Pesquisar este blog

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Comunicado dos Padres da USML para o dia 8 de dezembro de 2015

EDITADO EM 10/12/2016 PARA INFORMAR QUE NÃO SEGUIMOS COM A USML PORQUE ELES NÃO SEGUEM COM A DOUTRINA CATÓLICA. O TEXTO FICA COMO REFERÊNCIA. 



Por ocasião do 50º aniversário da conclusão do Concílio Vaticano II (8 de dezembro de 1965), os Sacerdotes da União Sacerdotal Marcel Lefebvre desejam reafirmar a sua “categórica rejeição” desse funesto concílio e de “todas as reformas dele derivadas”. (Mons. Lefebvre, Declaração de 21 de Novembro de 1974 [vide abaixo].)

Eles fazem plenamente seu o juízo de Mons. Lefebvre, que viu neste concílio “a maior catástrofe de toda a história da Igreja” e o comparou a uma “terceira guerra mundial”. O Vaticano II, “virando as costas para a Tradição e rompendo com a Igreja do passado, é um concílio cismático. (Mons. Lefebvre ao “Le Figaro”, de 4 de agosto de 1976.) “A conclusão se impõe: este evento desastroso para a Igreja Católica e pela Civilização Cristã não foi dirigido e guiado pelo Espírito Santo.
(Eu acuso o Conselho, 1976.)

Consequentemente, os Sacerdotes da União Sacerdotal Marcel Lefebvre renovam sua determinação formal de não aceitar qualquer “acordo prático”, nem qualquer “reconhecimento canônico”, sob qualquer forma que se queira, por parte das autoridades conciliares. “É um dever estrito para cada Sacerdote que deseje permanecer católico o de se separar dessa igreja conciliar.” (Mons. Lefebvre, itinerário espiritual, 1990.)

Nesta solenidade da Imaculada Conceição, eles confiam sua fidelidade à Virgem fiel, “imaculada em sua fé” (oração de São Pio X). Que Ela se digne ajudá-los a render testemunho à verdade, a trabalhar incansavelmente para a salvação das almas e a submeter tudo ao “doce reinado de Nosso Senhor Jesus Cristo” (Mons. Lefebvre, Carta ao Cardeal Seper, 13 de abril, de 1978.) 



USML - Nova Friburgo (RJ), Brasil - março de 2015


 * * *


* Declaração de 21 de Novembro de 1974, de Mons. Lefebvre
“Nós aderimos de todo o coração e com toda a nossa alma à Roma católica, guardiã da fé católica e das tradições necessárias à manutenção dessa fé, à Roma eterna, mestra de sabedoria e de verdade. Pelo contrário, negamo-nos e sempre temos nos negado a seguir a Roma de tendência neo-modernista e neo-protestante, que se manifestou claramente no Concílio Vaticano II e, depois do Concílio, em todas as reformas que dele surgiram.”



Visto em: http://cristiadatradicinalista.blogspot.com.br/2015/12/communique-des-pretres-de-lusml-du-8.html

Fonte: http://www.francefidele.org/.  Site oficial da União Sacerdotal Marcel Lefebvre. 
Tradução e revisão: Giulia d'Amore.



  

*
É possível que, ao enviar este post por e-mail, o botão de doação acima não funcione. Nesse caso, envie um e-mail para edicoes.cristo.rei@gmail.com, ou diretamente para o Rev. Pe. Cardozo: runaejcv@gmail.com.

Para assinar o PALE IDEAS, informe abaixo o seu e-mail e clique em Assine. Em breve receberá um email de confirmação. Basta clicar no link e... pronto!   Informe seu e-mail: . Delivered by FeedBurner  . Assim, não perderá nenhuma das postagens do Pale Ideas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA