Pesquisar este blog

Novidades!!!

sexta-feira, 31 de julho de 2015

MONS. LEFEBVRE: O que é necessário para a continuação da Igreja Católica

Publiquei este texto em 10/06/2012. O republico, agora, porque importante e necessário. 

OPERAÇÃO MEMÓRIA. Traduzi um extraordinário, esclarecedor e definitivo texto de Mons. Marcel Lefebvre, escrito no fim de sua longa vida (em 1990). Depois disto, não penso que tenha "mudado de ideia", continuando uma linha de raciocínio que foi sempre a mesma durante toda a sua vida; as aparentes mudanças de rota em seu pensamento e ideias na verdade eram mera consequência das mudanças do pensamento e ideias na Igreja Liberal. À qual ele nunca pertenceu. Quem fizer uso da inteligência que lhe foi dada do Alto no momento que vem ao mundo (ler abaixo), compreenderá perfeitamente o que este texto quer dizer. Tirando o itálico, que ficou no texto seguindo o padrão normativo da Língua Portuguesa, retirei todos os grifos da versão italiana, porque não sei se estão também no original ou se (perdoem-me se não foi isso) quiseram "guiar" a leitura do texto, coisa que deve ser evitada, pois nem sempre é a ênfase que o autor original pretendia. Muitos blogs usam este recurso de grafar, negritar, colorir os textos, em uma vã tentativa, consciente ou não, de que o leitor veja ou sinta o que o blogueiro pretende... Vã, porque na maioria das vezes causa mais confusão que outra coisa. A Fé é a adesão da Razão às Verdades Reveladas. O uso da razão nos faz Católicos, e não devemos permitir que outro nos "guiem", pois pode se dar o caso que o outro seja mais cego do que nós, em que pese se trate de um santo (ler abaixo também). Mons. Lefebvre tinha ideias claras e simples, honestas. É um insulto à sua memória manipular suas palavras; é também uma ofensa à Fé que ele morreu - catolicíssimo! - defendendo.

Ah! Sim... E, ao contrário do que ando ouvindo por aí, quem morreu foi Mons. Lefebvre, não seu pensamento, suas ideias, sua vontade, seu legado e, principalmente, seu combate.

Giulia d'Amore

* * *

O que é necessário para a continuação da Igreja Católica


Saint Michel en Brenne, 29 de janeiro de 1990

Caríssimos leitores,

clique para ampliar
Tendo chegado à noite de uma longa vida – pois, nascido em 1905, vejo o ano de 1990 – posso dizer que minha vida foi marcada por acontecimentos mundiais extraordinários: três guerras mundiais, a de 1914-1918, aquela de 1939-1945 e a do Concílio Vaticano II, de 1962-1965.

Os desastres acumulados por estas três guerras, e especialmente pela última, são incalculáveis no campo das ruínas materiais, mas muito mais no das ruínas espirituais. As duas primeiras prepararam a guerra no interior da Igreja, facilitando a ruína das instituições cristãs e o domínio da Maçonaria, que se tornou tão poderosa a ponto de permear profundamente, com a sua doutrina liberal e modernista, os organismos diretores da Igreja.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

BOAS NOVAS: O SEMINÁRIO SÃO LUIS MARIA GRIGNION DE MONTFORT ABRIU AS PORTAS!!!

Mais boas notícias para a Cristandade vindas da França! Depois de inaugurado o Priorado Notre Dame du Christ-Roi, é a vez do Seminário São Luis Maria Grignont de Montfort, segundo noticiam nossos confrades do Non Possumus, com base no anúncio do site oficial da USML na França, France Fidéle, e que nós traduzimos para vocês, caros leitores católicos, aqui: 


ABRE SUAS PORTAS O SEMINÁRIO SÃO LUIS MARIA GRIGNION DE MONTFORT 


Mons. Lefebvre com o jovem Padre Faure,
agora Bispo de Romana Igreja
A União Sacerdotal Marcel Lefebvre, desejando responder ao estado de necessidade no qual se encontram numerosas almas, conta com formar futuros sacerdotes no espírito de Mons. Lefebvre.

O seminário abrirá suas portas no próximo 3 de outubro, em Angers. Estará sob o patrocínio de São Luis Maria Grignion de Montfort, grande apóstolo mariano e missionário.

Monsenhor Jean Michel Faure dirigirá este novo seminário e os Padres Dominicanos (de Avrillé) assegurarão parte do ensino.



quarta-feira, 29 de julho de 2015

MONS. LEFEBVRE: Roma está sob influencia da Maçonaria! Roma está sob influencia dos Maçons!


MONS. LEFEBVRE: Roma está sob influencia da Maçonaria! Roma está sob influencia dos Maçons!


“...Eu não posso negar que Roma está sob influencia da Maçonaria! Roma está sob influencia dos Maçons! É certo! Vejam: reconciliar os princípios de 1789, os princípios maçônicos! É isso o que disse o cardeal Ratzinger. Ele não o esconde. O Vaticano II é um esforço para se reconciliar com o 1789. Estais percebendo? É impressionante! ... Então, caros amigos, é preciso saber escolher nesta vida, diante dos acontecimentos... É preciso vê-los como são. Não feche seus olhos dizendo: ‘Eu não quero ver isto, é duro demais, é forte demais, é pavoroso, é pavoroso’! Mas se o bom Deus nos coloca diante das circunstancias, o que Ele quer que façamos? Vamos abandonar a Fé? Vamos deixar como os outros, à deriva? É preciso aprender sobre a crise da Igreja! Todas essas pessoas não sabem o que é a crise da Igreja... É nossa Fé que está em jogo. É uma inversão de valores. Não são mais valores católicos. Isto não é mais cristão, não é mais católico. É maçônico, é verdadeiramente uma revolução no interior da Igreja. Satanás deu seu golpe de mestre! Usou a Igreja para destruir a Igreja! Se serviu das autoridades da Igreja para destruir a Igreja”.

Monsenhor Lefebvre, Cospec 118-B (20-05-1986).

DOAÇÕES

Se quiserem ajudar o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, façam doações: clique no botão abaixo: 



*
É possível que, ao enviar este post por e-mail, o botão de doação acima não funcione. Nesse caso, envie um e-mail para edicoes.cristo.rei@gmail.com, ou diretamente para o Rev. Pe. Cardozo: runaejcv@gmail.com.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Por que condenar formalmente o Concílio Vaticano II?

clique para ampliar
Em continuação ao assunto abordado em post anterior, acerca da Consagração ao Imaculado Coração de Maria com uma fórmula pela qual rejeitamos formalmente o conciliábulo infernal, publicamos o sermão do rev. Pe. Cardozo, do dia 19 de julho, VIII Domingo depois de Pentecostes, em João Monlevade/MG, na Missão dos Sagrados Corações de Jesus e Maria. O vídeo foi gentilmente cedido pela Missão Sagrada Família de Betim/MG.  


De minha parte, digo que se nós fazemos o Juramento Antimodernista e se nós, com Mons. Marcel Lefebvre, "aderimos de todo o coração e com toda a nossa alma à Roma católica, guardiã da fé católica e das tradições necessárias para a manutenção dessa fé, à Roma eterna, mestra de sabedoria e de verdade" e repudiamos a Roma Apóstata, nada mais certo e necessário do que rejeitar, por completo (100%, para o bom entendedor!), o concílio que destronou Nosso Senhor e fundou uma nova religião, "aggiornada" com os tempos de trevas que infelizmente vivenciamos! Porque nosso falar deve ser sim, sim, não, não, para evitarmos equívocos e confusões, para não pormos em risco nossa alma, que custou o Sangue de um Deus bom, para que, no meio do caminho, não percamos o foco e venhamos a ser seduzidos por falácias ou enganações de qualquer tipo, como quando um Bispo consagrado por Mons. Lefebvre diz, para quem queira ouvir, que o tal concílio é 95% bom e 5% questionável!!! Em outras palavras, tal Bispo chama a seu Pai espiritual de mentiroso ou equivocado!!! Pois não foram poucas as vezes em que Mons. Lefebvre, assim como Mons. de Castro Mayer, expressamente rejeitaram o CVII, acusando-o de destruir a Igreja. 

segunda-feira, 27 de julho de 2015

São Pantaleão de Nicomédia, Mártir

27 de julho 

São Pantaleão de Nicomédia

Mártir

São Pantaleão é um santo católico, que viveu no século IV. Sendo um dos Catorze Santos Auxiliares, é invocado contra o mal do cancro e da tuberculose e é patrono dos médicos. O seu sangue foi conservado por séculos na Itália onde anualmente, a 27 de julho, tornava-se líquido.

Parte das relíquias do seu corpo foram guardadas e veneradas na Sé cidade do Porto, Portugal. É o padroeiro desta cidade, tendo sido para aqui transportado pela comunidade armênia, em fuga de Constantinopla, quando da invasão Otomana. Outras estão em França, na basílica de Saint-Denis, em Paris; e sua cabeça é mantida em Lião. Na Itália, há algumas que estão na cripta da igreja de São João e Riparada, em Lucca, e ainda um braço, que é preservado na igreja de São Pantaleão, em Veneza.  


Tendo estudado Medicina, tornou-se médico pessoal do imperador Galério. Converteu-se ao Cristianismo, vindo a ser acusado pelo Imperador de ter recebido o batismo. Preso e torturado, foi martirizado por decapitação, por se recusar a abjurar de sua Fé, na cidade de Nicomédia, na Ásia Menor, em 303. Tinha, então, menos de 23 anos de idade.

domingo, 26 de julho de 2015

É verdade que Dom Fellay falou que 95% do Concílio Vaticano II é bom e 5% questionável? Sim, é verdade!

"Foi o Concilio, e suas seqüelas, que destruiu a Santa Missa, destruiu a nossa Fé, destruiu os catecismos e o reinado social de Nosso Senhor Jesus Cristo na sociedade civil. Como podemos aceitá-lo?" 
Monsenhor Lefebvre - Homilia de 19 de novembro de 1989, 60º Aniversário de Ordenação.  

Pergunta de um leitor: É verdade que Dom Fellay falou que 95% do Concílio Vaticano II é bom e 5% questionável? Resposta: Sim, é verdade!  


E aqui provamos: 

Hoje, vou publicar a lista de uma série de posts acerca da famosa e escandalosa declaração de Dom Bernard Fellay pela qual ele declarou que 95% do Concílio Vaticano II é bom e 5% questionável. Se faz necessário porque há pessoas de boa fé que estão sendo enganadas nos Priorados da Neo-Fsspx com sermões em que se critica abertamente o Concílio Vaticano II. O que me faz refletir que, das duas é uma: ou os Padres de Dom Fellay não sabem o que Dom Fellay diz - e o contrariam abertamente! - ou... tentam mesmo enganar as pessoas. Como somente Deus conhece o coração humano e não podemos julgar intenções, só posso dizer a verdade, pq a verdade liberta!   


OU MONSENHOR LEFEBVRE ESTÁ CERTO OU DOM FELLAY ESTÁ CERTO. OS DOIS NÃO PODE. NÃO NESTA AFIRMAÇÃO! 

"Foi o Concilio, e suas sequelas, que destruiu a Santa Missa, destruiu a nossa Fé, destruiu os catecismos e o Reinado Social de Nosso Senhor Jesus Cristo na sociedade civil. Como podemos aceitá-lo?" 
Monsenhor Lefebvre - Homilia de 19 de novembro de 1989, 60º Aniversário de Ordenação.

Monsenhor Lefebvre pergunta, em 1989, como podemos aceitar um Concílio que, por si só e por suas sequelas, destruiu a Santa Missa, a nossa Fé, o ensino da Verdade (catecismos) e o Reinado Social de Nosso Senhor Jesus Cristo na sociedade civil. Já dom Fellay, de sua parte, por decisão própria, declara que o CVII é 95% bom e 5% questionável. Ele não guardou percentual algum para ser rejeitado, aceitando-o como um Sacrossanto Concílio Católico, ainda que o queiram meramente pastoral e não dogmático.  

Isto significa, em outros termos, que dom Fellay é partidário da hermenêutica da continuidade tão cara a Bento XVI, o "queridinho" dos pseudo-tradicionalistas que se encantam com o levantamento das excomunhões e a liberação da missa extraordinária ou motumissa.  

Só que há alguns "porém" ai.  

1. As excomunhões não poderiam ser levantadas porque não são válidas, ou melhor, são tão válidas quando a excomunhão por parte do Dalai Lama. Se houvesse alguma autoridade por parte da Igreja Conciliar, seria o caso de NULIDADE não de levantamento. E ainda fica a pergunta: por que não "levantaram" as excomunhões de Mons. Lefebvre e de Mons. de Castro Mayer?  (Vide documento de excomunhão de João Paulo II)

2. A Missa não poderia ser "liberada" porque nunca foi proibida! E nem poderia! Instituída pelo Divino Fundador da Igreja Católica, somente Nosso Senhor Jesus Cristo poderia - querendo - proibir, modificar ou "aggiornare" a Santa Missa. De mais a mais, o Motu Proprio em questão, coloca a verdadeira Santa Missa em uma situação de inferioridade em relação ao Novus Ordo, rotulando-a de "missa extraordinária", em contraposição a "missa ordinária", que seria a missa criada pelo CVII. Duas faces da mesma moeda. Dois ritos válidos. Só que não. A missa nascida do CVII não é Missa católica, mas um simulacro, que guarda certas semelhanças, mas difere na essência, naquilo que realmente importa! Além de quebrar com a Tradição bimilenar da Igreja! 

Assim, sejamos prudentes! façamos bom uso da razão que Deus nos deu! Não sejamos reféns das "verdades" alheias! Temos que ir à fonte! E a fonte é a Tradição da Igreja, que transmitiu assim como recebeu o Depósito de Fé e a Liturgia da Santa Igreja Católica. Para nós em particular, a fonte também são o legado que deixaram Mons. Lefebvre e Mons. de Castro Mayer. Em particular o que afirmaram DEPOIS das excomunhões de 1988 e até o fim da vida deles. 

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. 

Giulia d'Amore   



sábado, 25 de julho de 2015

SUMMORUM PONTIFICUM - O documento que "libera" a missa em latim, não a Santa Missa Tridentina II

IGREJA CONCILIAR: SUMMORUM PONTIFICUM II 



Após a promulgação da Carta Apostólica, sob forma de Motu Proprio SUMMORUM PONTIFICUM, escrita em resposta às exigências da FSSPX para iniciar os colóquios doutrinais acerca do Concílio Vaticano II, inexplicada e desnecessariamente foi escrita a seguinte Carta do Santo Padre Bento XVI aos bispos que acompanha o "Motu Proprio" Summorum Pontificum sobre o uso da liturgia romana anterior à reforma realizada em 1970.


É de se estranhar porque nenhum outro documento papal, em toda a história da Igreja, 'necessitou' de uma carta explicativa, onde parece que se quis corrigir ou esclarecer alguma  informação dada no documento anterior. Coisa muito estranha, tendo em vista o cuidado e a sabedoria com que um Papa escreve cada documento, sobretudo os documentos para a Igreja Universal.


Esta segunda Carta - Não-Apostólica - foi traduzida em Alemão, Espanhol, Francês, Inglês, Italiano, Português. Estranhamente, esqueceram da língua Húngara1.




CARTA AOS BISPOS QUE ACOMPANHA O "MOTU PROPRIO "SUMMORUM PONTIFICUM


SOBRE O USO DA LITURGIA ROMANA ANTERIOR À REFORMA REALIZADA EM 1970


Amados Irmãos no Episcopado,


Com grande confiança e esperança, coloco nas vossas mãos de Pastores o texto duma nova Carta Apostólica «Motu Proprio data» sobre o uso da liturgia romana anterior à reforma realizada em 1970. O documento é fruto de longas reflexões, múltiplas consultas e de oração.

SUMMORUM PONTIFICUM - O documento que "libera" a missa em latim, não a Santa Missa Tridentina


CARTA APOSTÓLICA SOB FORMA DE MOTU PROPRIO 


SUMMORUM PONTIFICUM


Sobre o uso da liturgia romana anterior à reforma de 1970


EM LATIM


Os sumos pontífices até nossos dias se preocuparam constantemente para que a Igreja de Cristo oferecesse à Divina Majestade um culto digno de ‘louvor e glória de Seu nome’ e ‘do bem de toda sua Santa Igreja’.

Desde tempo imemorável, como também para o futuro, é necessário manter o princípio segundo o qual, “cada Igreja particular deve concordar com a Igreja universal, não só quanto à doutrina da fé e aos sinais sacramentais, mas também em respeito aos usos universalmente aceitos da ininterrupta tradição apostólica, que devem ser observados não só para evitar erros, mas também para transmitir a integridade da fé, para que a lei da oração da Igreja corresponda a sua lei de fé”1.

terça-feira, 21 de julho de 2015

DOAÇÕES

Se quiserem ajudar o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, façam doações: clique no botão abaixo: 



*
É possível que, ao enviar este post por e-mail, o botão de doação acima não funcione. Nesse caso, envie um e-mail para edicoes.cristo.rei@gmail.com, ou diretamente para o Rev. Pe. Cardozo: runaejcv@gmail.com.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Santa Margarida de Antioquia, Virgem e Mártir

20 de julho 

Santa Margarida de Antioquia

Virgem e Mártir 


Santa Margarida de Antioquia 
Andrea del Sarto
Margarida, ou também Marina (Antioquia da Pisídia , 275 – 290), foi uma menina cristã que, segundo a tradição hagiográfica, sofreu o martírio, aos quinze anos, sob Maximiano. É venerada como santa e padroeira da parturientes e puérperas.  

Segundo uma Passio redigida em grego por Teótimo (que se declara testemunha dos fatos), Margarida nasceu em 275 em Antioquia da Pisídia. Filha de sacerdote pagão, depois da morte da mãe foi confiada a uma nutriz que era secretamente cristã, durante a perseguição de Diocleciano, e que criou a menina em sua religião. Quando voltou à casa paterna, declarou sua Fé e foi expulsa de casa pelo pai, voltando à sua nutriz que a adotou e lhe confiou o cuidado de seu rebanho.

Enquanto apascentava o rebanho da mãe adotiva, foi notada pelo prefeito Ollario que tentou seduzi-la, mas ela, tendo consagrado sua virgindade a Deus, confessou sua Fé e o repeliu. Humilhado, o prefeito a denunciou como cristã. Margarida foi presa e, em sua cela, recebeu a visita do demônio, que lhe apareceu sob a forma de um dragão e a engoliu, mas Margarida, armada com sua cruz, abriu o ventre do dragão e saiu vitoriosa. Por esse motivo, é invocada para pedir um parto fácil.  


Em novo interrogatório, continuou a se declarar cristã. Ocorreu, então, um terremoto durante o qual uma pomba desceu do céu e depositou em sua cabeça uma coroa. Depois de ter resistido milagrosamente a uma série de torturas foi, enfim, decapitada, no dia 20 de julho (dies natalis) de 290, com a idade de quinze anos.  

São Jerônimo Emiliani

20 de Julho

São Jerônimo Emiliani

Confessor 


Jerônimo Emiliani, de nobre família, nasceu em Veneza, Itália, em 1486. Sua juventude foi bastante tumultuada, com comportamentos mundanos e desregrados. Desde os quinze anos, serviu como soldado, e durante muito tempo foi mantido como prisioneiro pelo exército imperial de Treviso. Neste período, ele foi envolvido numa forte experiência de conversão. Atormentado pela memória de seus pecados, reconheceu em Cristo Crucificado o amor misericordioso do Pai.

Quando saiu em liberdade, se desfez de toda a fortuna e se consagrou a uma missão muito especial, baseada na revelação da Paternidade Divina: compartilhar e viver em comunidade com os órfãos, os pobres e os doentes. Assim, em 1531, fundou um instituto de religiosos na cidade de Somasca, Itália. Logo foram chamados de "padres Somascos". Jerônimo Emiliani permaneceu leigo e dedicou sua existência a Deus e à caridade. Ele se dedicou não apenas aos doentes e aos miseráveis, mas também às crianças órfãs e às prostitutas, tirando-as da vida de pecado.

domingo, 19 de julho de 2015

CONSAGRAÇÃO AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA DAS MISSÕES CRISTO REI E REJEIÇÃO DO CONCÍLIO VATICANO II

Publicamos a fórmula da Consagração ao Imaculado Coração de Maria com a rejeição total e absoluta do Concílio Vaticano II, com uma mensagem de apresentação dos motivos do Reverendo Padre Ernesto Cardozo. O Pale Ideas, junto com todas as Missões que são assistidas pelo reverendo padre, assina esta consagração/declaração, porque estamos convencidos que nosso falar deve ser sim, sim, não, não, e que é preciso deixar claras as coisas para que não haja dúvidas e não se perca o foco do combate. Pelo andar da carruagem, os tempos estão ficando maduros, os sinais são muitos, ainda que nem sempre claros, e não podemos ser pegos de surpresa pelo inimigo. O Concílio Vaticano II deve ser rejeitado todo em bloco. Quando um organismo está infectado pelo câncer o médico o extirpa todo, e não deixa o que aparenta ser um câncer bonzinho, inofensivo. E, quando se fala da saúde da alma, os cuidados devem ser redobrados. Chega de meias palavras. A verdade deve ser proclamada sobre os telhados. 

Giulia d'Amore 


* * *

En portugués, luego en español. 

Caros amigos, hoje tive o gosto de renovar a Consagração ao Coração Imaculado de Maria em duas das nossas Missões, e de realizar uma rejeição de todo o Concílio Vaticano II.

Por causa de minha enfermidade, pensei nisso reiteradas vezes, e não queria aprensentar-me diante do Justo Juiz sem fazê-lo, com o fim de "vacinar" aos fiéis da Resistência diante da eventualidade de aparecer em suas vidas algun clérigo iluminado que venha a lhes contar que esse nefando concílio tem alguma porcentagem de "bom" ou que não é uma "super-heresia"!... marcando deste modo claramente os limites que há entre nós católicos e a neo-fraternidade.

Saudações e minhas bençãos.

Ipatinga, 19/07/2015
P. Cardozo



CONSAGRAÇÃO AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA DAS MISSÕES CRISTO REI E REJEIÇÃO DO CONCÍLIO VATICANO II


 

Prostrados aos pés de Vosso Trono de Graça, ó Rainha do Santíssimo Rosário, nos propomos cumprir, enquanto podemos, os pedidos que Vós haveis expressado quando viestes em Fátima.

Os abomináveis pecados do mundo, a iníqua proliferação dos vícios contra a natureza, os ataques à família e à vida humana, em todos os seus estágios, o avanço do Comunismo, as perseguições dirigidas contra a Igreja de Jesus Cristo, a apostasia das Nações e o olvido por parte da maioria dos homens de Vossa Maternidade de Graça destroçam o Vosso Coração doloroso e Imaculado, tão unido em sua Compaixão aos sofrimentos do Sagrado Coração de Vosso divino Filho.

Com o fim de reparar tantos crimes, Vós pedistes o estabelecimento da devoção reparadora ao Vosso Coração Imaculado. Com a finalidade de deter os flagelos de Deus que predissestes, Vós vos constituístes na mensageira do Altíssimo para exigir do Vigário de Jesus Cristo, unido a todos os Bispos do mundo, a consagração da Rússia ao Vosso Coração Imaculado. Desgraçadamente, não levaram, contudo, em conta a Vossa mensagem.

Dignai-Vos, então, ó Mãe de Deus, aceitar, em primeiro lugar, o Ato Solene de Reparação que apresentamos a Vosso Coração Imaculado por todas as ofensas com que Ele, junto com o Sagrado Coração de Jesus, é destroçado por parte dos pecadores e dos ímpios.

Em segundo lugar, no que depender de nós, damos, entregamos e consagramos a Rússia ao Vosso Coração Imaculado.

Consagramos-vos também nossa Missões, em particular a Missão de ....................., seus sacerdotes e os fiéis, para que elas sejam bastiões da Fé, e em tudo busquemos a santidade e o Reino de Cristo.

Seguindo o conselho evangélico de “Pelos seus frutos os conhecereis...” (Mateus 7,16), e com base nos abundantes e nefastos frutos colhidos nos últimos 50 anos, com o objetivo de lhes por fim, no que depender de nós, queremos, de maneira expressa
, sem nos atribuirmos uma autoridade que não nos pertence, mas imbuídos de solicitude com o destino da Igreja universal, fazer junto a este ato uma CONDENAÇÃO FORMAL de TODO o Concílio Vaticano II, fonte, origem, alimentos de todo o Modernismo que agora campeia na Igreja, de modo que protestamos, enquanto católicos e na defesa de nossa Fé e das gerações futuras, rechaçar ABSOLUTAMENTE o mencionado concílio pastoral que tanto dano causou às almas e, para evitar a sua propagação, o consideramos cismático, suspeito de heresia e nulo, em razão de seus numerosos erros, e totalmente alheio ao Magistério da Igreja; esperando seja formalmente condenado como um iníquo conciliábulo, em um tempo não distante, pelas devidas autoridades. Portanto, em nossas Missões resta absolutamente sem valor o tal Concílio, bem como também aquelas obras que dele derivaram, como o NOM, o CDC de 1983, o catecismo moderno (1992), com todos os demais documentos pós-conciliares que contrariam o Magistério e a Tradição da Igreja (*).

Nós, em perpétuo, nos consagramos a Vós, a Vosso Coração Imaculado, Rainha e Mãe nossa, para que todas as Nações, em paz com Deus, e uns com os outros, Vos proclamem Beata e entoem, de um extremo ao outro da terra, o “Magnificat” de glória, de amor e de gratidão ao Coração de Jesus, no qual somente podem encontrar a Verdade, a Vida e a Paz.

Amém.

IGREJA CONCILIAR: Ecclesiae Unitatem - 2009 - BENTO XVI

Para entender a Igreja hoje, e o combate da USML, a verdadeira FSSPX.  


CARTA APOSTÓLICA "MOTU PROPRIO" 

ECCLESIAE UNITATEM

SOBRE A PONTIFÍCIA COMISSÃO ECCLESIA DEI

1. A tarefa de conservar a unidade da Igreja, com a solicitude de oferecer a todos a ajuda para responder nos modos oportunos a esta vocação e graça divina, compete de maneira particular ao Sucessor do Apóstolo Pedro, que é o princípio e o fundamento perpétuo e visível da unidade, tanto dos Bispos como dos fiéis [1]. A prioridade suprema e fundamental da Igreja, em todos os tempos, de conduzir os homens para o encontro com Deus, deve ser favorecida mediante o compromisso de chegar ao testemunho comum de fé de todos os cristãos.

2. Em fidelidade a este mandato, no dia seguinte ao ato com que ao Arcebispo Marcel Lefebvre, a 30 de Junho de 1988, conferiu ilicitamente a ordenação episcopal a quatro sacerdotes, o Papa João Paulo II, de veneranda memória, instituiu a 2 de Julho de 1988 a Pontifícia Comissão Ecclesia Dei, "com a tarefa de colaborar com os Bispos, com os Dicastérios da Cúria Romana e com os ambientes interessados, com a finalidade de facilitar a plena comunhão eclesial dos sacerdotes, seminaristas, comunidades ou religiosos e religiosas individualmente, até então de várias maneiras ligados à Fraternidade fundada por D. Lefebvre, que desejam permanecer unidos ao Sucessor de Pedro na Igreja católica, conservando as suas tradições espirituais e litúrgicas, à luz do Protocolo assinado no passado dia 5 de Maio pelo Cardeal Ratzinger e por D. Lefebvre" [2].

3. Nesta linha, aderindo fielmente à mesma tarefa de servir a comunhão universal da Igreja na sua manifestação também visível e realizando todos os esforços para que a todos aqueles que têm verdadeiramente o desejo da unidade seja possível permanecer nela ou reencontrá-la, eu quis ampliar e actualizar, com o Motu Proprio Summorum Pontificum, a indicação geral já contida no Motu Proprio Ecclesia Dei, acerca da possibilidade de utilizar o Missale Romanum de 1962 através de normas mais exactas e pormenorizadas [3].

4. No mesmo espírito e com o mesmo compromisso de favorecer a superação de todas as rupturas e divisões na Igreja e de curar uma ferida sentida de modo cada vez mais doloroso no tecido eclesial, eu quis retirar a excomunhão aos quatro Bispos ordenados ilicitamente por D. Lefebvre. Com esta decisão, desejei tirar um impedimento que podia prejudicar a abertura de uma porta ao diálogo e convidar assim os Bispos e a "Fraternidade São Pio X" a reencontrar o caminho para a plena comunhão com a Igreja. Como expliquei na Carta aos Bispos católicos, do passado dia 10 de Março, a remissão da excomunhão foi uma providência no âmbito da disciplina eclesiástica para libertar as pessoas do peso de consciência representado pela censura eclesiástica mais grave. Mas obviamente as questões doutrinais permanecem e, enquanto não forem esclarecidas, a Fraternidade não dispõe de um estatuto canónico na Igreja e os seus ministros não podem exercer de modo legítimo qualquer ministério.

5. Precisamente porque os problemas que agora devem ser tratados com a Fraternidade são de natureza essencialmente doutrinal, decidi — a vinte anos do Motu Proprio Ecclesia Dei, e em conformidade com quanto me tinha reservado fazer [4] — de repensar a estrutura da Comissão Ecclesia Dei, unindo-a estreitamente à Congregação para a Doutrina da Fé.

6. Portanto, a Pontifícia Comissão Ecclesia Dei terá a seguinte configuração:

a) O Presidente da Comissão é o Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé.
b) A Comissão dispõe de um seu organograma, composto pelo Secretário e por Oficiais.
c) Será tarefa do Presidente, coadjuvado pelo Secretário, submeter os principais casos e as questões de índole doutrinal ao estudo e ao discernimento das instâncias ordinárias da Congregação para a Doutrina da Fé, e também submeter os seus resultados às disposições superiores do Sumo Pontífice.

7. Com esta decisão eu quis, de maneira particular, mostrar solicitude paterna à "Fraternidade São Pio X", com a finalidade de reencontrar a plena comunhão [?????] com a Igreja.

Dirijo a todos um convite urgente a rezar incessantemente ao Senhor, por intercessão da Bem-Aventurada Virgem Maria, "ut unum sint".

Dado em Roma, em São Pedro, no dia 2 de Julho de 2009, quinto ano do nosso Pontificado.

BENEDICTUS PP. XVI
 

Fonte: http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/apost_letters/documents/hf_ben-xvi_apl_20090702_ecclesiae-unitatem_po.html

Notas: 

[1] Cf. Concílio Ecuménico Vaticano II, Constituição dogmática sobre a Igreja Lumen gentium, 23; Concílio Ecuménico Vaticano I, Constituição dogmática sobre a Igreja de Cristo Pastor aeternus, cap. 3: DS 3060. 
[2] João Paulo II, Litterae Apostolicae Motu Proprio datae Ecclesia Dei (2 de Julho de 1988), n. 6: AAS 80 (1988), 1498. 
[3] Bento XVI, Litterae Apostolicae Motu Proprio datae Summorum Pontificum (7 de Julho de 2007): aas 99 (2007), 777-781. 
[4]Cf. ibid., art. 11, 781
 



quinta-feira, 16 de julho de 2015

Sobre o Escapulário Marrom de Nossa Senhora do Carmo

Escapulário Marrom de Nossa Senhora do Carmo



Por Carla d'Amore.


São Simão Stock recebendo
o escapulário da Virgem
Segundo a Tradição no dia 16 de julho, há 750 anos, o mais extraordinário penhor de salvação jamais dado ao homem — o Escapulário do Carmo — era entregue a São Simão Stock.

Segundo ele próprio relatou ao Pe. Pedro Swayngton, seu secretário e confessor, de repente “a Virgem me apareceu em grande cortejo, e, tendo na mão o hábito da Ordem, disse-me:

“...‘Recebe, diletíssimo filho, este Escapulário de tua Ordem como sinal distintivo e a marca do privilégio que eu obtive para ti e para todos os filhos do Carmelo; é um sinal de salvação, uma salvaguarda nos perigos, aliança de paz e de uma proteção sempiterna. Quem morrer revestido com ele será preservado do fogo eterno’...”


A partir da aparição de Nossa Senhora a São Simão Stock, esta devoção Mariana foi se espalhando por toda parte e tornando-se uma devoção muito popular.


O Papa Pio XII escreveu uma Carta Apostólica, dizendo: “Na verdade, não se trata de um assunto de pouca importância, mas trata-se da consecução da vida eterna em virtude da promessa feita, segundo a tradição, pela SS. Virgem. A importância do santo Escapulário como uma veste Mariana, é prenda e sinal da proteção da Mãe de Deus. Mas que não pensem aqueles que se revestem do Escapulário que possam alcançar a salvação eterna, entregando-se à inércia e à preguiça espiritual (Pio XII 6 de março de 1950)”


O assunto é... NOSSA SENHORA DO CARMO

Reunimos aqui os posts sobre NOSSA SENHORA DO CARMO

NOSSA SENHORA DO CARMO


clique para ver mais imagens de Nossa Senhora do Carmo


Sobre Nossa Senhora do Carmo no Pale Ideas:
  1. 16 de Julho, Festa de Nossa Senhora do Carmo: http://farfalline.blogspot.com/2014/07/festa-de-nossa-senhora-do-carmo.html
  2. Aparição de Nossa Senhora do Carmo em 16 de julho de 1251: http://farfalline.blogspot.com/2013/07/aparicao-de-nossa-senhora-do-carmo-16.html.
  3. Escapulário de Nossa Senhora do Carmo: http://farfalline.blogspot.com/2013/12/escapulario-marrom-de-nossa-senhora-do.html
  4. (Sobre o) Escapulário Marrom de Nossa Senhora do Carmo: http://farfalline.blogspot.com/2015/07/sobre-o-escapulario-marrom-de-nsdocarmo.html.
  5. O Milagre de Nossa Senhora do Carmo em Corumbá I: http://farfalline.blogspot.com/2014/04/o-milagre-de-nossa-senhora-do-carmo-em.html.
  6. O Milagre de Nossa Senhora do Carmo em Corumbá II: http://farfalline.blogspot.com/2014/04/o-milagre-de-nossa-senhora-do-carmo-em.html.

Devoções a Nossa Senhora do Carmo:
  1. Ladainha: http://precantur.blogspot.com/2013/07/ladainha-de-nossa-senhora-do-carmo.html.
  2. Novena 1: http://precantur.blogspot.com.br/2011/07/novena-para-nossa-senhora-do-carmo.html
  3. Novena 2: http://precantur.blogspot.com.br/2012/07/novena-nossa-senhora-do-carmo.html.
  4. Oração a Nossa Senhora do Carmo, do Papa Leão XIII: http://precantur.blogspot.com/2015/07/oracao-nossa-senhora-do-carmo-do-papa-leao-XIII.html.
  5. Oração a Nossa Senhora do Carmo pelas Almas: http://precantur.blogspot.com.br/2012/05/oracao-nossa-senhora-do-carmo-pelas.html





ANIVERSÁRIO DA MISSÃO CRISTO REI DE IPATINGA/MG

ANIVERSÁRIO DA MISSÃO CRISTO REI DE IPATINGA/MG


A Missão Cristo Rei de Ipatinga/MG completa, hoje, três anos de existência e combate ativo. O Pale Ideas se faz porta-voz da Resistência Católica da União Sacerdotal Marcel Lefebvre para parabenizar nossos confrades e nosso bom Reverendo Pe. Ernesto Cardozo, que os assiste e dirige. 

Clique na imagem para ver mais fotos no blog CATÓLICOS RESISTENTES!

Sigam o blog da Missão Cristo Rei, ou a página no Facebook, ou o canal no YouTube
 


Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

domingo, 12 de julho de 2015

NÃO SE PREOCUPEM, NADA DE SUBSTANCIAL MUDOU NA FSSPX

Este é o blog que recomendei no Pale, uma recente "aquisição" da Resistência. Excelente matéria, uma visão perspicaz e atenta dos fatos. Estão tão displicentes que já não tem mais preocupação em tornar público o que a aproximação com Roma apóstata está provocando. Em termos de fotos, nem é a primeira vez. Lembram da benção dos sinos com a senhora em trajes imodestos? Bom, aquilo é fichinha perto disto! Será que vão excluir as fotos da sequência também? Ou a página toda? Bom, antes que gritem ao copyright, foi tomado o cuidado de verificar isto, e no site em questão não há nenhuma advertência ou observação (já printei!) neste sentido, além do fato de possibilitar o compartilhamento e até mesmo o download. Sim, o peixe morre pela boca ou fazendo pose. 


Não pensem que me compraz publicar esse tipo de notícia, pois é realmente triste perceber o que o orgulho, a soberba, a vã glória fazem com uma alma.  

No Brasil, bem sabemos, a questão é pessoal, não doutrinária. As pessoas tomam partido com base em simpatias, em afinidades, no pouco que sabem sobre esta ou aquela questão pessoal. Já não fazem uso da razão, deixando de lado o que realmente conta: a salvação da alma, a defesa da Verdade e da Fé, a Doutrina! Ainda que percebam (ou tenham certeza) que as coisas não vão bem na Neo-Fsspx, permanecem por lá porque "sair" significaria "ter que ir para o outro lado", ter que engolir o orgulho, ter que dar o braço a torcer, ter que conviver com pessoas das quais não gostam - tudo questão PESSOAL! - E a DOUTRINA? Às favas com a Doutrina, com tanto que salvem a cara! Isto cheira a seita! Como cristãos, não devemos "tomar partido". Não devemos escolher "um lado", levando em conta assuntos estritamente pessoais, deixando em segundo plano as questões doutrinárias. Não devemos nos apegar às pessoas. Não estamos aqui para fazer um piquenique, mas para salvar a nossa alma! Não estamos em guerra contra seres humanos, mas contra as forças do Inferno. 

Há, também, os que permanecem com a Neo-Fsspx "pelos Sacramentos", tendo em vista que, se fizessem a coisa certa, se saíssem, teriam que ficar sem Missa por sabe-se lá quanto tempo... São pessoas que não entenderam NADA da crise da Igreja; que sonham com uma situação estável, apesar de nossos padres continuarem dizendo que estamos em guerra, que vivemos em tempos de catacumbas; que não entenderam NADA também de Missa & Sacramentos: a Fé é mais importante do que a Missa, porque sem Missa guardamos a Fé com a oração (sozinhos ou em grupo), mas sem Fé... do que adianta a Missa? E expor-se a sermões cada vez mais "romanos" é expor-se ao risco de perder a Fé. Esse, bem sabemos, são os mornos. E seu destino também é conhecido de todos. 

Giulia d'Amore



* * *

domingo, 12 de julho de 2015

NÃO SE PREOCUPEM, NADA DE SUBSTANCIAL MUDOU NA FSSPX


Em uma publicação realizada pelo Fratres in Unum, sobre uma romaria feita por uma das colaboradoras, ou algo parecido, aparece alguns fatos estranhos. Não seria de se estranhar, se essa romaria fosse organizada por alguma outra congregação religiosa, ou por padres seculares "reconhecidos". O problema é que essa peregrinação ou romaria foi organizada pela FSSPX, onde aparecem algumas fotos estranhas. A "narradora" diz que eles (os padres da FSSPX) não tiveram nenhum problema para celebrarem nas basílicas romanas...

 
Pe. Herkel, FSSPX (?) Missa voltado ao Povo?

sábado, 11 de julho de 2015

Novo blog da Resistência

A Resistência cresce em alma, mas também em recursos. Hoje apresento um novo blog que veio se juntar à Resistência: Catolicismo de Sempre! Vai estar em nosso menu lateral, na seção NOTÍCIAS DA RESISTÊNCIA, com os demais blogs fiéis ao legado de Mons. Lefebvre. 

Mas vamos deixar o próprio blogger apresentar-se:  



O NOSSO BLOGUE

EDITORIAL: FRANCISCO, A CRUZ BLASFEMA, A IGREJA, O CICLONE

Editado para acrescentar a notícia sobre a tempestade no Paraguay... Leia abaixo.

FRANCISCO, A CRUZ BLASFEMA, A IGREJA, O CICLONE 



Francisco protagoniza mais um escândalo público contra a Fé Católica e, principalmente, contra Nosso Senhor Jesus Cristo.  

Já é público e notório que ele esteve na Bolívia, onde recebeu, assim que desembarcou, folhas de coca com o pretexto de suportar melhor a altitude, uma vez que ele, ao que parece, tem um pulmão só. Pretexto plausível, é claro, mas seria mais decente se tivesse sido mantido em sigilo, uma vez que pode ser interpretado - e certamente o será - como uma "abertura da Igreja ao uso recreativo ou medicinal de drogas" que desgraçam a Humanidade.

DOS SANTOS PARA DOM FELLAY E OUTROS ACORDISTAS LIBERAIS EM SUA VOLTA

Do mais novo blog da Resistência, "Catolicismo de sempre": 

DOS SANTOS PARA DOM FELLAY E OUTROS ACORDISTAS LIBERAIS EM SUA VOLTA 




"Falar impropriamente é a origem das heresias. Por isso, com os hereges não devemos ter nem mesmo em comum a linguagem, para não ajudar em seus erros".

São Jerônimo

quinta-feira, 9 de julho de 2015

NOTÍCIAS FRANCESAS

A França, ultimamente, tem nos brindado com boas notícias acerca de como andam as coisas na "Tradição" da Igreja. 

Em primeiro lugar, quero falar da já próxima inauguração do Priorado Notre Dame du Christ-Roi (Nossa Senhora do Cristo Rei), em 14 de julho, em Jeu le Bois, fundado pelo Rev. Pe. François Pivert e que será inaugurado por S.E.R. Mons. Richard Williamson.  


Fachada do novo Priorado
Do Brasil, desejamos as bênçãos de Deus e garantimos nossas orações!  

Editado em 29/07/2015 para trazer as fotos da inauguração publicadas no blog co-irmão Reconquista




quarta-feira, 8 de julho de 2015

FESTA JUNINA NA MISSÃO DOS SAGRADOS CORAÇÕES DE JOÃO MONLEVADE/MG

Salve Maria!!!

Seguem algumas fotos do Arraiá em honra a São Pedro e São Paulo, feito pelo Catecismo Infantil da Missão Sagrados Corações de Jesus e Maria (de João Monlevade/MG).

Neste mês de julho, fechamos com êxito o 1º Ciclo de Catecismo para o Jardim de Infância em Joâo Monlevade. As crianças começam a frequentar o Catecismo a partir dos três anos e 06 meses de idade, sendo educados assim desde a tenra idade aos ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Santa Igreja, sendo assistidos também em matérias não mais ministradas nas escolas comuns, como Moral e Cívica, Artes Clássicas e Posturas. O Instituo de Ensino Católico  Janua Caeli está funcionando desde o final do ano passado com o aval do nosso diretor, o padre Ernesto Cardozo, e graças a Deus as atitudes das crianças têm nos mostrado que estamos agindo em conformidade com a vontade de Nosso Senhor.

Em breve enviarei alguns vídeos do Catecismo.

Deus abençoe a todos! 


  

AS FOTOS
Clique para ampliá-las
 



domingo, 5 de julho de 2015

AVISO AOS LEITORES (E AOS DETRATORES)

Desde ontem, estou tendo problemas com minhas contas de email do Gmail, o G+ e meus blogs. Não sei ainda se é um mero bug do Google ou se a coisa é comigo mesmo, tendo em vista que os meus contatos que têm as mesmas contas não estão tendo os mesmos problemas. Graças a Deus, quando tenho tempo de sentar diante do PC, os problemas já se solucionaram "sozinhos", ou pela graça de Deus mesmo, quem sabe? Fato é que não tenho tido a ocasião de me aborrecer com isso, justamente porque, quando percebo, a coisa já está resolvida. De qualquer maneira, como já tive a ocasião de dizer antes, ainda que o Google me bloqueie definitivamente, por interferência de algum idiota desocupado, para mim não há problema algum: eu crio outra conta, outro blog, outro perfil... não tenho preguiça e tenho paciência de sobra. Além de ter todos os textos arquivados em meu PC. E não me falta vontade de escrever por conta própria também.

Assim, se você não tiver mais nada para fazer com seu tempo e sua vida além de tentar me sabotar ou azucrinar, sugiro dedicar-se à oração. Isto, sim, é ocupação para um cristão. Sobretudo um cristão que se diz da Tradição. 

Sem mais no momento, me despeço para continuar minha vida, pois os cães ladram e a caravana passa. Sempre passa. Os cães... por fim, acabam parando de latir e vão correr atrás do rabo deles, a máxima aspiração de suas vidas. É toda glória que terão!

Giulia d'Amore

 

Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui:

+
Informe aqui o seu e-mail para receber as publicações do PALE IDEAS: Delivered by FeedBurner

VI DOMINGO DEPOIS DE PENTECOSTES

VI DOMINGO DEPOIS DE PENTECOSTES 



INTRÓITO - O Senhor é a fortaleza de seu povo e o baluarte de salvação para seu Cristo; salvai vosso povo e governai-o para sempre. Ps. 27. A Vós, Senhor, clamo: Meu Deus, escutai-me; pois, se não me ouvirdes, serei semelhante aos que descem ao túmulo. V. Glória etc. 

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Santos Mártires Processo e Martiniano

02 de julho

Santos Processo e Martiniano

Mártires 

Martírio dos Santos Processo e Martiniano,
de Valentin de Boulogne, 1629
Em Roma, no cemitério de Dâmaso, na segunda milha da Via Aurélia, os Santos Processo e Martiniano, mártires.

O Martirológio Jeronimiano, os comemora três vezes, em 31 de maio, em 1º e em 2 de julho, indicando o sepulcro de ambos na 2ª milha da Via Aurélia, ou no Cemitério de (Papa) Dâmaso, ou próximo às Catacumbas de Santa Ágata (ou Águeda). A última data é o verdadeiro dies natalis, que também é atestado pelos Sacramentários Gregoriano e Gelasiano de São Galo, pelo Calendário marmóreo de Nápoles e pelo manuscrito de Berna. 


Em honra deles, foi edificada uma igreja, não distante da atual basílica de São Pancrácio, bastante visitada por peregrinos no século VII como atestam os Itinerari. Esta igreja, segundo uma notícia de Praedestinatus (PL, LIII, col. 616), no final do século IV foi ocupada por um padre montanista com o especioso pretexto de que os dois santos teriam sido de origem frígia e, portanto, pertencentes àquela seita; o intruso, porém, foi expulso por um decreto imperial, e a igreja voltou aos católicos, e nela o Papa Gregório Magno recitou uma homilia no aniversário da festa dos mártires (PL, LXXVI, coll. 1232-38). O discurso do Pontífice não dá notícias sobre os dois santos, mas, depois de mencionar que aos sepulcros deles acorriam muitos doentes, refere um episódio ocorrido ao tempo dos Godos, e, segundo o qual, uma mulher os viu aparecer a ela sub peregrino habitu, vestidos como monges. Este particular contrasta com as fontes literárias que apresentam os mártires como militares e carcereiros dos Apóstolos Pedro e Paulo, no cárcere Mamertino e por eles convertidos. 

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA