Pesquisar este blog

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Sobre a Revista Permanência n. 264

Uma revista católica para os novos tempos
 
Os Correios acabam de entregar meu exemplar da Revista Permanência n. 264, além do Catecismo Catolico da Crise da Igreja e mais três livros de que precisava da Permanência. Finalmente!!!

Parei o que estava fazendo e li o editorial da nova velha revista, e ainda estou tomada pela exortação do abençoado editor, a ponto de dizer: Permanecerei, meu bom pai! 
 
Estaria tentada em transcrever ou digitalizar ou o que seja, o editorial, apenas pelo imenso desejo de que todos o lessem e também permanecessem! Mas não o farei, pela óbvia razão de que esse trabalho a que se propuseram o editor e seu grupo de guerreiros merece ser recompensado com a adesão maciça dos leitores adquirindo cada qual o seu próprio exemplar e guardando-o quase fosse um objeto de coleção. 
 
Contudo, a utilidade maior que essa revista deve ter é a leitura. Repetida até. Porque é desse tipo de leituras que nós, leigos, precisamos para nos matermos no rumo de nossa Fé, de nossa Catolicidade, neste mundo cada dia mais sombrio, vulgar e feroz. 
A história da revista foi relembrada, com sua criação, interrupção e retomada, e é recheada de fatos e eventos extrordinários e de nomes que não devem ser esquecidos, pelo contrário! Devem, como nos conclama o editor, ser despertados em cada um de nós, em particular, e na sociedade, para que aumente o número dos que tem alguma coisa a dizer, pois de opinólogos o mundo já está cheio demais. 
 
PALE IDEAS. Meu blog nasceu como um blog pessoal, de Giulia d'Amore e seu mundinho de poesias, postais, receitas e Fé. Ao redescobrir a Tradição, aos poucos muitas coisas deixaram de ter importância e de fazerem sentido. Talvez apenas voltaram a ter a justa importância e o justo sentido, porque Deus é ordem! Assim, fui me desfazendo do "peso extra", e o Pale Ideas hoje pretende apenas ressoar o que a FSSPX diz. Não sou, nem pretendo, ser formadora de opinião; embora, às vezes, ainda caio na tentação de "opinar" em algum outro blog, quando a razão diz que o que leio é errado... ou estúpido. Mas minha "opinião" nunca é sobre a doutrina em si - pois não me corresponde. Geralmente é sobre o comportamento, os valores morais do "articulista" ou de um "comentador". Não para julgá-los, mas para lembrar quem somos: leigos, aprendizes, discípulos e não mestres de todos. 

Enfim, meu blog hoje, nos dizeres do sábio monge, "segue os passos" da FSSPX, não com a mesma autoridade e amplitude com que o faz um site do porte da Permanência, mas no seu justo tamanho, feito uma mera minúscula torre de repetição de sinais. Porque o ensino é dos mestres!
 
E, inflamada por palavras tão fortes, densas e verazes, seguirei por este caminho, atrás dos que nos conduzem, absolutamente consciente de que o Pale Ideas serve apenas para ampliar e repercutir o alcance do trabalho dos que têm graça de estado para falar de Deus, das coisas de Deus e em nome de Deus. Eu não sou nada além de pó. 
 
Eu li apenas o editorial, porque meus deveres de estado me limitam. Mas quem duvida que o que está por vir, nessas flagrantes páginas, não lhe seja par ou superior? Basta folhear rapidamente para ler frases que logo abrem o apetite para uma melhor leitura. O farei assim que me desobrigar de minhas tarefas, e não sei se resistirei à tentação de comentar aqui - sem spoiler! - cada um dos assuntos que restam!!!

Exorto-vos, meus queridos leitores, a adquirir vosso exemplar desta revista que nos guiará nestes tempi bui que estão cada vez mais próximos de nós. 

Adquira aqui

Giulia d'Amore di Ugento



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA