Pesquisar este blog

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

S. Sabas, Abade

5 de dezembro  

São Sabas

Abade

São Sabas é o fundador da chamada Grande Laura ao lado do vale de Cedron, às portas de Jerusalém. Nasceu em Mutalasca, perto de Cesaréia de Capadócia, em 439. Morreu em 532, aos 93 anos.     

Fundador e organizador dos mosteiros da Palestina, o grande abade São Sabas, um dos mais afamados do século V, da era cristã no Oriente, nasceu na Capadócia, hoje Turquia, por volta do ano 440. Órfão dos pais, João (um militar) e Sofia, desde cedo foi entregue aos cuidados de um tio autoritário; para fugir dessa influência, aos oito anos de idade, retirou-se ao Mosteiro de Flaviano II de Antioquia, para experimentar a vida monástica.

Numa viagem que fez à Terra Santa, quando contava vinte anos, conheceu o famoso mosteiro dirigido por Santo Eutímio, o Grande, nele ingressando e tornando-se logo modelo de monge na prática das virtudes monásticas, vindo a receber o dom da taumaturgia. A partir de então, passou a viver nos mosteiros da Palestina,  rudimentares, nas montanhas rochosas onde inúmeras grutas naturais que serviam de abrigo aos pastores foram adaptadas pelos que desejavam a vida eremítica.


Sabas viveu a vida consagrada em diversas fases, desde a vida eremítica - cada monge vive na absoluta solidão - à vida cenobítica - congrega em celas vizinhas vários monges, a vida monástica - à vida comunitária - em uma construção maior, sob a obediência de um abade. Sua fama de santo mestre de espiritualidade se espalhou por toda a Palestina, atraindo muitos jovens à vocação, e levando-o a construir um convento que chegou a abrigar cento e cinquenta religiosos.

Por duas vezes, foi em delicada missão a Constantinopla, a pedido do patriarca de Jerusalém; na primeira para pedir clemência ao imperador Anastácio que começava a perseguir os cristãos no Oriente e, a segunda, já com 89 anos de idade, para pedir ao sucessor de Anastácio, Justiniano, em favor dos cristãos da Palestina, que sofriam ameaças constantes de saques pelos samaritanos. Tendo saído vitorioso em ambas as questões, foi aclamado pelo povo em Jerusalém, como salvador.  


Em 483, fundou Laura Mar Sabe (Grande Laura), ao sudeste de Jerusalém. Devido a oposição interna de alguns de seus monges, o patriarca Salústio de Jerusalém ordenou-o (em 491) que nomeasse um arquimandrita de todos os mosteiros da Palestina em 494. Devido a nova oposição, Sabas mudou para outro Laura que havia fundado. Nos anos seguintes Sabas fundou diversos mosteiros. Além disso, neste período foram registrados muitos milagres ocorridos, segundo a tradição, devido as orações de Sabas.

Oponente assumido dos monofisistas e dos origenistas, morreu em 5 de dezembro de 532, em Laura Mar Sabe, com 93 anos de idade, sendo logo venerado pelos fiéis que o consideravam protetor dos pobres, luzeiro de ciência e santidade, e defensor da ortodoxia da Fé contra as heresias que infestavam o Oriente. Sua festa ocorre no dia de sua morte.  


Descendo de Jerusalém para Jericó e o Mar Morto, avista-se na margem direita, a certa altura, o majestoso mosteiro onde viveu São Sabas, em meio a um panorama desolador, com montanhas desertas e vales áridos.

Os lugares santificados pela presença do santo eremita continuam ainda hoje, apesar das vicissitudes do tempo, sendo povoados por seguidores de sua espiritualidade.  


É retratado com trajes de monge com paterissa (báculo). 

(*) Laura ou Lavra - do greco: Λαύρα; Cirillico: Ла́вра, traslitterato lavra - indicava originariamente um aglomerado de celas ou grutas de monges, com uma igreja e, às vezes, um refeitório no meio. Distinguia-se do eremitérios e dos cenóbios. Em grego significa "passagem" ou "aliado".

 

Fontes:  
Traduzido, revisado e organizado pelo Pale Ideas. 


  
Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA