Pesquisar este blog

domingo, 15 de setembro de 2013

AS QUATORZE REGRAS PARA SOFRER À MANEIRA DE JESUS CRISTO - X

Publicarei uma regra a cada dia, porque é mais útil, uma vez que (quase) ninguém mais lê atentamente o que se publica na net, e até mesmo nos livros de papel. É uma série tão preciosa para a alma que deve ser lida em pílulas, em conta-gotas. E deve ser aprendida de cor, para nunca mais esquecer. Se alguém se queixava de que não há um manual simplificado para a felicidade, pronto! Agora há!

(...) Não é, porém, suficiente sofrer: o demônio e o mundo têm, seus mártires; é preciso sofrer e levar a cruz nas pegadas de Jesus Cristo: - sequatur me! que me siga! - ou seja, da maneira que Ele a carregou. E eis, para isto, as regras que deveis seguir:

Sofrer toda sorte de cruzes, sem exceção e sem escolha.

10º: Decidi-vos, queridos Amigos da Cruz, a sofrer toda sorte de cruzes, sem exceção e sem escolha: toda pobreza, toda injustiça, toda humilhação, toda contradição, toda calúnia, toda aridez, todo abandono, toda pena interior ou exterior, dizendo sempre: Meu coração está preparado, meu Deus, meu coração está preparado (110). Preparai-vos, pois, para serdes abandonados pelos homens, pelos anjos e pelo próprio Deus; para serdes perseguidos, invejados, traídos, caluniados, desacreditados e abandonados por todos; para sofrer fome, sêde, mendicidade, nudez, exílio, prisão, tortura e todos os suplícios, ainda que não os tenhais merecido, pelos crimes que vos impuserem (111). Imaginai, enfim, que, depois de ter perdido vossos bens e vossa honra, de haver sido lançados para fora de vossa casa, como Jó e Santa Isabel, rainha da Hungria, que vos joguem na lama, como àquela santa, e vos arrastem por sobre o estrume, como a Jó, todo purulento e coberto de úlceras, sem vos darem ataduras para vossas chagas ou, para comerdes, um pedaço de pão que não recusariam a um cavalo ou a um cão; e que, além desses males extremos, Deus vos deixe à mercê de todas as tentações dos demônios, sem derramar sobre vossa alma a mínima consolação sensível.

Crede firmemente que esse é o ponto supremo da glória divina e a felicidade perfeita de um verdadeiro e perfeito Amigo da Cruz (112)
.

CONTINUA AMANHÃ...
VOLTE AO ÍNDICE

Extraído de "Carta Circular aos Amigos da Cruz" - São Luis Maria G. de Montfort.


Para ler na íntegra, se for impaciente: http://judamore.blogspot.com.br/2013/08/as-quatorze-regras-para-sofrer-maneira.html.


______________________
Notas:
(110) Sl., 107, 2;l Sl., 56, 8.
(111) Isto é, que vos “imputarem”.
(112) Nestas linhas sublimes, em que transparece a santa loucura da Cruz, não julgaríamos estar a ouvir São Francisco de Assis dizendo ao Irmão Leão, diante do quadro dos piores desprezados: “Aí está a perfeita alegria”?
+
Inscreva-se para receber as publicações do Pale Ideas: Delivered by FeedBurner.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA