Pesquisar este blog

Novidades!!!

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Vigília de Natal (liturgia)

   

Vigília de Natal


Próprio da Missa no Rito Romano Tradicional


Intróito (Êxodo 16. 6-7; Salmo 23. 1)

Hódie sciétis, quia véniet Dóminus, et salvábit nos: et mane vidébitis glóriam ejus. Ps. Dómini est terra, et plenitúdo ejus; orbis terrárum, et univérsi qui hábitant in eo. Glória Patri, et Fílio, et Spirítui Sancto. Sicut erat in princípio, et nunc, et semper, et in sæcula sæculórum. Amen.

Hoje sabereis que o Senhor vai vir, e nos há de salvar; e amanhã vereis a sua glória. Sl. Do Senhor é a Terra e tudo o que a enche: o universo e todos os que nele habitam. 

Glória ao Pai, ao filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre pelos séculos dos séculos. Amém.




Coleta

Deus, qui nos redemptiónis nostræ ánnua exspectatióne lætíficas: præsta; ut Unigénitum tuum, quem Redemptórem læti suscípimus, veniéntem quoque júdicem secúri videámus, Dóminum nostrum Jesum Christum Fílium tuum: Qui tecum vivit et regnat.

Ó Deus que todos os anos nos alegrais com a expectativa da nossa salvação, concedei-nos que  vejamos confiadamente vir, como Juiz, o vosso Filho Unigênito, Jesus Cristo Nosso Senhor, a quem agora recebemos com alegria, como Redentor. Ele que con’Vosco vive e reina.


Epístola  (S. Paulo aos Romanos 1. 1-6)

Paulus, servus Jesu Christi, vocátus Apóstolus, segregátus in Evangélium Dei, quod ante promíserat per prophétas suos in Scriptúris sanctis de Fílio suo, qui factus est ei ex sémine David secúndum carnem: qui prædestinátus est Fílius Dei in virtúte secúndum spíritum sanctificatiónis ex resurrectióne mortuórum Jesu Christi Dómini nostri: per quem accépimus grátiam, et apostolátum ad obediéndum fídei in ómnibus géntibus pro nomine ejus, in quibus estis et vos vocáti Jesu Christi Dómini nostri.

Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado Apóstolo, escolhido para anunciar o Evangelho de Deus, que Ele prometera antes pelos seus profetas nas Santas Escrituras, acerca de Seu Filho,  que Lhe nasceu da descendência de Davi, segundo a carne. Ele foi predestinado com poder de Filho de Deus, segundo o seu espírito de santificação, pela sua ressurreição de entre os mortos. Falo de Jesus Cristo Senhor nosso, por quem recebemos a graça e o múnus de apóstolo, para que em seu nome obedeçam à Fé todos os Gentios, entre os quais também estais vós, vós, chamados de Jesus Cristo, Nosso Senhor.


Gradual (Êxodo 16. 6, 7)

Hódie sciétis, quia véniet Dóminus, et salvábit nos: et mane vidébitis glóriam ejus. Qui regis Israël, inténde: qui dedúcis, velut ovem, Joseph: qui sedes super Chérubim, appáre coram Ephraïm, Bénjamin, et Manásse.

Hoje sabereis que o Senhor vai vir, e nos há de salvar; e amanhã vereis a sua glória. Vós que governais Israel, ouvi; que conduzis, como uma ovelha, a José; que vos sentais acima dos Querubins: manifestai-Vos a Efraim, Benjamim e Manassés.


Aleluia

Allelúia, allelúia. Crástina die delébitur iníquitas terræ: et regnábit super nos Salvátor mundi. Allelúia.

Aleluia, aleluia. Amanhã será apagada, da Terra, a iniquidade e sobre nós reinará o Salvador do Mundo. Aleluia.


Evangelho  (segundo S. Mateus 1. 18-21)

Cum esset desponsáta mater Jesu María Joseph, ántequam convenírent, invénta est in útero habens de Spíritu Sancto. Joseph autem vir ejus, cum esset justus, et nollet eam tradúcere, vóluit occúlte dimíttere eam. Hæc autem eo cogitánte, ecce Angelus Dómini appáruit in somnis ei, dicens: Joseph, fili David, noli timére accípere Maríam cónjugem tuam: quod enim in ea natum est, de Spíritu Sancto est. Páriet autem fílium: et vocábis nomen ejus Jesum: ipse enim salvum fáciet pópulum suum a peccátis eórum.

Estando Maria, Mãe de Jesus, desposada com José, verificou-se ter concebido por obra do Espírito Santo, antes de coabitarem. José, seu esposo, como era justo e não a queria difamar, resolveu secretamente repudiá-la. Ora, andando ele com isto no pensamento, eis que um Anjo do Senhor lhe apareceu em sonhos, dizendo: José, Filho de Davi, não temas receber Maria como tua esposa, porque, o que nela foi concebido, é obra do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus, porque Ele salvará o seu povo dos seus pecados.


Ofertório  (Salmo 23. 7)

Tóllite portas, príncipes, vestras: et elevámini, portæ æternáles: et introíbit Rex glóriæ.

Levantai, ó príncipes, as vossas portas; erguei-vos, portas eternas, e entrará o Rei de glória.


Secreta

Da nobis, quǽsumus, omnípotens Deus: ut, sicut adoránda Fílii tui natalítia prævenímus, sic ejus múnera capiámus sempitérna gaudéntes: Qui tecum vivit et regnat.

Concedei-nos, nós Vo-lo pedimos, ó Deus onipotente, que, assim como antecipamos, pelo desejo, o adorável nascimento do vosso Filho, assim alcancemos, alegres, os seus dons eternos. Ele que con’Vosco vive e reina.


Prefácio (da Santíssima Trindade, conforme Ordinário da Missa)


Comunhão  (Isaías 40. 5)

Revelábitur glória Dómini: et vidébit omnis caro salutáre Dei nostri.

Será revelada a glória do Senhor, e todo o homem verá a salvação do nosso Deus.


Póscomunhão

Da nobis, quǽsumus, Dómine: unigéniti Fílii tui recensíta nativitáte respiráre; cujus cælésti mystério páscimur et potámur. Per eúmdem Dóminum nostrum.

Concedei-nos, Senhor, que respiremos com o nascimento do vosso Unigênito Filho, cujo celeste mistério nos dá o alimento e o refrigério. Pelo mesmo Nosso Senhor Jesus Cristo.

http://sacragaleria.blogspot.com/2015/12/santo-natal-do-senhor.html
clique para ver mais belas imagens natalinas

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA