Pesquisar este blog

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Santos Doze Irmãos, Mártires

01 de setembro

Santos Doze Irmãos

Mártires


O Martiriológio Romano recorda neste dia os doze irmãos mártires de Benevento, filhos de Bonifácio e Tecla (do grego: "Glória de Deus"). Pela Passio sabemos que os doze irmãos nascidos em Adrumento (Adrumentum, que era conhecida também como Sissa, Toulb e Macometa), perto de Cartago, declararam sua fé em Cristo e foram levados para a Itália para sofrer o martírio. Foram martirizados alguns na cidade de Potenza, outros em Venosa e Ecana (atual Troia), onde os assistiu o Bispo Marcos. Sofreram o martírio sob Maximiano (ou Valeriano).


OS NOMES DOS DOZE IRMÃOS. De uma Vita sobre os Santos Doze Irmãos:

"Naquela mesma perseguição em Adrumeto, Cidade da África proconsular, os nobres Bonifácio e Tecla haviam nas humanas e Cristãs doutrinas educado seus doze filhos, que tinham os nomes de: Donato, Felix, Aronzio (ou Aconsio), Honorato, Fortunaziano (ou Fortunato), Sabiniano, Settimino (ou Settimio), Januário, Felix, Vitale, Saturo (ou Satiro) e Reposito. Realizaram eles, seja em Adrumeto como em Cartago, milagres de tal forma que despertaram a atenção do Procônsul por causa do número daqueles que tendo se tornado prosélitos deles zombavam da Religião que este professava. Foi então por Valeriano, ou Procônsul, ou outro Magistrado que fosse, ordenado que, após submetidos a torturas em África, fossem enviados com ele, em seu navio, para a Itália. De Reggio, onde desembarcaram para Bruzzio, vieram com Valeriano, de Grumento (Agrumeto) até Potenza; onde este (Valeriano) do Tribunal ordenou que diante dos muros da cidade conduzisse ao suplício Aronzio, Honorato, Fortunaziano e Sabiniano. Lá lhes foi dada a morte, e de seus corpos tomaram particular cuidado os Potentinos (habitantes de Potenza), como veremos. No dia seguinte, chegando a Venosa, Valeriano quis que fossem mortos Settimino, Januário e Felix, aos quais fizeram companhia, em uma Villa Venosina, os irmãos Vitale, Saturo e Reposito. Os sobreviventes Donato e Felix, em outra cidade da Puglia tiveram as cabeças separadas do busto; o primeiro era Sacerdote, e o segundo era Diácono. Tudo isso se lê mais longamente em um manuscrito antiquíssimo, conservado até os últimos tempos na Catedral de Potenza, de onde parece que foram tiradas todas as coisa que foram ditas sobre o martírio desses irmãos africanos, como Monsenhor Alfano, arcebispo de Salerno, na vita deles que ele escreveu em verso heroico, que está no 7º tomo do 'Surio', como os Bolandista compiladores dos 'Atos dos Santos'. Também escreveu sobre eles o bibliotecário Anastásio, como informa Pietro Galesino nas anotações de seu Martirológio; assim como o faz Cesare Baronio em suas anotações ao Martirológio Romano. O manuscrito desapareceu, e é mal conservada a cópia que se guarda; de forma que me pareceu ser coisa agradável colocá-lo ao final desta obra, para que não desapareça por inteiro a memória de um fato acontecido aqui, e que foi nos tempos passados muitíssimo caro aos Potentinos. De forma que elegeram S. Aronzio como Santo Protetor deles, desde os tempos de seu martírio".


Fontes:
  • Storia della Cattedra di Avellino e dei suoi Pastori. Giuseppe Zingarelli. Napoli, 1856. Pag. 211. 
  • BONIFACIO, GLORIOSO E INTREPIDO GIOVINETTO. Gabriele Tardio Motolese. Edizioni SMiL. 2004. Pag. 18. 
  • Historiae Urbium et Regionum Italiae Rariores. Memória della Città di Potenza. Emmanuele Viggiano. Arnaldo Forni Editore. MDCCCV. Pag. 60-61.  
  • Flos Sanctorum, cioé, Vite de´Santi, de Pe. Pietro Ribadeneira Toletano, da Companhia de Jesus. MDCCIV. Veneza. Nicoló Pezzana Editore, p. 626. PDF

Pesquisa, tradução e edição: Giulia d'Amore.
  
Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA