Pesquisar este blog

terça-feira, 4 de abril de 2017

Eu não disse que houve um acordo?

Francisco reconhece "sob condição" os matrimônios feitos pela Neofrat. 

 


Então, né... Francisco só está que apressa a plena comunhão dos Neofrat com a Igreja Apóstata de Roma Apóstata. De tempos em tempos, solta um pedacinho de queijo, e os ratinhos vão alegres e contentes para a ratoeira herética.  

Primeiro, autorizou as confissões com prazo de validade. Depois, misericordioso que só ele, espichou o prazo por tempo indeterminado (espertinho, Francisquiello, não deu a corda toda), e agora os padres neofrats têm o selinho bergogliano de confessores autorizados! Que fofos! Agora, concede a eles a validação dos matrimônios que fizerem, mas "sob condição" - isto é ideia minha... Ele não a chamou assim - da seguinte forma: 

Sempre que possível será dada autorização para assistir ao matrimônio ao ordinário local, o qual receberá o consenso das partes no rito do sacramento, no começo da missa, seguindo-se a celebração da missa por parte do sacerdote neofrat. Quando não for possível a presença de um padre modernista, o sacerdote Neofrat poderá fazer o casamento restando advertido de que deverá entregar a documentação o mais breve possível à Diocese herética local. E isso só para acabar com o desconforto dos fieis da Neofrat e a incerteza sobre a validade do matrimônio, e, ao mesmo tempo, para APRESSAR O CAMINHO PARA A PLENA REGULARIZAÇÃO INSTITUCIONAL

Então, vejamos: os padres da Neofrat serão supervisionados pelos hereges modernistas. E para eles... tudo bem?... Que coisa, né?  

O que falta acontecer? Enquanto não tiver um papel assinado não existe acordo? Sério? Hummmmmmmmmmmmmm, então, tá, então! 

Como diz o Capitão Jack Sparrow: "repita isso até acreditar!"... 


Então, abiguinho que está chegando à Tradição e espera que vai sair de vez da Igreja modernista, não acredite nas lorotas dos neofrats (a parte da FSSPX que seguiu com Fellay, o Imprudente), porque é óbvio que houve um acordo, com cuspe, aperto de mão e tudo que é de praxe. O que mais explicaria essas gentilezas oferecidas pelo Bergoglio e não recusada ou denunciadas por nenhum dos padres neofrat que sabem ser tão veemente quando lhes interessa? Eu, pelo menos, nunca li um comunicado - de Fellay para baixo - desmentindo os apóstatas todas as vezes que eles vieram a público falar do ACORDO. Alguém viu? O que sei é que no pé de ouvido eles falam que não há acordo. No pé de ouvido, porque até mesmo os sermões não são mais tão acessos de zelo santo contra Bergoglio e suas bergogliadas, uma mais estonteante do que a outra! Alguém anda ouvindo sermões assim? Me mandem os vídeos... Não vou publicar, quero apenas ver com meus olhinhos castanhos... 

Mas acordo não tem! 



NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA.



Estava terminando a edição deste post, procurando a figura de um ratinho e uma ratoeira para ilustrar a questão quando me deparo com outra notícia fresquinha da Neofrat! 

Lembram que eu disse que NUNCA li um contra-comunicado - de Fellay para baixo - acerca dos "mentirosos" comunicado de Roma Apóstata sobre o acordo? Então... vou ter que me retratar! Acabo de ler um e transcrevo aqui abaixo. Cada um tire disso o que quiser, mas não venham me dizer que não há um acordo... Dá para ouvir os suspiros cheios de alegria de Fellay prestes a ganhar sua prelatura pessoal lustrosa e brilhante... quiçá um cardinalato... quiçá... 


COMUNICADO DA CASA GENERAL
 Menzingen, 4 de abril de 2017  
Como no caso das disposições tomadas por Papa Francisco a respeito da faculdade de confessar, reconhecida aos sacerdotes da Fraternidade S. Pio X para o Ano Santo (1 setembro 2015), estendida depois também após o encerramento (20 novembro 2015) [eu não disse?!], a Casa geral toma conhecimento de que o Santo [hummm, achava que hereges não fossem santos] Padre decidiu de "autorizar os Ordinários locais a conceder também a permissão de celebrar os matrimônios dos fiéis que seguem a atividade pastoral da Fraternidade" (carta da Congregação para a Doutrina da Fé, 27 março 2017 - publicada hoje 4 abril) [eu não disse?!]
Esta decisão do Soberano [Fellay está gastando o repertório dos adjetivos hoje!] Pontífice prevê que... [omissis: se cita a disciplina que encontrão resumida aqui [que é o link que comentamos acima]...]. 
[Aqui vem a parte legal:] A FSSPX agradece profundamente ao Santo Padre pela sua solicitude pastoral - expressa através da carta da Commissão Ecclesia Dei - que se destina a dissipar qualquer "dúvida" relativa à "validade do sacramento do matrimônio". Papa Francisco quer, de maneira evidente, que, como para as confissões, todos os fiéis que desejam casar NA PRESENÇA [estranho termo escolhido por Fellay... e tem tudo a ver com o que a Comissão Ecclesia Dei escreveu, de que o casamento não será feito pelos padres neofrat, mas por um padre modernista, e, depois, toca o barco para  o neofrat brincar de rezar missa em latim autorizada por Francisco] de um sacerdote da Fratenidade possam fazê-lo sem qualquer hesitação ou inquietude sobre a validade do sacramento contraído. Nos auguramos [lá vai Fellay pedir "bença" ao bispo herege local] que todos os Bispos compartilhem da mesma solicitude pastoral.
De sua parte, os sacerdotes da FSSPX se empenharão fielmente [sic], como fazem desde sua ordenação, a preparar para o matrimônio os noivos, segundo a imutável doutrina de Cristo sobre a unidade e indissolubilidade desta união (cf. Mt 19,6), antes de receber os consensos no rito tradicional [extraordinário] de Santa Romana Igreja.

Tá bom para vocês, ratinhos? 

Uma perguntinha que não quer calar... se a Neofrat estará ligada diretamente ao Papa Pop (por isso a Prelatura Pessoal), por que Fellay responde à Ecclesia Dei? Só perguntando... 

E tem mais... Aguardem o próximo post. Mais pelo conteúdo do que pela originalidade. 


Fonte primeira notícia: https://www.radiospada.org/2017/04/questione-fsspx-bergoglio-convalida-le-nozze-celebrate-dai-sacerdoti-lefebvriani/.
Fonte segunda notícia: https://www.radiospada.org/2017/04/questione-fsspx-comunicato-della-casa-generalizia/ 
Para os ratos que não acreditam em qualquer site/blog na net, leiam diretamente do site de Fellay, onde encontrarão o texto em francês, espanhol, alemão (link quebrado) e inglês. Esqueceram dos fiéis de língua portuguesa? 
Tradução e comentários: Eu. kkk  
       

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA