Pesquisar este blog

domingo, 8 de janeiro de 2012

Domingo da Sagrada Familia: Homilia de São Bernardo Abade

Aprenda, homem, a obedecer; aprenda, terra, a submeter-se; aprenda pó a condescender  






"E estava a eles submisso" (Lc. 2,51). Quem? A quem? Deus aos homens; Deus, repito, ao qual obedecem os Principados e as Podestades, Deus era submisso a Maria; e não só a Maria, mas também a José por respeito a Maria. Admire-os, a ambos, e veja um pouco qual dos dois mereça mais o teu assombro: se o Filho, pela Sua benigníssima condescendência ou a Mãe, pela Sua sublime dignidade. De um lado o assombro, de outro o milagre. Humildade insuperável aquela de Deus que se submete a uma mulher [1]; excelência única aquela de uma mulher que comanda a Deus. Em louvor das virgens, canta-se como um privilégio o poder seguir, estas, o Cordeiro onde quer que vá (cf. Apoc. 14,4). Mas que louvores se poderiam entoar então em honra dAquela que caminha adiante do Cordeiro. 

 
Aprenda, homem, a obedecer; aprenda, terra, a submeter-se; aprenda pó a condescender. De teu Criador, o Evangelista diz: "E estava a eles submisso", isto é, a Maria e a José. Core, tu, cinzas orgulhosas! Deus se humilha e tu te exaltas? Deus se submete aos homens, e tu, pela ânsia de dominá-los, te antepões ao teu Criador? Quisera Deus, quando me embalo em tais diabólicas atitudes, que Ele me fizesse a censura feita a seu Apóstolo: "Afasta-te, Satanás, porque tu não tens o sentido das coisas de Deus" (Mt 16,23). Toda vez, de fato, que eu aspiro a dominar sobre os homens, estou a disputar a primazia com o meu Deus: e, então, verdadeiramente eu não tenho o sentido das coisas de Deus, do qual foi dito: "E estava a eles submisso". Todavia, homem, se desdenhas de imitar o exemplo de um homem, certamente não te parecerá vergonhoso para ti seguir o exemplo de teu Criador. Se, portanto, não podes segui-lo onde quer que Ele vá, siga-O ao menos onde se faz semelhante a ti. 

Se não consegues caminhar pela vida sublime da virgindade, siga a Deus ao menos na estrada seguríssima da humildade, da qual, se alguém viesse a escorregar, ainda que fosse um virgem, para ser franco, não poderia mais seguir ao Cordeiro onde quer que Ele vá. Certamente, o humilde impuro e o virgem soberbo seguem o Cordeiro, mas não onde quer que Ele vá: porque nem o humilde impuro pode alcançar a candura do Cordeiro sem mancha, nem o virgem soberbo pode alcançar a mansidão d'Aquele que permaneceu em silêncio até mesmo diante dos seus carrascos. Todavia, é muito mais segura, para os efeitos da salvação, a estrada escolhida pelo pecador na humildade do que aquela do soberbo sem virgindade: o humilde espia a sua impureza, o soberbo corrompe até mesmo a sua pureza.


FESTA DA SAGRADA FAMÍLIA DE JESUS, MARIA E JOSÉ.
Lc. 2,42-52 (A perda de Jesus e seu encontro no Templo)

São Bernardo de Claraval, Abade 
 
Homilía I super Missus est n. 7-8. 
Breviário Romano, Matutino, Leitura do III Noturno.

___________
Nota do blog:
1. Caem por terra as acusações de machismo das histéricas feministas, inclusive daquelas que se dizem católicas.   

Fonte: https://www.facebook.com/notes/enzo-gallo/impara-uomo-ad-obbedire-impara-terra-a-sottometterti-impara-polvere-a-condiscend/292937694089826.Tradução e notas: Giulia d'Amore. 
Imagem: Reencontro de Jesus no Templo, Duccio di Buoninsegna, Museu da Opera Metropolitana da Catedral, Sena, Itália. 


*
*
*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA