Pesquisar este blog

Novidades!!!

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Bula Antiquorum habet fide relatio - Primeiro Jubileu Cristão

Antiquorum habet fide relatio


Bula de indicção do primeiro Jubileu

Papa Bonifácio VIII
22 fevereiro de 1300  


Bonifácio Bispo, servo dos servos de Deus, para a certeza dos presentes e a memória dos futuros.

Há adesão digna de Fé por parte dos anciãos no sentido de que àqueles que entrarem na honorável Basílica do Príncipe dos Apóstolos, de Roma, são concedidas grandes missões e indulgências dos pecados
.

Nós, portanto, que, segundo os deveres de Nosso ofício, buscamos e procuramos com viva satisfação o benefício dos indivíduos, reputando certas e a serem respeitadas todas essas indulgências, estas mesmas com a autoridade apostólica confirmamos, aprovamos e também renovamos, com o patrocínio desta escritura. E, portanto, visto que quanto mais os Beatíssimos Apóstolos Pedro e Paulo forem honrados tanto mais piedosamente as suas Basílicas estarão cheias de fiéis, e para que os mesmos se sintam sempre mais confortados com uma concessão generosa de dons espirituais, por isso Nós, confiando-nos à misericórdia de Deus Onipotente, e aos merecimentos e à autoridade dos próprios Apóstolos, com o conselho de Nossos irmãos e na plenitude do poder apostólico, acordamos a todos aqueles que, no presente ano de mil e trezentos, começado há pouco com a festa da Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo, e em qualquer outro centésimo ano seguinte, entrarem nas mencionadas Basílicas, com reverência e verdadeiramente arrependidos e confessados, e àqueles que verdadeiramente se arrependerão no curso do presente centésimo ano e em qualquer centésimo ano futuro, não apenas pleno e muito amplo, mas até mesmo grandemente pleníssimo [*] perdão de seus pecados.

Estabelecemos que aqueles que quiserem se fazer partícipes de tal indulgência por Nós concedida entrem nas mencionadas Basílicas, se forem romanos: ao menos por trinta dias contínuos ou intercalados, e ao menos uma vez ao dia; se, ao invés, forem peregrinos ou estrangeiros: façam o mesmo por quinze dias. Cada um tanto mais merecerá e tanto mais eficazmente receberá
a indulgência se as mesmas Basílicas mais amplamente e piedosamente frequentar. A nenhum homem seja lícito invalidar este público ato da confirmação, aprovação, inovação, concessão e constituição Nossa, nem lhe seja lícito, com temerária ordem, contradizer isso tudo. Se, então, alguém tiver a pretensão de fazer isso, saiba que incorrerá no desdém de Deus Onipotente e dos Beatos Pedro e Paulo Apóstolos.

Dado em Roma, junto a São Pedro, o dia 22 de fevereiro, ano sexto de Nosso Pontificado.



_______________
Nota da tradutora: 
* É um exagero, inclusive em italiano (assai pienissimo), mas é assim que está, talvez para mostrar e deixar clara a grandiosa dimensão da generosidade e misericórdia desta indulgência. 
   




 
TEXTO EM ITALIANO: 


Bula Antiquorum habet fide relatio
Bolla di indizione del primo Giubileo - Bonifacio VIII

22 febbraio 1300

Bonifacio Vescovo, servo dei servi di Dio, per la certezza dei presenti e la memoria dei futuri.

C’è adesione degna di fede da parte di vecchi che a coloro, i quali accedono all’onoranda Basilica del principe degli Apostoli di Roma, sono concesse grandi missioni ed indulgenze dei peccati.

Noi dunque, che secondo i doveri del nostro ufficio, ricerchiamo e procuriamo con viva soddisfazione il vantaggio dei singoli, ritenendo certe e da rispettarsi tutte queste indulgenze, queste stesse con 1'autorita apostolica confermiamo, approviamo, ed anche rinnoviamo con il patrocinio di questa scrittura. E pertanto, poiché‚ i Beatissimi apostoli Pietro e Paolo più sono onorati tanto devotamente le loro Basiliche saranno affollate dai fedeli e affinché‚ gli stessi si sentano sempre più rinfrancati con un’elargizione di doni spirituali, per questo, noi accordiamo, affidandoci alla misericordia di Dio Onnipotente ed ai meriti ed alla autorità dei medesimi Apostoli, col consiglio dei nostri fratelli e nella pienezza del potere apostolico, a tutti quelli che nel presente anno mille e trecento, cominciato da poco con la festa della Natività di nostro Signore Gesù Cristo, ed in qualunque altro centesimo anno seguente accederanno alle suddette Basiliche con riverenza e veramente pentiti e confessati, ed a quelli che veramente si pentiranno in questo presente centesimo anno ed in qualunque anno centesimo avvenire, non solo pieno ed assai largo, ma anzi assai pienissimo perdono dei loro peccati.

Stabiliamo che coloro i quali vogliano essere fatti partecipi di simile indulgenza da Noi concessa accedano alle suddette Basiliche, se saranno romani almeno per trenta giorni continui od intercalati ed almeno una volta al giorno; se poi saranno pellegrini o forestieri facciano allo stesso modo per quindici giorni. Ciascuno tanto più meriti e tanto più efficacemente consegna 1’indulgenza se le stesse Basiliche più ampiamente e devotamente frequenterà. A nessun uomo giammai sia lecito in firmare questo pubblico atto della conferma, approvazione, innovazione, concessione e costituzione nostra, né‚ gli sia lecito con temerario ordine contraddirvi. Se poi alcun avrà avuto la presunzione di ciò, sappia che incorrerà nello sdegno di Dio Onnipotente e dei Beati Pietro e Paolo Apostoli.

Dato in Roma, presso san Pietro il 22 febbraio, anno sesto del Nostro Pontificato.

Visto em http://www.totustuustools.net/denzinger/b8antiqu.htm.

Tradução: Giulia d'Amore 


*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog é CATÓLICO. Ao comentar, tenha ciência de que os editores se reservam o direito de publicar ou não.

COMENTE aqui. Para outros assuntos, use o formulário no menu lateral. Gratos.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA