Pesquisar este blog

Novidades!!!

quarta-feira, 3 de abril de 2013

DIA 2 DE ABRIL: Santa Maria Egipcíaca - a santa da esperança do Céu

Segundo o Martyrologio Romano de 1748 (p. 79 do livro e 142 do PDF - Download aqui), ontem foi dia de Santa Maria Egipcíaca, "por sobrenome 'a Pecadora'...":


2 de abril


SANTA MARIA EGIPCÍACA



http://sacragaleria.blogspot.com.br/2015/04/santa-maria-egipciaca.html
clique para ver mais imagens


Tenho particular devoção por esta Santa quase desconhecida. Ontem - e não hoje - foi seu dia, segundo o Martirologio Romano e segundo o Missal Quotidiano de D. Beda Keckeisen, OSB, de 1947. Outra data deve ser uma inovação do CVII ou fantasia. Espero que esta devoção se propague porque ela nos faz "possível" o Céu, basta querer e confiar na Misericórdia Divina.

Giulia d'Amore

Oh, quem para aplacar-vos tivera as lágrimas de uma Madalena, as penitências de uma Egipcíaca, os gemidos de um Agostinho, a compunção de um S. Pedro! (Gemido de uma alma penitente)


Em Catolicismo:
Santa Maria Egipcíaca recorre a Nossa Senhora -- Entre os inumeráveis exemplos de misericórdia de Nossa Senhora para com os piores pecadores arrependidos, o de Santa Maria Egipcíaca é dos mais impressionantes.

Com apenas doze anos de idade, fugiu da casa paterna e foi para Alexandria (norte da África), onde se prostituiu. Depois de passar 16 anos em pecados infames, tomou um navio que ia para a Terra Santa. Quando chegou a Jerusalém, celebrava-se a festa da Exaltação da Santa Cruz. Movida pela curiosidade, quis a pecadora entrar numa igreja. Mas no limiar da porta sentiu uma força que a repelia para trás. Tentou por mais três vezes entrar, mas sempre era repelida.

Então, encostando-se num canto do pórtico da igreja, recebeu a graça para conhecer que, por sua má vida, Deus a tocava para fora do templo. Levantando depois os olhos, viu uma imagem de Maria Santíssima, pintada no pórtico. Com o coração contrito e humilhado, a pecadora disse então a Nossa Senhora: "Ó Mãe de Deus, tende piedade desta pobre pecadora. Bem vejo que pelos meus pecados não mereço que olheis para mim; mas sois o Refúgio dos Pecadores; por amor de Jesus, vosso Filho, ajudai-me. Fazei que eu possa entrar na igreja, pois quero mudar de vida e fazer penitência onde Vós me ordenardes".

Ouviu então uma voz interna, como se a Santíssima Virgem lhe respondesse: "Já que a mim recorreste e queres mudar de vida, entra na igreja, que já sua porta não se fechará para ti." Entrou a pecadora, adorou a Santa Cruz e chorou. Tornou à imagem e disse à Rainha dos Céus: "Senhora, estou pronta. Irei aonde Vós quiserdes que eu vá para viver retirada e fazer penitência."

57 anos de penitência no deserto -- "Vai para o Rio Jordão e acharás o lugar do teu repouso", respondeu-lhe a Virgem."

A pecadora confessou-se, comungou, atravessou o rio, chegou ao deserto e entendeu que ali era o lugar de sua penitência.

Nos primeiros 17 anos, enfrentou grandes combates com os demônios, desejosos de vê-la recair. Mas ela sempre recorria a Maria Santíssima, que lhe deu forças para resistir nas batalhas contra os anjos decaídos e as paixões desordenadas.

Finalmente, depois de ter vivido 57 anos naquele deserto, achando-se na idade de 87 anos, permitiu a Divina Providência que fosse encontrada pelo abade São Zózimo. A penitente contou ao santo toda a sua vida, e pediu-lhe que ali voltasse no ano seguinte e lhe trouxesse a sagrada comunhão.

Voltou, com efeito, o santo abade, e deu-lhe a comunhão. Depois, a egipcíaca pediu-lhe que viesse outra vez visitá-la. Retornou novamente São Zózimo e encontrou-a morta, com o corpo cercado de luzes, e junto à cabeça escritas as palavras: Sepulta neste lugar o corpo desta miserável pecadora, e roga a Deus por mim.

Neste momento apareceu um leão, que abriu uma cova na qual São Zózimo sepultou a admirável Santa Maria Egipcíaca.

Fonte de referência: Santo Afonso Maria de Ligório, Glórias de Maria Santíssima, Editora Vozes, Petrópolis (RJ), 1964. in: Refúgio dos pecadores.

TROPÁRIO:

    Fugindo da penumbra do pecado,
    e iluminando o teu coração com a luz de penitencia,
    chegaste, ó Maria gloriosa, ao Cristo.
    Trouxeste contigo a sua Santíssima e Puríssima Virgem Mãe,
    como a tua intercessora misericordiosa.
    Assim, recebeste o perdão dos pecados
    e te alegras agora com os anjos na eternidade. 


Oração a Santa Maria do Egito

Santa Maria do Egito, que fostes perseguida desde a igreja do Santo Sepulcro por um anjo com uma espada,
que te ajoelhastes diante de um crânio, nua, mas vestida com teus  cabelos longos;
que recebestes a Sagrada Comunhão de São Zózimo,
que sentastes debaixo de uma palmeira,  em contemplação, do outro lado do Jordão;
que lavastes os cabelos na Jordânia, como Maria Madalena, com o leão que cavou tua sepultura;
mulher segurando três pães, mostrando como pouco era teu alimento,
por favor ore por nós,
para que sempre possamos ser puros
e perseverar nossa alma sem pecado
até o último respiro de nossa vida.

Santa Maria do Egito, rogai por nós!

LEIA A VIDA DE SANTA MARIA EGIPCÍACA EM: http://santossanctorum.blogspot.com/2011/04/santa-maria-egipciaca-ou-santa-mraia-do.html

CONVERSIÓN DE MARÍA EGIPCIACA: Santo Afonso de Ligorio (em espanhol):

Entonces la infeliz retirándose a un rincón del atrio, conoció con luz superior que su mala conducta la echaba de la iglesia. Alzó los ojos y vio allí cerca, por dicha suya, una imagen de María Santísima, a la cual empezó a decir, llorando, de esta manera: “¡Oh Madre de Dios, tened piedad de esta pecadora! No merezco que me miréis, pero Vos sois el refugio de los pecadores: amparadme y favorecedme por el amor de Jesucristo vuestro Santísimo Hijo. Haced que puede entrar en la iglesia, y mudaré de vida, y me iré a hacer penitencia donde vos me digáis.” Entonces oyó una voz interior, como de la Virgen, que le decía: “Pues que acudes a Mí con propósito de enmendarte ya puedes entrar.” Entró, adoró la Santa Cruz con abundancia de lágrimas, volvió a la imagen, y le dijo: “Vedme pronta. Señora: ¿dónde queréis que me retire?” “Pasa el Jordán –le respondió la Virgen-, y allí encontrarás tu descanso.” Confesó y comulgó, y, pasando el rio, llegó al desierto y entendió que allí era donde se debía quedar.
Obras: "A Egipcíaca Santa Maria", Poema de Francisco de Sá e Miranda: LEIA AQUI ou PDF.



Ainda sobre esta grande e desconhecida Santa da Igreja: LEIA AQUI e AQUI.

No Pale Ideas: http://farfalline.blogspot.com/2015/04/santa-maria-egipciaca.html.

 




_

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA