Pesquisar este blog

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Novena de Natal

Novena de Natal

16 A 24 DE DEZEMBRO
PRIMEIRO DIA

Oração (para todos os dias) 


Ó Jesus, vivendo em Maria, 
vinde viver em vosso servo,  
com o espírito de vossa santidade,
com a plenitude de vossas forças, 
na retidão de vossos caminhos, 
na verdade de vossas virtudes, 
na comunhão de vossos mistérios, 
para dominar as forças adversas 
com o vosso Espírito, 
para a glória do Pai. Amém. 


Texto Bíblico: (para meditação) São Marcos 1,1-8. 

“Princípio do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus. Conforme está escrito no profeta Isaías: Eis que envio o meu Anjo ante a tua face, o qual preparará o teu caminho diante de ti. Voz que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas. Estava João batizando no deserto e pregando o batismo de penitência para a remissão dos pecados. E ia ter com ele toda a terra da Judéia e todos os de Jerusalém, e eram batizados por ele no rio Jordão, confessando os seus pecados. E João andava vestido de pele de camelo e trazia uma cinta de couro em volta dos rins e comia gafanhotos e mel silvestre. E pregava dizendo: Vem após mim quem é mais forte do que eu, ao qual eu não sou digno de desatar, prostrado em terra, a correia dos sapatos. Eu tenho-vos batizado em água, Ele porém vos batizará no Espírito Santo.” 


Hino litúrgico:    


Vem do alto o Verbo
Do Pai, no tempo eterno, 
Ao entardecer da terra, 
Vem para salvar.

Iluminai a alma 
Que arde em vosso amor; 
Ao som da vossa vinda, 
Purificai a dor.   

Depois, quando vierdes
Julgar os corações,
Castigo aos pecadores
E vosso reino aos bons. 

Do demônio, o abraço
Queremos escapar;
E, junto com os beatos, 
A Vós sempre louvar.  

Ao Pai e ao Filho, glória, 
Ao Espírito também. 
Louvor, honra e vitória 
Nos séculos. Amém 


Antífona do Magníficat (Antífona do dia 16) 

[nota: em todo salmo antifonado, após rezar-se a antífona, inicia-se o salmo, terminando com o Glória ao Pai, para no fim repetir a antífona. Vide o exemplo abaixo. No caso do Magníficat, costuma-se fazer o sinal da Cruz ao dizer o "Magníficat" inicial.]  


Tu es qui venturus es, an alium exspectamus? Dícite Joanni, quae vidistis: Ad lumen rédeunt caeci, mortui resúrgunt, páuperes evangelizántur, allelúia.
És tu o que há de vir ou devemos esperar outro? Dizei a João o que vistes: Os cegos veem, os mortos ressuscitam, e os pobres são evangelizados, aleluia.



Magnificat anima mea Dominum
Et exultavit spiritus meus in Deo salutari meo.
Quia respexit humilitatem ancillæ suæ: ecce enim ex hoc beatam me dicent omnes generationes.

Quia fecit mihi magna qui potens est, et sanctum nomen eius.
Et misericordia eius a progenie in progenies timentibus eum.
Fecit potentiam in brachio suo, 

dispersit superbos mente cordis sui.

Deposuit potentes de sede et exaltavit humiles.
Esurientes implevit bonis et divites dimisit inanes,
Suscepit Israel puerum suum recordatus misericordiæ suæ,
Sicut locutus est ad patres nostros, Abraham et semini eius in sæcula.

Gloria Patri, et Filio, et Spiritui Sancto,

Sicut erat in principio, et nunc, et semper, et in saecula saeculorum. 
Amen.
A minh’alma engrandece o Senhor e o meu espírito se alegrou em Deus meu Salvador
Pois Ele me contemplou na humildade da sua serva: pois desde agora e para sempre me considerarão bem-aventurada. 
Pois o Poderoso me fez grandes coisas
Santo é Seu nome!
A Sua misericórdia se estende a toda a geração daqueles que o temem. 
Com o Seu braço agiu mui valorosamente, 
Dispersou os que no coração tem pensamentos soberbos. 
Derrubou dos seus tronos os poderosos
Exaltou os humildes, 
Encheu de bens os famintos despediu vazios os ricos. 
Amparou a Israel Seu servo para lembrar-se da Sua misericórdia, 
A favor de Abraão e sua descendência
Como havia falado a nossos pais.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo,
Como era no princípio, agora e sempre.  
Amém.


Repete-se a antífona do dia



Tu es qui venturus es, an alium exspectamus? Dícite Joanni, quae vidistis: Ad lumen rédeunt caeci, mortui resúrgunt, páuperes evangelizántur, allelúia.
És tu o que há de vir ou devemos esperar outro? Dizei a João o que vistes: Os cegos veem, os mortos ressuscitam, e os pobres são evangelizados, aleluia.


Segue-se para o seguinte versículo:

V/ Orvalhai do alto, ó céus, e que as nuvens chovam o justo.
R/ Que a terra se abra e germine o Salvador.  
  

Oremos: (para todos os dias)

Benigníssimo Deus de infinita caridade, que tanto amastes os homens que lhes destes, em vosso Filho, a maior prenda do vosso amor, para que, feito homem nas entranhas de uma Virgem, nascesse em um presépio para nossa salvação e remédio; eu, pobre mortal, vos dou infinitas graças por tão soberano benefício. Em troca dele, vos ofereço a pobreza, a humildade e as demais virtudes do vosso Filho humanado, suplicando-vos por seus divinos méritos, pelo desconforto em que nasceu e pelas ternas lágrimas que derramou no presépio; disponhais nossos corações com humildade profunda, com amor ardente, com tal desprezo de tudo que é terreno, para que Jesus recém-nascido encontre neles sua morada eterna. Amém. 

Pai Nosso, Ave Maria e Glória.  



SEGUNDO DIA
 
Oração (para todos os dias) 


Ó Jesus, vivendo em Maria, 
vinde viver em vosso servo,  
com o espírito de vossa santidade,
com a plenitude de vossas forças, 
na retidão de vossos caminhos, 
na verdade de vossas virtudes, 
na comunhão de vossos mistérios, 
para dominar as forças adversas 
com o vosso Espírito, 
para a glória do Pai. Amém. 

Texto Bíblico: (para meditação) São Lucas I,26-38

“Foi enviado por Deus o Anjo Gabriel a uma cidade da Galileia chamada Nazaré, a uma Virgem desposada com um varão que se chamava José, da casa de Davi, e o nome da Virgem era Maria. E, entrando o Anjo onde ela estava, disse-lhe: Deus te salve, cheia de graça, o Senhor é contigo. Bendita és tu entre as mulheres. E ela, tendo ouvido estas coisas, turbou-se com as suas palavras, e discorria pensativa que saudação seria esta. E o Anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois achaste graça diante de Deus; eis que conceberás no teu ventre e darás à luz um filho e por-lhe-ás o Nome de Jesus. Este será grande, e será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim. E Maria disse ao anjo: como se fará isso, pois eu não conheço varão? E, respondendo, o Anjo disse-lhe: o Espírito Santo descerá sobre ti, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. E, por isso mesmo, o santo que há de nascer de ti será chamado Filho de Deus. Eis que também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na sua velhice. E este é o sexto mês da que se diz estéril, porque a Deus nada é impossível. Então disse Maria: Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra. E o Anjo afastou-se dela.” 

Hino Litúrgico 

Ressoa clara a voz 
Que aos sonhos afugenta 
Já perto para nós, 
O Cristo se apresenta.  

A alma entorpecida 
Sacode o vão torpor: 
Já brilha o sol da vida 
Que vence a crua dor.  

Do céu desce o Cordeiro 
Que vem pagar por nós 
Para o perdão ligeiro 
Ergamos nossa voz.  

Para que, ao vir de novo, 
Julgar o mundo aflito, 
Proteja então seu povo 
Lembrando o seu grito.  

Ao Pai e ao Filho, glória, 
Ao Espírito também. 
Louvor, honra e vitória 

Nos séculos. Amém. 



Antífona do Magníficat (Antífona do dia 17 ao 23 as antífonas do Magníficat são as chamadas “antífonas Ó”, cantadas ao som dos sinos, nos mosteiros)  

Ó sapientia quae ex ore Altíssimi prodiisti, attingens a fine usque ad finem, fórtiter suaviterque dispones omnia: Veni ad docendum nos viam prudentiae.

Ó sabedoria que, saindo da boca do Altíssimo, atinges o universo de uma extremidade a outra, e dispõe forte e suavemente todas as coisas: Vinde ensinar-nos o caminho da prudência.



E reza-se o Magníficat como no primeiro dia, repetindo-se no fim a antífona acima.

Versículos e Oremos como no primeiro dia. Pai Nosso, Ave Maria e Glória. 
TERCEIRO DIA
 
Oração (para todos os dias) 


Ó Jesus, vivendo em Maria, 
vinde viver em vosso servo,  
com o espírito de vossa santidade,
com a plenitude de vossas forças, 
na retidão de vossos caminhos, 
na verdade de vossas virtudes, 
na comunhão de vossos mistérios, 
para dominar as forças adversas 
com o vosso Espírito, 
para a glória do Pai. Amém. 

Texto Bíblico: (para meditação) São Lucas I,39-47

“E, naqueles dias, levantando-se Maria, foi com pressa às montanhas a uma cidade de Judá. E entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. E aconteceu que apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, o menino saltou no seu ventre, e Isabel ficou cheia do Espírito Santo, e exclamou em alta voz, e disse: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. E donde me vem a mim esta dita que a mãe do meu Senhor venha ter comigo? Porque logo que a voz da tua saudação chegou aos meus ouvidos, o menino exultou de alegria no meu ventre. E bem-aventurada és tu, que creste, porque se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas. Então Maria disse: Minha alma engrandece o Senhor, e o meu espírito exulta em Deus meu Salvador.” 

Hino Litúrgico:

Ó Criador dos astros, 
Ó luz que tudo aquece, 
De todos Redentor, 
Escuta nossas preces.  

Ao ver, compadecido, 
Do mundo o imenso tédio, 
Só por amor descido, 
A tudo dás remédio.  

Pois quando já dos tempos 
A tarde anoitecia 
Esposo tu saíste 
Do seio de Maria.  

Ao simples ecoar 
Do Nome teu eterno, 
Joelhos vão dobrando,
o céu, a terra, o inferno.  

Ó tu que voltarás 
Para julgar a tudo 
Dá-nos, agora, a graça, 
Na tentação escudo.  

Ao Pai e ao Filho, a glória, 
Ao espírito também. 
Louvor, honra e vitória 

Nos séculos. Amém.


Antífona do Magníficat (Antífona do dia 18) 

Ó Adonai et dux domus Israel, qui Moysi in igne flammae rubi apparuisti, et ei in Sina legem dedisti: Veni ad redimendum nos in brachio extento.
Ó Adonai, chefe da casa de Israel, que apareceste a Moisés na sarça em fogo e deste-lhe no Sinai a lei: Vinde resgatar-nos com teu braço poderoso. 


E reza-se o Magníficat como no primeiro dia, repetindo-se no fim a antífona acima.

Versículos Oremos como no primeiro dia. Pai Nosso, Ave Maria e Glória. 

QUARTO DIA  
 
Oração (para todos os dias) 


Ó Jesus, vivendo em Maria, 
vinde viver em vosso servo,  
com o espírito de vossa santidade,
com a plenitude de vossas forças, 
na retidão de vossos caminhos, 
na verdade de vossas virtudes, 
na comunhão de vossos mistérios, 
para dominar as forças adversas 
com o vosso Espírito, 
para a glória do Pai. Amém. 

Texto Bíblico: (para meditação) São Lucas I,67-79 (O nascimento de S. João Batista)

“E Zacarias, seu pai, foi cheio do Espírito Santo e profetizou dizendo: Bendito seja o Deus de Israel, porque visitou e resgatou o seu povo. E suscitou uma força para nos salvar, na casa de seu servo Davi. Conforme anunciou pela boca dos seus santos, de seus profetas, desde os tempos antigos; para nos livrar dos nossos inimigos e das mãos de todos os que nos odeiam. Para exercer a sua misericórdia a favor de nosso pai Abraão, de nos conceder que, livres das mãos dos nossos inimigos, O sirvamos sem temor, com uma santidade e uma justiça digna dos seus olhares, durante todos os dias da nossa vida. E tu, Menino, serás chamado o profeta do Altíssimo, porque irás diante da face do Senhor a preparar os Seus caminhos, para dar ao seu povo o conhecimento da salvação para a remissão dos seus pecados; pelas entranhas da misericórdia do nosso Deus, graças à qual nos visitou do alto o Sol nascente, para iluminar os que jazem nas trevas e na sombra da morte; para dirigir os nossos pés no caminho da paz.”

Hino Litúrgico:

Filho Unigênito, 
Cristo Redentor, 
Que estás no princípio 
Nasce no louvor.  

Luz esplendor do Pai 
De todos a esperança 
As preces escutai, 
Dos que têm confiança.  

Ó Salvador lembrai 
Que da Virgem recebeste, 
Nascendo pobremente, 
Um corpo como o nosso.     

O dia presente 
Que volta no ano 
Vem Ele do Pai 
Envolto em panos. 

O céu, terra e mar, 
Tudo que aí está, 
Canta com louvor 
Na vida do Senhor  

Lavados que fomos 
No Sangue Redentor, 
Cantamos de novo 
No Natal do Senhor.  

Ao Pai e ao Filho, a glória, 
Ao Espírito também. 
Louvor, honra e vitória 

Nos séculos. Amém.  


Antífona do Magníficat (Antífona do dia 19)

Ó radix Jesse que stas in signum populórum, super quem continébunt reges os suum, quem gentes deprecabuntur:  Veni ad liberandum nos, iam noli tardare.  
Ó raiz de Jessé, que te ergues como um estandarte para os povos, diante de quem se calarão os reis, e a quem as nações pedirão clemência:  Vinde libertar-nos, não tardeis.




E reza-se o Magníficat como no primeiro dia, repetindo-se no fim a antífona acima.

Versículos Oremos como no primeiro dia. Pai Nosso, Ave Maria e Glória. 


QUINTO DIA  

Oração (para todos os dias) 


Ó Jesus, vivendo em Maria, 
vinde viver em vosso servo,  
com o espírito de vossa santidade,
com a plenitude de vossas forças, 
na retidão de vossos caminhos, 
na verdade de vossas virtudes, 
na comunhão de vossos mistérios, 
para dominar as forças adversas 
com o vosso Espírito, 
para a glória do Pai. Amém. 

Texto Bíblico: (para meditação) São Mateus I,18-25

“Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi deste modo: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, achou-se ter concebido do Espírito Santo, antes de coabitarem. E José, seu esposo, sendo justo e não querendo difamá-la, resolveu deixá-la secretamente. Ora, andando ele com isto no pensamento, eis que um Anjo do Senhor lhe apareceu em sonhos dizendo: José, filho de Davi, não temas receber Maria como tua esposa, porque O que nela foi concebido é obra do Espírito Santo. E dará à luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. Ora, tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito pelo Senhor por meio do profeta, que diz: Eis que a Virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamarão pelo nome de Emanuel, que quer dizer Deus conosco. E, despertando José do sono, fez como lhe tinha mandado o Anjo do Senhor, e recebeu sua esposa. E não a conhecia; e ela deu à luz seu filho primogênito e pôs-lhe o nome de Jesus.”


Hino Litúrgico:

Do raiar da aurora 
Até o sol se pôr, 
Da Virgem mãe, nascido, 
Saudemos o Senhor.  

O Criador do mundo 
Um corpo vil tomou; 
A carne salva a carne 
Não perca os que criou.  

Da Virgem mãe, no seio, 
O sol do céu penetra. 
Presença preciosa 
Carrega em si secreta.  

Da mãe o puro peito 
Templo do céu se faz 
Homem desconhecendo 
O próprio Deus nos traz.  

Por Gabriel predito 
Já nasce onipotente 
A luz é dada à luz 
Que João nas trevas sente.  

Presépio não desprezas 
Palha achas suave 
De leite quis nutrir-se 
Quem alimenta as aves.  

Anjos do céu começam 
Seus cantos de louvor, 
Pastores reconhecem 
De todos o Pastor  

Louvor e honra ao Filho 
Que nasceu da Virgem 
Com o Pai e o Santo Espírito 

Nos séculos. Amém.  


Antífona do Magníficat (Antífona do dia 20) 

Ó clavis David et sceptrum domus Israel, qui áperis et nemo claudis, et nemo áperit; Veni et educ vinctum de domo cárceris, sedéntem in ténebris et umbra mortis.
Ó chave de Davi e cetro da casa de Israel, que abres e ninguém fecha, que fechas e ninguém abre. Vinde tirar do cárcere o prisioneiro que está nas trevas e na sombra da morte.


E reza-se o Magníficat como no primeiro dia, repetindo-se no fim a antífona acima.


Versículos Oremos como no primeiro dia. Pai Nosso, Ave Maria e Glória. 
SEXTO DIA 

Oração (para todos os dias) 


Ó Jesus, vivendo em Maria, 
vinde viver em vosso servo,  
com o espírito de vossa santidade,
com a plenitude de vossas forças, 
na retidão de vossos caminhos, 
na verdade de vossas virtudes, 
na comunhão de vossos mistérios, 
para dominar as forças adversas 
com o vosso Espírito, 
para a glória do Pai. Amém. 

Texto Bíblico: (para meditação) São Lucas II,1-20

“E naqueles dias, saiu um édito de César Augusto para que se fizesse o recenseamento de todo o mundo. Este primeiro recenseamento foi feito por Cirino, governador da Síria. E iam todos recensear-se, cada um a sua cidade. E José foi também da Galileia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de Davi, que se chamava Belém, porque era da casa da família de Davi, para se recensear juntamente com Maria, sua esposa, que estava grávida. E estando ali, aconteceu completarem-se os dias em que devia dar à luz. E deu à luz o Seu Filho primogênito, e O enfaixou e reclinou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem. Ora, naquela mesma região, havia uns pastores que velavam e faziam de noite a guarda ao seu rebanho. E eis que apareceu junto deles um Anjo do Senhor, e a claridade de Deus os cercou, e tiveram grande temor. Porém o Anjo lhes disse: Não temais; porque eis que vos anuncio uma grande alegria que terá todo o povo. Nasceu-vos na cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. E eis o sinal: encontrareis um Menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura. E subitamente apareceu com o Anjo uma multidão da milícia celeste, louvando a Deus e dizendo: ‘Glória a Deus no mais alto dos céus, e paz na terra aos homens de boa vontade’. E depois que os Anjos se retiraram deles para o céu, os pastores diziam entre si: vamos até Belém e vejamos o que lá sucedeu e o que é que o Senhor nos manifestou. E foram com grande pressa, e encontraram Maria e José, e o Menino deitado na manjedoura. E, vendo isto, conheceram o que lhes tinha sido dito acerca deste Menino. E todos os que ouviram se admiravam das coisas que lhes diziam os pastores. Ora, Maria conservava todas estas coisas, meditando-as no seu coração. E os pastores voltaram glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, conforme lhes tinha sido dito.”

Hino Litúrgico:  

Ó Redentor de todos 
Ó Luz antes da luz, 
Só pelo Pai gerado 
Igual ao Pai, Jesus.  

Do Pai és esplendor 
De todos, a esperança 
Escuta pois o grito 
Que toda a terra lança.  

Recorda ó Criador 
Que nosso corpo um dia 
Nascendo tu tomaste 
No seio de Maria.  

O dia de hoje atesta 
Em cada ano novo 
Que do Pai desceste 
Para salvar o povo.  

A terra, a estrela, o mar 
Aquilo que o céu cobre 
Cantam o Rei que salva 
E nasce como pobre.  

E nós a quem lavou 
A água batismal 
Do Sangue teu nascidos 
Cantemos teu Natal.  

Louvor e honra ao Filho 
Que pela Virgem vem 
No Espírito és brilho
Do Pai eterno. Amém.  


Antífona do Magníficat (Antífona do dia 21) 

Ó Oriens, splendor lucis aeternae et sol justitiae: Veni et ilúmina sedentes in ténebris et umbra mortis.
Ó Oriente, esplendor da luz eterna e Sol de justiça: Vinde e iluminai os que jazem nas trevas e na sombra da morte.


E reza-se o Magníficat como no primeiro dia, repetindo-se no fim a antífona acima.

Versículos Oremos como no primeiro dia. Pai Nosso, Ave Maria e Glória. 



SÉTIMO DIA


Oração (para todos os dias) 


Ó Jesus, vivendo em Maria, 
vinde viver em vosso servo,  
com o espírito de vossa santidade,
com a plenitude de vossas forças, 
na retidão de vossos caminhos, 
na verdade de vossas virtudes, 
na comunhão de vossos mistérios, 
para dominar as forças adversas 
com o vosso Espírito, 
para a glória do Pai. Amém. 

Texto Bíblico: (para meditação) São Mateus II,1-12

“Tendo, pois, nascido Jesus em Belém de Judá, reinando o rei Herodes, eis que uns Magos chegaram do Oriente a Jerusalém dizendo: Onde está o Rei dos Judeus, que acaba de nascer? Porque nós vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo. E, ouvindo isto, o rei Herodes turbou-se e toda Jerusalém com ele. E, convocando todos os príncipes dos sacerdotes e os escribas do povo, perguntava-lhes onde havia de nascer o Cristo. E eles disseram-lhe: em Belém de Judá; porque assim foi escrito pelo profeta: ‘E tu Belém, terra de Judá, não és a mínima entre as principais de Judá, porque de ti sairá o chefe que há de comandar Israel meu povo’. Então, Herodes, tendo chamado secretamente os Magos inquiriu deles cuidadosamente que tempo havia que lhes tinha aparecido a estrela; e, enviando-os a Belém, disse-lhes: ide e informai-vos bem acerca do Menino e quando o encontrardes, comunicai-mo a fim de que também eu o vá adorar. E eles, tendo ouvido as palavras do rei, partiram; e eis que a estrela que tinham visto no Oriente ia adiante deles até que, chegando sobre onde estava o Menino, parou. Vendo novamente a estrela ficaram possuídos de grandíssima alegria. E, entrando na casa, encontraram o Menino com Maria, sua mãe, e, prostrando-se, O adoraram; e, abrindo seus tesouros, lhe ofereceram como presentes ouro, incenso e mirra. E, tendo recebido aviso em sonhos para não tornarem a Herodes, voltaram por outro caminho para seu país.” 


Hino (de origem espanhola)

Meu doce Jesus, 
Criança adorada, 

Vinde em nossas almas 
Vinde sem tardar.  

Sabedoria Suma 
Do Deus soberano 
Que como criança 
Pequeno vos fez.  

Vinde em nossas almas 
Vinde sem tardar  

Ó Deus menino 
Vinde ensinar-nos 
A prudência que faz 
A marca dos sábios.  

Vinde em nossas almas 
Vinde sem tardar.

Sagrada raiz 
De Jessé a Flor 
Abençoai o orbe 
De agradável odor.  

Vinde em nossas almas 
Vinde sem tardar.  

Doce criança 
Que fostes chamada 
Lírio dos vales 
Bela Flor dos campos.

Vinde em nossas almas 
Vinde sem tardar


Antífona do Magníficat (Antífona do dia 22)  


Ó Rex gentium et desideratus earum, lapisque angularis, qui facis utratque unum: Veni e salva hominem, quem de limo formasti.
Ó Rei das nações, delas desejado, Pedra angular que unifica tudo: Vinde salvar o homem que do limo formastes.


E reza-se o Magníficat como no primeiro dia, repetindo-se no fim a antífona acima.

Versículos Oremos como no primeiro dia. Pai Nosso, Ave Maria e Glória.   




OITAVO DIA



Oração (para todos os dias) 


Ó Jesus, vivendo em Maria, 
vinde viver em vosso servo,  
com o espírito de vossa santidade,
com a plenitude de vossas forças, 
na retidão de vossos caminhos, 
na verdade de vossas virtudes, 
na comunhão de vossos mistérios, 
para dominar as forças adversas 
com o vosso Espírito, 
para a glória do Pai. Amém. 

Texto Bíblico: (para meditação) São Mateus II,13-23

“Tendo eles partido (os Magos), eis que um Anjo do Senhor apareceu em sonhos a José e lhe disse: ‘Levanta-te, toma o Menino e sua mãe e foge para o Egito e fica lá até que eu te avise; porque Herodes vai procurar o Menino para o matar’. E ele, levantando-se, tomou de noite o Menino e sua mãe e retirou-se para o Egito. E lá esteve até a morte de Herodes, cumprindo-se deste modo o que tinha sido dito pelo Senhor por meio do profeta, que disse: ‘Do Egito chamarei meu filho’. Então Herodes, vendo que tinha sido enganado pelos Magos, irou-se em extremo e mandou matar todos os meninos que havia em Belém e em todos os seus arredores, da idade de dois anos para baixo, segundo a data que tinha averiguado dos Magos. Então, se cumpriu o que estava predito pelo profeta Jeremias, que diz: Uma voz se ouviu em Ramá, grandes prantos e lamentações: Raquel chorando os seus filhos, sem admitir consolações, porque já não existem. Morto Herodes, eis que o Anjo do Senhor apareceu em sonhos a José no Egito, dizendo: ‘Levanta-te, toma o Menino e sua mãe e vai para a terra de Israel, porque morreram os que procuravam a vida do Menino’. E ele, levantando-se, tomou o Menino e sua mãe e foi para a terra de Israel. Mas, ouvindo dizer que Arquelau reinava na Judéia em lugar de seu pai Herodes, temeu ir para lá; e, avisado em sonhos, retirou-se para a Galileia. E, indo para lá, habitou na cidade que se chama Nazaré, cumprindo-se deste modo o que tinha sido predito pelos profetas: ‘Será chamado Nazareno’.” 

Hino (de origem espanhola)    

Luz do Oriente 
De raios eternos 
Que entre as trevas 
Nos mostra esplendor.  

Rei das nações 
Ó Emanuel 
És o desejado 
Pastor do rebanho.  

Apascenta, criança 
Com suave cajado 
A ovelha arisca 
E o cordeiro manso.  

Vem que Maria 
Recebe em seus braços 
Seu filho que nasce 
O tempo chegou.  

Vem que José 
Com desejo sacro 
Arruma o sacrário 
Do teu amor.  

Vinde em nossas almas 
Vinde sem tardar.


Antífona do Magníficat (Antífona do dia 23) 

Ó Emmanuel rex et legifer noster, expectactio gentium et Salvator earum: Veni ad salvandum nos, Domine Deus noster.
Ó Emanuel, rei e salvador nosso; esperança das nações e seu salvador: Vinde para salvar-nos Senhor nosso Deus.



E reza-se o Magníficat como no primeiro dia, repetindo-se no fim a antífona acima.

Versículos Oremos como no primeiro dia. Pai Nosso, Ave Maria e Glória. 
NONO DIA
 


Oração (para todos os dias) 


Ó Jesus, vivendo em Maria, 
vinde viver em vosso servo,  
com o espírito de vossa santidade,
com a plenitude de vossas forças, 
na retidão de vossos caminhos, 
na verdade de vossas virtudes, 
na comunhão de vossos mistérios, 
para dominar as forças adversas 
com o vosso Espírito, 
para a glória do Pai. Amém. 

Texto Bíblico: (para meditação) São João I,1-14
A importânica literária, teológica e espiritual deste prólogo de São João deve levar-nos a meditá-lo com atenção, no final de cada santa missa.
“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava em Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio em Deus. Todas as coisas foram feitas por Ele, e nada do que foi feito foi feito sem Ele. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. E a luz resplandeceu nas trevas, e as trevas não a compreenderam. Houve um homem enviado por Deus que se chamava João. Este veio como testemunha para dar testemunho da luz, a fim de que todos cressem por meio dele. Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz. Era a luz verdadeira, a que ilumina todo o homem que vem a este mundo. Estava no mundo, e o mundo foi feito por Ele, e o mundo não o conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos os que o receberam, deu poder de se tornarem filhos de Deus, àqueles que creem no Seu Nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós; e nós vimos a Sua glória, glória como de Unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.”


Hino Litúrgico:  

Belém cidade única 
Só tu pudeste ver 
O salvador do céu 
Na terra homem nascer.  

Brilhante nova estrela 
Que vence a luz do dia 
Ter vindo à terra Deus 
Aos homens anuncia.  

Ao vê-la os magos partem 
Repartem seu tesouro 
Prostrados oferecem 
Incenso, mirra e ouro.  

Ao Rei se dá o ouro 
Ao Deus o incenso puro 
Mas fala do sepulcro 
Da mirra o pó escuro.  

Louvor ao que aparece 
Aos povos em Belém 
Unido ao Pai e ao Espírito 

Nos séculos. Amém.  



Antífona do Magníficat (Antífona do dia 24) 

Cum ortus fúerit sol de caelo, vidébitis Regem regum procedentem a Patre tanquam sponsum de thálamo suo.
Logo que no céu nascer o sol, vereis o Rei dos reis, vindo do Pai, como o esposo do seu tálamo.


E reza-se o Magníficat como no primeiro dia, repetindo-se no fim a antífona acima.


Versículos Oremos como no primeiro dia. 

Oração para o último dia:


Concedei, ó Deus onipotente, que a novidade do Natal do vosso Filho Unigênito, feito homem, liberte da antiga escravidão aos que estão retidos pelo pecado. Pelo mesmo Jesus Cristo Nosso Senhor.Amém.



Pai Nosso, Ave Maria e Glória. 


Fonte: Capela.org




CONSAGRAÇÃO AO MENINO JESUS NO NATAL




Senhor Jesus, Filho eterno de Deus, que vos dignastes conhecer e santificar nossa condição humana, nós vos adoramos em Vossa Infância e Vos damos graças de nos ter aberto, por ela, o caminho ao Vosso Sagrado Coração.

Nesta festa de Natal de ......, nós nos consagramos a Vós e vos tomamos por modelo, para que Vosso Pai veja resplandecer em nossas almas a semelhança de Seu Filho amado.

Nós vos suplicamos de nos comunicar as virtudes que praticastes nos trinta anos de Vossa vida escondida, onde queremos buscar o alimento da nossa vida cristã.

Ó Menino Jesus, Rei dos corações, nós vos escolhemos como verdadeiro sacerdote de nossa pequena capela, como Mestre de vida interior, como modelo de obediência e guia no caminho da perfeição.

Preservai-nos do espírito do mundo e derramai em nossas almas as graças que transbordam de Vosso Sacratíssimo Coração: a mansidão e a verdadeira humildade; a fé e o amor por Vossa Santa Igreja, perseguida até a morte; o desprezo pelas honras do mundo; a castidade, o espírito de sacrifício e uma caridade fraterna tão sólida que afaste para sempre as divisões, os falatórios e a discórdia.

Para tanto, queremos imitar a docilidade do Vosso Coração às inspirações do Divino Espírito Santo e Vossa admiração contemplativa da Vontade do Pai.

Dai-nos uma piedade filial, terna e profunda para com Vossa Santa Mãe, que recebeu poder sobre Vós nos dias de Vossa vida mortal.

Senhor Jesus, fazei que tudo em nossas vidas seja feito segundo a vontade de Deus, que saibamos adorar na fé os desígnios de Sua atenção paternal e que nossa vida interior, toda marcada por Vossa presença, mergulhe cada dia mais no mistério de amor das Três Pessoas Divinas, onde reinais eternamente com o Pai, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA