Pesquisar este blog

quarta-feira, 10 de julho de 2013

HOMOSSEXUALISMO NA IGREJA: A RESPOSTA DE SÃO PIO V

Clique para ver mais imagens de São Pio V
A Igreja sabe bem o que fazer quando um sacerdote peca contra a natureza, seja com que for, criança ou adulto. São Pio V determinou a punição eclesiástica e civil! Esta Bula deve ser divulgada, e se exigir das autoridades eclesiástica seu cumprimento. Importante notar que o Santo Padre - um Santo da Igreja - afirma que esse crime é passível de contagio por causa da impunidade. Ou seja, os maus costumes são endêmicos! E não é de hoje que isso é sabido. 


O pior é que, atualmente, a TV (e a internet) contribui largamente para a disseminação de maus costumes de todo gênero. Não sei se foi inventada com esse fim, mas é para isso que serve hoje. Os pais católicos devem livrar-se da televisão o quanto antes, ou, ao menos, limitar o livre acesso dos filhos. Importante observar também que nada mudou desde que o mundo é mundo: a sodomia continua a ser um ato contra a natureza, que deveria causar ojeriza, não admiração ou, pior, desinteresse. Se ao herege não devemos dar nem bom dia, que dirá ao sodomita!? E há católicos confraternizando com hereges e sodomitas...
 

Horrendum Illud Scelus


“Esse horrendo crime, pelo qual cidades corruptas e obscenas foram queimadas pela condenação divina, nos enche de amarga dor e nos estimula veementemente a reprimi-lo com o máximo zelo possível.

Com toda razão o Quinto Concílio de Latrão estabelece que todo membro do clero apanhado na prática do vício contra a natureza, pelo qual a cólera de Deus caiu sobre os filhos da iniquidade, seja despojado das ordens clericais ou obrigado a fazer penitência em um mosteiro.

Para que o contágio de tão grande flagelo não se propague com maior audácia valendo-se da impunidade, que é o maior incentivo ao pecado, e para punir mais severamente os sacerdotes culpados desse nefando crime que não estejam aterrorizados com a morte da alma, determinamos que eles sejam entregues à severidade da autoridade civil, que faz cumprir a lei.

Portanto, desejando adotar com maior rigor o que decretamos desde o início de nosso pontificado, estabelecemos que todo sacerdote ou membro do clero, seja secular ou regular, de qualquer grau ou dignidade, que cometa esse horrendo crime, por força da presente lei seja privado de qualquer privilégio clerical, de qualquer ofício, dignidade e benefício eclesiástico; e que, uma vez degradado pelo juiz eclesiástico, seja entregue imediatamente à autoridade civil para receber a mesma punição que a lei reserva aos leigos que se lançaram nesse abismo.”

(São Pio V, Horrendum Illud Scelus
Fonte: Spem in Alium
Ler ainda:
+
Inscreva-se para receber as publicações do Pale Ideas: Delivered by FeedBurner
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA