, na expectativa dos males que devem sobrevir a toda a terra. As próprias forças dos Céus serão abaladas. (Lucas 21,23-26). Contudo: "Não imiteis o procedimento dos pagãos; nem temais os sinais celestes, como os temem os pagãos" (Jeremias 10, 2). 

BAGA, NIGÉRIA
Enquanto no frio janeiro europeu meia centena de líderes mundiais marcha por uma Paris abobalhada, em solidariedade à morte procurada por um grupo de pseudo-humoristas que, do humor satírico, fizeram uma arma contra todos os que eles odeiam, do outro lado do Mediterrâneo continua a escalada do ISIS e seus associados, tanto na Síria, como no Iraq e no Irã, e também na Nigéria. Cidade inteiras são derrubadas ao chão, a ponto de uma, Baga, virar notícia na mídia como uma curiosidade do Google Earth que mapeou essa mudança na topografia da região. As imagens foram divulgadas pela Anisty International. Sobreviventes afirmam que há cadáveres espalhados por toda parte! Um deles disse que caminhou CINCO quilômetros sobre cadáveres. O governo nigeriano - que está a um mês das eleições que irá vencer, já se sabe - diz que foram apenas 150 mortos. Um político local fala em 2.000 mortos. O Anisty International confirma os 2000 mortos, entre os quais uma mulher que estava dando à luz: ela morreu com o filho já com metade do corpo para fora do seu ventre. Dizem algumas fontes que eram trigêmeos, e dois já haviam nascido. Ainda, de casa em casa, os MUÇULMANOS foram eliminando todos os homens em idade de pegar em armas: a partir de crianças. Mas não pouparam nem mesmo os bebês! (Fonte). Segundo o Anisty Internacional: "6 povoados foram queimados, e 20 mil moradores fugiram da região. Os assassinatos deliberados de civis e a destruição de seus bens por parte do Boko Haram constituem crimes de guerra e crimes contra humanidade e pedem uma investigação". Bom... pode até ser que se faça uma investigação DEPOIS, mas AGORA é preciso AGIR. Cadê o Je suis Baga? 



As meninas já "convertidas". Nunca mais foram vistas.
Há oito meses atrás, o Boko Haram ganhou a mídia internacional ao se tornar notícia pelo sequestro de 200 meninas CATÓLICAS. Claro que a mídia não disse que eram católicas, quando se referia à religião, generalizava com um "cristãs". No entanto, foram mais de 200 meninas, chegou perto de 300. Algumas conseguiram fugir nos primeiros dias, aproveitando de uma distração dos poucos carcereiros que ficaram com elas, e contaram as atrocidades que viveram: muitas eram violentadas QUINZE vezes ao dia. Meninas, de 13 a 18 anos. Eram espancadas e forças a abjurar a Fé Católica. Nem todas abjuraram, quem se recusou foi morta (Menina de 15 anos). Algumas foram vendidas (por R$32,00 cada), dentro e fora da Nigéria, como escravas sexuais de MUÇULMANOS. Há alguns meses, o Boko Haram foi à mídia dizendo que iria libertar as moças "que estavam com eles". Mas era mentira. As famílias, no povoado de Chibok, estão arrasadas e furiosas pela impotência delas e o descaso do governo. E do mundo. A ONU boquejou, ameaçou e... nada. Ninguém foi resgatá-las. (Fonte). Cadê o Je suis Chibok?

Há um ano atrás, em Mamudo, Nigéria, o Boko Haram, queimou vivas, em uma escola, 42 crianças. Cadê o Je suis Mamudo

Enquanto isso, em Paris, o jornaleco conseguiu vender CINCO MILHÕES de exemplares do lixo que produzem e ainda estão pedindo dinheiro para sua "causa". Há quem já fale, na web, em "suposto" ataque, com aspas. 

Eu achei particularmente estranho que tantos líderes tão ocupados tenham conseguido liberar a agenda tão rapidamente para a pantomima da passeada histérica pelo direito à blasfêmia. E a confirmação de minhas suspeitas veio do grande ausente: Obama. Durante a manifestação parisiense, muitas vozes gritavam: "Obama, cadê você, viemos aqui só pra ti ver!", ou algo mais francês. O grito foi tão alto que o porta-voz do governo norte-americano foi obrigado a reconhecer que deveriam pelo menos ter enviado um representante de primeiro escalão. Mas a justificativa da ausência que é interessante: Obama não foi porque não havia tempo hábil para montar o esquema de segurança necessário para ele em Paris!!! Isso foi afirmado pelo porta-voz da Casa Branca. E me parece óbvio, porque nenhum Presidente ou Primeiro Ministro pode simplesmente desmarcar todos os compromissos e pegar uma avião para Paris assim, su due piedi, como se diz na Itália! Há todo um protocolo a seguir, a todo um sistema de segurança a ser planejado, ainda mais em uma situação como aquela, propícia para um ataque ainda maior. Assim, passa a ser intrigante como e por que os outros foram... Poderiam ter tais líderes, tão poderosos e tão ocupados, ter deixado de lado toda prudência e toda diplomacia para correr para Paris só para se manifestarem? Porque NAQUELE dia? Não poderiam ter esperado por Obama? Algo há por trás disso... 

Enfim, termino o editorial de hoje me unindo à oração de todos os CATÓLICOS no mundo que rezam pelos MÁRTIRES do Islã. O Céu deve estar de portas abertas, recebendo essa procissão de santos. Eu rezo todos os dias, em meu pobre Terço, para que todos eles, em todo o mundo, que passaram pela "cimitarra" islâmica, tenham recebido a graça da conversão final, o batismo de sangue. Eu rezo também para ter a mesma fortaleza que tiveram tantos que se recusaram a abjurar a Fé Católica e não temeram a morte (no vídeo da menina de 15 anos, acima, vê-se a serenidade dela até o fim), porque, mais dias menos dias, eles poderão estar por aqui também. 

Esse mundo em ebulição, essa violência toda pelo mundo afora e até dentro de nosso País, a escalada dos direitos perversos contra Deus, a evolução transformista e transformadora de Francisco e "sua" igreja mundana, o avanço do Comunismo sobre a América Latina, "menina dos olhos" também do proselitismo islâmico "moderado", a falta de uma liderança CATÓLICA: um Papa, Reis e Imperadores CATÓLICOS, a própria Natureza fora da normalidade: cataclismos, tsunamis, mudanças climáticas extraordinárias, o avanço do Satanismo com suas Missas Negras públicas, os monumentos a Satanás, a entronização dele em vários Países latino-americanos, a corrupção cada dia mais manifesta dos costumes e da moral do ser humano. E todos os eventos intrigantes, estranhos, inacreditáveis... Algo está acontecendo. São sinais. Não são? 

E por falar em Francisco, o falastrão, só não fala sobre os mártires do Islã! Se compadece até dos canalhas que blasfemaram contra a Santíssima Trindade, Nosso Senhor Jesus Cristo, a Virgem Maria, e nossa Fé como um todo. Beija os pés dos verdugos de seus filhos. Recusa a mozeta, mas veste um trapo budista, embora o budista não tenha vestido nada católico, nessa via de mão única que são tanto o ecumenismo, quanto o diálogo inter-religioso. Envia cumprimentos festivos pelo fim do Ramadam e recebe judeus e muçulmanos no Vaticano para rezarem cada um para seu "deus", e o muçulmano reza por nossa derrota e morte: nos jardins do Vaticano. Visita todo tipo de templo herético. Abre a boca para falar sandices (a palavra é outra) do tipo "Deus não é católico". Recebe e visita todo tipo de não católico, mas não recebe os conservadores (porque não há tradicionalistas na Igreja de Francisco, embora haja pseudo-tradicionalistas louquinhos para, gradualmente e dentro de um tempo razoável, alcançar a reconciliação plena) e, quando pode, os persegue, os pune, os transfere para onde não possam incomodá-lo com suas batinas, suas casulas de museu e suas missas-em-latim (não confundir com a Missa Tridentina, que é outra coisa). 

Sobre os mártires? Alguma menção en passant para focar no combate à violência e na busca da paz mundana. 

Francisco... cadê o "Je suis les martyrs!"? 

Giulia d'Amore.   



BAGA, NIGÉRIA
BAGA, NIGÉRIA
Imagem divulgada pela Anisty International


Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

2 comentários:

  1. Bom dia Giulia. Que Santo Antão te abençoe! Hoje comecei meu tríduo a São Sebastião. Que Ele obtenha de Nosso Senhor Jesus Cristo para nós a verdadeira paz que brota da conversão dos pecadores. Falta isso no mundo: a conversão dos pecadores. Tantos problemas no mundo e muitos querem resolve-los com meios humanos e até heréticos (o "papa" é o primeiro a fazer tal erro). Se esuqecem que Nosso Senhor disse: "Sem mim nada podeis fazer!" (João capítulo 15, versículo 5).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem toda razão, caro sr. José Antônio! Das coisas dEle... Deus sabe cuidar sozinho, e não precisa de nós!

      Amanhã, Deus permitindo, irei fazer minha escravidão a Jesus, por Maria, pelo método de São Luís Montfort. Quero me distanciar cada vez mais do mundo e cuidar cada vez mais de minha alma, pq é para isso que vim para o mundo, para preparar-me para o Céu. Reze por mim, se tiver um tempinho, por gentileza.

      Que Santo Antão, um grandíssimo santo, de uma vida exemplar e toda dedicada a Deus, nos abençoe a todos.

      Excluir

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA