Pesquisar este blog

Novidades!!!

sábado, 29 de junho de 2013

RESISTÊNCIA: Declaração conjunta sobre o 25º Aniversário das Consagrações Episcopais

Publicamos a declaração abaixo, dos zelosos Padres da Resistência, acerca do 25º Aniversário das Consagrações Episcopais em Ecône. Publicamos principalmente por estarmos de acordo com o seu inteiro teor que subscrevemos. 

"Porém se vos desagrada servir o Senhor, escolhei hoje a quem quereis servir: (...) Porque, quanto a mim, eu e minha casa serviremos o Senhor". (Josué 24, 15)


DECLARAÇÃO DA RESISTÊNCIA DA FSSPX 

NO 25º ANIVERSÁRIO DAS CONSAGRAÇÕES EPISCOPAIS



Vienna, Virginia, EUA - 29 de junho de 2013


Ao celebrarmos o 25º aniversário da heroica decisão de Monsenhor Lefebvre, em 1988, de consagrar bispos verdadeiramente Católicos para a defesa da Fé católica e para a preservação dos Sacramentos válidos da devastação da Igreja criada pelo desastroso Concílio Vaticano II, um grupo de sacerdotes expressam seu alarme diante da mesma devastação que se está criando na Fraternidade São Pio X, e resolveram conjuntamente fazer todos os esforços para proteger a Igreja e a Fraternidade contra este novo perigo.

Assim como as autoridades romanas têm utilizado os últimos 50 anos para tentar reconciliar a Igreja com o mundo, e particularmente através da liberdade religiosa e do ecumenismo do Concílio Vaticano II, o Superior Geral da Fraternidade durante os últimos 15 anos tem feito todo o possível para promover o sonho perverso da conciliação da Tradição católica com a Roma Conciliar. Por exemplo, a Declaração de 27 de junho de 2013, mais uma vez, deixa a porta aberta à reabertura das negociações com a Roma Conciliar. (Cf. n º 11)

O resultado dessa tentativa de reconciliar o irreconciliável dentro da Fraternidade São Pio X tem sido a perseguição aos bons sacerdotes, a ruína progressiva do trabalho do Arcebispo e o comprometimento da salvação eterna de inúmeras almas. Isso ocorre porque a Fraternidade São Pio X foi, durante muitos anos, uma âncora da verdadeira fé de toda a Igreja, e agora a âncora se quebrou. E, assim como as autoridades do Vaticano perderam a confiança de muitos fiéis católicos por causa de suas ambiguidades, duplicidade de linguagem e mentiras, agora as autoridades liberais da Fraternidade São Pio X estão perdendo toda a confiança de muitos católicos tradicionais por sua traição à Tradição .

Agora, o que pode fazer um pequeno e disperso grupo de sacerdotes para salvar a situação? Deus salvará a Sua Igreja pela conversão do Papa quando sua Mãe obtiver, finalmente, a consagração da Rússia ao seu Imaculado Coração. No entanto, a verdade não é uma questão de maioria, e por isso nos fixamos o programa do Arcebispo:

"A Santíssima Virgem sairá vitoriosa, Ela vencerá a grande apostasia fruto do liberalismo. Uma razão para não ficarmos de braços cruzados! Devemos lutar mais do que nunca pelo Reinado Social de Nosso Senhor Jesus Cristo. Neste combate não estamos sós; temos conosco todos os Papas até Pio XII inclusive. Todos combateram o liberalismo para salvaguardar a Igreja. Deus não permitiu que lograssem, mas isto não é uma razão para abaixar as armas! É necessário resistir, é necessário construir enquanto outros destroem. É preciso reconstruir as cidadelas destruídas, reconstruir os baluartes da fé. Primeiro o Santo Sacrifício da Missa de sempre, forjador de santos. Depois, nossas capelas que são na verdade nossas paróquias, os mosteiros, as famílias numerosas, as escolas católicas, as empresas fiéis à doutrina social da Igreja, os homens políticos decididos a fazer a política de Jesus Cristo. Devemos restaurar um conjunto de costumes, vida social e reflexos cristãos, com a amplitude e duração que Deus disponha. Tudo o que eu sei, a fé nos ensina, é que Nosso Senhor Jesus Cristo deve reinar neste mundo, agora e não apenas no fim do mundo, coo quiseram os liberais!

Enquanto eles destroem, nós temos a felicidade de construir. Felicidade maior ainda porque gerações de jovens sacerdotes participam com zelo desta tarefa da reconstrução da Igreja para a salvação das almas." (Do Liberalismo à Apostasia - A Tragédia Conciliar. Capítulo XXXIV.)


S.E. Mons. Richard Williamson FSSPX
R.P. Joseph Pfeiffer FSSPX
R.P. Tomas de Aquino O.S.B.
R.P. Jahir FBMV
R.P. Jean-Michel Faure FSSPX
R.P. Ronald Ringrose
R.P. Juan Carlos Ortiz FSSPX
R.P. Hugo Ruiz FSSPX
R.P. Ernesto Cardozo FSSPX
R.P. Joaquim FBMV
R.P. Richard Voigt FSSPX
R.P. David Hewko FSSPX
R.P. François Chazal FSSPX
R.P. Valan Rajakumar FSSPX
R.P. Patrick Girouard FSSPX
R.P. René Trincado FSSPX
R.P. Olivier Rioult FSSPX
R.P. Rafael OSB
R.P. Edgardo Suelo FSSPX
Ir. Placide OSB
Ir. Andrés OSB


Fonte: Non Possumus.
Tradução: Giulia d'Amore di Ugento.

+
Inscreva-se para receber as publicações do Pale Ideas: 
   
Delivered by FeedBurner
.

ABORTO - O GRITO SILENCIOSO

CONHEÇA O NOVO SITE DA EDITORA