Pesquisar este blog

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Neo-beato da neo-igreja Conciliar: Paulo VI

E a "festa primaveril" continua... 

O candidato e o já neo-veneráveis PVI e JPII
virtuosos heróis da fé Conciliar
Como era de se esperar, os cardeais e bispos da Congregação para as Causas dos Santos reconheceram existir “virtudes heroicas” (sic!) em Giovanni Battista Montini suficientes para ser o Venerável Paulo VI. Mais um neo-beato da neo-igreja Conciliar. Depois da “aprovação” dos teólogos e da Congregação para as Causa dos Santos, falta a “opinião” - porque é disto que se trata - de Bento XVI, que, segundo o sempre (des)informado Tonielli seria “praticamente” a favor da causa; bem mais simpático que à causa de beatificação de outro Papa: Pio XII, sobre cujas virtudes heroicas BXVI tem dúvidas e gostaria de pensar mais um tiquinho:
 
O ‘sim’ de Bento XVI é considerado mais do que provável e quase certo, após a votação unânime de teólogos e cardeais, e sem disputas históricas, como foi o caso de Pio XII, sobre quem, pelo contrário, o Papa gostaria de ter tempo para decidir” (Grifos nossos - Fratres in Unum).

Assim caminha a Humanidade...  


Depois disso, me pergunto o que espera dom Fellay "dessa" igreja? Que sinais milagrosos de volta à verdadeira Tradição S.Exa. enxerga nos fatos que se sucedem praticamente todo santo dia e que mostram que nada mudou do lado de lá... nada. Só se for para pior, com mais sacrilégios, mais abusos litúrgicos, mais cismas, mais blasfemias, mais heresias...

Para refrescar a memória:
Giulia d'Amore di Ugento  

EDITADO EM 16/12/2012, ÀS 01:18, PARA ACRESCENTAR, NA ÍNTEGRA, O COMENTÁRIOS DO SR. A.O.:

"Bom dia a todos e

Salve Maria.

Esse ‘sim’, unânime, implica na aprovação, unânime, dos atos de seu pontificado, de Paulo VI…

Alguém poderia se perguntar: ‘mas, e tudo o que envolve o seu pontificado, suas reformas ao gosto de hereges e satanistas ( os maçons )?! suas reformas que são condenadas por todos os Papas, de Gregório XVI a Pio XII, inclusive infalivelmente?! e a interpretação ortodoxa, Tradicional, dos documentos da Igreja que, em síntese, jamais corroborariam os escândalos que presenciamos hoje e, em última instãncia, o próprio cvii?! Ratzinger, o ‘papa restauração’ ( que não o justificou até agora ) assinará esse descalabro?!’

Sobre isso, grupos conservadores e neo-conservadores silenciam-se…

A ‘igreja nova’ precisa de santos novos, não como Maximiliano Kolbe ( que foi canonizado por JPII ), que tem uma espiritualidade alicerçada em tudo aquilo que a Igreja sempre defendeu antes da fatídica apostasia dos anos 60 mas, diferentemente, agora, com Paulo VI, coroar-se-à toda a conduta moral de um homem que foi a antítese da Tradição da Igreja e, em grande parte, dos ensinamentos do próprio Cristo e que, como um Judas moderno, traiu um verdadeiro príncipe de Cristo, Pio XII.

A beatificação de Paulo VI será usada, mais uma vez, como cavalo de batalha pelos modernistas que procurarão por ela, ora justificar seus atos, ora justificar as reformas implementadas por ele.

Sinceramente?! o combate pela causa da Tradição precisa ser repensado: não bastasse sabermos que as reformas atuais tocadas a toque de caixa no seio da Igreja estão ao gosto dos inimigos da mesma; não bastasse as denúncias correntes de sacerdotes e Bispos maçons; não bastasse as profanações correntes do Santíssimo Sacramento através das pseudo-missas-pseudo-católicas-totalmente luteranas-inculturadas; não bastasse os desmandos das pastorais ao gosto comunista ( como os sovietes ); não bastasse toda a deturpação da Sã Doutrina e os descalabros dos seminários ( onde até entram freiras para dançar forró com padres enquanto tomam cachaça ); não bastasse tudo isso e muito mais, agora querem que eu, como Católico, engula que alguém como Paulo VI possa ser beato?!

Na Misericórdia de Deus há espaço, obviamente, para o arrependimento eficaz até o último momento e, por minhas palavras, não quero dizer que goze de algum privilégio sobrenatural, como se pudesse ver aquilo que nos é oculto mas, por outro lado, sabemos, e até empiricamente, que são e serão usados os atos de seu pontificado, os de Paulo VI, para justificar a sua beatificação e, isso, para mim, é impossível!

Um promotor da heresia não pode ser beato! Nem por engano! ( até porque uma futura canonozação ao gosto de muitos modernistas implicaria, sim, no comprometimento do poder das chaves de São Pedro ); os processos de beatificação e canonização teem, sim, um aspecto jurídico-investigativo, humano, mas o seu coroamento é dizer ‘fulano de tal está nos Céus e é lícito a todo Católico rezar por fulano pedindo sua intercessão já que fulano é amigo de Deus e está entre os eleitos’.

É assim que Ratzinger/ Bento XVI colaborará com a FSSPX no combate da Tradição?! Aqueles que ainda dão ouvidos ao discursinho de pés de barro da Montfort silenciar-se-ão diante de mais esse descalabro: o papa precursor da crise é o papa beato?!?!?! E Ratzinger/ Bento XVI não tem nenhuma responsabilidade nisso?! "Ah, mas ele reestabeleceu a liberdade para a ‘missa antiga’ ( que não é ‘missa antiga’, o que implicaria em sobreposição de ritos mas, sim, Missa de Sempre, superior a todos os ritos e, portanto, universal, obrigatória e imutável! ) e concedeu a liberdade para criticarmos o cvii"… sim, verdades, mas verdades factuais ao gosto hegeliano de tese ( Tradição ), antitese ( cvii ) e síntese ( o seu pontificado, o de Bento/ Ratzinger ), o que, em última instância solidifica e solidificará as deformações verdadeiramente satânicas do cvii.

A Igreja está invadida!".

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA