Pesquisar este blog

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA

Leitores

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

1º Lançamento 2018: Livro do Pe. H. Démaris

Prezados leitores do Pale Ideas, é com muita alegria que anuncio o lançamento do livro... 


Consolações para Tempos de Perseguições

Regras de Conduta para Nossos Tempos

Pe. H. Démaris

Tradução Carla d'amore

Editado pela Editora Missões Cristo Rei
Impresso pela Gráfica Mundial
ISBN 9788566408362 






"Meus queridos filhos, Situados no meio das vicissitudes humanas e do perigo próprio da explosão das paixões, enviam mostras de caridade a seu Padre e lhe pedem algumas regras de conduta. Vou mostrá-las a vocês, e tentarei levar às suas almas o consolo de que necessitam: Jesus Cristo, o modelo dos cristãos, nos ensina com Sua conduta o que devemos fazer nos penosos tempos em que nos encontramos."

Esta carta foi enviada pelo Reverendo Padre H. Démaris, em resposta a fiéis que lhe solicitavam alguma regra de conduta para continuarem católicos, nos tenebrosos tempos da Revolução Francesa: sem padres, sem Missas, sem Sacramentos e sem templos onde adorar a Deus, tomados que foram pelos perseguidores da Religião Católica; de forma similar ao nosso século e às nossas privações, pois os tempos atuais são filhos da Revolução, ainda que outros sejam os eventos e as personagens.

E é exatamente por causa dessa similitude que a Editora Missões Cristo Rei publica esta carta, um roteiro para os cristãos de todos os tempos e lugares, que sofreram, sofrem e ainda sofrerão perseguições por amor a Deus.

É um roteiro para guardar a Fé em tempos que exigem um martírio que nem sempre é de sangue, mas, sobretudo, de humilhações, escárnio, solidão, renúncias e privações, que não encontram um fim na morte gloriosa no patíbulo, mas perduram no tempo, alongando o sofrimento.

Enfim, os católicos de todos os tempos têm a mesma preocupação: é agora? Sem Padres e, portanto, sem a Missa e sem os Sacramentos, o que será de nós? Como guardaremos a Fé? Esperamos, singelamente, que este livreto ajude a todos, nestes tempos de escuridão e incertezas.

VIVA CRISTO REI!


A Editora


Os graus da humildade e os da soberba

OS DOZE GRAUS DA HUMILDADE:

I — Abster-se, por temor a Deus, a todo o momento, de qualquer pecado. 
II — Não amar a própria vontade. 
III — Submeter-se aos superiores com toda a obediência. 
IV — Abraçar, por obediência e pacientemente, as coisas ásperas e duras. 
V — Confessar os seus pecados. 
VI — Julgar-se indigno e inútil para tudo. 
VII — Reconhecer-se como o mais humilde de todos. 
VIII — Não sair da norma comum do mosteiro (*). 
IX — Esperar ser questionado para falar. 
X — Não ser de riso fácil. 
XI — Expressar-se com parcimônia e judiciosamente, sem erguer a voz. 
XII — Mostrar sempre humildade no coração e no corpo, com os olhos no chão.  



OS DOZE GRAUS DA SOBERBA: 

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Janeiro em fotos...

Após algum tempo afastada, retomo, hoje, o blog, para por em dia algumas postagens que estou devendo, pois as coisas por aqui estavam/estão bastante corridas, com a visita do Padre (Deus o abençoe por sua caridade em nos visitar) e com as novas edições: esta semana, enviamos o primeiro livro à gráfica (logo, darei notícias) e estamos com mais dois engatilhados, prontos para ir à gráfica, este mês ainda, além do calendário 2019... Enfim, Deus tem sido bom conosco, como sempre!!! Hoje, irei publicar as fotos do mês de janeiro das Missões Cristo Rei. Vou fazer um resuminho... Contei com a colaboração dos fiéis das Missões visitadas e sobretudo do Rev. Padre Cardozo. 



 O Reverendo Padre Cardozo começou o ano 
na nova casa em Contagem, MG

* * *

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Festa de São Brás: benção das velas e das gargantas

3 de fevereiro: São Brás 


BENEDICTIO CANDELARUM et GUTTURIS in festo sancti Blasii, Episcopi et Martyris 




V/. Adiutórium nostrum in nómine Dómini. 
R/. Qui fecit cælum et terram.
V/. Dóminus vobíscum. 
R/. Et cum spíritu tuo.

Orémus. 

Omnípotens et mitíssime Deus, qui ómnium mundi rerum diversitátes solo Verbo creásti, et ad hóminum reformatiónem illud idem Verbum, per quod facta sunt ómnia, incarnári voluisti : qui magnus es et imménsus, terríbilis atque laudábilis, ac fáciens mirabília : pro cuius fidei confessióne gloriósus Martyr et Póntifex Blásius, diversórum tormentórum génera non pavéscens, martýrii palmam felíciter est adéptus : quique eídem, inter céteras grátias, hanc prærogatívam contulísti, ut, quoscúmque gútturis morbos tua virtúte curáret ; maiestátem tuam supplíciter exorámus, ut non inspéctu reátus nostri, sed eius placátus méritis et précibus, hanc ceræ creatúram bene ✠ dícere, ac sancti ✠ ficáre tua venerábili pietáte dignéris, tuam grátiam infundéndo ; ut omnes, quorum colla per eam ex bona fide tacta fúerint, a quocúmque gútturis morbo ipsíus passiónis méritis liberántur, et in Ecclésia sancta tua sani et hílares tibi gratiárum réferant actiónes, laudéntque nomen tuum gloriósum, quod est benedíctum in sǽcula sæculórum. Per Dóminum nostrum Iesum Christum Fílium tuum : Qui tecum vivit et regnat in unitáte Spíritus Sancti Deus, per ómnia sǽcula sæculórum. Amen.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

Se vc é das Missões Cristo Rei, cadastre-se aqui